domingo, 16 de agosto de 2015

Política X Violência Casos recentes apontam para uma guerra entre correligionários de situação e oposição em Santa Cruz


Uma agressão sofrida ontem por um partidário do grupo Taboquinha vem repercutindo nas redes sociais, e ao mesmo tempo, chamando a atenção para uma realidade: A violência na cidade descambou também para a política.

Se já não bastasse a violência descontrolada na cidade, proporcionada pela bandidagem, agora a área política passa a ganhar a famigerada expectativa de confronto físico entre eleitores dos lados partidários no município.

No caso de ontem, o popular João Ricardo, conhecido como“Palhaço”, foi agredido por dois partidários da situação, quando estava na festa de inauguração do CÈU (Centro de Artes de Esportes Unificados), e neste domingo prestou queixas na delegacia. 


Na semana passada, o militante do PCdoB em Santa Cruz,Paulinho Coelho, foi agredido com um soco em um bar da cidade, por um partidário da oposição. O caso teve motivação por discussões políticas, mas não houve queixa na Delegacia. Outras pessoas na oportunidade também se envolveram no confronto.


Já o vereador Vânio Vieira, por pouco não foi vítima de agressão física, quando um partidário do grupo de situação chegou em uma emissora da cidade o procurando. O popular soube que o vereador não estava, mas deixou seu recado, afirmando que estava a sua procura para lhe dar um murro.

Três casos recentes que merecem atenção e cuidados, e caso não haja uma campanha de paz encabeçada pelos políticos locais, casos mais graves podem ocorrer.

O recado já foi dado.

Blog Sulanca News



Vereador que apoia este trabalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário