quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Vice-prefeito de Gravatá irá recorrer da decisão do TJPE


Após a decisão do TJPE (Tribunal de Justiça de Pernambuco) de afastar o prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano (sem partido), e o Governador Paulo Câmara (PSB) nomear com interventor o Coronel Mário Cavalcanti, que é chefe da Casa Militar, o vice-prefeito do município Rafael Prequé (PSB) afirmou que irá recorrer da intervenção na cidade.

De acordo com informações do próprio vice-prefeito, ele vê estranhezas na decisão do órgão jurídico.

“Não entendo a atitude do governador. Ele sabe da minha moral. Nunca fui investigado por nada, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJPE), pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Não devo nada”, disse Prequé.

O vice-prefeito que apesar de ser rompido com o prefeito Bruno Martiniano no início da gestão defende que o município não tenha essa intervenção e torce para que o prefeito volte a comandar os destinos gravataense.

O vice-prefeito ainda relatou que o seu direito na gestão “é líquido e certo”. “Sou vice, mas me afastei do prefeito já nos primeiros meses o nosso governo. Tudo que Bruno Martiniano responde é ato de gestão. Eu não sou gestor, só respondo pela gestão quando for substituir o prefeito”, destacou Rafael.

Blog Direto ao Ponto 


Tudo para o seu bebê

Nenhum comentário:

Postar um comentário