quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Estudantes selecionados para Festival Internacional de Teatro podem não participar por falta de apoio financeiro


Estudantes Bruna, Rayrane e Beatriz falam sobre possibilidade de ficarem, junto com os demais colegas, de fora do festival a ser realizado na Itália – Foto: Thonny Hill

Na tarde desta quinta-feira (28), a redação do Blog recebeu parte da equipe de estudantes da Escola Técnica Estadual José Nivaldo Pereira Ramos, de Santa Cruz do Capibaribe.

As estudantes estão entre os 12 integrantes que foram selecionados para representar o Estado e o município em um Festival Internacional de Teatro, que acontecerá no mês de abril na cidade de Brixen, Itália.

De 30 países inscritos, apenas 14 foram selecionados e mesmo tendo conquistado a vaga para participar no9th International Meeting of Youth Theatre Sapperlot, a equipe enfrenta a falta de recursos e de apoio para custear as passagens de avião, estimadas em R$ 28 mil.

A hospedagem, de acordo com as estudantes, será custada pelos organizadores do festival. O espetáculo selecionado se chama “Memórias da Vida”, que mistura música e dança tratando cenas do cotidiano comum e grandes conflitos já vivenciados pela humanidade e faz parte do projeto “Devorando Arte”, ministrado pelo professor Ricardo Lorenzo Lima.

As estudantes listaram algumas das dificuldades enfrentadas para tentar conseguir o valor necessário:

Dificuldade 01 – A falta de garantias quanto o apoio do Governo Estadual

Mesmo sendo a única ETE do estado selecionada para participar do festival, isso não foi suficiente para garantir o apoio do Governo Estadual para o custeio das passagens.

Segundo Beatriz Silva de Lima (16 anos), a gestora da ETE, Cristiane Farias, tentou articular esse custeio, mas o resultado não foi o esperado segundo a estudante.

“A nossa gestora foi em busca para saber como o Estado ia ajudar a gente nisso, mas a cota que o estado tem é muito pouca e só dá para cobrir três passagens; cerca de R$ 8mil. Isso ainda não está garantido, pois ainda iam ver se falava com o Governador (Paulo Câmara) para ver se aprova, pois há uma regra que proíbe a liberação de recursos para viagens internacionais” – disse.

Dificuldade 02 – A falta de resposta da GRE

As estudantes relataram que a gestora chegou a procurar a Gerência Regional de Ensino (GRE) para tentar garantir algum recurso para esse custeio, mas até agora a resposta não foi dada, segundo as estudantes, por parte da GRE.

“Até agora não tivemos essa resposta e temos até o mês de fevereiro para confirmar que compramos as passagens, porque senão a gente perde. Temos, no máximo, até o dia 20” – disse Bruna Beatriz Julião (17 anos).

Dificuldade 03 – Falta de uma resposta concreta por parte do Legislativo local

Ainda de acordo com Beatriz, a Câmara Municipal já teria sido procurada, há aproximadamente duas semanas, por parte dos estudantes na tentativa de fechar algum apoio, mas até agora não obtiveram uma resposta concreta.

“Toda vez que nós vamos lá, eles não estão. Levamos projeto, levamos tudo, mostramos e nos disseram que iriam nos ajudar… Mas nos dizem: venham outro dia… Mas nunca estão” – disse.

Dificuldade 04 – Falta de apoio da classe empresarial local

Ainda segundo as estudantes, várias empresas teriam sido procuradas na tentativa de fechar apoios para o custeio das passagens, mas apenas uma delas “topou” em ajudar os estudantes.

“O único meio empresarial que conseguimos até então foi o da Rota do Mar. Até temos uma peça marcada para lá, mas pelo restante… Fomos atrás em lojas, mas não tivemos apoio até agora” – disse Rayrane Mellyssa Lima (16 anos).

Dificuldade 05 – Falta de apoio por parte de governos municipais

Segundo as estudantes, os governos de Jataúba e de Taquaritinga, que também possuem integrantes na equipe selecionada, alegaram que não poderiam ajudar no custeio, pelo fato da ETE ser sediada em Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com elas, a resposta que foi dada por ambos os governos seria que a prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe era quem deveria custear as passagens, mas também não há uma resposta concreta da mesma quanto a parte financeira.

A primeira grande tentativa para tentar arrecadar recursos

De acordo com as estudantes, na tentativa de acelerar a arrecadação do valor, duas apresentações da peça serão encenadas no Teatro Municipal nesta sexta-feira (29) e no sábado (30), ao custo de R$ 10,00 o ingresso.

O espetáculo “Memórias da Vida” acontecerá as 19h. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro.

Confira o vídeo com um trecho dos ensaios do espetáculo:


Blog Ney Lima 



Vereador que apoia este trabalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário