quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Truco Mamão



Após um longo e tenebroso inverno venho mais uma vez expor o que penso, em tempos de “Zap zap” não tem como ficar longe dos acontecimentos mesmo estando a alguns quilômetros de distância, mesmo sem participar muito acompanho o Grupo Azul e Vermelho que o Blogueiro Collar criou, e por diversas vezes até me indignei com a soberba dos azuis com todo clima que já ganhou, mas pelos últimos acontecimentos vejo que a soberba não está no lado azul. 

Em disputa acirrada como foi à última eleição se esperava a oposição mais unida, conseguindo aquele pouco que faltava para conseguirem finalmente o que se almeja há anos, mas não a desunião está cada dia mais presente, o nome grupo deveria representar uma união de pessoas que comungam da mesma ideia, lógico que como em qualquer grupo ocorrerão divergências que deveriam ser contornadas pelos líderes. 

E me parece que dentro do grupo de oposição existe qualquer coisa menos essa conciliação, o que deixa transparecer é aquela famosa frase “manda quem pode e obedece quem tem juízo”, onde quem não segue as supostas normas impostas é descartado como se não fizesse falta, como se nunca tivesse também feito parte da história dessa oposição. 

No momento de unir forças, traçar estratégias, fazer o grupo realmente forte perder 2 peças como Chico e Furibinha e assinar uma sentença de morte, digo perder no sentido deles não participarem do próximo pleito, na minha opinião são peças importantes para se alcançar o objetivo traçado, imaginem o empenho dos dois pedindo votos para Mamão, meio difícil de imaginar a dedicação deles. 

A realidade é essa parece que Mamão quer perder sozinho dessa vez, é o que vai acontecer se ele continuar com essa política que ele está fazendo, já que é para bagunçar tudo, Chico, Furibinha e mais tantos outros que estão insatisfeitos é realmente lançar uma terceira via ao menos ia se ter a real noção ou melhor poderia ver se Mamão é realmente o que ele pensa, como se diz no sul de Minas Gerais “perdido por perdido truco”.



Colunista Marcelo de O. Neto.



Apoio Cultural

Nenhum comentário:

Postar um comentário