domingo, 13 de março de 2016

"Foi aqui que me criei!"



Há tempo que não tinha passado em meu antigo “lar doce lar”, a velha casa onde morei por vários anos, ao lado daqueles que me adotaram como filho. Hoje além da saudade daquele tempo, guardo em minha memoria a saudade dos que me criaram, seu Emanuel mais conhecido como (Mané) e dona Maria carinhosamente chamada por (Lica), que foram para mim mais que pais verdadeiros. Estes me deram educação e me fizeram como um filho verdadeiro, dando amor carinho, através disso me tornei pai de dois amores, Lucas Matheus e Luanny Wanessa. 


casa aonde me criei 

Sem falar de meus irmãos, Gervásio, Geneci, Jacilene e Jacira, estes foram quem tive o prazer ter sido criado ao lado deles. Deram-me muitos puxões de orelhas kkkkkk, mais foi com isso que aprendi a enxergar o mundo de uma maneira sadia e com respeito ao próximo, por isso eu tenho é mais que agradecer a família “malaco” como era conhecida, obrigado por tudo, sou hoje o que sou devido seus ensinamentos. 




Ao passar pelo sitio Riacho do Jacu na tarde deste sábado 12/03/16, me passou um filme pela cabeça, aquele que você lembra e tem vontade que o tempo volte. Outros irão se perguntar. O que tem haver esta louca história com o blog? Eu mesmo responderei! Simples, o mundo em que vivemos hoje é, totalmente diferente de anos atrás. 


Esta foi a casa que meu avô morou 

Há uma época não tão distante assim, digamos a 16 ou 17 anos atrás, não se via falar em drogas, os filhos obedeciam aos pais. Sair de casa e ir para uma festa antes dos dezoito anos, isso seria impossível, iam sim! só segurando no coes da calça do pai ou na barra da saia da mãe. 


Hoje a coisa mais difícil é um pai dominar seus filhos, os moleques já nascem traquino como dizia Papai. Antes comprar um brinquedo era uma raridade, e quando comprava era uma festa. Hoje brinquedo caiu foi de moda, agora os guris só querem, celulares de ultima geração, com face, zapzap, instagram, se não for isso eles pedem um tal de tablet, e para completar a festa antes brincávamos de carro de lata hoje é de controle remoto, o tempo muda, ficamos velhos e ultrapassado, mais o bom é que escrevemos a história. 

Collar Blog Jataúba News.


Vereador que apoia este trabalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário