quinta-feira, 7 de abril de 2016

Se estivesse vivo, Padre Zuzinha completaria 111 anos nesta quinta-feira


Fotos: Arquivo.

José Pereira de assunção (Padre Zuzinha) nasceu em 07 de abril de 1905, no Sitio Várzea Grande, zona rural de Taquaritinga do Norte.

Aos 16 anos de idade, Padre Zuzinha começou a frequentar o seminário de Olinda e então foi ordenado padre em 1933, através do bispo Dom Ricardo de Castro Vilela. Um mês após ser ordenado pároco, ele assumiu a catedral de Nazaré da Mata, que em seguida foi encaminhado aos municípios de Surubim e Goiana.


Padre Zuzinha dando um pontapé inicia em uma partida festiva no limeirão em 1972.

Em Santa Cruz do Capibaribe, ele exerceu a sua função de padre e se identificava bastante com a população mais carente do município, além do sacerdócio, o Padre Zuzinha também atuou em outras áreas. Foi o primeiro presidente do Ypiranga e também presidiu a Banda Musical Novo Século.


Padre Zuzinha também se tornou gestor de município santa-cruzense por duas gestões (de 1° de abril de 1968 a 31 de janeiro de 1972 e de 31 de janeiro de 1977 a 31 de janeiro de 1982). Antes de assumir a prefeitura em 1968, ele foi vítima de um atentado no dia 20 de janeiro daquele ano, durante uma festa de São Sebastião na Vila do Pará, ele foi atingido por alguns disparos de arma de fogo em sua perna. Apesar do atentado, ele assumiu a prefeitura de muletas.


Foto: Arnaldo Vitorino (Arquivo).

O Padre Zuzinha faleceu em 5 de outubro de 1983, aos 78 anos de idade no ‘Prontocardio’(Pronto Socorro de Cardiologia) em Caruaru. O Sepultamento aconteceu no dia seguinte e recebeu cerca de 15 mil pessoas, entre elas 21 padres da região, o bispo na época, Dom Augusto Carvalho, políticos do estado e a população em geral.

Com informações do historiador Jota Oliveira e do livro “Biografia do Padre Zuzinha – 2003” de Lindolfo Pereira de Lisboa.

Blog do Ney Lima




Nenhum comentário:

Postar um comentário