quarta-feira, 18 de maio de 2016

Agentes Comunitários de Saúde aderiram à paralisação nacional e cobram seus direitos


Reajuste de salário e férias atrasadas são as principais reivindicações


Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) do Brejo da Madre de Deus, aderiram à paralisação nacional da categoria que acontece nesta quarta-feira (18) de maio. Eles caminharam carregando faixas e promoveram um apitaço que chamou a atenção da população pela Avenida Cleto Campelo, Trevo da entrada da cidade e passaram pela prefeitura, concentrando na Academia da Saúde em frente a policlínica.


O presidente da Regional dos ACS, Antônio Genilson de Jataúba, esteve presente a fortaleceu a manifestação.


“Estamos fazendo uma manifestação em prol da nossa categoria, essa é uma manifestação a nível nacional. Estamos reivindicando nossos direitos que são salários e outros benefícios que merecemos como profissionais”, destacou.


Antônio Genilson presidente Regional dos ACS

A presidente da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde em Brejo da Madre de Deus, Soledade Marinho, explicou que além de cobrar o reajuste salarial, eles também reivindicam outros direitos.

“Já fazem três anos que não temos reajustes e por isso paralisamos em todo país para cobrar o reajuste em nossos salários. E além disso, aqui em Brejo, estamos protestando também por férias atrasadas. Temos profissionais com 4 férias e isso não pode acontecer. Estamos aguardando uma resposta da secretária de Saúde do município, que inclusive, ficou de mandar um ofício para o Ministério Público até a próxima sexta-feira dia 20. A partir de amanhã, vamos formar uma comissão para cobrar essa férias que estão acumuladas”, disse.


Soledade marinho presidente da Associação dos ACS

Segundo Seledade, os ACS também sofrem com humilhações e falta de credibilidade por parte dos superiores.

“Não temos apoio e somos muito humilhados. A humilhação é grande com a gente por parte do enfermeiro. Tudo que pedimos ou solicitamos parece até que estamos mentindo, e o que falamos está errado. É como se a gente nunca tivesse falando a verdade pra eles. Queremos um superior que seja por a gente e não fique nos entregando para a comunidade. Isso nos deixa desacreditado. Desacredita o nosso trabalho. Se trabalhamos para a comunidade ela tem que acreditar no que falamos e orientamos e no que fazemos”, desabafou.


Os Agentes Comunitários de Endemias (ACE) do Brejo da Madre de Deus são filiados ao SINDACSE e foram para Caruaru na manhã desta quarta-feira. Eles participaram de uma manifestação que bloqueou a BR-232. A luta dos ACE é também pelo reajuste salarial.


Agentes Comunitários de Endemias do Brejo da Madre de Deus na BR-232 em Caruaru após o protesto na manhã de hoje


O protesto na BR-232 participaram ACS e ACE de várias cidades

Veja mais fotos da paralisação dos ACS em Brejo da Madre de Deus:



Do Estação Notícias




Nenhum comentário:

Postar um comentário