quinta-feira, 21 de julho de 2016

COMPESA oficializa que não abastecerá mais Santa Cruz do Capibaribe



Com um volume de apenas 0,36% de sua capacidade, a barragem de Jucazinho não irá mais abastecer Santa Cruz do Capibaribe. A decisão foi divulgada na manhã desta quarta-feira (20), pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). 

A medida visa, de acordo com a instituição, prolongar o tempo de vida útil do reservatório.
Ainda de acordo com a Compesa, Santa Cruz receberá água do Prata, que está com 58,38% da capacidade total. No entanto, os diretores avaliam que o Prata não é capaz de armazenar um grande volume de água. O reservatório já abastece as cidades de Agrestina, Altinho, Cachoeirinha e Ibirajuba.

Para os diretores da Compensa, a situação das barragens de Pernambuco é considerada a pior dos últimos 50 anos. Em setembro de 2015, três das 15 cidades que eram abastecidas por Jucazinho deixaram de receber água do reservatório: Caruaru, Bezerros e Gravatá. 

Em outubro foi informado que a barragem havia atingido o “menor percentual de toda a sua vida útil”
De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Jucazinho atingiu o volume morto em novembro de 2015, quando chegou a 2,52% do total. 

A barragem tem capacidade para comportar 327.036.000 m³ de água.

Aproximadamente 300 mil pessoas recebem água do reservatório.


Com informações G1 Caruaru

Nenhum comentário:

Postar um comentário