quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Passando dos limites



Existe uma diferença entre o homem que esta por trás de qualquer cargo público e o homem que se torna público por estar ocupando algum cargo, para o homem por trás de algum cargo, o pai de família com direitos e deveres este devemos ter respeito. 


Mas quando alguém vem em uma rede social como vereador, o mais votado e falando o que falou, este não merece o respeito de ninguém, uma atitude sórdida de alguém que aparentemente se apresenta alcoolizado, este cidadão se esquece que nada mais é que um funcionário do povo, colocado ali pelo povo e deve satisfações ao povo, tanto aos que o elegeu quanto aos que não deram seu voto a outros. 

Se ele quer defender seu pai que o faça como pessoa física, como vereador ele tem que trabalhar para o povo, que defenda a administração, já que o mesmo é da situação, mas além de defender deveria também fiscalizar, apresentar projetos, ir atrás de recursos para melhorar a vida da população. 

Se quer usar redes sociais como vereador que as use divulgando seu trabalho, atendendo questionamentos da população, então quem deve “fechar o cú e se lascar” é ele, e de resto não é A ou B que decide se haverá ou não eleição, e sim a justiça onde pesa algo contra o prefeito, e se esse for condenado vai haver sim



Marcelo de O. Neto Blog Jataúba News


Rua da Celpe 114

Nenhum comentário:

Postar um comentário