sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Governo pede reforço do Exército caso haja greve da PM


O governo de Pernambuco enviou ao Governo Federal um ofício para pedir apoio do Exército Brasileiro para garantir a segurança pública em caso de greve dos policiais militares, que realizam assembleia nesta sexta-feira (9) para discutir uma possível paralisação. O documento, de acordo com o executivo estadual, seria rotineiro e teria sido encaminhado a Michel Temer (PMDB) na terça-feira (6) – mas teria vazado.

Na quarta-feira (7), o desembargador José Fernandes Lemos, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), determinou que associações militares "se abstenham" de realizar assembleias para tratar sobre greve. A decisão é endereçada à Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados Policiais e Bombeiros Militares (ACS), à Associação de Praças dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (Aspra-PE), à Associação de Bombeiros Militares de Pernambuco (ABM-PE) e à Associação dos Militares Estaduais (AME).

Mesmo sob ameaça de multas e punições civis, administrativas e penais, a assembleia marcada para as 14h desta sexta-feira (9) está mantida. Foi o que asseguraram alguns dos principais líderes da campanha salarial da categoria. De acordo com Nadelson Leite, vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados (ACS-PE), a reunião vai acontecer e deve ter adesão ainda maior do que a manifestação anterior.

Do Portal FolhaPE


Linda Bela Cosméticos

Nenhum comentário:

Postar um comentário