quarta-feira, 12 de abril de 2017

“Edson é um fortíssimo candidato nosso para representar essa região do Agreste”, afirma Bruno Araújo ao avaliar a possibilidade de se candidatar a outro cargo


Em participação ao programa Cidade em Foco, o deputado federal e ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), esteve comentando a sua atuação enquanto ministro, além de ser questionado a respeito das suas pretensões para 2018 e comentar a possível candidatura do prefeito Edson Vieira (PSDB) a deputado federal.

Ao falar sobre sua atuação no Ministério das Cidades, Bruno afirmou, “Acho que o melhor de tudo é quando a gente ver que muitas horas dedicadas no dia a dia ao trabalho, a gente começa a colher o resultado disso tudo. Nós contratamos esse ano mais de 600 mil unidades habitacionais para a população no Brasil, são entre recursos do Orçamento da União e recursos do FGTS, mais de 80 bilhões de reais”.

Quando questionado sobre suas pretensões para 2018, Araújo foi superficial. “Meu amigo prefeito de São Paulo, o João Doria, perguntaram a ele coisa parecida e ele disse que está ‘prefeiturando’, eu estou ‘ministeriando’, cuidando do ministério. Acho que nós temos mais de 12 milhões de brasileiros desempregados, a população está menos preocupada em saber quem são os líderes que sairão das urnas em 2018, e muito mais preocupada em entender quais são as obras que chegam para gerar emprego, para melhorar a vida das pessoas”, afirmou.

Diante da possibilidade de disputar outro cargo eletivo e não buscar mais uma mandato na Câmara Federal, Bruno comentou a perspectiva de que o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB) venha a se candidatar a deputado federal. “Se houver um movimento, uma compreensão, da sociedade e de lideranças que nós tenhamos uma outra missão para 2018, Edson é um fortíssimo candidato nosso para representar essa região do Agreste no Congresso Nacional. Nós já conversamos sobre isso e eu o estimulo a isso, então se tivermos que seguir para outra missão, Edson tem um papel fundamental nisso”, declarou.

Blog Direto ao Ponto 

Nenhum comentário:

Postar um comentário