terça-feira, 11 de abril de 2017

Insegurança total na capital da moda.



Na segunda-feira (11) um homem prestou queixa na delegacia, vítima de mais um assalto em Santa Cruz do Capibaribe. O popular, que não terá seu nome revelado, relatou que o assalto aconteceu na parte da tarde (por volta de 17h30) no bairro Rio Verde quando dois criminosos, que estavam em uma moto Fan, de cor preta, se aproximaram e o renderam quando ele estava na porta de sua casa.

Um fato que chama a atenção é que o homem relatou que essa seria a quarta moto que lhe teria sido tomada de assalto em menos de cinco meses, sendo três do modelo Bros e uma do modelo Fan. Ele fez seu desabafo quanto ao caso:

“Está ruim a situação em Santa Cruz, pois ninguém não pode usar mais nada. Tem que se pegar a maleta e ir morar em outro canto. Partir para outra cidade porque não tem como trabalhar aqui, comprar mais nada. Ando pelo Rio Grande do Norte, em todo estado por aí e não vejo isso, essa insegurança. Aqui ninguém pode mais possuir nada, usar um relógio… Um dia desse, tomaram relógio, celular, dinheiro e agora, mais uma moto. Como está difícil essa insegurança; o problema é sério” – disse.

O homem disse que, devido à violência, já teria “se acostumado” a agir em situações assim e completou.

“Fui vítima de vários assaltos e sei como reagir… Sou um cara tranquilo e já me acostumei. Peço a Jesus na hora e eles não mexem comigo. Me deixando vivo, podem levar todos os pertences” – frisou.






Na noite de segunda-feira (10) mais uma casa foi invadida por bandidos em Santa Cruz do Capibaribe. De acordo com informações de uma das vítimas, que prestou queixa na delegacia do município, o mesmo relatou que estava chegando em casa (na Rua Pedro Teodoro Aragão, bairro Nova Santa Cruz) depois de sair da feira de frutas e que, ao tentar fechar o portão, os criminosos o impediram, utilizando de uma moto.

O homem relatou que, ao entrar na casa, os bandidos fizeram ele e sua família de reféns, os obrigaram a se ajoelharem no chão e, enquanto isso, reviravam todos os cômodos. Ele relatou que todos sofriam constantes ameaças e desabafou sobre a situação.

“Fizeram o maior terror lá em casa. Mandaram a gente se ajoelhar na cozinha; fizeram o rapa de todo o dinheiro que tinha lá em casa, pegaram a televisão, colocaram dentro do carro e levaram ele também. O carro (um Ford Ka, de cor branca) não estava no seguro. Esse é o presente que o governador trouxe sábado para a gente, que foi esse roubo de hoje. Foi quando teve segurança em Santa Cruz, foi quando o governador estava” – disse

Blog do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário