segunda-feira, 10 de abril de 2017

Marília Arraes repudia atitudes de segurança do governador em Santa Cruz do Capibaribe

Foto: Bruno Muniz (Agreg Imagem)

Na manhã desta segunda-feira (10) após a repercussão em todos os meios de comunicação, a vereadora do Recife Marília Arraes (PT) que esteve no município na última sexta-feira (07) para uma audiência sobre a Reforma da Previdência, repudiou as atitudes dos seguranças descaracterizado do governador Paulo Câmara (PSB) que arrancaram cartazes e faixas que foram afixados às margens da PE-160, em protesto contra o Chefe de Estado.

Em sua página oficial do Facebook, a vereadora elencou diversos problemas que pode constatar durante a sua visita ao município.
Confira a nota:

Na última sexta-feira estive em Santa Cruz do Capibaribe. Ouvi da própria população e vi nas ruas os efeitos do descaso com que a cidade e a região vem sendo tratadas pelo Governo do Estado. Há problemas nas áreas de Saúde e Segurança, no abastecimento de água, sem falar na obrada PE-160, que nunca foi concluída.

No sábado o governador Paulo Câmara esteve na cidade. Mas em vez de se preocupar com a promoção de políticas públicas eficientes para resolver, de verdade, os problemas apontados pela população, o caminho encontrado por integrantes de seu grupo político e assessores foi outro: tentar calar a população. Há um esforço imenso desta gestão em tentar criar um clima de pseudo-unanimidade em torno de si, na tentativa de mascarar sua total falência. Mas de nada adianta porque a verdade está nas ruas.

No vídeo abaixo, que circula pelas redes sociais, cartazes com pedidos da população que haviam sido afixados ao longo do trajeto que seria feito pela comitiva foram arrancados por homens da equipe percussora. Na imprensa local há ainda vários relatos sobre a proibição da entrada de faixas e cartazes no local onde foi realizado o evento do Pernambuco Em Ação.

Blog do Bruno Muniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário