terça-feira, 4 de julho de 2017

Retorno das reuniões da câmara de vereadores de Jataúba é marcado por cobranças, e declarações polêmicas


Nesta segunda-feira 03 os vereadores da cidade de Jataúba voltaram aos trabalhos legislativos e como já era esperado a seção foi marcada mais uma vez por bate-boca, cobranças e acusações, já que havia uma grande expectativa quanto a decisão do presidente da casa com relação a instalação ou não de uma CPI solicitada através de requerimento pelos cinco vereadores de oposição, fato que ocorreu antes do recesso.

A baixa ficou por conta do vereador Luzimário (PTB) que se encontra doente e foi lembrado pelos companheiros que lhe desejaram melhoras e falaram da expectativa de em breve o mesmo está de volta. Informações davam conta de o mesmo pediria uma licença para tratar para sua saúde fato ainda não confirmado oficialmente, lembrando que em se confirmando quem assumiria uma cadeira na Casa Inácio de Viterbo de Araújo seria o primeiro suplente Civan do Brejinho também do (PTB).

Confira o resumo das falas dos vereadores:


Maviael criticou o vereador Jackson por suas posturas que segundo ele muitas das vezes são contraditórias, e pelo fato do mesmo ter orientado sua bancada a votar contra o requerimento que pedia a instalação de uma CPI para investigar os gastos da prefeitura com pneus, câmaras de ar e caminhões pipas, e falou sobre dados, segundo ele foram 426 caminhões pipas para as escolas do município só no mês de janeiro e disse que já foram feitas 5 trocas de pneus e câmaras de ar dos ônibus do município este ano e que duas trocas teriam sido feitas no mesmo dia fato que considerou muito grave.

O vereador também levou dados e disse que foi realizado uma pesquisa na cidade onde o objetivo da mesma era colher informações sobre as prioridades no município, porém, do mês de abril quando a mesma foi realizada os seus números não foram divulgados e disse que foram pagos 4000 mil reais pela mesma o que classificou como um desvio de conduta.

Após um incidente ocorrido no fim da seção ele se desculpou pelo comportamento do seu pai o que julgou como inadmissível, e agradeceu ao presidente da casa que se mostrou sensível no caso da CPI, ele ainda criticou as desculpas de Jackson quando contradisse os números apresentados por ele e disse: “Quem está mentindo o vereador Jackson ou o TCE?”. Por fim Maviael disse que até mesmo uma pessoa que não é borracheiro recebeu como tal no município.


Veinho agradeceu a Deus pela volta aos trabalhos e saudou as famílias de Selon e de Pichai do Riacho do Jacú que estão enlutadas por dois trágicos acidentes que ocorreram nas últimas semanas, parabenizou a guarda comunitária pelo trabalho desenvolvido no município e fez um apelo a população para continue ajudando os GCC’s enquanto não se resolve a situação dos mesmos para que sejam legalizados como guarda municipal.

Veinho falou sobre o apoio que a PM tem dado ao município durante os dias de feira na cidade e enalteceu a postura do comandante Aleixo do 24° BPM, e disse que aguarda a resposta do governador Paulo Câmara com relação à segurança pública em Jataúba, ele falou sobre a construção de 200 casas populares e a construção da creche além do início das obras da Adutora do Alto Capibaribe que irá beneficiar o município.


Firoca disse que irá continuar cobrando e trabalhando em prol do povo e falou sobre as más condições das estradas do município e disse que falou com o vereador Jackson que teria dito que o problema está com o tratorista, mas, logo será resolvido, falou sobre a ausência do vereador Luzimário e disse que em breve o mesmo estará de volta.


Jackson falou sobre a situação das estradas e disse que já conversou com o prefeito e o mesmo falou que assim que resolver o problema com o tratorista o mesmo irá buscar recursos para fazer terra planagem nas estradas vicinais. Quanto a ser contraditório o vereador disse que se dá muito bem com o seu pai, porém, na questão de governo federal o mesmo não apoia nem vota em Michel Temer, no entanto fez elogios a maneira como o mesmo vem conduzindo o país, pois, segundo ele o país vem em um crescimento contante.

O vereador parabenizou a secretária de ação social Rosa Lagos pelo trabalho que juntamente com Ana Paula tem feito com as pessoas da terceira idade e parabenizou pelo evento promovido pela secretaria nas comemorações do São João. Sobre a CPI disse que orientou sua bancada a votar contra o requerimento pelo fato de ser algo muito sério, desgastante tanto para os vereadores quanto para a gestão pública e pelo fato de não ver nenhum indício de superfaturamento.

Jackson disse que não tem medo, pois, o que houve foi um erro no histórico, pois, a quantidade de caminhões pipas relatada foi pra todo o município e não somente pra escolas e disse que tudo foi pago com recursos próprios e não do FUNDEB, com relação aos pneus e câmaras de ar disse que foi uma licitação, uma previsão de gastos e isso para o ano todo, o vereador falou que quem pediu a CPI foi irresponsável e que tentaram denegrir a imagem do prefeito e desafiou os mesmos a pagar o desmonte dos pneus dos carros e ver se são novos ou não.


Zuza disse que a feira do bode em Jataúba é um exemplo de que o prefeito não gosta do povo, pois, o espaço onde a feira funciona atualmente é cedido gratuitamente pelos proprietários para a prefeitura, mas, a mesma cobra 2 reais por cada animal que estrar, criticou a postura de Jackson em dizer que sempre há uma erro no histórico citando casos anteriores como no caso da merenda.

Zuza apresentou valores de vários empenhos que segundo ele foram pagos para transporte de pessoas da Zona Rural e criticou a postura do prefeito com relação a isso ele falou sobre um veículo que foi comprado por 130 mil reais para o PSF da Vila do Jacú alegando que o mesmo nunca apareceu na comunidade, ainda sobre os empenhos de veículos para transportar pessoas doentes Zuza disse que no momento certo os nomes virão à tona e falou que alguns desses veículos nunca serviram a população o que classificou como ‘formação de quadrilha’.


Paulo Floriano agradeceu a Deus pela volta aos trabalhos e levou os pêsames a família de Selon no Riacho do Jacú que perdeu o seu filho em um acidente, falou sobre as condições das estradas no município e confirmou o compromisso do prefeito em recuperar as mesmas, sobre a CPI Paulo disse que existe uma divergência entre a lei orgânica do município e o regimento da Câmara e que está avaliando o caso com o jurídico para não prejudicar ninguém nem mesmo a si próprio e que na próxima reunião dará uma resposta definitiva sobre o caso, de como será conduzido o processo.


Sem respostas, mais uma vez não houve respostas dos vereadores que compõem a mesa diretora da casa quanto a viagem que os mesmos fizeram à Brasília-DF onde foram gastos mais de 8 mil reais com passagens e diárias, e os questionamentos continuam: Quais as reivindicações levadas pelos vereadores? Quais os gabinetes de deputados, senadores e ministros que foram visitados pelos mesmos? O que trouxeram de bom para o município (recursos, obras,etc)? Porque os vereadores não prestam contas à população? Será que é pelo fato de não haver explicações para tal?

Os demais vereadores entraram mudos e saíram calados, a próxima reunião ficou marcada para o dia 20/07/2017 ás 20 horas. 

Jota Silva / Agreste No Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário