terça-feira, 21 de outubro de 2014

Câncer de mama é mais agressivo no Norte e Nordeste



Embora registrem menor número de casos de câncer de mama, as Regiões Norte e Nordeste são as que têm a maior incidência de tumores mais agressivos, revela estudo inédito divulgado pela Sociedade Brasileira de Mastologia, por ocasião do Dia Internacional Contra o Câncer de Mama, celebrado neste domingo (19).


Durante dois anos, os pesquisadores analisaram as características dos tumores de mama de 5.687 mulheres em todas as regiões do País. Eles foram divididos em cinco tipos, de acordo com o grau de agressividade, sendo o luminal A o menos agressivo e com maiores chances de cura e o triplo negativo o mais agressivo e com menos possibilidades de tratamento.


O estudo mostrou que no Sul e Sudeste a incidência do tumor triplo negativo é de aproximadamente 14%, enquanto no Norte o índice sobe para 20,3% e no Nordeste e Centro-Oeste, vai para 17,4%. Já os tumores do tipo luminal A representam 30,8% dos casos relatados na Região Sul e 28,8% no Sudeste. A frequência desse tipo de câncer cai para 24,1% no Nordeste, 25,3% no Norte e 25,9% no Centro-Oeste.

Segundo Filomena Carvalho, professora associada do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da USP e uma das autoras do estudo, as diferenças nas incidências dos diversos tipos de tumores, de acordo com a região do Brasil, mostram que o aparecimento de determinado câncer tem a interferência de questões raciais e ambientais. "Outros estudos internacionais já mostraram que mulheres afrodescendentes tendem a apresentar tumores de mama mais agressivos. No Norte e Nordeste, a taxa de população negra é maior. O calor também pode ser um fator que influencia nas mutações genéticas", diz ela, que integra a SBM e liderou o estudo ao lado do pesquisador Carlos Bacchi, diretor do laboratório Bacchi, de Botucatu.


Moradora de Salvador, a farmacêutica Isabele Maiara de Oliveira e Silva, de 34 anos, descobriu o câncer de mama há pouco mais de um mês. Por causa da agressividade da doença, ela foi submetida à cirurgia de retirada do tumor e da mama 20 dias depois. Embora ainda esteja aguardando os resultados da biopsia, a principal hipótese é de que ela tenha o tumor do tipo triplo negativo.

"Eu fazia ultrassom da mama todos os anos. Só não fazia mamografia porque, pela idade, ainda não tinha indicação. De um ano para o outro, esse tumor surgiu e, quando descobri, já tinha dois centímetros. Ele crescia muito rápido", conta ela, que agora terá de passar por quimioterapia e radioterapia.

A analista de sistemas Denise Guedes Marques Amadeu, de 49 anos, de São Paulo, passou, há cinco anos, por processo similar ao de Isabele. "Tive de fazer a cirurgia, químio e radio. A sorte foi que descobri o tumor logo no começo, e o tratamento foi iniciado rapidamente", conta ela. Denise teve um tumor do tipo luminal A, o que tem as maiores chances de cura. "É bom as pessoas saberem que o diagnóstico de câncer de mama não é uma sentença de morte. E mesmo o trauma da retirada da mama pode ser minimizado com a cirurgia de reconstrução", diz.

Prevenção

Para Filomena Carvalho, o estudo das diferenças geográficas dos tumores é importante para o estabelecimento de políticas públicas de prevenção e diagnóstico mais eficazes para cada contexto. "Embora a gente não saiba com certeza as causas dessas diferenças, elas devem nortear toda a estratégia de prevenção. No caso de regiões com maior incidência de tumores mais agressivos, o diagnóstico precoce é ainda mais importante", defende.

Folha de Pernambuco

A nossa Farmácia.

Discussão de trânsito termina com homem gravemente ferido em Santa Cruz do Capibaribe



Foto: Thonny Hill.

Na noite de ontem (19), uma discussão de trânsito quase termina em tragédia. O fato aconteceu na Rua Júlia Aragão, Nº 21, Bairro Novo.

De acordo com informações prestadas pelas vítimas, quatro pessoas de uma mesma família, que estavam em um carro de passeio, seguiam pela Rua Cabo Otávio Aragão quando um grupo de motociclistas vinha realizando manobras perigosas em frente ao carro em que estavam.

Irritado, o motorista (conhecido como “Galego do Lava Jato”) seguiu o grupo e, ao chegarem até a rua citada, todos pararam e foi iniciada uma discussão.

Um dos motociclistas, de posse de um capacete, agrediu o motorista do carro de passeio, que desmaiou e bateu fortemente a cabeça no chão, ficando com um corte profundo na cabeça.

Em seguida, parte do grupo agrediu o namorado da filha do motorista e as agressões só cessaram após muito bate-boca, inclusive de uma das mulheres que acompanhava o grupo.

O grupo fugiu logo em seguida e o comerciante ficou no chão, em estado de choque, sendo amparado pelos familiares e por pessoas que passaram pelo local.

O Samu foi acionado e fez os primeiros socorros, levando o comerciante até o Hospital Municipal. Uma viatura da polícia militar, que veio acompanhando a ambulância, realizou rondas na tentativa de encontrar o grupo, mas sem sucesso.

Já o namorado e a filha do motorista prestaram queixa das agressões na delegacia, dando algumas descrições do grupo, inclusive a placa e modelo de um dos veículos.

Fonte Blog Ney Lima 



A namoradinha da cidade

Pernambuco deve reduzir ritmo de investimentos

:

O governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PSDB) admitiu que o Estado poderá reduzir o nível de investimentos nos dois meses finais do seu mandato para poder adequar-se à lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo Lyra, a meta é encerrar o exercício financeiro de 2014 até o dia 30 de novembro, deixando o mês de dezembro para adequação total à LRF. Segundo o Jornal do Commercio, a possibilidade de redução no ritmo das obras teria sido admitida pelo governador a pelo menos dois interlocutores e serviria para aumentar as reservas do tesouro estadual.

Uma das razões para a diminuição no ritmo das obras está no atraso do Governo Federal em renovar o Programa de Ajustamento Fiscal (PAF), necessário para a liberação de empréstimos aos estados. A previsão do Governo de Pernambuco era de investir cerca de R$ 3,07 bilhões ao longo deste exercício. Este valor, contudo, foi revisto em função da não liberação de R$ 1,52 bilhão que já estavam previstos e aprovados.

Lyra, contudo nega a possibilidade de retaliação por parte da União pelo fato do PSB ter deixado a base do governo da presidente Dilma Rousseff para lançar candidatura própria à Presidência da República. A razão, segundo ele, está ligada as dificuldades pelas quais passa o Tesouro Nacional.

Pernambuco 247 -

Vista-se bem com a..

Vox confirma Datafolha: Válidos, Dilma 52%; Aécio 48%


A pesquisa do Instituto Vox Populi, encomendada pela TV Record, Record News e R7, divulgada nesta segunda-feira (20) indica que a presidente Dilma Rousseff (PT) permanece numericamente à frente do senador Aécio Neves (PSDB) na corrida à Presidência da República, mas o cenário ainda é de empate técnico entre os candidatos. Os números são semelhantes aos que foram divulgados pelo Datafolha mais cedo (aqui). Considerando apenas os votos válidos, ou seja, descontando-se brancos, nulos e eleitores indecisos, Dilma aparece com 52% enquanto o tucano soma 48%. É com esses números que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) chega ao vencedor da eleição. Também há empate técnico.
 Dilma aparece com 46% das intenções de voto totais e Aécio registra 43% da preferência do eleitorado. Em relação à semana passada, os dois candidatos oscilaram dentro da margem de erro da pesquisa — de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
No último levantamento Vox Populi, Dilma registrou 45% e Aécio somou 44%. A pesquisa divulgada hoje aponta que brancos e nulos são 5%, e eleitores indecisos somam 5%.
A pesquisa ouviu 2.000 eleitores entre o último sábado (18) e domingo (19) em 147 cidades do País. O levantamento, que tem nível de confiança de 95%, foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01136/2014.

Fonte Blog do Magno Martins 



Venha você também para..

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Pacto pela segurança de Jataúba.


O efetivo da guarnição de Jataúba comandada pelo Cb PM Junior composta pelos os Sds Felismino e Janielson, na noite deste sábado (18) intensificaram abordagens nos bares da Zona Rural de Jataúba. 


A ação do policiamento é de promover a segurança e tranquilidade dos moradores dos sítios e como também ir em busca de armas para evitar CVLI (Homicidio) na área. 

Collar Blog Jataúba News.



Referencia

Mais uma moto roubada foi capturada em Santa Cruz do Capibaribe.


Neste domingo (19) por volta das 11:30 o Cb PM Junior do 3º Pel. de Jataúba, juntamente com o efetivo do GATI e o NIAZM prenderam no bairro da Palestina dois menores, V.S.B de 16 anos e F.R.S de 17 anos residentes na Travessa São Joaquim Nº 17, os dois estavam com uma moto Pop 100 roubada, eles foram encontrados dentro da referida residência.


 Em seguida foram encaminhados para a delegacia de Santa Cruz onde foram reconhecidos pela vitima.

Collar Blog Jataúba News. 



O melhor lugar para sua casa.

Sem ataques, Aécio e Dilma discutem propostas no penúltimo debate


(Foto: Montagem/Reuters)

O terceiro debate entre os candidatos à Presidência Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) foi bem mais ameno do que o anterior, quando os dois postulantes ao cargo máximo do País concentraram suas forças mais em atacar o adversário do que nas propostas de cada um. Na noite de domingo (19), Aécio e Dilma voltaram a se enfrentar, mas desta vez com um tom mais ameno em comparação com o anterior candidata à reeleição, discutiram no debate da Rede Record o crescimento econômico do País e a inflação. Aécio e Dilma também retomaram o tema da segurança pública.

Economia

Na primeira pergunta, a presidente e candidata do PT à reeleição perguntou a Aécio qual a posição dele sobre a universalização da Lei do Simples. Ele respondeu afirmando que foi no governo do PSDB quem apresentou a proposta do Supersimples, que ampliava o Simples. Aécio disse que uma das prioridades "absolutas" dele, se ganhar a eleição, será apresentar um projeto para simplificar o sistema tributário para as micro e pequenas empresas, mas também para o conjunto da economia. "Temos um sistema tributário complexo e oneroso", disse.

Após agradecer a "qualidade" da pergunta de Dilma, o candidato do PSDB a presidente disse que quer fazer o Brasil voltar a crescer. "Com o crescimento nulo deste ano, todos serão afetados, os grandes, os médios e principalmente, os microempresários", declarou.

A presidente e candidata do PT afirmou que Aécio é "muito pessimista" em relação ao crescimento do Brasil. "Não concordo que o Brasil vai crescer 0,3%. Melhor refazer suas contas", disse. O candidato do PSDB disse que os dados sobre crescimento do País são do Fundo Monetário Internacional. (FMI)

De acordo com Aécio, a presidente e candidata petista "tem problemas com números". Segundo o candidato tucano, o País entrou em recessão técnica após dois trimestres seguidos de "crescimento negativo". O tucano também criticou declarações de Dilma de que a inflação está sob controle. Em resposta, a presidente disse que a inflação não está descontrolada, "como querem vocês". "Vocês sempre gostaram de plantar inflação para colher juros", acusou Dilma.

Segurança

Sobre segurança pública, Aécio perguntou a Dilma onde o governo dela "falhou" no enfrentamento da criminalidade. Conforme o tucano, um documento da Unicef mostra que 24 adolescentes e jovens são mortos todos os dias no Brasil.

Dilma respondeu dizendo que o governo federal quer ter responsabilidade sobre a segurança. No entanto, afirmou que a administração federal investiu no setor. Ela também citou números sobre violência em Minas Gerais, dizendo que houve crescimento 52% dos homicídios no Estado, enquanto no Sudeste houve uma queda de 37%. Aécio rejeitou os números, afirmando que, quando ele governou Minas, a taxa de homicídios caiu, enquanto no conjunto dos Estados, o índice cresceu.

Corrupção

Aécio Neves (PSDB) disse que Dilma Rousseff (PT) finalmente reconheceu que houve desvios na Petrobras e questionou se o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, vai continuar na função e no Conselho da Usina de Itaipu após ser citado nas denúncias do ex-diretor Paulo Roberto Costa. "A senhora confia nele?", disse.

Dilma respondeu perguntando a Aécio se ele confiava que, segundo as mesmas fontes que acusam Vaccari, o então presidente do PSDB, Sérgio Guerra, morto em março deste ano, havia recebido propina para travar uma CPI sobre a Petrobras em 2009. "Na última vez que denunciaram pessoas do seu partido sobre o cartel do Metrô, o senhor disse não acreditar em delatores. Eu faço diferente. Eu preciso saber quem foi e quanto recebeu", afirmou Dilma. "A parte sobre a qual o senhor deveria me cumprimentar é aquela em que disse que vou investigar", disse, voltando a citar os escândalos da Pasta Rosa, da compra de votos para a reeleição, do Sivam e do cartel de trens e do Metrô.


Na sequência, Aécio disse que Dilma não tomou providências para evitar os desvios na Petrobras e afirmou que se preocupa com a posição de Vaccari e a situação em outras empresas estatais. "O senhor confia no seu tesoureiro. Fico preocupado com o cargo dele em Itaipu, onde ele tem um crachá e livre trânsito. Faltou governança no seu mandato", afirmou.

Em resposta, Dilma retoma a argumentação de que, no governo de FHC, as investigações eram engavetadas. "Eu não faço isso (engavetar), candidato, eu investigo. Eu não transfiro nenhum delegado", disse.

Aécio disse, então, que o Brasil tem instituições que investigam. Segundo ele, se não houve prisões, como no caso do mensalão petista, é porque não houve provas. "O que não pode é a senhora achar que a denúncia é verdadeira quando envolve meu partido e não quando envolve dinheiro para campanha de Gleisi Hoffmann", afirmou Aécio. "Faltou gestão. Isso é consequência da forma como as pessoas são nomeadas".

Aécio sugere autoritarismo na fala de Dilma sobre as investigações. "Triste o País onde o presidente manda investigar, como em algumas ditaduras que o seu governo apoia. Quem investiga são as instituições. Por que não seu tomou essa decisão de demiti-lo antes?"

Na sequência, Dilma afirmou que Aécio "adora fazer confusões que lhe beneficiam" e reiterou seu compromisso com a investigação e a demissão de Paulo Roberto Costa após assumir a Presidência da República.

Programas sociais

A presidente Dilma Rousseff (PT) lembrou que o Brasil saiu do mapa da fome da ONU pela primeira vez e questionou o candidato Aécio Neves (PSDB) o que ele achava sobre o crescimento da classe média no Brasil durante os governos petistas.


Na resposta, Aécio afirmou "ter orgulho enorme" de ter participado "de um momento transformador da vida nacional". Segundo ele, as bases para a ampliação da classe média foram lançadas durante a administração tucana. "Quando votamos o Plano Real e a Lei de Responsabilidade Fiscal, contra a posição de seu partido, e quando criamos os programas de transferência de renda e vocês depois ampliaram", disse o tucano.


Aécio aproveitou a resposta para criticar a adversária. "Desde a estabilidade da moeda, o Brasil vem melhorando, mas temos que nos preocupar com a superação da pobreza, e não com as estatísticas", disse, argumentando que há uma grave crise de credibilidade de instituições como Ipea e IBGE, responsáveis por divulgar dados sobre o Brasil. "O que me preocupa são os números pouco confiáveis do seu governo. Não devemos nos preocupar apenas com as estatísticas e sim em fazer o plano avançar."


Dilma diz a Aécio que o governo Fernando Henrique Cardoso gastou em oito anos com os programas sociais o que o "seu" governo gasta em dois meses. "O Bolsa Família, durante todo o governo FHC, gastou R$ 4,2 milhões. Vocês gastaram em oito anos o que o meu bolsa Família gastou em dois meses", afirmou a petista.


Ao responder, Aécio criticou a maneira como Dilma se referiu ao programa. "Não é seu o Bolsa Família. Isso é terrorismo eleitoral", disse. Ele argumentou que tentou aprovar um projeto para incluir o programa na Lei Orgânica de Assistência Social mas teve oposição do PT. "Não diga que o Bolsa Família é seu. Havia o Bolsa Escola, Cadastro Único, Vale Gás, Vale Alimentação no governo FHC e daí nasceu o Vale Gás. Os programas são do povo brasileiro".

Saúde

A qualidade da saúde foi outro tema do bloco. Aécio afirmou que os gastos com saúde diminuíram no governo Dilma e questionou o que é preciso para melhorar esse setor.

Na resposta, Dilma destacou a criação do Samu, o Mais Médicos e programas como o Brasil Cegonha e farmácia popular, além da destinação dos royalties do petróleo. A presidente aproveitou para criticar a gestão tucana em Minas Gerais. "Ficou claro que o senhor não investiu o mínimo constitucional e desviou da saúde R$ 7,6 bilhões", afirmou, questionando o que o tucano faria com o Mais Médicos.

Aécio negou a informação sobre Minas e disse que seu partido queria aprovar a realização do Revalida para o Mais Médicos e equalizar os salários entre os médicos cubanos e os demais.

Bancos públicos

O destino dos bancos públicos e da Petrobras dominou parte do debate entre o candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) e a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, na Rede Record. Aécio afirmou que correligionários de Dilma fazem "grande terrorismo" em relação aos bancos estatais. De acordo com ele, é o "mesmo discurso" de que um eventual governo do PSDB "privatizaria esta ou aquela empresa". Mas, de acordo com Aécio, numa eventual administração tucana, os bancos públicos serão fortalecidos. Aécio questionou também a campanha do governo em 2010 para a compra de ações da Petrobras com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Ele perguntou a Dilma se é "justo" que a má gestão da Petrobras tire o FGTS do trabalhador.

Em resposta, Dilma afirmou que o candidato do PSDB a presidente "ouviu cantar o galo mas não sabe aonde". De acordo com Dilma, todos os bancos públicos tiveram os lucros aumentados e ampliados, a taxa de inadimplência foi reduzida e houve a recomposição do funcionalismo. "Escutei várias falas de que iriam reduzir o papel dos bancos públicos e inclusive do seu candidato a ministro da Fazenda", afirmou ela, em referência ao ex-presidente do Banco Central (BC) Arminio Fraga. 

Dilma afirmou que sua relação com os bancos públicos é de "grande respeito". Ela disse ainda que quem cuida da indústria do País é o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A Caixa Econômica Federal, declarou Dilma, faz o Minha Casa Minha Vida. "Esse dinheiro tem subsídio do governo federal." Segundo a presidente, não há investimento de longo prazo neste País sem o BNDES e os demais bancos públicos.

Agência Estado



Aqui seu corpo sempre está em forma.

domingo, 19 de outubro de 2014

Lula bate pesado em Aécio no comício em Minas



Ex-presidente insinua que Aécio bate em mulheres. E credita ao tucano a tática de 'partir para cima agredindo'. Comício teve menção ao uso de drogas.

Em um comício realizado em Belo Horizonte neste sábado - sem a presença de Dilma Rousseff -, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ultrapassou os limites da inconsequência e comandou um show de baixarias e ofensas desmedidas contra Aécio Neves. Foi o ponto mais baixo da campanha até aqui. E não apenas desta campanha: desde 1989 o Brasil não assistia a um festival de ataques como os que o PT hoje protagoniza em uma campanha.

Lula não apenas se utiliza das mesmas armas de que foi alvo na campanha contra Collor, como vai ainda mais longe. No comício, o ex-presidente citou o nome de Aécio muito mais que o de Dilma, que se tornou personagem secundário dos discursos. A ordem era atacar, sem tréguas

Site de Veja


Fone 81 8235-7724 e peça a sua Pizza Org:  Geazir e Rose

sábado, 18 de outubro de 2014

Parabéns a todos os médicos, estes que sempre cuida de nossa saúde.


Ao tentar fazer manobra motorista colide com moto em via publica de Jataúba PE.


Na manhã deste sábado (18) próximo ao Clube Municipal as margens da PE 160 ocorreu um acidente entre uma moto Bros de placa PDF 8355 e uma Hilux de placa KGB 6487.

Segundo as informações passadas por leitores do blog via WhatSapp, é que o condutor da Hilux entrou na Av que da acesso ao Clube, e percebeu que estava na rua errada então resolveu voltar, só que ao fazer a manobra o mesmo não percebeu que por traz de seu veiculo tinha uma moto foi então que ele acabou colidindo com a mesma.


A moto estava sendo conduzida pelo popular Ronaldo Filho, que no momento conseguiu pular de sua moto onde graças a Deus sofreu pequenos arranhões na perna, os condutores entraram em acordo no local para serem resolvidos os danos materiais, não foi informado pelo leitor o nome do condutor da camioneta Hilux.


A polícia militar esteve presente na ocasião com o efetivo composto pelo Cb Carlos Sd Matheus e o Sd Filismino.



Informações e imagens do acidente do um leitor via WhatSapp
Collar Blog Jataúba News. 


Tudo para sua Casa e Construção 081 3746-1412

Passando para desejar um belo final de semana a todos leitores deste Blog.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Santa Cruz do Capibaribe está entre os municípios com mais notificações de casos de dengue clássica no estado

Foto: Arquivo.

Uma notícia ruim acaba de ser divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), que afirmou que o município de Santa Cruz do Capibaribe está entre os que mais possuem casos de dengue clássica.

De acordo com matéria publicada pelo NE10, o município ocupa a sexta colocação no ranking de cidades que mais notificaram casos de dengue clássica no estado.

A lista que compreende os 10 municípios com maiores percentuais de notificações são: Lagoa do Ouro, Passira, Afrânio, Cabo de Santo Agostinho, Granito, Santa Cruz do Capibaribe, Gravatá, São José do Egito, Carnaíba e Itapetim.

Até o dia 27 de setembro, data em que o relatório foi finalizado, foram notificados 15.277 casos da doença ao longo de 176 municípios, sendo 4.160 deles já confirmados.

A SES também registrou 52 óbitos suspeitos, sendo que 32 deles já foram confirmados até então. Em 2013 houve a notificação de 71 óbitos suspeitos, sendo 47 confirmados no mesmo período.

Como se prevenir da dengue


A única maneira mais eficaz de se prevenir da doença é tomar algumas medidas básicas no combate ao mosquitoAedes Aegypti (foto ao lado), que é o vetor para transmissão das quatro variedades do vírus da dengue que estão em circulação no país.

Entre elas estão a eliminação de focos de água parada em garrafas, pneus, latas e copos descartáveis, colocar terra nos pratinhos dos vasos de plantas, fechar os recipientes que ficam ao ar livre com tampa e, em caso de pneus acondicionados, cobrir com uma lona plástica, além de desobstruir calhas e bicas próximos ao telhado.

No caso de terrenos baldios ou residências abandonadas, a solução é ligar para os agentes de saúde ou se dirigir a própria secretaria para alertar sobre o problema. Em casos mais sérios, a Justiça pode intervir, obrigando a abertura dos imóveis fechados para combater os focos das larvas do mosquito.

Fonte Ney Lima. 



Jataúba tem Casa Frios Araújo

Buraqueira na PE-145 causa acidente nas Furnas próximo ao distrito Barra de Farias


O veículo ficou muito danificado, mas graças a Deus, as vítimas não tiveram ferimentos graves.

Dor de cabeça, raiva, stress, prejuízos e risco de vida, é o que enfrenta o motorista que precisa trafegar pela PE-145 entre o Lampião e o Brejo da Madre de Deus.
Centenas de buracos na rodovia vêm causando sérios problemas mecânicos e ocasionando alguns acidentes, e um deles, aconteceu na manhã desta sexta-feira (17), as vítimas foram Israel Cordeiro de Almeida, o seu filho José Benival Ferreira de Almeida e Sandro Inácio da Silva Ribeiro, mais conhecido por Cenourinha.

Sandro concedendo entrevista para o Estação Notícias e Estação Web Rádio

De acordo com Sandro, o senhor Israel estava conduzindo o veículo Jetta cor prata e placas PFI-1097 no sentido Caruaru, e precisou entrar na pista contrária para livrar os buracos. Nesse momento, outro veículo que estava na frente também fez o mesmo movimento, para não bater na traseira do veículo, o condutor teve que frear bruscamente, e com isso, perdeu o controle do Jetta e entrou dentro do mato. Os arbegs foram acionados e as vítimas não tiveram ferimentos graves. Benival teve apenas um corte na perna, foi para o hospital local e passa bem.


Recentemente várias autoridades, inclusive o atual governador de Pernambuco João Lyra Neto, e o governador recentemente eleito Paulo Câmara, estiveram em Brejo da Madre de Deus e também em Jataúba, trafegaram pela PE-145, viram a real situação, e apesar dos constantes pedidos dos políticos, até agora nenhuma ação foi feita por parte do governo Estadual.


Para tentar amenizar os prejuízos e os riscos de acidentes, alguns cidadãos já fizeram por conta própria um tapa buraco com barro e metralha.


Para o cidadão Sandro, apenas uma palavra descreve a situação da PE-145.
“Isso é uma vergonha! Tantos impostos que pagamos e a rodovia está nessa situação, não existe outra palavra para esse descaso há não ser essa, vergonha!”, desabafou Sandro.
A situação só piora e se não for feito o tapa buraco urgentemente, a PE-145 em questão de dias será a mais nova “rodovia da morte” em Pernambuco.
Estação Noticia 

O point da Juventude Jataubense

Incêndio atinge pequena fábrica de confecções em Santa Cruz do Capibaribe


Fotos: Fernando Lagosta.

Na noite desta quinta-feira (16) mais um incêndio foi registrado em Santa Cruz do Capibaribe. O fato aconteceu na Rua São Paulo no Bairro Cruz Alta.

Segundo informações colhidas no local, as chamas atingiram uma pequena fábrica de confecções, localizado por trás da residência de número 83. O Corpo de Bombeiros foi acionado, porém antes da chegada da equipe, os vizinhos se uniram e começaram a conter as chamas utilizando alguns extintores.


Os bombeiros finalizaram a operação realizando o rescaldo no imóvel. Os produtos que estavam no local foram totalmente destruídos como seis máquinas de costura, bicicleta, aparelho de som e televisor.

Ainda de acordo com algumas testemunhas, não havia ninguém no momento em que as chamas começaram. O motivo do incêndio, poderia ter sido ocasionado por um curto-circuito nas instalações do ambiente, porém os bombeiros afirmaram que só iriam especificar os detalhes oficialmente, após os resultados dos laudos periciais.


Após ser comunicado sobre o ocorrido, o proprietário do imóvel esteve no local. Este foi o terceiro incêndio registrado no mês de outubro na Capital da Moda

Fonte Ney Lima 



Vai viajar Ligue (81) 8152-9895 ou 8907-7056

Hoje o dia de festa é deles!!! Parabéns!!!



Patricia Lima 


Alisson Sousa 


Rosineide Ferreira 


Veronica Renata 


Natália Barros 

Feliz aniversário, muitos anos de vida, saúde e paz. Que Deus te abençoe a cada ano e que essa nova idade traga á você muitas chances para vencer. 
Parabéns e muitos anos de vida. 

Feliz aniversário este é o desejo de todos que faz blog Jataúba News.



Seu Gás acabou ligue (81) 8131-7065

Dilma e Aécio transformam debate em troca-troca de "podres" e pontos fracos



Corrupção, nomeação de parentes, mentira, desrespeito, desinformação, falta de transparência, suspeitas, investigações... Sem trégua em nenhum dos blocos,Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) centraram fogo no adversário usando esses temas como armas em suas perguntas e respostas no debate promovido por UOL, SBT e Jovem Pan nesta quinta-feira (16). O tiroteio deixou em segundo plano a discussão sobre temas de programas do governo das candidaturas do PT e do PSDB à Presidência da República.


No primeiro bloco, as denúncias de corrupção e de nepotismo nas gestões dos presidenciáveis deram a tônica. Aécio questionou Dilma sobre a nova denúncia divulgada sobre a Petrobras -- o TCU (Tribunal de Contas da União) vai apurar supostas fraudes em obras do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro), que incluem construções que estavam sendo geridas pelo ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa.

Na resposta, Dilma acusou os tucanos de "engavetarem os escândalos" e "escondê-los debaixo do tapete". "Ao contrário do passado, a Polícia Federal não era dirigida por filiados do PSDB. A PF investigou e vai punir implacavelmente", disse. "Onde estão os corruptos da compra de votos da reeleição? Todos soltos. Onde estão os corruptos do metrô de SP e dos trens? Todos soltos. (...) Da 'privataria tucana'?, todos soltos", respondeu Dilma. Aécio, na réplica, lembrou de petistas que foram presos.

Os dois candidatos também fizeram acusações mútuas de nepotismo: Dilma acusou Aécio de ter empregado a sua irmã Andrea Neves quando era governador de Minas Gerais (2003-2010), e Aécio disse que o irmão de Dilma, Igor Rousseff, foi empregado na prefeitura de Fernando Pimentel (PT-MG) sem trabalhar. "A diferença é que minha irmã trabalhou muito e não recebeu, enquanto seu irmão recebeu e não trabalhou", disse ele.

Aécio acusou Dilma de "gostar de falar de parentes", recordando o que classificou de "episódio triste": o momento em que Fernando Collor, na campanha eleitoral de 1989, explorou questões pessoais do então candidato petista Luiz Inácio Lula da Silva.

No segundo bloco, as denúncias sobre a Petrobras voltaram à tona. Desta vez, Dilma questionou Aécio sobre reportagem que afirma que o ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra(morto neste ano) teria recebido propina de Costa para esvaziar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito).

Aécio disse que as denúncias devem ser investigadas independentemente do partido. "Para mim, não importa de qual partido seja o denunciado, a investigação tem que ir a fundo, e, pela primeira vez, pelo menos, há algo positivo aqui. A senhora dá credibilidade às denúncias do senhor Paulo Roberto."

Entre os poucos momentos em que se propuseram a falar de programa de governo, os candidatos discutiram sobre temas econômicos e sobre segurança pública. Aécio citou o elevado número de homicídios no Brasil. Na resposta, a presidente afirmou que as gestões petistas do governo federal foram as únicas que implantaram uma política de combate à violência. Sobre economia, Aécio disse que o governo Dilma "foi leniente" com a inflação. A presidente contra-atacou afirmando que o método dos tucanos é "desempregar, arrochar o salário e não investir".

No terceiro e último bloco, Dilma perguntou a opinião de Aécio sobre a Lei Seca-- o tucano já foi parado em uma blitz no Rio de Janeiro em 2011 e teve a carteira de habilitação apreendida por estar vencida. Na ocasião, ele, que já era senador por Minas Gerais, se negou a fazer o teste do bafômetro. "Parei numa lei seca e não fiz o exame. Me desculpei e me arrependi disso", respondeu o candidato, irritado. Ele chamou Dilma de "mentirosa" e pediu temas "sérios". 'Vamos falar de como melhorar a saúde e a segurança. A senhora ofende todos os brasileiros."

Dilma disse que acha a lei importante porque "no Brasil, todos os dias, tem gente morrendo por acidente de trânsito, por motoristas que estão embriagados. Depende dele a vida ou a morte dos nossos jovens", disse ela. "O senhor passou por uma experiência. Ninguém pode dirigir sob efeito de álcool e drogas. A Lei Seca trouxe um bem para o país", completou ela.

"Mentira"
Os presidenciáveis acusaram várias vezes o adversário de mentir. Questionado sobre a Lei Seca, Aécio disse, na tréplica, que Dilma mente. "Mentir e insinuar ofensas como essa não é digno de qualquer cidadão, mas é indigno por uma presidente da República. Candidata, a sua campanha é a campanha da mentira."

Em vários momentos do debate, Aécio acusou Dilma de promover uma campanha "de baixo nível" e de "espalhar mentiras nas redes sociais". O tucano chegou até mesmo a fazer uma pergunta sobre o tema. "Eu vou novamente na questão da verdade e da mentira. Nós somos, candidata, candidatos da Presidência da República. É preciso que haja um limite", disse. "A senhora prefere a campanha da mentira, e é essa questão que eu lhe faço agora."

"Candidato, acho aqui, quem mente é o senhor",replicou Dilma.
Quando Aécio fez uma questão sobre corrupção, Dilma voltou a dizer que o opositor mente. "O senhor disse que se te atacar está atacando Minas, esta é uma mentira, candidato. Porque Minas Gerais não é o senhor." Nos vários momentos em que Dilma criticou a administração de Aécio no governo de Minas Gerais, o tucano a acusou de "desrespeitar Minas Gerais". "Pare de ofender Minas Gerais, candidata", chegou a dizer. Mineira, Dilma afirmou que nasceu "em Minas bem antes que o senhor". "Saí de Minas não foi para passear no Rio de Janeiro: é porque fui perseguida", disse, complementando que nem o Estado nem os mineiros se confundem com Aécio.


Presidenciáveis se encontram com Silvio Santos nos bastidores do SBT

Repeteco e próximos debates
O evento trouxe muitas perguntas e respostas que já haviam aparecido no debate da TV Bandeirantes, que ocorreu há dois dias. No entanto, houve novos temas: Dilma citou pela primeira vez a crise de falta de água em São Paulo, Estado governado pelo PSDB de Geraldo Alckmin, e Aécio acusou a campanha da petista de filmar uma escola em Minas Gerais vazia durante um feriado.

A paternidade de programas sociais, discussão que já havia aparecido na terça, voltou à baila. Desta vez, Aécio disse que o programa ProUni foi criado não pelo PT, mas pelo governo do PSDB em Goiás.

Este é o segundo debate entre Aécio e Dilma no segundo turno das eleições presidenciais. O primeiro foi realizado pela Band, na última terça-feira (14), e foi marcado pela troca de ataques entre os adversários. O próximo será organizado pela TV Record, no próximo domingo (19). O confronto derradeiro entre os concorrentes ocorrerá no dia 24, sexta-feira, na Globo.

Aécio e Dilma estão empatados tecnicamente nas intenções de voto segundo as últimas pesquisas do Datafolha e do Ibope, divulgadas ontem (15). O tucano está com 51% dos votos válidos, contra 49% da petista.

Pe Mais 

Aqui é só alegria