quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Andarilho é esfaqueado em Santa Cruz do Capibaribe

Um homem foi esfaqueado durante a madrugada da última terça feira (18), no bairro da Palestina em Santa Cruz do Capibaribe, interior do Agreste Pernambucano.




A vítima segundo a Polícia foi identificada como sendo, o andarilho Miguel Lourenço Barbosa, de 26 anos de idade, que já cumpriu pena por furto no Presídio de Igarassu.

Ainda de acordo com as informações, a vítima costumava dormi em um posto de gasolina próximo ao local e no dia do fato, chegou outro andarilho e tentou roubar algumas mercadorias do posto, foi quando os funcionários impediram a ação. Após o acusado ter saído o Miguel foi a sua preocupa e quando retornou já estava ferido com uma facada no tórax.

O SAMU socorreu a vítima para o Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão em Santa Cruz, de onde foi transferido para o Hospital Regional do Agreste em Caruaru.

Do: Jornal Agreste Notícia

Se for ficar, venha!!!

Enfim, o nome

 O mistério em torno do nome escolhido por Eduardo Campos para concorrer pela Frente Popular ao governo do estado em outubro parece enfim ter chegado ao fim. O nome de Paulo Câmara surgiu nesta quinta-feira com uma força descomunal, deixando claro que a decisão já foi tomada.


A força de Câmara - favoritos como, Tadeu Alencar e Fernando Bezerra Coelho sucumbiram diante o jovem secretário da Receita estadual, que terá a partir de agora, os olhos da opinião pública e da mídia de todo o Brasil voltados para si.

A missão - o partido de Paulo, o PSB, terá como primeira missão apresentá-lo a Pernambuco, para depois massificar sua imagem, que estará sempre atrelada a do governador Eduardo Campos.

Satisfeito - ao longo do dia declarações de apoio a decisão de Eduardo já repercutem na imprensa estadual, uma delas do prefeito e Caruaru, Zé Queiroz. “Acho que Eduardo procurou montar o que estava ao seu alcance para repercutir da melhor forma possível diante dos pernambucanos”, disse Zé.

Mais um - outro que deu apoio ao nome de Paulo Câmara foi o deputado federal Severino Ninho. Em entrevista ao “Nordeste em Foco” ele enalteceu o perfil do escolhido. “O governador apostou na renovação e na competência de Paulo Câmara, um nome que apoio de forma irrestrita”, falou Ninho.

E João? - no Polo de Confecções o anúncio do nome de Paulo Câmara deve repercutir mais fortemente na cidade de Caruaru, terra do vice-governador João Lyra Neto, que ainda acalentava o sonho de ser ele o escolhido. João Lyra, entretanto, não terá muito do que recamar, já que assumirá o governo em abril com o afastamento de Eduardo.

Candidato a governador de Pernambuco  Paulo Câmara.


O vice é Raul Henry. 


E o senador é Fernando Bezerra Coelho.

Vergonha Investigação exclusiva mostra como o dinheiro público some no Brasil


Brasil um pais que a cada dia que passa em minha vida, em vez de eu ter orgulho de ser um cidadão brasileiro, mim decepciono com tanta impunidade com muitos ladrões de cara de pau roubando as essências e dignidades de humildes cidadãos brasileiros. Assistindo Câmara reporte da Rede Record televisão desta semana e vendo os repórteres encararam a difícil missão de descobrir quem são os "Laranjas do Sertão", o esquema de corrupção que já desviaram mais de vinte milhões de reais de uma prefeitura no interior da Bahia. Um povo sofrido abandonado pele própria sorte sem ter a quem recorrer um dinheiro que deveria ser usado em obras e que nunca passaram de promessas ou saíram do papel. 

Só Vocês vendo a incrível história da empregada doméstica e de um empacotador de mercado que ficaram ricos e não sabem. A empregada domestica foi enganada pelo patrão abrindo uma firma em seu nome onde faturam meio milhão enquanto ela ganha 300 reais por mês. Os nomes deles aparecem em contratos milionários com a prefeitura, mas são "laranjas" de um esquema comandado por políticos e empresários. 

Um grupo que fatura alto à custa do sofrimento de toda uma população. Vendo a cena dos "caçadores de água". Eles passam os dias cavando a terra seca para matar a sede da população, os moradores algumas comunidades denunciam que são punidos com a falta da água por não votarem no atual prefeito. 

Na área do ensino, a cidade é uma das piores na avaliação do Ministério da Educação. Estudantes e professores chegam a caminhar dezesseis quilômetros a pé para estudar. Não há ônibus escolar, nem transporte público na cidade. A população se arrisca nos chamados "caminhões pau de arara". Vendo tudo isso me lembra de que o exercício da cidadania pressupõe indivíduos que participem da vida comum, organizados para alcançar o desenvolvimento do local onde vivem, devem exigir comportamento ético dos poderes constituídos e eficiência nos serviços públicos.

Um dos direitos mais importantes do cidadão é o de não ser vítima da corrupção (más no Brasil isso tá fora de uma realidade) . De qualquer modo que se apresente, a corrupção é um dos grandes males que afetam o poder público, principalmente em pequenos municípios. E também pode ser apontada como uma das causas decisivas da pobreza das cidades e do país. A corrupção corrói a dignidade do cidadão, contamina os indivíduos, deteriora o convívio social, arruína os serviços públicos e compromete a vida das gerações atuais e futuras. A corrupção afeta a qualidade da educação e da assistência aos estudantes, pois os desvios subtraem recursos da merenda e do material escolar, desmotivam os professores, prejudicam o desenvolvimento intelectual e cultural das crianças e as condenam a uma vida com menos perspectivas de futuro. Em ambiente em que a corrupção predomine dificilmente prospera um projeto para beneficiar os cidadãos, pois suas ações se perdem e se diluem na desesperança. 

De nada adianta uma sociedade organizada ajudar na canalização de esforços e recursos para projetos sociais, culturais ou de desenvolvimento de uma cidade, se as autoridades municipais, responsáveis por esses projetos, se dedicam ao desvio do dinheiro público. Em minha opinião a corrupção é fruto do sistema que valoriza o ter, e não o ser. Que estimula o individualismo, em vez da solidariedade. Enfim a corrupção é fruto do sistema que subverteu os valores morais da sociedade e busca sempre cada vez mais acumular bens materiais. Tudo pode ser vendido e comprado. Nós crescemos ouvindo que a corrupção faz parte do dia-a-dia e começa dentro de casa, e é a partir daí que deve ser podada.

 É um problema social grande no Brasil, mas também encontrada em países de Primeiro mundo, a verdade é que só há corruptos por que também há corruptores, no entanto, o problema do Brasil é bem maior, está na base estrutural, de formação como cidadão, onde envolve ambiência familiar, social, religião, economia, estrutura educacional etc. A solução para iniciar um processo de mudança está, primordialmente, na educação, na mudança de legislação para evitar a impunidade, além do amor ao próximo, pois à medida que se obtém benefícios através da rede ilícita de corrupção renegam-se os milhares de desabrigados e famintos que sobrevivem abaixo da linha de pobreza. "Somente com uma educação baseada em valores de honestidade, solidariedade e lealdade acabará com a corrupção em todo pais.”

 Ruy Siqueira.

Idoso morre em casa e tem o rosto devorado por ratos em Caruaru


Foto meramente ilustrativa
José Maria dos Santos, de 67 anos, morava na Avenida São José, no bairro de São Francisco, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, e foi encontrado morto dentro de casa pela família. Ele estava sentado em uma cadeira e sangrando, com muitos ratos ao redor do corpo. O corpo foi encontrado por uma sobrinha da vítima. A polícia científica e a polícia militar estiveram no local para fazer o levantamento.

A princípio a suspeita era de homicídio ou de suicídio, mas ficou constatado através de perícia que se tratava de morte súbita e que o sangue que estava no corpo da vítima foi provocado pelas mordidas dos ratos. De acordo com o comissário da polícia civil José Carlos, “o sangramento teria partido de uma parte do nariz da vítima que teria caído comido por ratos”.


Rádio Jornal

Brasil tem a 11ª tarifa de energia mais cara


Mesmo com o pacote de 2012 para reduzir o custo da eletricidade, o Brasil ainda tem a 11ª tarifa mais elevada do mundo, mostra levantamento da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). O valor é 8,8% superior à média de uma lista de 28 países selecionados pela entidade, que mantém uma espécie de “custômetro” da energia, permanentemente atualizado. Antes das medidas adotadas pela presidente Dilma Rousseff, o Brasil estava na quarta posição.

A tributação responde por boa parte do problema. Segundo a entidade, impostos e contribuições federais e estaduais, mais os encargos setoriais, que são taxas específicas cobradas junto com a conta, respondem por 36,6% da tarifa. Questionado, o Ministério de Minas e Energia não respondeu.

Existe uma explicação para o aumento do peso tributário nas contas de luz. “O consumidor de energia elétrica não tem para onde correr”, resume o presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales. Todo mundo consome e os tributos são “insonegáveis”.

Como consequência, os governos federal e estaduais pesam a mão na hora de cobrar impostos do setor, de forma que hoje as empresas suportam uma carga desproporcional à sua fatia na economia. Pelos cálculos do Acende Brasil, o setor elétrico responde por 2,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do País. Ao mesmo tempo, é responsável por 5,2% do PIS-Cofins e por 8,7% do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

DESCONTO - Se esses dois tributos fossem cortados à metade, as tarifas poderiam ter uma redução de 10%, estima Sales. Porém, as possibilidades de isso ocorrer são mínimas.

Há forte resistência dos Estados em abrir mão do ICMS que recolhem na conta de luz. Entre outras coisas, a arrecadação sobre a eletricidade, ao lado das contas de telefone e de combustível, sustenta as receitas estaduais e, em alguns casos, dá fôlego à prática da chamada guerra fiscal. A discussão sobre redução do ICMS estadual, que ganhou algum alento no ano passado agora se encontra parada no Congresso Nacional.

Do lado federal, tampouco há perspectiva de redução do PIS-Cofins. Pelo contrário, a área técnica do Ministério da Fazenda propôs uma total reforma desses tributos, considerados extremamente complexos, mas a discussão parou por causa do impacto que a mudança teria na arrecadação. 

A simplificação traria perdas, algo difícil de acomodar num momento em que o governo considera até cortar investimentos para melhorar o resultado de suas contas.

AUMENTO - O que está no horizonte, ao contrário de uma redução, é o aumento dos encargos setoriais. O pacote de redução da energia elétrica aumentou a lista de itens a serem bancados com recursos da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), cuja arrecadação é insuficiente para fazer frente às obrigações.

No ano passado, as fontes de receita do CDE geraram R$ 1,9 bilhão. As despesas, por sua vez, atingiram R$ 16,8 bilhões. O Tesouro Nacional precisou injetar recursos para fechar a conta. Para este ano, as estimativas apontam para R$ 18 bilhões em gastos.

A CDE cobre, entre outras coisas, o custo de funcionamento das usinas térmicas, que têm energia cara e foram acionadas por mais tempo do que o esperado por causa da falta de chuvas.

A discussão do momento entre os Ministérios da Fazenda e de Minas e Energia é quanto ficará a conta das térmicas e quem a pagará: se o consumidor, na conta, ou se o contribuinte, por meio de tributos para ajudar o Tesouro a equilibrar as despesas.

Além desse aumento da CDE, existem no Congresso propostas de novas despesas a serem bancadas pelos encargos. O Acende Brasil detectou pelo menos sete projetos de lei criando novos programas como conceder tarifas subsidiadas para entidades filantrópicas, para agricultores e empreendedores no Polígono das Secas, para usuários de balão de oxigênio e para a aquicultura.

Agência Estado

Armando pede agilidade ao DNIT para obras em Pernambuco



ARMANDO MONTEIRO EM AUDIÊNCIA COM O DIRETOR GERAL DO DNIT, JORGE FRAXE. ANA LUIZA SOUSA/DIVULGAÇÃO.
O senador Armando Monteiro esteve nesta terça-feira (18), em audiência com o Diretor Geral do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), General Jorge Fraxe, para definir os prazos de realização de três projetos já apresentados no final do ano passado ao Ministro dos Transportes, César Borges.

O primeiro foi o início das obras de revestimento primário do trecho de 72 quilômetros da BR-110, que liga Petrolândia a Ibimirim, no Sertão, a chamada “Reta do Ibimirim”. Fraxe assumiu o compromisso de que a manutenção da estrada, com a melhoria da qualidade de trafegabilidade, será feita de imediato até que seja finalizado o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTA), necessário ao projeto de pavimentação da rodovia.

A segunda reivindicação apresentada por Armando foi a definição dos prazos de licitação da duplicação da BR-423, no trecho de 80 quilômetros entre ao municípios de São Caetano e Garanhuns, no Agreste do Estado. O Diretor do DNIT garantiu que o edital de licitação será publicado em 30 de abril próximo, com o início das obras previsto para o final de julho.

Atendendo à solicitação do Prefeito de Goiana, Fred Gadelha (PTB), Armando Monteiro também discutiu o projeto de acesso ao município da Mata Norte, já incluso no lote 6 de obras remanescentes da duplicação da BR-101. O General Fraxe determinou a agilização da licitação da obra ao Diretor de Infraestrutura do DNIT, Roger Pêgas, presente à reunião.

Informações da Assessoria.

Hoje o dia de festa é deles!!! Parabéns!!!


Maria Silva 


Camila Nascimento 


Douglas Genuino 


Valquíria Bezerra 

 

Carlos Ferreira 


Daliane Oliveira 

Monica Rafaelli 

Felicidades pelo seu aniversário.

Que seu caminhar seja sempre premiado com a presença de Deus, guiando seus passos e intuindo suas decisões, para que suas conquistas e vitórias, sejam constantes em seus dias. Desejos do Blog Jataúba News.