terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Filme pernambucano será exibido pela primeira vez na Holanda


Irandhir Santos, Marcélia Cartaxo e Cláudio Jaborandy, entre outros atores, estão no elenco do longa. Foto: Nicolas Hallet/Divulgação

O filme pernambucano A história da eternidade, do cineasta Camilo Cavalcante, será exibido pela primeira vez nesta terça-feira. A estreia ocorre na Holanda, no Festival de Roterdã, uma das principais mostras de cinema da Europa. Irandhir Santos, Marcélia Cartaxo e Cláudio Jaborandy, entre outros atores, estão no elenco do longa, filmado no Sertão de Pernambuco. A trilha sonora foi feita pelos músicos Zbigniew Preisner (polonês) e Dominguinhos.

Segundo o diretor, "é um ensaio sinestésico sobre amor, desejo e sonho. Toda a narrativa ocorre no mesmo vilarejo com aproximadamente 40 habitantes em uma paisagem desértica, um ponto geográfico do Nordeste brasileiro com referenciais particulares em relação ao tempo e ao espaço". Em Roterdã, o filme é exibido fora da competição principal (Tiger Awards), na mostra Bright Future (Futuro Brilhante), dedicada a novos realizadores.

Mais cinco longas brasileiros participam em 2014: Riocorrente, de Paulo Sacramento (SP), Casa grande, de Fellipe Barbosa (RJ), Depois da chuva, de Cláudio Marques e Marília Hughes (BA), Educação sentimental, de Júlio Bressane (RJ), e Periscópio, de Kiko Goifman (SP), além de seis curtas e um coprodução com a Itália, O sangue na Bahia é quente, do cineasta italiano Aurelio Grimaldi.

Peláfora

Longas-metragens de Pernambuco em Roterdã

Eles voltam (2013)
O som ao redor (2012)
Prêmio de Melhor Filme segundo o júri da Federação Internacional de Críticos de Cinema (Fipresci)
Avenida Brasília Formosa (2010)
Baixio das bestas (2007)
Troféu Tigre (Tiger Award) de Melhor Filme


Diário de Pernambuco

Caminhão tomba na BR-101 e tem carga saqueada


Foto: @jloreto/Twitter


Um caminhão carregado de cosméticos tombou e caiu em uma ribanceira na BR-101, no km 136, sendo saqueado pela população local, próximo ao trevo de acesso ao município de Primavera, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, nesta manhã de terça-feira (28).

Segundo informações, centenas de pessoas passaram a saquear a carga do caminhão após o tombamento. Ele ainda informou que o trânsito ficou bastante lento no local.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF-PE) informou que o motorista foi levado ao Hospital Dom Hélder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.





NE10

Duas mulheres acusadas de espancar e torturar criança de 4 anos foram presas em Taquaritinga do Norte



Em Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco, duas mulheres foram presas em flagrante na última quinta-feira (23) sob acusação de espancamento e tortura contra uma criança. Uma das acusadas é a própria mãe da criança, Jaqueline Batista dos Santos, de 23 anos, e Janaína Pereira da Silva, 27 anos, foram levadas pelo conselho tutelar da cidade à Delegacia de Polícia, após denúncias de que as acusadas teriam espancado e torturado a criança. A criança de apenas 4 anos de idade foi levada ao IMIP, em Recife, onde permanece internada.

Já a mãe da menor Jaqueline Batista e Janaína Pereira, foram recolhidas à Penitenciária Feminina de Buíque.

Com informações do Blog do Aldielson Galvão

Onde há fumaça...



O nome da primeira dama de Santa Cruz do Capibaribe voltou ao debate político da cidade, sendo pauta nos principais programas de política das emissoras locais.

Alessandra Vieira para federal. Este é o assunto que vez por outra volta a ser requentado por comentaristas políticos, apesar da resposta também requentada do marido prefeito: "Meu compromisso é com Sérgio Guerra".

A pretensão de Alessandra é uma realidade e olhando atentamente, percebe-se que o muro está ficando estreito para Sérgio Guerra, apesar de uma obra que está para ser anunciada na cidade com sua assinatura.

Eduardo da Fonte bate Sérgio Guerra na eleição que de outubro em Santa Cruz. Isto todo mundo sabe, mas bater a primeira dama seria outra conversa.

Alessandra é jovem, da terra e seria uma candidata leve para se vender ao eleitor.

Quanto ao compromisso do prefeito com Sérgio Guerra, pode muito bem ser desfeito. Quando o assunto é compromisso político, nada melhor do que outro e mais vantajoso.

Do Sulanca News

Nada muda, tudo na mesma

Mesmo distante continuo acompanhando as notícias da amada terrinha, e pelo que percebi ta tudo a mesma coisa, quem se importa é tonto, quem é pago para se importar é omisso, assim as coisas continuam na mesma.

Nem mesmo as coisas boas quando seu executor tem que se afirmar através dela fica algo mesquinho, tipo alguém achar que a cor azul é a mais linda do mundo, o Sr. Bode Gestor esta transformando Jataúba em uma imensidão azul, ou deve ser algum tipo de marketing da TIM que não sabemos, mas do jeito que as coisas caminham depois da terra da beterraba viraremos o mar azul do Sr. Bode.

Na Câmara Municipal também esta tudo igual, segundo fui informado, agora com um a menos para falar algo, Vanessa tomou a pílula da mudez, deve ser sequela da tentada pulada de cerca, mas também como li recentemente, os que falam fazem apenas alarde nada mais que isso, ou seja ta um tanto faz danado.

A política é algo mesquinha mesmo, durante meses aguentei Furibinha falar da troca da tubulaçãoa cidade, esta obra que esta ocorrendo, era ele indo atras, reuniões e etc, ai quando vem uma espécie de comitiva política para divulgar a obra ele é excluido, não aparece nem na foto, não estou dizendo aqui que ele é o responsável pela obra, mas com certeza, mais do que todos aqueles políticos locais que estavam se promovendo com a dita cuja, ele sim merecia estar naquelas fotos, mas isso é um problema interno dos "bocas de porco", digo da liderança política deles.

Li também sobre a depredação do patrimônio no caso, a Academia da Cidade, onde os grandes responsáveis são os próprios usuários, a Prefeitura tem obrigação de fazer manutençao, mas conservação é obrigação nossa, não adianta eles arrumarem e alguns vândalos depredarem, também é culpa da população preferir shows que não deixam nada a população quando acabam a algo que eles irão desfrutar por muitos anos.

Segurança, saneamento e muitos outros assuntos com certeza também não serão resolvidos por mais alguns anos, não há quem queira resolver esses problemas, parecem que estão todos cegos, tanto faz fazer algo ou não o salário e depositado no final do mês.


Colunista Marcelo de Oliveira Neto

Personal Trainer morre em acidente na BR 104


TORITAMA: O personal trainer Kleberson Silva dos Santos, de 33 anos, que morava no Distrito de Pão de Açúcar, em Taquaritinga do Norte, morreu em um acidente de moto na BR 104, em Toritama. O acidente ocorreu por volta das 3 horas da madrugada do último domingo (26). De acordo com informações, a vítima voltava para casa em sua moto Honda Tornado 250, de placa KJG-5126, de cor preta, quando bateu na traseira de um caminhão não identificado, cujo motorista não ficou no local até a chegada da Polícia Rodoviária Federal (PRF), mais o mesmo se apresentoi posteriormente no posto da PRF na Juriti, em Caruaru.

A vítima era natural de Paulista, era solteiro e estava em um clube da cidade numa festa fazendo bico como segurança. Segundo testemunhas, ele trafegava em alta velocidade em frente ao Parque das Feiras, onde tem um quebra molas, quando o caminhão diminuiu a velocidade e ele não prestou atenção,vindo a se chocar com a traseira do mesmo. O SAMU de Toritama foi acionado mais quando chegou ao local, a vítima que teve o seu corpo enviado para o IML, já havia falecido. (Por Blog Toritama Informa)




Mais um veículo capota na PE-160

Fotos: Fernando Lagosta / Blog do Ney Lima
Por volta das 20h e 45min da última segunda-feira (27), um veículo, Fiat Fiorino, capotou na PE-160, no trecho entre o distrito norte-taquaritinguense de Pão de Açúcar e Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com informações apuradas no local, a condutora do veículo, Ana Maria Guimarães, que reside na cidade de Toritama, perdeu o controle do automóvel. O carro descontrolado desceu a ribanceira da pista e capotou.

Além da condutora, estava no veículo o seu filho, adolescente de 15 anos de idade. Os dois não sofreram nenhuma lesão grave.

Pão de Açúcar News

Homem morre ao se jogar na frente de uma carreta na BR- 232


CARUARU: Faleceu por volta das 5 horas da manhã de domingo (26), na emergência do Hospital Regional do Agreste (HRA), o desempregado, Wilkinson Silva de Andrade, de 27 anos, que morava na Rua Gustavo Andrade, no bairro Agamenon, em Caruaru. Ele morreu vítima de atropelamento.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 13 horas de sábado (25), a vítima tinha acabado de sair de um bar as margens da BR 232, e quando estava atravessando a rodovia se jogou na frente de uma carreta carregada e foi socorrido pelo Samu e foi levado em estado grave para o HRA, onde faleceu.

Wilkinson estava muito desgostoso por ter perdido um amigo que cometeu suicídio recentemente no mesmo local e por ter tido o pai assassinado há alguns anos. O motorista da carreta, disse que nada pôde fazer para evitar o acidente, ele prestou depoimento na Delegacia Regional, e seguiu viagem para Aracajú. (Por Blog Na Boca do Povo)

Google lança serviço para medir a qualidade da Internet e dar notas a operadoras



O Google lançou um serviço de medição que utiliza o YouTube para informar aos internautas sobre a qualidade do pacote de Internet que suas operadoras estão entregando.

Chamada de Google’s Video Quality Report, a novidade vai permitir que usuários do YouTube saibam se a rede em uso é capaz de transmitir vídeos em alta definição. Sempre que isso for possível, o provedor receberá uma classificação “YouTube HD Verified”.

Existem outras duas notas: “standard definition”, para pacotes que permitem exibição em uma resolução comum (pelo menos 360p), e “lower definition”, para aqueles que oferecem internet lenta e com muitas interrupções.

Inicialmente, o medidor funciona apenas no Canadá, onde as operadoras têm obtido resultados acima do esperado. Em entrevista ao Financial Post, Shiva Rajaraman, que dirige o gerenciamento de produtos do YouTube, declarou que o país pode se tornar o primeiro a receber uma classificação positiva geral.

O serviço será expandido para outros mercados em breve.


Fonte: Olhar Digital
POSTADO POR ALMIR NEVES

A Câmara de Vereadores de Caruaru e a suprema arte de ignorar o povo



A foto é de uma pichação recente no muro de uma casa em Caruaru. E diz muito sobre o atual momento da Câmara de Vereadores. Não que seja, simplesmente, uma casa de ladrões. É pequeno e generalista demais afirmar isso. Mas o sentimento das pessoas está expresso em manifestações como essa.

As manifestações populares podem não ser sempre certas, nem exatas, mas dão norte a qualquer bom observador, coisa que os vereadores demonstram que não são.

Em um momento de crise extrema, com a Casa prestes a abrir um processo de cassação contra dez representantes, eis que surge a notícia de que os nobres Edis agora tentam conseguir um aumento de salário na justiça. Querem receber R$ 12 mil, contra os R$ 9 mil que já recebem.

Alfred Hitchcock costuma fazer roteiros assim. O espectador mal consegue respirar, porque quando a tensão parece dar descanso, algum personagem faz uma nova besteira, e o terror recomeça.

Temos uma Câmara cheia de bons roteiristas de suspense, mas de políticos “meia-boca”? O mundo do cinema precisa conhecer Caruaru.

Não julgo quanto é justo a cada um receber de salário. Inclusive, se fosse agora lutar por salários justos para o Brasil, o ideal seria começar pelo salário do trabalhador, que deveria, segundo o Dieese, estar perto dos R$ 3 mil para suprir as necessidades básicas da população.

Vejam só, estudos mostram que R$ 3 mil suprem as necessidades básicas no Brasil. Os vereadores lutam na justiça para ganhar o quádruplo disso e o brasileiro “normal” recebe, na verdade pouco mais de R$ 700.

O Brasil é um país onde você morre de rir ou de chorar toda vez que para e o analisa.

É o país da hipocrisia, dos subterfúgios, das mentes pequenas de grandes soluções públicas gerando ricos resultados privados.

Nesse cenário, parece lógico que grandes roteiristas de suspense queiram viver na Câmara de Vereadores de Caruaru. É mais lucrativo do que vender ingresso no cinema.

Passei minha vida inteira, e assim foi com certeza para a grande maioria dos trabalhadores, aprendendo que se um dia quisesse ganhar mais, precisava mostrar meu valor. Que era preciso realizar algo digno de um reajuste, de uma promoção.

Os vereadores de Caruaru envolvem-se, nesta legislatura, semana após semana do último ano e já deste em que estamos, em tantas polêmicas que se for contar aqui transformaria este artigo em um livro.

Seja por bobagens ditas e propostas na Casa, seja por brigas pessoais, por espetáculos quase circenses apresentados no plenário, passando até por uma prisão, em quadrilha. Tudo o que os vereadores de Caruaru não fizeram em 2013 e neste primeiro mês de 2014 foi mostrar valor ou realizar algo digno de um reajuste que será pago pelo povo.

Como contribuinte desse salário, pago todos os meses aos Edis, não me importaria com o reajuste, desde que nossos representantes o fizessem por merecer. E isso não aconteceu ainda nos últimos 13 meses.

Deputado de Santa Cruz do Capibaribe foi o que mais gastou com propaganda em 2013


R$ 173 mil em propaganda

Os deputados federais de Pernambuco não economizaram na cota para o exercício da atividade parlamentar em 2013. Principalmente quando o assunto é a despesa com imagem para autopromoção.

O montante gasto superou a marca de R$ 1,7 milhão, quase o necessário para a construção de uma das Unidades de Pronto-Atendimento (Upinhas) prometidas pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), e que começam a ser entregues na próxima semana terça-feira. O preço médio delas é R$ 1,8 milhão. Na maioria dos casos, a autopromoção é o item mais oneroso entre os gastos pagos de parlamentares cobertos pelo Legislativo.

No ranking dos deputados que mais gastaram com a cota para a divulgação da atuação parlamentar, aparece no topo da lista o deputado José Augusto Maia (PROS), com R$ 173,6 mil em 2013. O pedetista Paulo Rubem Santiago (PDT) ficou em segundo lugar, com R$ 150,8 mil e o Pastor Vilalba (PP) na terceira colocação, com R$ 145 mil. Na quarta colocação está o deputado Eduardo da Fonte (PP), com um gasto de R$ 126,3 mil. O progressista informou que é uma forma legal de prestar conta de seu mandato.

Apesar de não aparecer entre os que mais gastaram, o deputado Anderson Ferreira (PR) defende a prerrogativa de usar os recursos. O parlamentar usou R$ 56.080 da cota no ano passado. Ele ressalta que o benefício é legal, mas diz que no caso dele não há exageros.

Os deputados José Augusto Maia, Paulo Rubem Santiago e Pastor Vilalba foram procurados pela reportagem, mas não retornaram as ligações.

Com informações do Diário de Pernambuco

Coronel do Exercito afirma que brasil está a três passos de guerra civil



Conflitos no Rio de JaneiroEm artigo nomeado "Os rumos que seguimos apontam para a probabilidade de guerra intestina", o coronel do Exército Gélio Fregapani, atualmente na reserva, afirmou que o Brasil está "a três passos de uma guerra civil".
Além de comentar a concessão de territórios a grupos indígenas, riqueza em minérios, mencionou ações do MST - Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra -, interesses de potências internacionais, a crise que assola inúmeros países do Mundo, conflitos rurais e étnicos, entre outros.
O artigo gerou discussões, críticas e elogios. Para alguns, a postura do militar seria excessivamente conservadora, vedada ao progresso e a valores sociais, excessivamente alarmista e avessa a movimentos sociais. Para outros, seria uma postura sensata e valorosa, tendo em vista a conjuntura nacional e internacional.

Segue o artigo na íntegra:
Os rumos que seguimos apontam para a probabilidade de guerra intestina.
Falta ainda homologar no Congresso e unir as várias reservas indígenas em uma gigantesca, e declarar sua independência. Isto não poderemos tolerar. Ou se corrige a situação agora ou nos preparemos para a guerra.
Quase tão problemática quanto a questão indígena é a quilombola. Talvez desejem começar uma revolução comunista com uma guerra racial. 

Coronel Gélio Fregapani. 

O MST se desloca como um exército de ocupação. As invasões do MST são toleradas, e a lei não aplicada. Os produtores rurais, desesperançados de obter justiça, terminarão por reagir. Talvez seja isto que o MST deseja: a convulsão social. Este conflito parece inevitável.
O ambientalismo, o indianismo, o movimento quilombola, o MST, o MAB e outros similares criaram tal antagonismo com a sociedade nacional, que será preciso muita habilidade e firmeza para evitar que degenere em conflitos sangrentos.
Pela primeira vez em muito tempo, está havendo alguma discussão sobre a segurança nacional. Isto é bom, mas sem identificarmos corretamente as ameaças, não há como nos preparar para enfrentá-las.
A crise econômica e a escassez de recursos naturais poderão conduzir as grandes potências a tomá-los a manu militari, mas ainda mais provável e até mais perigosa pode ser a ameaça de convulsão interna provocada por três componentes básicos:

— a divisão do povo brasileiro em etnias hostis;
— os conflitos potenciais entre produtores agrícolas e os movimentos dito sociais;
— e as irreconciliáveis divergências entre ambientalistas e desenvolvimentistas.

Em certos momentos chega a ser evidente a demolição das estruturas políticas, sociais, psicológicas e religiosas, da nossa Pátria, construídas ao largo de cinco séculos de civilização cristã. Depois, sem tanto alvoroço, prossegue uma fase de consolidação antes de nova investida.
Isto ainda pode mudar, mas infelizmente os rumos que seguimos apontam para a probabilidade de guerra intestina. Em havendo, nossa desunião nos prostrará inermes, sem forças para nos opormos eficazmente às pretensões estrangeiras.
A ameaça de conflitos étnicos, a mais perigosa pelo caráter separatista
A multiplicação das reservas indígenas, exatamente sobre as maiores jazidas minerais, usa o pretexto de conservar uma cultura neolítica (que nem existe mais), mas visa mesmo a criação de "uma grande nação" indígena. Agora mesmo assistimos, sobre as brasas ainda fumegantes da Raposa-serra do Sol, o anúncio da criação da reserva Anaro, que unirá a Raposa/São Marcos à Ianomâmi. Posteriormente a Marabitanas unirá a Ianomâmi à Balaio/Cabeça do Cachorro, englobando toda a fronteira Norte da Amazônia Ocidental e suas riquíssimas serras prenhes das mais preciosas jazidas.

O problema é mais profundo do que parece; não é apenas a ambição estrangeira. Está também em curso um projeto de porte continental sonhado pela utopia neomissionária tribalista. O trabalho de demolição dos atuais Estado-nações visa a construção, em seu lugar, da Nuestra América, ou Abya Yala, idealizado provavelmente pelos grandes grupos financistas com sede em Londres, que não se acanha de utilizar quer os sentimentos religiosos quer a sede de justiça social das massas para conservar e ampliar seus domínios. O CIMI, organismo subordinado à CNBB, não cuida da evangelização dos povos indígenas segundo o espírito de Nóbrega, Anchieta e outros construtores de nossa nação. Como adeptos da Teologia da Libertação, estão em consonância com seus colegas que atuam no continente, todos empenhados na fermentação revolucionária do projeto comuno-missionário Abya Yala.
O processo não se restringe ao nosso País, mas além das ações do CIMI, a atuação estrangeira está clara:

— Identificação das jazidas: já feito;
— atração dos silvícolas e criação das reservas sobre as jazidas: já feito;
— conseguir a demarcação e homologação: já feito na maior parte;
— colocar na nossa Constituição que tratados e convenções internacionais assinados e homologados pelo congresso teriam força constitucional, portanto acima das leis comuns: já feito;
— assinatura pelo Itamarati de convenção que virtualmente dá autonomia à comunidades indígenas: já feito.


Falta ainda homologar no congresso e unir as várias reservas em uma gigantesca e declarar a independência, e isto não poderemos tolerar. Ou se corrige a situação agora ou nos preparemos para a guerra.
O perigo não é o único, mas é bastante real. Pode, por si só, criar ocasião propícia ao desencadeamento de intervenções militares pelas potências carentes dos recursos naturais — petróleo e minérios, quando o Brasil reagir.
Quase tão problemática quanto a questão indígena é a quilombola

A UnB foi contratada pelo Governo para fazer o mapa dos quilombolas. Por milagre, em todos os lugares, apareceram "quilombolas". No Espírito Santo cidades inteiras, ameaçadas de despejo. Da mesma forma em Pernambuco. A fronteira no Pará virou um quilombo inteiro.
Qual o processo? Apareceram uns barbudos depiercings no nariz, perguntando aos afro-descendentes: "O senhor mora aqui?" "Moro." "Desde 1988?" (o quilombola que residisse no dia da promulgação da Constituição teria direito à escritura). "Sim". "Quem morava aqui?" "Meu avô." "Seu avô por acaso pescava e caçava por aqui?" "Sim" "Até onde?" "Ah, ele ia lá na cabeceira do rio, lá naquela montanha." "Tudo é seu." E escrituras centenárias perdem o valor baseado num direito que não existe. Não tenho certeza de que isto não seja proposital para criar conflitos.



Tem gente se armando, tem gente se preparando para uma guerra. Temos de abrir o olho também para esse processo, que conduz ao ódio racial. Normalmente esquerdistas, talvez desejem começar uma revolução comunista com uma guerra racial.
Certamente isto vai gerar conflitos, mas até agora o movimento quilombola não deu sinal de separatismo.
Os Conflitos Rurais — talvez os primeiros a eclodir
O MST se desloca como um exército de ocupação, mobilizando uma grande massa de miseráveis (com muitos oportunistas), dirigidos por uma liderança em parte clandestina. As invasões do MST são toleradas e a lei não aplicada. Mesmo ciente da pretensão do MST de criar uma "zona livre", uma "república do MST" na região do Pontal do Paranapanema, o Governo só contemporiza; finge não perceber que o MST não quer receber terras, quer invadi-las e tende a realizar ações cada vez mais audaciosas.
É claro que os produtores rurais, desesperançados de obter justiça, terminarão por reagir. Talvez seja isto que o MST deseja; a convulsão social, contando, talvez, com o apoio de setores governamentais como o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Segundo Pedro Stédile: "O interior do Brasil pode transformar-se em uma Colômbia. A situação sairá de controle, haverá convulsões sociais e a sociedade se desintegrará."
Este conflito parece inevitável. Provavelmente ocorrerá num próximo governo, mas se ficar evidente a derrota do PT antes das eleições, é provável que o MST desencadeie suas operações antes mesmo da nova posse.
O ambientalismo distorcido, principal pretexto para uma futura intervenção estrangeira
Já é consenso que o ambientalismo está sendo usado para impedir o progresso, mesmo matando os empregos Caso se imponham os esquemas delirantes dos ambientalistas dentro do governo, com as restrições de uso da terra para produção de alimentos, um terço do território do País ficará interditado a atividades econômicas modernas.
Há reações, dos ruralistas no interior do País, nas elites produtivas e até mesmo em setores do governo, mas as pressões estrangeiras tendem a se intensificar. Se bem que raramente o meio ambiente serviu de motivo para guerra, hoje claramente está sendo pretexto para futuras intervenções, naturalmente encobrindo o verdadeiro motivo, a disputa pelos escassos recursos naturais.
No momento em que a fome ronda o mundo, o movimento ambientalista, a serviço do estrangeiro, mas com respaldo do governo e com apoio de uma massa urbana iludida, chama de "terra devastada" àqueles quadrados verdejantes de área cultivada, que apreciamos ver na Europa e nos Estados Unidos, e impede a construção de hidrelétricas para salvar os bagres. Com a entrada da Marina Silva na disputa eleitoral, nota-se, lamentavelmente, que todos os candidatos passarão a defender o ambientalismo, sem pensar se é útil para o País.
A três passos da guerra civil

O ambientalismo, o indianismo, o movimento quilombola, o MST, o MAB e outros similares criaram tal antagonismo com a sociedade nacional, que será preciso muita habilidade e firmeza para evitar que degenere em conflitos sangrentos.
Várias fontes de conflito estão para estourar, dependendo da radicalização das más medidas, particularmente do Ministério da Justiça:

— Roraima não está totalmente pacificada;
— o Mato Grosso do Sul anuncia revolta em função da decisão da Funai em criar lá novas reservas indígenas;
— no Rio Grande, os produtores rurais pretendem reagir às provocações do MST;
— Santa Catarina ameaça usar a PM para conter a fúria ambientalista do ministro Minc, que queria destruir toda a plantação de maçã.

Uma vez iniciado um conflito, tudo indica que se expandirá como um rastilho de pólvora. Este quadro, preocupante já por si, fica agravado pela quase certeza de que, na atual conjuntura da crise mundial o nosso País sofrerá pressões para ceder suas riquezas naturais — petróleo, minérios e até terras cultiváveis — e estando dividido sabemos o que acontecerá, mais ainda quando uma das facções se coloca ao lado dos adversários como já demonstrou o MST no caso de Itaipu.

Bem, ainda temos Forças Armadas, mas segundo as últimas notícias, o Exército (que é o mais importante na defesa interna) terá seu efetivo reduzido. Será proposital?
Que Deus guarde a todos vocês.

O cel. Gelio Fregapani é escritor, atuou na área do serviço de inteligência na região Amazônica, elaborou relatórios como o do GTAM, Grupo de Trabalho da Amazônia.

Qual é a sua posição a respeito das declarações do autor? Tratar-se-ia de uma postura alarmista e exagerada ou condizente com a realidade do país? Manifeste sua opinião e contribua para o diálogo democrático.

Paulo Camponi.
Com informações de Blitz Digital e CBR.

Tá escapando mais nada ladrões furtam porcos de propriedades em Tuparetama


A Policia Militar de Tuparetama foi acionada por agricultores que sentiram a falta de seus animais e resolveram notificar a PM para tomar as providências necessárias. Os furtos ocorreram na Olaria Bom Jesus. A agricultora Luciete Lopes da Silva Lima, 50 anos, informou ter sido furtado de sua propriedade a quantidade de 06 (seis) porcos. Já aposentada Maria José de Jesus Neta, 66 anos, informou que foram furtados de sua propriedade 04 (quatro) porcos, no valor de R$ 600,00 (seiscentos reais). A PM e realizou diligências, porém sem êxito. (Itamar França/Imagem ilustrativa)

Mãe joga água fervente na própria Filha de 13 anos


Aconteceu por volta das 21h30; quando a garota de apenas 13 anos, das siglas M.M.M.L sofreu fortes queimaduras pelo corpo, após discutir com a própria mãe, em razão de não deixar a menor ir a um circo que está instalado na cidade de Boa Ventura-PB, na noite desta quarta-feira (22).
Conforme apurou nossa reportagem; a mãe Cícera Marcelino da Silva de 43 anos, foi denunciada pelo seu ex-esposo, pai da vítima, Francisco Marcelino Leite, conhecido como Galego. A mesma está sendo acusada de tentar contra a vida da própria filha, após jogar água fervente no corpo dela.
O fato aconteceu Rua Maria Celeste, no centro de Boa Ventura-PB.
Depois da solicitação da Polícia Militar e do Conselho Tutelar, a acusada fugiu do local e não foi encontrada até o momento. A vítima recebeu os primeiros socorros ainda na Unidade Básica do município e logo foi encaminhada para Itaporanga, onde procurou a Delegacia Civil. (Nahyn Neto)

E o porquê aqui na minha cidade não poder haver essa tradição.



84 ANOS DE TRADIÇÃO Elba Ramalho, Cavaleiros do Forró e Magníficos estão entre as atrações da Festa de São José na cidade de Vertentes.
O governo do município de Vertentes já oficializou a programação CULTURAL da Festa de São José agora em 2014. O evento acontece de 10 a 19 de março e entre as atrações estão Elba Ramalho, Gabriel Diniz, Cavaleiros do Forró, banda Magníficos e artistas locais. “Nosso objetivo é garantir diversão para todos os públicos, por isso estamos trabalhando para realizar uma grande festa”, disse o prefeito Allan Kardec. Além das atrações musicais, serão instalados parques de diversões e barracas de comidas e bebidas. Na programação religiosa, serão celebradas missas e procissões com a participação de padres convidados pelo administrador da paróquia, padre Antônio Lucena. A nossa cidade não tem mais essa tradição por causar de umas mentes pequenas, que não sabem distinguir a relação entre o Sagrado e Profano na Festa do Padroeiro São Sebastião no município de Jataúba PE.
O assunto proposto resulta de certa identificação no meu conhecimento e resgatar a história da origem da religiosidade local.
Sabe-se que os elementos religiosos influenciam de forma significativa o cotidiano da sociedade, portanto, percebe-se também o entendimento a cerca da formação do sentimento de pertencimento, pois uma festa de padroeiro apresenta a manifestação cultural e religiosa de uma dada localidade.
A própria Festa do Padroeiro da cidade, é vista como um espaço diverso porque é ao mesmo tempo lugar de devoção, de grande manifestação de fé e também a expressão viva da cultura do povo. Ou seja, enquanto que para algumas pessoas a festa do padroeiro é um momento de demonstração de exaltação à São Sebastião, para outras esse momento não vai além de encontros para diversão, entretenimento, é nelas que as pessoas se encontram, reveem amigos, reencontram parentes distantes. Portanto, a Festa do Padroeiro é formada por circunstâncias sagradas e profanas.
O objetivo do referido é poder mostrar justamente as práticas culturais e sociais da festa do padroeiro de Jataúba, mostrando o possível entrelaçamento entre sagrado e profano.
Assim, tentar proporcionar aos cidadãos Jataubense a ter uma compreensão da Festa do Padroeiro atrelada ao ambiente sagrado, porém composta de práticas profanas presentes o tempo todo através da experimentação do social e cultural contida no município, portanto, como residente e filho natural desta cidade não posso deixar de mostrar de alguma forma os dois lado da festa, no meu ponto de vista, a sagrada e a profana. .
Qual é a relação entre Sagrado e Profano na Festa do Padroeiro de Jataúba PE?
A festa sempre se dividiu em duas partes: primeiro é a parte religiosa, que engloba novena, celebrações, ladainha tem batizados pessoas seguindo a procissão e pagando suas promessas, se emocionando com o tempo sagrado; e a segunda se dá nas ruas, nas praças com os bingos e leilões, barracas com comidas, bebidas, show e danças é a profana. Dessa forma, temos o devoto católico que, após resolver suas contas com o sagrado, entregam-se as festa que estão ocorrendo nos quatro quantos da cidade, a parte profana é indispensável, pois ela é uma bricolagem de ritos, folguedos e festejos de devoção que resulta, na diversão dos devotos, ou seja, uma não vive sem a outra, não adianta algumas pessoas que regem a Igreja católica da minha cidade querer mudar esse conceito, muitas pessoas que vem participar da festa de São Sebastião participam tanto no sagrado como na profana, já que não pode existir um mundo totalmente absoluto, ou seja, não é possível o individuo viver somente para a religião, é necessário haver também o lado da diversão, do lazer, da animação. Nas cidades pequenas médias e grandes as festas cívicas, históricas sagradas e profanas conquistam um lugar de crescente importância cultural e econômico, e o porquê estão querendo acabar com isso na minha cidade.
Entre uma das principais características da Festa religiosas podemos destacar a relação de sagrado e profano, como afirma o sociólogo Emile Durkheim “o fenômeno religioso é constituído por crenças e ritos, caracterizados por sagrados e profanos [...]”.
A característica da necessidade das pessoas em uma festa em se manterem relacionamento sociáveis em buscar no entretenimento e no divertimento o suprimento de coisas básicas a identidade psicológica, corporal e afetiva dos cidadãos de forma conjunta, um fato histórico é as festas com os dois lados, a muito tempo os descende dos portugueses colonizadores que da Europa transportaram sua fé carregada de simbolismos e festas (danças, bebidas, apresentações culturais, folclore etc.

Não existe uma única classificação que diferencie esses dois elementos, o sagrado e profano, apenas encontramos várias formas de interpretação, variando de cultura, de espaço e tempo, Portanto, a festa do padroeiro de Jataúba é formada por um entrelaçamento entre práticas sagradas e profanas, como será as futuras festas do nosso padroeiro, com uma tradição que vem desde da formação da igreja católica ...) inclusive a própria igreja fomenta nos seus fiéis a apreciação pelo que há de belo e saudável nos momentos de ócio e descontração. Se não me engano no CIC (Catecismo da Igreja Católica) existe uma orientação oficial da igreja sobre a participação de fiéis na vivencia de sua cultura expressão popular.
Não sou eu que está querendo mudar isso não! São pessoas que estão querendo desfazer tudo aquilo que sempre existiu dês do surgimento da Igreja católica apostólica romana.



Ruy Siqueira