sábado, 11 de agosto de 2018

Após 8 anos, Armando Monteiro sobe ao palanque de Edson Viera, em Santa Cruz

Prefeito pede ‘lealdade’ e Armando garante que não vai ‘esquecer o gesto’


Fotos: Janielson Santos.

O ano era 2010. O então candidato a deputado estadual Edson Viera (PSDB) recebia em seu palanque, em Santa Cruz do Capibaribe, o candidato ao Senado Federal, Armando Monteiro Neto, até então seu adversário e aliado de primeira hora de José Augusto Maia, adversário em absoluto do tucano. Naquela noite, Armando havia subido, poucas horas antes, no palanque do candidato a deputado federal, José Augusto.

Oito anos depois, agora como candidato ao governo do estado de Pernambuco, pela segunda vez, Armando Monteiro volta ao palanque de Edson, este no posto de prefeito e com a pretensão máxima de levar Alessandra Viera à conquista de uma cadeira na ALEPE.


“Minha primeira palavra só pode ser de agradecimento”, disse o candidato, acrescentando ‘a manifestação de confiança depositada’, de forma oficial, pelo grupo de situação do município em seu projeto rumo ao Palácio do Campo das Princesas.

Coincidentemente, nessa sexta-feira (10), assim como em 2010, Armando se reuniu com o grupo ‘boca-preta’, poucas horas após se encontrar com Zé Augusto.

Para o candidato, o ato é mais que simbólico, pelo acirramento político entre os grupos locais.


“Aqui as cores (partidárias) são muito fortes, os santa-cruzenses se entregam de corpo e alma”, disse Armando, acrescentando em seguida que se conseguiu passar no ‘teste em Santa Cruz’, juntando em seu projeto grupos distintos, será capaz de juntar diferentes ‘torcidas’ no estado’.
“Temos que ter a compreensão que somos pernambucanos. Essa é a nossa origem. Antes de ser de Santa Cruz, lado ‘A’ ou ‘B’, o que nos une é a consciência de sermos todos pernambucanos e, nessa hora, Pernambuco precisa de todos nós”, frisou o petebista, garantindo que não vai esquecer o gesto do tucano.


Motivação – Durante seu discurso, Edson Vieira (PSDB) voltou a argumentar que sofreu uma suposta perseguição do governo do estado. “Estranhamente, passei a ser perseguido sem saber por que”, falou.


O gestor afirmou que não é de ‘ficar no muro’ e tomou a decisão de apoiar Armando, com auxílio de aliados, após um pedido de Bruno Araújo.

“Pernambuco é maior e as picuinhas de Santa Cruz não vão interferir”, disse, complementando em seguida que “não vai se aliar com adversários no município”.


Chapa completa – Os dois candidatos ao senado, Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB), o candidato a deputado federal, Fernando Filho (MDB), prefeitos da região, vereadores e secretários, também estiveram no ato.

Blog do Ney Lima

Governador Paulo Câmara cumpre primeira agenda político-administrativa em Santa Cruz como candidato a reeleição


Evento que apresentou nomes do grupo governista para as eleições marcou encerramento de compromissos – Fotos: Thonny Hill 

Na última sexta-feira (11) o governador Paulo Câmara (PSB), que também é candidato a reeleição, cumpriu uma agenda político-administrativa em cidades do Polo de Confecções, em especial Santa Cruz do Capibaribe.

A vinda do governador é a primeira após a confirmação de sua nova candidatura ao palácio do Campo das Princesas e foi marcada por visita a obras em andamento no município e também a participação em um encontro partidário, onde foram apresentados nomes que também irão concorrer nas próximas eleições pela coligação Frente Popular.

Parte administrativa

Acompanhado de secretários de governo, prefeitos, vereadores e lideranças de Santa Cruz e de outros municípios como Recife, Jataúba, Brejo e Taquaritinga do Norte, além do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e de João Campos (filho do ex-governador Eduardo Campos), Paulo Câmara começou sua visita concedendo uma entrevista na Rádio Comunidade FM.


Em seguida, visitou parte das obras da PE-160 que ocorrem no perímetro urbano e, em seguida, se dirigiu para outra frente de trabalho, desta vez na área onde estão sendo instaladas a tubulações de engate rápido da adutora Alto Capibaribe.



Lá ouviu de um dos engenheiros o andamento da obra que, de acordo com a própria Compesa, está seguindo o cronograma estipulado e já conta com 2,5km de tubulação já instalada.



“É uma obra que vai, com certeza, ajudar e muito no desenvolvimento de Santa Cruz e de outras cidades por onde a água vai chegar através desses canos” – disse ele.

Os próximos passos foram a visita as obras da estação de tratamento que está sendo feita pela Compesa (obra avaliada em quase R$ 100 milhões) e depois seguiu para a sede da Ascap, onde conferiu de perto o trabalho das máquinas de enfesto e corte computadorizados de tecidos, que também possuem financiamento através de recursos estaduais.


Baixa presença de público e críticas sobre desabamentos do teto do Calçadão marcam evento político


Após o cumprimento da parte administrativa da agenda, foi a vez do Governador e integrantes da comitiva realizarem o ato político de apresentação dos nomes que integram a coligação Frente Popular. Um fato que chamou a atenção foi o baixo comparecimento popular ao evento, que aconteceu na quadra coberta da Casa da Criança.



Além do governador, Diogo e João Campos, também estiveram no evento o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) e também o senador Humberto Costa (PT). Ambos concorrem as duas vagas ao Senado Federal, sendo que este último busca reeleição.


João Campos entra na disputa como o candidato a deputado federal pela coligação e falou também sobre os desabamentos que ocorreram em parte do teto do Calçadão Miguel Arraes:


“Conheço a história daquele Calçadão e tenho certeza que o que foi feito ali foi uma agressão a história de Miguel Arraes e mais ainda a este povo” – disse.

Já no seu discurso, Paulo Câmara também fez críticas quanto aos desabamentos do teto do Calçadão, aos adversários aliados ao candidato Armando Monteiro (PTB) e também falou sobre seus candidatos.


“O sonho daquele empreendimento foi realizado, mas não ficou bem feito. Mas vamos sim deixar ele bem feito” – disse e completou: “Olhamos essas obras que estão sendo feitas a exemplo dessa PE-160, que está quase acabando e vai servir milhares de pessoas. Tem também as obras na BR-104 e na Estação de Tratamento, esta que vai ficar pronta em 2019. Elas vão ajudar muita gente e é hora de pedir ajuda a vocês, para que não deixem essa turma do (presidente) Michel Temer tomar o poder” – disse.

Ao final, o governador citou que essa não seria sua única visita a Capital da Moda durante o período eleitoral.

Blog do Ney Lima