terça-feira, 26 de agosto de 2014

Câmara cresce 18 pontos e Armando cai 5: 38% a 29%


Do portal G1 PE

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta Armando Monteiro (PTB) com 38% das intenções de voto para o governo de Pernambuco, seguido de Paulo Câmara (PSB), com 29%. Os candidatos Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB), Pantaleão (PCO) e Zé Gomes (PSOL) aparecem com 1% cada.

No levantamento anterior realizado pelo instituto, em julho, Armando Monteiro aparecia com 43% e Paulo Câmara, com 11%. Encomendada pela TV Globo, a pesquisa é a segunda do Ibope após o registro das candidaturas.

Confira abaixo os números do Ibope para a pesquisa estimulada, em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado:

Armando Monteiro (PTB): 38%
Paulo Câmara (PSB): 29%
Jair Pedro (PSTU): 1%
Miguel Anacleto (PCB): 1%
Pantaleão (PCO): 1%
Zé Gomes (PSOL): 1%
Brancos e nulos: 13%
Indecisos: 16 %

Rejeição
O Ibope também pesquisou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Confira abaixo:

Zé Gomes (PSOL): 33%
Pantaleão (PCO): 32%
Jair Pedro (PSTU): 24%
Miguel Anacleto (PCB): 23%
Paulo Câmara (PSB): 19%
Armando Monteiro (PTB): 17%
Poderia votar em todos: 12%
Não sabe ou não respondeu: 27%

A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 25 de agosto. Foram entrevistados 1.512 eleitores em 69 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) sob o número 00019/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR00424/2014.


A nossa Farmácia.

Veja antecipa Ibope: Marina empata com Dilma

O aguardadíssimo resultado da pesquisa Ibope que o Jornal Nacional divulgará hoje vai mostrar um novo avanço de Marina Silva. Pela pesquisa, Marina está empatada tecnicamente com Dilma Rousseff no primeiro turno, considerando a margem de erro de 2%.


A pesquisa mostrará Dilma Rousseff entre 31% e 32%, Marina entre 27% e 28% e Aécio Neves entre 18% e 20%. No segundo turno, Marina aparecerá com dois dígitos à frente de Dilma.

A pesquisa foi feita pelo Ibope entre 23 e hoje. Foram entrevistados 2506 eleitores. 
( Lauro Jardim, do Radar Veja)


Fonte Veja



A namoradinha da cidade

Em Frei Miguelinho Diogo participa de tradicional festa dos garçons


O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) esteve na noite desta segunda-feira (25) na cidade de Frei Miguelinho, onde participou da 19ª edição da tradicional ‘Festa dos Garçons’, evento que recebe milhares de pessoas, que anualmente homenageia os profissionais que trabalham em bares e restaurantes de todo o país. Diogo caminhou pelas ruas da cidade acompanhado pelo vereador Morotó (DEM), visto como um dos maiores líderes políticos da região. “Diogo é um jovem comprometido com o nosso município, faz parte do nosso dia-a-dia e hoje, como não poderia ser diferente, marca presença junto ao nosso povo”, disse Morotó.

Diogo ressaltou a importância da valorização de festas tradicionais como a de Frei Miguelinho. “A Festa dos Garçons é o reconhecimento da cidade e de Pernambuco ao trabalho de milhares de pessoas, desta cidade, que levam seu nome a todo o país. Temos que celebrar este momento e festejar junto àqueles que mais merecem o nosso reconhecimento”, afirmou Diogo Moraes.


Participaram da comitiva o deputado federal Mendonça Filho (DEM), o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira (PSDB), vereadores de Santa Cruz do Capibaribe e lideranças da cidade das Vertentes.



Vista-se bem com a..

Armando: “A educação é o grande desafio de Pernambuco”


Em entrevista ao programa TV Jornal Meio Dia, hoje, Armando Monteiro (PTB), candidato a governador, defendeu maior investimento na educação. Para tanto, o petebista afirmou que vai desenvolver um modelo cooperativo do Estado com as prefeituras, oferecendo suporte pedagógico e financeiro, e adotar uma matriz curricular única do Sertão ao Litoral, melhorando a formação dos alunos já na base.

Outra área na educação que Armando prometeu atuar fortemente é estabelecer a conexão entre os ensinos médio e o profissionalizante. Dessa forma, para o petebista, ao concluir a formação básica, os alunos já serão encaminhados para a qualificação profissional, se preparando para o mercado de trabalho. O candidato também quer implantar uma política para minimizar a evasão escolar. Essas medidas visam rever os atuais índices que Pernambuco amarga no Ideb.

“Pernambuco tem que reverter este quadro. Se o Estado não fizer uma virada na educação, não poderemos chamar de desenvolvimento o que houve nos últimos anos. A educação é o grande desafio de Pernambuco”, resumiu Armando Monteiro, ao sublinhar que, atualmente, no Ideb, o Estado está na 18ª nos anos iniciais do ensino fundamental e na 22ª posição nos anos finais. Já no ensino médio, o Estado ocupa a 16ª.
Escrito por Magno Martins



Venha você também para..

Emoção marca comício em homenagem ao “Eterno Governador” Eduardo Campos



Na noite deste domingo (24) milhares de pessoas vestiram azul e foram até o bairro da COHAB, em Santa Cruz do Capibaribe, participar do comício em homenagem ao ex-governador Eduardo Campos que foi marcado pela emoção. O palanque de Diogo Moraes (PSB) contou com a presença dos nove vereadores de situação, vereadores e lideranças de Taquaritinga do Norte, lideranças de Santa Maria do Cambucá, do deputado federal Bruno Araújo (PSDB) e do prefeito melhor avaliado de Pernambuco Edson Vieira (PSDB).

Os vereadores Zezin Buxin (PSDB), Afrânio Maques (PDT) e Narah (PSB) fizeram uso da palavra representando o legislativo para reforçar o apoio a chapa da frente popular.

Homenagem – Um vídeo foi exibido em homenagem ao “Eterno Governador” Eduardo Campos, mostrando um pouco a trajetória de sua campanha e como ele gostava de fazer política em benefício das pessoas. O ponto principal do vídeo foi o discurso de Campos na assinatura da ordem de serviço do Calçadão, que junto a duplicação da PE-160, Escola Técnica, perfuração de poços, implantação de dessalinizadores, construção de barragens, construção da Cadeia Pública e transformação da 3ª CIPM em 24º Batalhão, fazem de Campos o governador que tem a maior pauta de trabalhos prestados na história de Santa Cruz.

Um legado de União – Nas palavras, os oradores destacaram o legado de diálogo e união que Eduardo deixou. O socialista foi capaz de unir adversários sempre em favor de um propósito maior, beneficiar a população. Em Santa Cruz ele uniu os então adversários Diogo Moraes e Edson Vieira, que resultou na eleição de Edson à prefeitura de Santa Cruz que é hoje o prefeito melhor avaliado de Pernambuco.
Os discursos

Bruno Araújo – O deputado federal falou da parceria que tem com Diogo na região e que não é um político que aparece a cada quatro anos, tem uma história com o prefeito Edson e reeleito irá dar uma atenção a Santa Cruz, principal geradora de emprego e renda da região. “Estamos no caminho certo. Elegemos o melhor prefeito de Pernambuco que é Edson e reelegeremos Diogo Moraes para que as ações continuem a chegar no município”.

Edson Vieira – Num discurso forte o prefeito enfatizou a importância de se votar fechado e que Diogo, Bruno, Paulo, Fernando e Marina são os únicos candidatos dele. Vieira ressaltou que para que as transformações continuem na cidade é preciso que seus candidatos sejam eleitos e bem votados na “Capital das Confecções”. “Eduardo deixou um legado de união e trabalho. Diogo e eu acertamos quando a pedido de nosso governador nos unimos e estamos trabalhando para nossa cidade. Santa Cruz está no rumo do desenvolvimento, no rumo que Eduardo Campos sempre quis”.

Diogo Moraes – O discurso mais esperado da noite levou a todos uma mensagem de união. “Eduardo sempre queria o bem do povo. Ele trabalhava como ninguém, ele era um exemplo para todos nós. Eduardo sempre dizia que a máquina pública tem que moer para o lado dos que mais precisam, para o lado do povo. É isso que estamos fazendo. Ele deixou um legado que sempre estará presente em nossas vidas”, disse Diogo Moraes, que convocou a todos para se engajarem ainda mais na campanha e reforçou o pedido para o voto fechado.

Em seguida a multidão azul tomou conta das ruas da cidade em passeata até o comitê “Esquina 40100”.



Referencia

O AVIÃO DE EDUARDO: Beatificado após a morte, Campos deixou um rastro de destruição com sua aeronave sem dono e sem seguro, numa tragédia que pode tirar das vítimas o direito à indenização


Artífice de uma "nova política", que pediu para que os eleitores "não desistam do Brasil", o ex-governador pernambucano Eduardo Campos foi beatificado após a morte, como costuma acontecer com figuras públicas que partem de forma trágica e inesperada. Foi homenageado nos programas eleitorais do PT, do PSDB e teve sua imagem explorada à exaustão no de Marina Silva. No entanto, Campos se foi, mas deixou uma conta pendente aqui na Terra. Afinal, quem arcará com os prejuízos humanos e materiais deixados pelo jatinho PR-AFA, que desabou sobre imóveis em Santos (SP), ceifando sete vidas?

As investigações iniciais da Polícia Federal revelam uma história escabrosa. Oficialmente, o jato está registrado em nome do grupo Andrade, de Ribeirão Preto, que pertence a um usineiro quebrado, acusado no passado de tentar aplicar golpes na Petrobras. Como a aeronave não poderia ser vendida, porque isso constituiria fraude a credores, foi arrendada a três empresários pernambucanos, amigos de Eduardo Campos, que vinham pagando as parcelas pendentes do leasing. Um é dono de uma factoring, ou seja, pode estar ligado ao financiamento ilegal de campanhas eleitorais. Os outros dois trabalham com importações de pneus chineses. Nenhum dos três pretende assumir a propriedade de um avião que também não tinha seguro.


Como o jato PR-AFA voava de forma ilegal e sem proteção de uma seguradora, isso indica que as famílias de colaboradores próximos a Eduardo Campos, como o jornalista Carlos Percol e o fotógrafo Alexandre Severo, correm o risco de não ser indenizadas. O mesmo vale para os proprietários dos imóveis em Santos, como o dono de uma academia de ginástica, que perdeu R$ 1,5 milhão. Além dos prejuízos em si, o episódio deixa uma pergunta no ar: por que esses três empresários estavam pagando pelo avião de Eduardo? Qual era a origem dos recursos? O que esperavam em troca?

De acordo com a lei eleitoral, nem todas as aeronaves podem ser usadas em campanhas políticas. Apenas aquelas habilitadas a operar como táxi aéreo. Ou seja: mesmo quando pertencem a empresas, como empreiteiras, as aeronaves só podem ser emprestadas a candidatos quando registradas desta forma. E, quando cedidas, compete aos partidos registrar na prestação de contas o montante equivalente às horas de voo doadas. Até agora, o PSB não informou nada à Justiça Eleitoral sobre os voos de Eduardo Campos antes de sua morte com o PR-AFA. E esse é um imbróglio delicado, porque será necessário indicar o dono da aeronave, de quem serão cobradas indenizações e danos materiais.

O caso representa também um problema para Marina Silva, que se coloca como herdeira política do ex-governador pernambucano. Se ela, de fato, pretende honrar o legado de Eduardo Campos, poderia reunir seus financiadores de campanha e tomar, como primeira providência, o pagamento de reparações às vítimas do desastre aéreo em Santos.

 Portal 247


O melhor lugar para sua casa.

Aécio diz que a 'onda Marina' vai passar


OAécio Neves caminha pela Saara no Centro do Rio - Alexandre Cassiano / Agência O Globo

O candidato à presidente da República Aécio Neves (PSDB) disse, na manhã desta segunda-feira, que a candidatura da ex-senadora Marina Silva (PSB) vive uma “onda” que vai passar. O senador disse também estar confiante que vai disputar o segundo turno. Em sua avaliação, o cenário eleitoral tende a ser mais real em 15 ou 20 dias e será demonstrado por futuras pesquisas eleitorais. As declarações foram dadas após Aécio participar de um ato de campanha na Rua da Alfândega, na Saara, polo de comércio popular no Centro do Rio.

— As pesquisas que virão após os debates, em 15 ou 20 dias, darão um quadro mais real. Espero estar no segundo turno. Temos a experiência de quem já fez. Política e eleições funcionam muitas vezes como esse mar maravilhoso que banha o Rio de Janeiro. As ondas vêm. No início do ano ninguém achava que teria segundo turno e a eleição estava ganha pela atual presidente, na avaliação inclusive de especialistas. Depois surgiu o fenômeno de uma candidatura nova do Eduardo (Campos), que seria avassaladora, o que acabou não acontecendo. Depois veio o avanço nosso, se consolidando o lugar no segundo turno. Vem o episódio Marina agora — disse Aécio em entrevista à Rádio Saara.

A declaração do tucano foi uma resposta a uma pergunta do apresentador que pediu que ele avaliasse o fato de pesquisas eleitorais divulgadas após a morte de Eduardo Campos terem apontado que Marina, sua substituta, aparecia tecnicamente emparada com ele. (De O Globo - Luiz Ernesto Magalhães)




Aqui seu corpo sempre está em forma.

Jato que matou Eduardo: Dilma quer Marina explicando


A presidente Dilma Rousseff ampliou a pressão sobre a candidata Marina Silva, do PSB, que prometeu dar uma resposta até amanhã sobre quem era o proprietário do jatinho PR-AFA, usado por ela e Eduardo Campos, e que caiu em Santos (SP), matando o ex-governador pernambucano e outras seis pessoas, no dia 13 de agosto.

"Eu não estou acompanhando isso, porque, você vai me desculpar, mas não é objeto do meu profundo interesse. Agora, acredito que nós, que somos candidatos, inexoravelmente temos de dar explicação de tudo. Candidato a qualquer cargo eletivo, principalmente a presidente da República, está sujeito a ser perguntado sobre qualquer questão e deve responder, se puder, né?", disse a presidente Dilma.

O "se puder" de Dilma não foi dito ao acaso. O motivo é que, ao que tudo indica, o PSB não possui uma explicação plausível para o uso do avião. Ele pertencia a um usineiro do grupo AF Andrade, que, em dificuldades financeiras, repassou a aeronave para amigos de Eduardo Campos. Como esses amigos, não tinham capacidade financeira para comprar uma aeronave de R$ 18,5 milhões, a Polícia Federal investiga se a transação seria paga com caixa dois de campanhas eleitorais. 

Pernambuco: com Marina muda tudo, diz Armando



Para o candidato ao governo de Pernambuco Armando Monteiro Neto (PTB), a presidenciável Marina Silva (PSB) representa uma influência menor do que Eduardo Campos (PSB) poderia ter junto à população pernambucana, mesmo com todo o peso eleitoral que uma tragédia pode trazer. “Marina não é tão próxima dos pernambucanos…. Ela tem as memórias de suas raízes, mas tem muito mais articulação em São Paulo”, afirmou durante entrevista ao programa Em Foco com Aldo Vilela, na Rádio Globo Recife 720 AM. 

O petebista confirmou que o ex-presidente Lula (PT) estará em Pernambuco outras duas vezes até a eleição e ressaltou que haverá mais liberdade para o petista se movimentar, agora, no Estado. “Quando tínhamos Eduardo, algumas coisas inibiam a presença de Lula. A boa relação dos dois…. O fato é que ele poderia ser um aliado em um segundo turno”, explicou o candidato.

Lula em Pernambuco 
‘’Recebi um telefonema do presidente Lula na quinta-feira – diz Armando --demonstrando muito interesse em vir, inclusive dizendo o plano de visita, no interior, com presença no Recife. E veja, fazendo uma avaliação com o novo rumo da sucessão presidencial, as coisas mudaram também para Lula. Não há possibilidade de aliança de Marina com Lula. Há possibilidade dela no segundo turno com Dilma. Quando tínhamos Eduardo, algumas coisas inibiam a presença de Lula aqui. A relação dos dois, o fato de que ele poderia ser um aliado no segundo turno... agora com Marina tudo muda. Por que Lula não viria agora?’’

Do Diario de Pernambuco – Júlia Schiaffarino



Tudo para sua Casa e Construção 081 3746-1412