sexta-feira, 20 de dezembro de 2019


Diogo Moraes realiza discurso de encerramento do ano legislativo na Alepe


No encerramento das atividades legislativas da Alepe, o deputado estadual Diogo Moraes, que presidiu a última sessão plenária de 2019, fez uma breve respectiva do mandato, citando, entre seus projetos, a criação da Frente Parlamentar de Combate à Automutilação e ao Suicídio de Pernambuco. Ao longo de 2019, foram 7 projetos de resoluções sancionados, 14 projetos de Lei ordinários aprovados e mais de 200 indicações ao Poder Executivo e Órgãos estaduais.

Em sua fala, Moraes agradeceu à deputadas e deputados, servidores da Alepe e equipe de gabinete pela parceria ao longo do ano. “A Frente Parlamentar já realizou reuniões e audiência pública neste ano que passou, tendo ainda para os próximos meses uma programação rica, que muito irá contribuir neste trabalho”, ressaltou Diogo.

O deputado destacou alguns projetos em tramitação relacionados à Saúde Mental. “Demos entrada no projeto de lei ordinária 679/2019 que propõe a criação do Dia Estadual de Conscientização sobre os Transtornos Mentais e Incentivos à Saúde Mental no calendário oficial de Pernambuco, a ser celebrado no dia 10 de outubro. Também propusemos o projeto de Lei ordinária 680/2019 para a criação do mês estadual, “Junho Violeta”, dedicado à prevenção ao abandono e promoção da proteção dos idosos. Também tramita na casa o nosso projeto de Lei ordinária 788/2019, que propõe a instituição do Plano Estadual de Combate ao Suicídio”, evidenciou.

Diogo destacou ainda homenagens de sua autoria que foram aprovadas na Alepe: a exemplo do projeto de resolução 294/2019, que confere ao município de Taquaritinga do Norte o título honorífico de Capital do Café. “Também é de nossa autoria um reconhecimento às Costureiras de Pernambuco, com a criação do Dia Estadual das Costureiras, Costureiros e Alfaiates de Pernambuco. Como representante do Polo de Confecções do Agreste, ter proposto esse reconhecimento é motivo de muita alegria e satisfação”, comemorou.

Encerrando seu pronunciamento, o deputado fez seus votos de boas festas a todos. “Sem dúvidas 2019 foi um ano de muito trabalho, de conquistas e desafios. Que este novo ano chegue primeiramente com muita saúde e coragem, pois assim já temos o suficiente para conseguirmos todo o resto. Que o novo ano nos traga bons debates e as melhores soluções para ajudar a melhorar a vida dos pernambucanos”, finalizou Moraes.


Informações da assessoria.

A Lanchonete o Hamburgão estará sob nova direção a partir do dia 1 de janeiro de 2020


A Lanchonete o Hamburgão estará sob  nova direção a partir do dia 1 de janeiro de 2020 e irá se chamar Hamburgão Oficina do Lanche.

Agora a nova direção vem com o intuito de levar o melhor para a clientela da Lanchonete Haburgão, com um atendimento diferenciado, onde irá trabalhar com atendimento a domicílio ou seja, o Disco Lanche (81)98217-5472.

A lanchonete terá muitas novidades, que irá fazer com que os clientes se sinta bem e a vontade de saborear os deliciosos lanches da Lanchonete Hamburgão Oficina do Lanche.

A Lanchonete Hamburgão Oficina do Lanche fica situada na Av. José Lopes de Siqueira.

Prefeito de cidade pernambucana tem mandato suspenso após operação policial


A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta sexta-feira (20), a Operação “Dragão do Mar” em Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife (RMR), que tem como objetivo combater uma organização criminosa responsável por falsidade ideológica, peculato, frustração de direito assegurado por Lei Trabalhista, licitação fora das condições legais, organização criminosa em concurso de agentes, além de crime de responsabilidade. A ação cumpre cinco mandados de suspensão do exercício do cargo eletivo e 21 mandados de busca e apreensão domiciliar.

Entre os alvos da operação, estão o prefeito da cidade, conhecido como Zé de Irmã Teca (PSD), a vice-prefeita, Elionilda José de Santana (PP), e o presidente da Câmara de Vereadores, conhecido como "GG de Zé Antônio" (PSDB). O primeiro secretário da Câmara, Nivaldo Vicente da Silva (PMN), e um vereador também estão entre os alvos.

De acordo com Jean Rockfeller, membros da atual gestão municipal são suspeitos de usar verba destinada à assistência social da cidade para destinar a aliados. "Pessoas da gestão pegavam dinheiro que deveria ir para assistência social e desviava para cabo eleitorais para que esses exercem a função de responsáveis pela limpeza urbana, que não tem licitação na cidade", disse.

O segundo secretário da Câmara, Alexandre Leonardo do Nascimento, conhecido como Léo do Cartório (PSDB), vai assumir a Prefeitura após o afastamento dos políticos dos seus respectivos cargos. Além da suspensão dos mandatos eletivos, o secretário de Finanças de Itapissuma também foi afastado na operação.

Ainda segundo Rockfeller, a Polícia Civil chegou a pedir a prisão dos suspeitos, mas o pedido foi negado pela Justiça. "Solicitamos a prisão de todos os alvos da operação, mas o Poder Judiciário entendeu que ainda não era preciso prender os suspeitos", concluiu.

Ouça o flash de Lilian Fonseca:



Informações Rádio Jornal Notícias