segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Estamos com as matriculas abertas

O ensino é a formula mais perfeita!!!

A Escola de Educação Básica 13 de Maio, vem a todos desejar um Feliz 2017, que este ano todos possam conquistar aquilo que não pôde ser realizado neste ano que passou. Esperamos está todos juntos mais uma vez, contamos com a sua presença, para fazermos um ano de muito aprendizado e sabedoria.

Segurança Pública Vs. Segurança Privada




Com frequência ouvimos a máxima fantasiosa aparentemente criada durante o processo que levou a promulgação da Constituição Federal de 1988: “...dever do Estado, direito de todos...”, e não é por acaso que as principais propostas oferecidas em campanhas políticas sejam com respeito a “segurança pública”, é uma excelente moeda de troca, uma transação na qual aparentemente todos saem ganhando. O pretenso político, um mandato de 4 anos (8 no caso do senador) e você e eu, segurança para nossa família, empresa, propriedades, bens em geral e para nossa comunidade como um todo. Bem, isso parece ser maravilhoso, é uma troca justa. Nossa Constituição garante que: 

Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos: 

I - polícia federal; 

II - polícia rodoviária federal; 

III - polícia ferroviária federal; 



IV - polícias civis; 

V - polícias militares e corpos de bombeiros militares. 

Teoricamente nós temos seis instituições independentes que existem unicamente para preservar nossa segurança e de nosso patrimônio, contudo na prática do dia-a-dia vivemos um tamanho caos que o parece-nos que nenhuma dessas instituições existe realmente, afinal temos nossos bens espoliados, nossas vidas feridas e em muitos casos tiradas. Nossos empreendimentos são invadidos em plena a luz do dia e nossas mercadorias, produções manuais e/ou artesanais são levadas, e nossos lucros são revertidos para indivíduos que não trabalharam, tão pouco exerceram qualquer esforço para conquista-los como o fizemos. De tudo que produzimos enquanto cidadãos, temos cerca de 50% retirados por imposição dos governos que, nós mesmos elegemos, e eles fazem isso com base na mesma Constituição que “nos garante segurança”, e não só isso, mas também saúde, educação e até mesmo FELICIDADE (acredite se quiser, o governo quer te ver feliz). De acordo com a já citada Constituição, tudo o que é arrecadado através dos impostos que nos são tirados a força, serviriam para garantir todas essas benesses que eles chamam de “direito de todos”, mas novamente não é o que presenciamos em nosso dia-a-dia. Mas vamos nos focar na Segurança. 


Todos os órgãos que foram instituídos para garantir nossa segurança são abastecidos com recursos públicos, e o recrutamento de agentes aplicadores da Lei é feito por meio de uma prova escrita de conteúdo universal, o que inclui algumas questões relacionadas à segurança (sic). Os aprovados nessas provas passam pelo penoso processo de espera da boa vontade dos governantes que aguardam ansiosamente para utilizar nosso precioso dinheiro para financiar a nossa própria segurança. Depois de alguns meses - ou anos na maioria dos casos – os candidatos passam para a próxima fase, que inclui provas físicas para comprovar sua aptidão para o emprego. Ao fim desse processo os governantes dão posse aos homens e mulheres que resistiram a essa quase interminável espera. Levando em consideração a quantidade de tempo que se leva até termos novos agentes nas ruas ou em outras funções – o que é impraticável, na verdade o que temos é um aumente da confiança daqueles que vivem para expropriar os bens alheios, pois sabem que não serão pegos, tão pouco punidos, graças a nossos lentos tribunais e aos órgãos de defesa dos “direitos humanos” que estacionam processos por anos. 

Diante de nossa triste situação, o povo tem assumido sua parte no que diz respeito ao cumprimento da Constituição, pagamos os impostos e acabamos por nos responsabilizar por nossa própria segurança e de nossos entes queridos. Só em 2015 o setor de Segurança Privada movimentou em torno de R$ 20 bilhões, mas estudos já preveem um crescimento de 16% desse mercado entre 2017 e 2019, e essa conta não inclui as empresas chamadas de ilegais e outras iniciativas comunitárias. A Segurança Privada representa hoje o quarto maior setor empregador do pais, apesar da crise econômica em que o Brasil se encontra. De acordo com a DCI São Paulo, atualmente existem mais de 2 mil empresas de Segurança Privada no Brasil, e esse número não inclui as empresas não regulamentadas e outras iniciativas comunitárias. A evolução do setor é um dos reflexos da carência de investimentos públicos. Só para se ter uma ideia, os números indicam que mais de 80% dos serviços de monitoramento são privados, para 1 policial mantido pelo governo, existem 3 seguranças privados (regulamentados ou não) e em relação aos serviços de segurança não regulamentados ou de iniciativa comunitária, existem 2 trabalhadores para apenas 1 policial estatal. Os serviços de investigação privada junto aos serviços de segurança – ação direta em campo – representam mais da metade de crimes resolvidos, o que normalmente não acontece com os serviços públicos, a imensa maioria dos prováveis crimes violentos que são evitados, assim são em função do trabalho de agentes de segurança privada. 


Com baixos investimentos, corrupção administrativa, má aplicação das verbas – que já são poucas – e garantias mínimas para os agentes aplicadores da Lei, cada vez mais empresários, pequenos empreendedores, comunidades e até indivíduos que só estão preocupados com suas famílias e patrimônio tem recorrido aos serviços de Segurança Privada por não mais acreditar que o governo cumprirá o que está escrito na Constituição Federal de 1988. Chegamos à conclusão de que nossa única alternativa é assumir o controle de nossas vidas, negócios e bens e zelar por eles por meio de nossos recursos, e simultaneamente lutar para que o Governo tire menos dinheiro de nossos bolsos, pois eles já nos provaram que são péssimos administradores do dinheiro alheio. Ninguém melhor do que nós mesmos para decidirmos o quanto e onde devemos investir para preservar nossa paz. Assumamos nossa responsabilidade! 

Por: Sérgio Rodrigues (@isergioro) 

Fontes: Constituição Federal / Senado Federal / DCI São Paulo / Gestão de Segurança Privada

Maviael será o líder da bancada da oposição



Os vereadores do grupo de oposição eleitos em Jataúba em outubro de 2016 tomaram posse na noite deste 1º de janeiro, em cerimônia realizada na câmara municipal. Foram empossados os vereadores eleitos pela oposição, Luzimario, Fernando Firoca, Maviael, Naldo de Bileu e Zuza do Jacu. 

Antes da cerimônia, os cinco vereadores se reuniram e decidiram quem seria os candidatos a mesa diretora da casa, que foi composta por Luzimario presidente Zuza 1° secretario e Maviael 2° secretario, também foi decidido nesta reunião quem seria o líder da bancada, que estará no comando de Maviael. 

Nossa equipe falou com os cinco vereadores. 


Zuza: “Quero desejar um feliz ano novo a todos os Jataubense, e dizer que estou aqui mais uma vez, e serei o mesmo Zuza, que até dois mil e vinte eu estarei defendendo o direito do povo, que este é meu dever, por isso eu nunca faltei uma reunião, sempre lutei e nunca fugi de nada durante meu mandato, agora nossa oposição está mais fortalecida temos cinco guerreiro em nossa bancada, e com certeza as cobranças e as fiscalizações serão mais intensas”. 


Firoca: “Desde já quero desejar um feliz ano novo a todos os Jataubense e a todos que fazem o blog Jataúba News, graças a Deus o povo me deu mais esta oportunidade de passar mais quatro anos representando eles, e com certeza eu irei retribuir da melhor maneira possível, sei que é um trabalho difícil, mais nunca irei desistir, pois sei que sou representante do povo, por isso fui eleito mais uma vez”.


Naldo de Bileu: “Antes de tudo quero desejar a todos os Jataubense um 2017 de muita paz e luta, e quero que todos saibam que fui eleito pelo o povo, e com certeza irei representa-los com muito orgulho, estarei sempre fiscalizando e cobrando melhorias para nosso povo tão sofrido de minha Jataúba”. 


Luzimario: “Desejo a toda população de Jataúba um feliz ano novo, e agradeço muito a Deus por este terceiro mandato de vereador e ao povo de Jataúba que depositaram esta confiança em minha pessoa e a todos meus familiares que lutaram comigo, estamos ai no começo de um mandato, e irei fazer o que posso, pois sempre fui uma pessoa que sempre trabalhei para benefício de nossa população”. 


Maviael: “Quero também desejar um feliz 2017 a todos os Jataubense que seja de muita paz e realizações, eu acredito que vamos esperar de tudo, mas hoje temos uma equipe que Jataúba nunca viu que são estes cinco vereadores que com certeza irão fiscalizar muito bem o dinheiro publico, somos uma oposição que iremos fiscalizar com intensidade. Hoje temos uma bancada que só tem um vereador a menos que a situação, isso mostra que a oposição cresceu e irá crescer mais ainda daqui pra frente, e este meu mandato será um mandato de justiça, justiça para o povo de Jataúba”. 


Collar Blog Jataúba News

Pela terceira vez Paulo Floriano irá presidir a casa Inácio Viterbo de Araújo


Na noite deste domingo (01) foi realizado a cerimonia de posse dos vereadores e prefeito de Jataúba, com a casa lotada o vereador reeleito Jackson Bruno (Galego) fez um feito inédito empossando seu próprio pai, que por sua vez também fez um feito inédito sendo empossado pela 5° vez. 


Já com relação a câmara de vereadores, tivemos uma eleição duríssima, entre Paulo Floriano e Luzimario, com um placar de 6x5, Paulo Floriano conseguiu se eleger presidente da câmara para o próximo biênio. 


A mesa diretora ficou composta pelos seguintes vereadores, Paulo Floriano presidente, Antônio Biloza 1° secretario e Zito Lopes 2° secretario.


Paulo será presidente da câmara pela terceira vez, assim confirmando o que o blog Jataúba News tinha falado há uma semana. 



Collar Blog Jataúba News

O mais novo parceiro do Blog!


ESCOLA INTERDIMENSIONAL 2017 ! O novo ano chegou, trazendo um novo jeito de fazer educação.


A Escola Interdimensional de Educação Infantil e Ensino Fundamental, atenderá a crianças a partir de 03 (três) anos na Educação Infantil e de 06 (seis) no Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano, neste ano de 2017 e expandindo o atendimento do 6º ao 9º no ano de 2018.


Vem alicerçada em princípios e valores essenciais à formação humana e cidadã, sua edificação deu-se a partir do desejo de construir dentro do cenário educacional uma escola que apresente uma proposta educativa interdimensional, onde o educando é compreendido em sua inteireza nas dimensões da corporeidade, espiritualidade, racionalidade e afetividade, e isso lhe confere benesses, dentro de um mundo globalizado, tecnológico e competitivo, primando pelo respeito as diferenças, ao meio ambiente, e promovendo uma educação inclusiva e promotora de paz.


Tendo como objetivo geral desenvolver uma educação comprometida com a qualidade do processo ensino aprendizagem, primando pela construção do conhecimento e aptidões que favoreçam a promoção de valores humanos, sociais e culturais, pautados no respeito, justiça e solidariedade, essenciais para a construção da identidade dos educandos.


Com o desejo de oferecer uma educação de qualidade, desenvolvendo a função social da escola, realizaremos uma gestão democratica e participativa. Partindo do verdadeiro desejo de crescer, incorporados pela equipe gestora, junto ao comprometimento do corpo

docente, funcionários de diferentes funções, educandos, pais e responsáveis, será de fato a força propulsora, apresentando a toda comunidade uma escola que busca a valorização humana, no trato e respeito às diferenças e na vivência do sentimento de pertença.



Da Assessoria

Mostrou força e elegeu Eraldo presidente da Câmara


TAQUARITINGA DO NORTE- Um radialista foi o principal responsável por eleger um presidente de Câmara no Polo de Confecções.

Alberes Xavier (No centro da foto) fez a articulação e sacudiu os bastidores da política norte-taquaritinguense, com uma campanha aberta em favor do vereador Eraldo de Pedra Preta, contrariando as previsões.

Eraldo de Pedra Preta acabou sendo eleito presidente da Câmara com o seu próprio voto, o do colega Jurandir Tavares e dos quatro vereadores da oposição. 


Eraldo de Pedra Preta, na foto ladeado pelo companheiro Jurandir Tavares e os vereadores oposicionistas, exibe o “V” da vitória.

Diante da eminente eleição de Eraldo presidente, cinco vereadores da bancada de situação e que apoiavam Geovane, se retiraram da sessão, revoltosos.

Blog Sulanca News

Zé Minhoca é eleito presidente da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe


Os vereadores da Casa José Vieira de Araújo, já na tarde desta segunda-feira (01), após tomarem posse de seus mandatos para a Legislatura que vai de 2017 a 2020, votaram para decidir os nomes que formarão a Mesa Diretora no primeiro biênio (2017/2018).

Após empossados o prefeito Edson Vieira (PSDB), o vice-prefeito Dida de Nan (PSB) e os 17 parlamentares da Casa, o presidente da sessão, Nailson Ramos (PMDB), estabeleceu 30 minutos para a formação e apresentação das possíveis chapas com interesse de disputar a Mesa Diretora do Legislativo Municipal.


Passado o tempo necessário, apenas uma chapa se apresentou a Mesa, tratando-se da chapa do grupo situacionista, formada pelos vereadores Zé Minhoca (PSDB), como candidato a presidente, Ronaldo Pacas (PR), como candidato a primeiro-secretário, e Klemerson Pipoca (PSDB), como candidato a segundo-secretário.


Como já era esperado, dada a conjuntura política que garante ao grupo situacionista na cidade uma maioria de votos, com 10 dos 17 parlamentares da Casa, a chapa única e governista saiu vitoriosa. Entretanto, a chapa obteve êxito com um confortável placar de 15 votos favoráveis e 2 contrários, já que contaram com mais 5 votos de vereadores oposicionistas, foram eles: Ernesto Maia (PT), Capilé da Palestina (PTN), Helinho Aragão (PTB), Augusto Maia (PTN) e Marlos da Cohab (PTN).

Desde o dia 22 de dezembro o grupo boca-preta havia anunciado os candidatos para a Mesa Diretora neste biênio, onde definiram também, na oportunidade, os nomes que assumiram hoje as lideranças da bancada e do governo, que são o vereador Toinho do Pará (PSB) e a vereadora Jessyca Cavalcanti (PTC), respetivamente.

Polêmica


Após assumir de forma efetiva a Mesa Direto da Câmara, o vereador Zé Minhoca, já como presidente da sessão, preparava-se para fazer uso da Tribuna pela primeira vez como presidente e agradecer pela vitória conquistada, quando viu o vereador e líder da bancada de oposição Ernesto Maia anunciar a saída de sua bancada da cerimônia, o que foi observado como um ato de desrespeito as autoridades e público presente. 


Porém, os vereadores Helinho Aragão, Augusto Maia e Capilé da Palestina não seguiram a orientação do líder e permaneceram no local para acompanharem a fala do novo presidente, que agradeceu aos pares pela vitória e repudiou a atitude tomada pelos vereadores oposicionistas.

Presidente 


Ao discursar, o novo presidente falou sobre o compromisso dos vereadores situacionistas de manter as parcerias firmadas com o executivo. “Os nossos vereadores vão manter a mesma parceria que foi feita a quatro anos atrás, para que a gente possa fazer as transformações que a cidade precisa e que o povo tanto espera. Esse compromisso, não é só do vereador Zé Minhoca, é um compromisso da nossa bancada em quem eu confio plenamente. Você terá em nós esse parceiro”, disse.

Blog Direto ao Ponto

Vereador eleito morre durante cerimônia de posse em Ipubi, PE


Vereador em Pé no centro durante a cerimônia
O vereador eleito Paulo José Sarmento (PSB), de 42 anos, morreu após sofrer um infarto durante a cerimônia de posse, realizada neste domingo (1º), em Ipubi, no Sertão de Pernambuco. Paulo chegou a ser socorrido e levado para dois hospitais, mas não resitiu. De acordo com o assessor de comunicação da Prefeitura de Ipubi Alisson Alencar, a cerimônia de posse começou às 16h, na Câmara de Vereadores da cidade.

“Estava muito quente no momento. Durante boa parte da cerimônia o vereador estava se abanando, demonstrando que estava com calor. Foi o único sinal que ele deu”, contou.
Por volta das 18h30, os vereadores e o prefeito eleito, Chico Siqueira, seguiram para a prefeitura para entrega das chaves. “Nesse momento ele já estava em cima do palanque e quando ia começar o discurso ele desmaiou. O evento foi cancelado e Imediatamente levamos ele para o hospital”, disse o assessor.


Paulo foi socorrido para o Hospital Marcelino Mudo, em Ipubi, onde sofreu um outro infarto, de acordo com os médicos. O vereador chegou a ser encaminhado para o Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri, mas não resistiu.

“A cidade inteira está de luto. Ele era uma pessoa muito querida, extrovertida. Era um momento de festa e que terminou dessa forma”, lamentou Alisson.


Velório e sepultamento
O velório está sendo realizado na Escola Joaquim Eugênio, em Ipubi. Às 15h o corpo segue para a Câmara de Vereadores, onde será realizada uma breve cerimônia. O Sepultamento está marcado para às 17h no cemitério Parque das Flores.

Paulo José Sarmento era casado e deixa três filhos. Esse era o terceiro mandato do vereador, que foi reeleito nas eleições municipais de 2016. Quem assume a vaga na Câmara de Vereadores é Osmar Gomes Ferreira.

G1 PE