segunda-feira, 29 de julho de 2013

Até 2014, Brasil terá 60 mil escolas públicas integrais


Agência Brasil (Brasília) – Mais de 49,3 mil escolas públicas em todo o país têm atividades em período integral. A expectativa é que até o ano que vem sejam 60 mil. No turno complementar, além de acompanhamento pedagógico obrigatório com aulas de reforço escolar em matemática, português, ciências e uma língua estrangeira, os alunos podem praticar esportes e participar de atividades culturais, que ajudam a melhorar a disciplina e a concentração.

“Nossa prioridade tem sido as escolas onde estão as crianças mais pobres, que são aquelas que recebem o Bolsa Família”, disse hoje (29) Dilma Rousseff, durante o programa Café com a Presidenta.

Segundo ela, a educação em dois turnos é importante para o aluno, para a família do aluno e para todo o país, pois o modelo ajuda no aprendizado de crianças e adolescentes. “Nenhum país do mundo chegou a se transformar em uma nação desenvolvida sem que as crianças tenham dois turnos na escola, nos colégios”, ressaltou.

Estudantes de 19,7 mil escolas rurais também participam do programa de ensino em dois turnos. Nessas escolas, além das atividades oferecidas nas demais escolas, os alunos ainda têm aulas ligadas à realidade do campo e da agricultura.

Só este ano, o governo federal já investiu R$ 1,8 bilhão no programa de educação integral. A maior parte dos recursos é repassada diretamente para a escola contratar monitores e professores, comprar material e preparar os espaços para receber as crianças nas atividades do chamado contraturno. O Ministério da Educação também repassa às prefeituras recursos para garantir alimentação de quem fica o dia todo na escola.

    PPS emite nota sobre fim da fusão com PMN




    Legenda lamenta final da parceria (Foto: Reprodução/Internet)

    Após o PMN desistir oficialmente de esperar pelo PPS para a realização de uma fusão entre os dois partidos, os pós comunistas emitiram uma nota pública lamentando a decisão da sigla-irmã. No texto, assinado pelo deputado federal Roberto Freire, no entanto, o PPS insisti que a Mobilização Democrática (MD) será um movimento que permanecerá na pauta da agremiação, com o objetivo de “resgatar” uma esquerda diferente da encabeçada pelo PT nos últimos anos.

    Segue, abaixo, a íntegra da nota do PPS:

    Rumo ao XVIII Congresso Nacional do PPS

    Nós, do Partido Popular Socialista (PPS), lamentamos a decisão tomada pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), anunciada no último domingo (28) em uma convenção nacional extraordinária, de não dar continuidade ao processo de fusão entre os dois partidos que daria origem a uma nova agremiação partidária, a Mobilização Democrática (MD).

    Respeitamos a decisão soberana do PMN, mas reiteramos que a fusão entre os dois partidos, aprovada em Congresso Extraordinário do PPS realizado em abril deste ano, representaria, em nosso entendimento, o surgimento de uma nova formação política que possibilitaria um maior protagonismo da oposição ao atual governo e revigoraria a própria democracia brasileira.

    A mobilização democrática do PPS não cessará e, ao contrário, se intensificará. O PPS segue seu caminho e permanece firme na luta por uma esquerda democrática forte e por uma oposição firme ao governo Lula-Dilma.

    A Executiva Nacional do PPS, com base na Resolução Orgânica nº 002/2013, já havia dado início aos preparativos para os Congressos Municipais, Estaduais e Nacional do partido, originalmente programados para este ano de 2013. Desta forma, convocamos todos os nossos militantes a participarem dessa jornada em todo o país.

    O PPS não abrirá mão de seu histórico compromisso com uma sociedade mais justa e igualitária e continuará somando esforços no sentido de construir uma real alternativa ao projeto de poder instalado no governo federal há uma década.

    Vamos à luta, sempre norteados por valores que fazem do PPS um digno representante da esquerda democrática brasileira.

    Rumo ao XVIII Congresso Nacional do PPS 2013!

    Roberto Freire
    Presidente Nacional do PPS

      Cédulas de R$ 2 e de R$ 5 terão camada contra sujeira

      Agência Brasil (Brasília) – As novas cédulas de R$ 2 e de R$ 5, que entraram em circulação hoje (29), terão uma camada protetora contra sujeira, disse o diretor de Administração do Banco Central (BC), Altamir Lopes. No solenidade de lançamento das cédulas, ele explicou que a proteção tem como objetivo impedir o desgaste rápido das cédulas, que são as mais manuseadas, por serem de baixo valor.

      As cédulas de R$ 2 e de R$ 5 concluem o lançamento da nova família de notas do real. De acordo com Lopes, a substituição das cédulas antigas está mais adiantada nas notas de maior valor, cujas novas versões saíram há três anos. Segundo o diretor do BC, 71,3% das cédulas de R$ 100 e 63,8% das de R$ 50 foram trocadas. Quanto às notas de R$ 20 e de R$ 10, já foram substituídas 31,3% e 36,9%, respectivamente.

      As novas cédulas trazem elementos adicionais de segurança, como número escondido, marca-d’água e alto-relevo, já presentes nas de R$ 50 e R$ 100 e de R$ 10 e R$ 20, lançadas respectivamente em 2010 e 2012.

      O número escondido – numeral com o valor da nota – fica visível quando a cédula é colocada na posição horizontal, na altura dos olhos, em local com bastante luz. A marca-d’água revela o valor da nota e a imagem do respectivo animal: a tartaruga marinha, na nota de R$ 2, e a garça, na de R$ 5. O alto-relevo pode ser sentido pelo tato em diversas áreas da parte da frente das cédulas.

      As novas notas encerram o ciclo de substituições iniciado pela autoridade monetária em 2010. Naquele ano, foram divulgadas imagens dos seis novos modelos. As cédulas da segunda família do real trazem o valor da nota no canto superior direito.

      O Banco Central esclarece ainda que as notas antigas não perderão valor. Elas serão substituídas gradualmente no dia a dia, conforme forem tiradas de circulação por causa do desgaste natural.

      Ala do DEM prefere candidatura de Campos a de Aécio



      Governador e o senador mineiro vão brigar por apoio do DEM em 2014 (Foto: Reprodução)

      A eleição presidencial só vai acontecer em 2014. Mas, nos bastidores a situação a cada dia esquenta mais. De acordo com a coluna de Felipe Patury, da Revista Época, o governador Eduardo Campos (PSB) e provável candidato à Presidência da República pode ganhar o apoio do DEM.

      De acordo com a nota, a bancada ruralista da Câmara do DEM começa a abandonar o tucano Aécio Neves, para aderir à candidatura do socialista Eduardo Campos. Na semana passada, o líder do DEM, deputado Ronaldo Caiado, já teria fechado um acordo com o empresário goiano Vanderlan Cardoso, do PSB. Um disputará o governo de Goiás e o outro concorrerá ao Senado. As pesquisas locais definirão quem concorre a quê .

      Em Pernambuco, um democrata confirmou, em reserva, que realmente existe uma corrente no partido favorável ao apoio a Eduardo Campos, além do grupo que defende adesão a Aécio Neves. “Não há uma diferença significativa entre as correntes. Existe um certo equilíbrio”, comentou o parlamentar.

      O apoio ao PSB no plano nacional não significaria, necessariamente, a união entre os dois partidos no âmbito estadual. “Vai depender da conjuntura local. O cenário em Pernambuco ainda está muito aberto, por isso, é preciso aguardar”, avisou.

      Antes de o DEM definir de que lado estará – o que só deve acontecer no início de 2014 -, Eduardo Campos e o PSB deverão bater o martelo e oficializarem a candidatura própria. “O DEM não vai colocar a carroça na frente dos bois. Primeiro Eduardo precisa definir a candidatura”, finalizou o democrata.

        Morre frei Fernando Rossi que trabalhou com frei Damião



        O Frei Fernando Rossi, fiel escudeiro de Frei Damião por mais de 50 anos, faleceu na tarde deste domingo (28), na cidade de Palmeira dos Índios, em Alagoas, aos 94 anos. Frei Fernando sofria de problemas cardíacos, já tendo passado por cirurgia, e estava internado desde quarta-feira no Hospital Regional Santa Rita.
        No sábado, seu quadro piorou e ele foi transferido para a UTI. O sepultamento será realizado na comunidade de Vila São Francisco, no município Alagoano de Quebrangulo. A data e a hora ainda não haviam sido definidos, até a noite de ontem.

        Nascido na Itália no ano de 1918, Frei Fernando veio para o Brasil em 1946 e, na década de 50, começou a trabalhar com Frei Damião. Logo tornou-se seu secretário, organizando sua agenda e seus compromissos durante as peregrinações pelo Nordeste. Só foi morar em Alagoas após a morte de Frei Damião, em 1997.

        “Ele sempre foi muito dedicado a Frei Damião, muito do sucesso das missões de Frei Damião se deve ao trabalho e ao companheirismo de Frei Fernando. Muitos frades não estavam dispostos a seguir o ritmo de acordar cedo e dormir tarde”, disse o vice-postulador da causa de Frei Damião, Frei Jociel Gomes.

        Para o Frei Francisco Barreto, provincial dos capuchinhos do Nordeste, sua grande mensagem foi do companheirismo de dedicação. “Ele nunca teve tempo de ser vigário ou assumir outra missão devido ao trabalho com Frei Damião”, declarou.

        Deputados pernambucanos viajam ao exterior (por interesse próprio) mas recebem seus salários normalmente.


        NO EXTERIOR, MAS SEM REPRESENTAR A ALEPE.

        FOTO: DIVULGAÇÃO
        Ayrton Maciel, do Jornal do Commercio


        Expressão que deveria ser utilizada como uma honraria para o Legislativo e para aquele autorizado a representar a Casa, os deputados estaduais de Pernambuco têm utilizado o argumento da “missão cultural” para viagens ao exterior, a grande maioria dos favorecidos sem sequer justificar as agendas a cumprir. Somente no primeiro semestre deste ano, foram 17 licenças neste caráter para viagens ao exterior. Em cinco meses, a mesa diretora autorizou 986 missões autorizadas. Dos 49 deputados, 14 saíram em “missão cultural” a países na Europa, Américas e Oriente Médio. Três dos 14 saíram em “missão cultural” duas vezes e apenas três revelaram o que iam fazer, como curso de formação e integrante de comitiva. Só um declarou que iria na condição de coordenador-geral da Frente Parlamentar do Comércio Varejista, licença que durou 26 dias na Itália.

        As licenças para missões culturais são normalmente aprovadas pelo plenário com a expressão “sem ônus para este Poder”, numa referência ao não dispêndio de diárias pelo Legislativo para as despesas de hospedagens e alimentação dos parlamentares, uma vez que não estão representando o Poder. A definição de licença em caráter cultural esconde, porém, na prática, que as viagens são de interesse pessoal. Na relação dos contemplados com a licença para “missão cultural”, que significa abonar as ausências nas sessões plenárias, evitando o corte do ponto e o desconto no salário, há deputados de quase todos os partidos. As viagens acontecem, todavia, em plena atividade das comissões e das sessões plenárias, quando ocorrem a tramitação e votação dos projetos e emendas constitucionais que regulam e afetam a vida dos pernambucanos.

        Ao longo de 2012 foram concedidas 25 licenças em caráter cultural para viagens ao exterior. Nos primeiros seis meses deste ano, foram 17. Caso se repita a quantidade neste segundo semestre, no final do ano vai se configurar um aumento de quase 50%, em comparação com o ano passado. Os campeões de 2013, até agora, são os deputados Tony Gel (DEM), Leonardo Dias (PSB) e José Humberto Cavalcanti (PTB), cada um com duas “missões”. Em 2012, o campeão foi o petebista, com três viagens para fora do País. Foi seguido por Vinícius Labanca (PSB), André Campos (PT), Izaías Régis (PTB), Carlos Santana (PSDB) e Leonardo Dias (PSB), cada qual com duas “missões”.

        Nas 17 viagens do primeiro semestre deste ano, apenas o líder da oposição, Daniel Coelho (PSDB), mais os parlamentares Tony Gel (DEM) e Betinho Gomes (PSDB) revelaram o que iam fazer. As resoluções da Assembleia não informam se foram sem ônus para a Casa, nem dizem em quais instituições ocorreram. Daniel passou 19 dias nos Estados Unidos, participando do curso “Líderes em Políticas Municipal e Estadual”, o também tucano Betinho passou sete dias em “Missão Técnica de Estudos ao Reino Unido”, em Londres e Edimburgo, e o democrata Tony Gel cumpriu duas “missões”, uma de 15 dias a Alemanha e outra de 26 dias à Itália, como coordenador da Frente Parlamentar do Comércio Varejista de Pernambuco

        Mensagem do Papa Francisco para a presidenta Dilma Rousseff

        Presidenta Dilma Rousseff cumprimenta o Papa Francisco, durante Santa Missa pela 28ª Jornada Mundial da Juventude. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

        Ao deixar o Brasil na noite deste domingo (28), o Papa Francisco enviou mensagem para a presidenta Dilma Rousseff em que expressa gratidão pelo “acolhimento generoso” que recebeu durante a realização da Jornada Mundial da Juventude. A mensagem foi lida pelo comandante do avião papal para o Cindacta 2, em Curitiba, ao deixar o espaço aéreo brasileiro. Leia abaixo a íntegra da mensagem:

        “Excelentíssima Senhora Dilma Rousseff, Presidenta da República Federativa do Brasil, ao deixar o espaço brasileiro, renovo a minha sincera gratidão pelo acolhimento generoso que me reservou e pela solicitude do Governo em assegurar uma tranquila realização dessa minha primeira visita ao Brasil. Faço votos de que a Jornada Mundial da Juventude possa reavivar os valores cristãos no coração dos jovens, contribuindo na construção de uma nação mais justa e fraterna e invocando a materna proteção de Nossa Senhora Aparecida, em cujo os pés depositei a vida de cada brasileiro. Envio uma propiciadora benção apostólica.

        Francisco, o Papa.”

        Papa puxa a orelha de cardeais da América Latina



        No discurso para bispos do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam), no Centro de Estudos do Sumaré, o Papa Francisco criticou o que chamou de 'ideologização' da mensagem evangélica. Isto é, interpretações do Evangelho que podem ir de um extremo ideológico a outro. Isso, que ele chamou de 'Igreja tentada' (Igreja da tentação), foi visto por alguns como uma referência velada aos movimentos controversos da Igreja, como o Opus Dei, de extrema-direita, ou a Teologia da Libertação, de extrema-esquerda.

        O Papa também falou que a posição do missionário não deve ser de centro, mas sim de periferias e que os bispos, portanto, deve ser pastores, 'próximos das pessoas, pais e irmãos, com grande mansidão: pacientes e misecordiosos'.

        O Papa listou propostas ideológicas que 'aparecem' na América Latina e no Caribe. A primeira da lista foi:

        - O reducionismo socializante, que é a ideologização mais fácil de descobrir. Em alguns momentos, foi muito forte. Trata-se de uma pretensão interpretativa com base em uma hermenêutica de acordo com as ciências sociais. Engloba os campos mais variados, desde o liberalismo de mercado até a categorização marxista - disse o Papa.

        Outra tentação, disse, é a 'ideologização psicológica', que, segundo ele, é frequente em cursos de espiritualidade, retiros espirituais e outros do gênero. Ou seja, uma interpretação 'elitista, que, em última análise, reduz o encontro com Jesus Cristo e seu sucessivo desenvolvimento a uma dinâmica de autoconhecimento'. Tem ainda, continua o Papa, a 'proposta gnóstica'. Isto é:

        - Grupos de elites com uma proposta de espiritualidade superior, bastante descarnada. (Informações de O GLOBO - Deborah Berlinck)

        Leia aí: Papa critica 'ideologização' da mensagem do Evangelho em discurso para bispos e leia a matéria na íntegra

        A caminho de 2014: Eduardo percorre o Sertão



         

        O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), começou ontem, na Missa do Vaqueiro, em Serrita, uma intensa agenda no Sertão do Estado. Hoje, segue para Petrolina, onde tem vários compromissos. Ele visita as obras de ampliação do sistema de abastecimento de água do município, a estação de tratamento e o centro de preservação. Também inaugura a rede de distribuição do sistema adutor e duas UPAs. À noite, o governador segue para Araripina, onde participa das inaugurações da Escola Técnica e da via perimetral.

        Amanhã, ainda em Araripina, inaugura a pavimentação do acesso ao distrito de Rancharia. Também visita Trindade, Ouricuri e Granito. Na quarta-feira, estará em Bodocó, onde cumpre agenda no Parque de Exposições e no Complexo Agroindustrial do Queijo.

        (Informações doDiario de Pernambuco)
        escrito por magno martins 

        PDT aposta em Cristovam para vice de Eduardo Campos


         

        Apesar de o governador Eduardo Campos (PSB-PE) ter sondado Osmar Dias (PDT-PR) para ser seu vice em 2014, o PDT aposta mais no nome do senador Cristovam Buarque (DF), caso o partido realmente decida apoiar o socialista na disputa para presidente da República. O desembarque da aliança com a presidente Dilma (PT) será discutido durante congresso do PDT marcado para os dias 23 e 24 de agosto.

        O PDT avalia que, além de ser nacionalmente conhecido, Cristovam goza de posição mais confortável por ter mandato no Senado até 2018. A cúpula da sigla levanta outros quadros como Miro Teixeira (RJ), Alceu Collares (RS), Reguffe (DF) e o ministro Manoel Dias (Trabalho). Dono de três minutos de tempo de TV, o PDT sugere nomes do Sul, Sudeste e Centro Oeste, onde Eduardo Campos tem menor inserção. (Do blog Diário do Poder)