terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Como resolver a problema de corrupção?


 Tem que ser só funcionários com concurso e o minimum de funcionários contratados. Agora o prefeito tem mais poderes quando ele tem mais contrastantes dentro de cidade. Os vereadores tem que estimular o crescimento de industrias e setor privado. Depois o financiamento de setor publico da cidade tem que ser menos dependente de fundos estadual e federal e mais de impostos recebido de industrias e setor privado. Através da radio pra fazer debates é também e importante para melhorar o conhecimento de eleitores atravez debates de opiniões differentes de vereadores. Em Holanda tem televisão local.
 Falta de conhecimento é ruim para democracia esta aumentando o perigo de manipular o povo e os eleitores. Dentro das cidades pequenas no Nordeste do Brasil falta de conhecimento ao controlar a corrupção local. Isso é feito por causa que o sistema de democracia é novo dentro Brasil comparando por exemplo com a democracia em Norte da Europa. Havia já em 1464 um parlamento de estados dentro da Holanda. Em 1650 Holanda foi o pais mais rico do mundo com um frota de barcos mais grande que Portugal, Inglaterra e Espanha juntos, por causa de iniciativa privada. Porem, o Sul da Europa tem o mesmo tipo de problemas com a democracia como o Nordeste do Brasil. 

As diferencias são as seguintes: um funcionário da prefeitura, professores, limpeza, funcionários de Saúde, não pode ser demitidos depois das eleições, não importa o resultado de eleições. A única mudança dentro da cabeça do funcionário é que ele tem que ouvir a opinião de vereadores, as vezes mudar sua próprio opinião por isso. Os funcionarios sãos nomeados a base de conhecimento profissional. Nenhuma vereador ou prefeito tem direito de nomear funcionários. O prefeito dentro do Norte da Europa tem menos poderes comparando com o prefeito do Nordeste do Brasil. No Norte do Brasil existe funcionários com concurso e funcionários contratados. Funcionários com concurso nas cidade tem mais ou menos o mesmo tipo de direitos comparando com os funcionários do Norte da Europa. 

Importante é que não exista muitos funcionários contratados dentro das cidades do Nordeste. Um pais do Sul da Europa, como Grecia tem o mesmo problemas de democracia como tem Nordeste do Brasil: os funcionários são dependente do resultado das eleições para ter seu emprego seguro.

Por isso existe muito corrupção, e tem funcionários demais contra 1000 habitantes. Um outra causa da corrupção dentro das cidade do Nordeste do Brasil é que o financiamento do setor publico é extremamente dependente de fundos estadual e federal. Ë conhecido que cada estado no Norte e Nordeste do Brasil não tem democracia suficiente: existe oligarquias de famílias poderosas em muito estados do Nordeste do Brasil como famílias de Sarney, Collor de Mello etc. A democracia vai funcionar melhor quando o setor publico for ser mais dependente de impostos da industria e do setor privado. O setor publico tem que estimular o crescimento das industrias do setor privado e os veriadores tem que decidir como.

Fred van Veen, Nijverdal (Holanda) 24-12-2014

Acusado de estuprar criança de 8 anos de idade é preso pela Polícia Civil


Policiais civis da Delegacia de Timbaúba, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça Pública da Comarca de Timbaúba, após representação da autoridade policial, prenderam na sexta-feira (21), João Carlos da Silva,o "Dezenove Dedos", acusado de estupro de vulnerável, do qual resultou como vítima uma criança de apenas oito anos de idade. João Carlos foi preso na cidade de Sirinhaém e encaminhado para o Presídio Dr. Ênio Pessoa Guerra, na cidade de Limoeiro.(Por Blog na Boca do Povo)

Facebook elimina serviço de mensagens eletrônica @facebook.com


Foto: Reprodução.

Pouca gente sabia, mas o Facebook tinha um serviço de email com a terminação @facebook.com. Por causa da pouca adesão, a rede social anunciou nesta terça (25) que irá eliminar o serviço, lançado no final de 2010, mas que era pouco usado.

“Advertimos os usuários com e-mail em @facebook.com que a funcionalidade mudará”, disse nesta segunda-feira à AFP um porta-voz do grupo.

“Quando alguém enviar uma mensagem eletrônica a um e-mail @facebook.com não irá mais às mensagens da conta Facebook. Em seu lugar, a mensagem será transferida ao primeiro endereço da conta (os usuários terão a possibilidade de desativar a transferência)”, acrescentou.

A porta-voz explicou que a decisão tinha sido tomada “porque a maioria das pessoas não usava seu endereço de correio eletrônico no Facebook” e que o grupo preferia “se concentrar em melhorar seu serviço de mensagens para celulares”. A rede social tinha começado, no fim de 2010, a dar a cada um dos usuários um endereço de mensagens que terminava com @facebook.com e no qual poderiam receber também mensagens de pessoas de fora de seus contatos na rede.

O projeto tinha sido visto na época como uma tentativa de concorrer com o serviço de e-mails do Google, Gmail. [Com AFP]

- See more at: http://blogs.ne10.uol.com.br/mundobit/2014/02/25/facebook-elimina-servico-de-mensagens-eletronicas-facebook-com/#sthash.txoUf1Wk.dpuf

10 mortos e 12 feridos após van perder controle e cair de ponte, no Agreste pernambucano

Tragédia ocorreu na BR-424 após pneu da van, com cerca 25 trabalhadores rurais, estourar
Foto: Blog Inajá News

Do JC 

Uma van, modelo Sprinter, perdeu o controle após o pneu estourar na BR-424, no km 32, e caiu de uma ponte causando a morte de 10 pessoas e deixando outros 12 feridos, no município de Venturosa, Agreste de Pernambuco, às 21h dessa segunda-feira (24).

Veículo ficou totalmente destruído após acidente Foto: PRF/Twitter

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-PE), a van transportava trabalhadores rurais oriundos do município de Betânia e tinha Coruripe, no estado de Alagoas, como destino final. Os mortos são Genivaldo Manoel Santos, Joaquim Alexandre da Silva, Leonardo Ferreira do Nascimento, Rogério Alberto Matias, Erinaldo José de Lima, Jaedson José dos Santos, Francisca Maria da Silva, João Germano do Nascimento, Severino Pedro dos Santos e um homem identificado apenas como Anacrécio.

A PRF informou que os 12 feridos foram encaminhados para o Hospital de Venturosa, Hospital Regional de Arcoverde e Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central do Recife. No HR, foram atendidos quatro feridos que apresentavam fraturas por todo corpo. Os nomes deles são Damião Ernandes de Souza, de 37 anos, Aureliano Amaral Souza, 30, Josevan Severino dos Santos, 27, e Antonio Francisco da Silva, 35. Todos estes estão em estado grave. Erivaldo da Silva Souza, 32, está no setor de emergência do Hospital Regional do Agreste, em Caruaru. Ainda não se sabe o estado dele.

De acordo com o Hospital de Venturosa, Eduardo Orlando do Nascimento, Cícero Manuel, Carlos Lenildo, Edenildo Souza Silva e Ricardo foram levados para o Hospital de Arcoverde. Antônio José da Silva e Edvaldo F. Lima foram transferidos para o Regional do Agreste.

Carnaval de Jataúba o melhor da região.

 Você sabe que dia é o Carnaval 2014 ? Mesmo com 365 dias separando um carnaval do outro, não há dúvidas, para quem é brasileiro, esses dias todos podiam durar uma semana, ou o próprio carnaval durar mais que míseros 4 dias. 

Mas para aqueles que vêem o copo sempre meio cheio, em 2014 existe algo para festejar, já que a data do carnaval 2014 de jataúba cai exatamente nos dias 1,2,3,4 de março, ou seja será comemorado este ano em uma destas data o aniversário de nossa cidade no próximo domingo dia 2 de março.

O dia a dia do carnaval de Jataúba 


Dia 1 terá o Bloco das Virgens e Rei Momo e Shows com as bandas Kiloucura e Fama 


Dia 2 Bloco Turma da Birita e Shows com as bandas Asas da America e Zero Bala 

Foto: camisas do vira copos 2014

Dia 3 Bloco Vira Copus e Shows com as bandas Zero Grau e Fama 


Dia 4 Bloco Flutuar e Shows com as bandas Kiloucura e Zero Bala 

Venha conferir o melhor carnaval da região.

Segundo "desconhecido" no jogo da sucessão

Geraldo teve a ajuda de Eduardo e damilitância ao ir às ruas foto: Blenda Souto Maior/DP/D.A PRESS

Primeiro foi Geraldo Julio, o atual prefeito do Recife. Agora é Paulo Câmara, atual secretário estadual da Fazenda. Ambos auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Integrantes da chamada tropa de elite do governador Eduardo Campos, eles são técnicos e começaram a ser preparados pelo líder socialista para as disputas eleitorais no primeiro ano de sua gestão, em 2007. Assim como aconteceu com Geraldo em 2012, Paulo começará a pré-campanha no anonimato. Mas terá como diferencial e desvantagem a ausência nas ruas do seu maior cabo eleitoral. Eduardo estará percorrendo o país atrás de votos para sua candidatura à Presidência da República.

Longe do maniqueísmo que fez dos nomes de Campos e do ex-governador Miguel Arraes candidatos naturais do PSB entre 1986 a 2010 (com exceção de 2002, quando o candidato foi Dilton da Conti, apenas para reforçar a candidatura de Anthony Garotinho a presidente da República), Geraldo e Paulo também têm em comum a disciplina. Seguem a cartilha não apenas do PSB, mas do próprio Eduardo. Enquanto o primeiro era visto como o melhor planejador do governo, o segundo é, entre os eduardistas, o que tem a maior capacidade de negociação e comando de equipe.

A desvantagem da ausência de Eduardo na campanha, entretanto, dá a Paulo a chance de ser um candidato que caminha com as próprias pernas. Afinal, as críticas em 2012 contra Geraldo giravam em torno do fato de ele não ter apresentado personalidade político-eleitoral própria, ficando à sombra do governador.

Geraldo foi às ruas, arrastou multidões, subiu nos palanques, discursou com o apoio de cursos de media training e, em muitos momentos, precisou dizer quem era Geraldo. Paulo terá que fazer o mesmo, mas a tática a ser usada pela coordenação da campanha deve ser outra. Até mesmo porque sua responsabilidade de ganhar o pleito é maior quando seu nome servirá de suporte para o novo vôo de Campos, rumo ao Palácio do Planalto.

Glauce Gouveia - Diario de Pernambuco

Ligações de telefone fixo para móvel ficarão mais baratas em março



As ligações locais e interurbanas feitas de telefone fixo para celular ficarão, em média, 13% mais baratas para o usuário a partir de março deste ano

As ligações locais e interurbanas feitas de telefone fixo para celular ficarão, em média, 13% mais baratas para o usuário a partir de março deste ano. A queda será consequência da redução dos valores de referência para tarifas de remuneração de redes móveis determinada pela Anatel.

Com as mudanças, o preço médio das ligações locais de fixo para celular passará de R$ 0,45 para R$ 0,39. Já o preço médio das ligações interurbanas feitas de fixo para móvel com DDD iniciando com o mesmo dígito (exemplo: DDDs 61 e 62) passará de R$ 0,93 para R$ 0,80, enquanto o preço médio das demais ligações interurbanas de fixo para celular passará de R$ 1,05 para R$ 0,92.

Desta forma, o consumidor da telefonia fixa, que hoje paga uma conta média mensal de R$ 55, passará a pagar a partir de março uma conta média de aproximadamente R$ 49.

Essa redução é decorrente do Plano Geral de Metas de Competição da Anatel, aprovado pela Resolução n° 600, de 8 de novembro de 2012, e abrange chamadas da telefonia fixa para celular, sejam ligações locais ou de longa distância, originadas nas redes das concessionárias da telefonia fixa (Oi, Telefônica, CTBC, Embratel e Sercomtel) destinadas às operadoras móveis.

A expectativa da Anatel é que os novos valores nas chamadas de fixo para móvel gerem uma economia anual para os consumidores da ordem de R$ 2,1 bilhões.


Novas quedas de valores estão previstas para 2015.

MENSALÃO: Ex-deputado Roberto Jefferson é preso no Rio



O ex-deputado federal Roberto Jefferson se entregou à Polícia Federal na manhã de hoje (24), em casa, no interior do estado. Na última sexta-feira (21), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, determinou a prisão de Jefferson, condenado a sete anos e 11 dias de prisão em regime semiaberto na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Jefferson será levado para a Superintendência da Polícia Federal no centro da cidade do Rio. A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) informou que aguarda a documentação do preso para encaminhá-lo a uma unidade prisional do estado.

Por meio de conta na rede social Twitter, a PF confirmou que recebeu o mandado de prisão do ex-deputado. Os policiais estavam no município de Levy Gasparian, no sul fluminense, desde a última semana esperando o envio do documento pelo STF. O pedido de prisão domiciliar, solicitado pela defesa, em função de problemas de saúde, foi negado pela Justiça.

Na decisão, o presidente do STF, o ministro Joaquim Barbosa, que ouviu os responsáveis pelo sistema prisional no Rio de Janeiro, alegou que é possível oferecer ao réu tratamento médico prescrito dentro da penitenciária. Para justificar o pedido de prisão domiciliar, a defesa do ex-deputado apresentou a dieta nutricional que Jefferson deve seguir.

O ex-deputado condenado no processo do mensalão também foi avaliado por uma junta médica do Instituto Nacional do Câncer (Inca), onde já faz tratamento. Em dezembro de 2013, os médicos afirmaram que o estado de saúde do condenado não exigia cuidados em casa. Os especialistas explicaram que o ex-deputado deve tomar os remédios regulares e seguir a dieta.

A dieta prescrita para Jefferson inclui banana com canela, geleia real e pão preto. No almoço, o prato deve ser ter salada, arroz integral, carne ou salmão defumado e, no jantar, sopa de legumes.

Hoje o dia de festa é deles!!! Parabéns!!!


Jose Lucas 


Weronyk Reinaldo


Edyelly Lima 


Fabio Chaves 


Alé Sousa 

Feliz Aniversário à você com todo carinho.

Te desejo tantas e tantas coisas boas, que expressar através de simples palavras fica até difícil, mas o que importa hoje, é que é o seu dia e devemos agradecer ao Pai Celeste pela sua vida, pelas suas conquistas e pelas vitórias, que tenho certeza que ainda irás conseguir.

Sorria e acredite que chegará ao final de sua caminhada com a certeza do dever cumprido.

Feliz aniversário! esse é o desejo do blog Jataúba News.

Senador do PSB diz que Eduardo Campos irá ao 2º turno



Um dos aliados mais próximos do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) afirmou há pouco que a pesquisa Datafolha divulgada hoje “aumenta a convicção” de que o presidenciável do PSB irá para o segundo turno. “Acho que estamos no caminho certo e (a pesquisa) aumenta a minha convicção que vamos ter a eleição em dois turnos e que o Eduardo vai para o segundo turno”, resumiu Rollemberg ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

De acordo com o levantamento publicado hoje pelo jornal Folha de S.Paulo, Eduardo Campos aparece com 12% das intenções de voto, versus 11% marcados no final de novembro do ano passado e 15% em outubro. A presidente Dilma Rousseff (PT) tem 47% das intenções de voto e o senador mineiro Aécio Neves, presidenciável do PSDB, chega a 17%. Com esse quadro, Dilma seria reeleita ainda no primeiro turno, caso o pleito fosse hoje.

O senador Rodrigo Rollemberg classificou de “muito positivo” o patamar alcançado por Campos nas pesquisas, pelo fato de ele ser menos conhecido pela população. Os indicadores, previu Rollemberg, ficarão mais favoráveis ao pré-candidato pessebista a partir da confirmação da ex-senadora Marina Silva como sua vice e com a descompatibilização do cargo de governador, momento em que Campos poderá andar mais pelo País e se tornar mais conhecido. “Na hora que fechar a chapa com a Marina, quando se descompatibilizar do governo e quando um número maior de pessoas perceberem que ele é candidato, naturalmente será beneficiado com isso”, disse.

Para ele, a pesquisa deixou claro também que uma “grande parcela” da população quer mudanças no País e quem mais vai se identificar com esse sentimento será a chapa Eduardo Campos-Marina. “Eu percebo isso nitidamente, que há um desejo muito forte de alternância de poder. Acho que o governo não está bem, os indicadores econômicos não estão bons e o perfil de pouco diálogo da presidente não ajuda. Você tem um esgotamento e um desejo de mudança”, afirmou o senador.

Mesmo com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, marcando 14% das intenções de voto num dos cenários testados pela pesquisa, Rollemberg disse acreditar que ele não sairá candidato. “É natural por uma exposição grande, mas não se sustenta. É uma candidatura sem partido sem base social. Acho que temos que analisar o quadro que realmente vai ser o quadro na eleição”, concluiu.

Em entrevista à Rádio Jornal, Armando Monteiro ironiza: “Você nomeia secretário, mas ninguém nomeia governador. Governador quem elege é o povo”


Pré-candidato a governador, o senador Armando Monteiro (PTB) tem certeza de que o fundamental no debate eleitoral no Estado, em 14, é discutir os desafios do desenvolvimento de Pernambuco nos próximos anos. “Precisamos olhar para o futuro do nosso Estado, ter um debate sobre os problemas, os desafios e as potencialidades”, afirmou Armando, durante entrevista ao programa de Geraldo Freire, na Rádio Jornal, no Recife, nesta segunda-feira (24). 
O senador falou também sobre a formação do palanque de apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff em Pernambuco, sobre o processo de escolha do candidato adversário e o precário debate entre a necessidade de um perfil técnico ou político. “O fundamental nesse processo é que se possa aliar experiência, capacidade de articulação e um sentido de direção. Outra questão também muito importante é a capacidade de caminhar com as próprias pernas, ter um sentido de independência, que é tão importante e algo tão caro a Pernambuco”, acrescentou.

Veja abaixo os principais trechos da entrevista:

A construção da aliança ao governo

Armando Monteiro – “Eu estou construindo no nosso campo aquelas alianças, evidentemente que o parceiro preferencial é o PT, e isso caminha muito bem pelo calendário que foi estabelecido aqui pela direção nacional e regional do PTB. Portanto, nós aguardamos com muita tranquilidade que esse processo se conclua agora em março, e tenho recebido manifestações já muito positivas de lideranças do partido em Pernambuco. Tenho mantido contato também com outras legendas, com outros partidos, para que a gente possa concluir esses entendimentos e oferecer um expressivo leque de alianças para fortalecer esse projeto”.

Um palanque forte para a reeleição da presidente Dilma

Armando Monteiro – “Tenho a impressão que nós vamos ter aí surpresas nesse processo. Quero lembrar que as convenções só ocorrem em junho, ou seja, as alianças só são formalizadas em junho. Portanto, há muito ainda o que acontecer pela frente. Portanto, continuamos ainda muito tranquilos dentro desse calendário que foi estabelecido, conversando com todas as legendas, preferencialmente as legendas do nosso campo. Quando eu digo as do nosso campo são aquelas que estão alinhadas ao campo nacional com a candidatura da presidente Dilma. Portanto, vamos aí concluir esse processo, de modo a que tenhamos um amplo leque de alianças e uma chapa forte porque o nosso compromisso aqui, fundamentalmente, é fazer esse palanque da reeleição da presidente Dilma”.

Experiência política x perfil técnico

Armando Monteiro – “Eu acho esse debate precário. Acho que você tem aí um debate sobre Pernambuco, sobre os problemas, os desafios, as potencialidades, olhando para o futuro de Pernambuco. Evidentemente que aquele candidato que tem experiência politica, que já tem uma visão do processo politico e que ao mesmo tempo valoriza o processo técnico, porque hoje as escolhas, as decisões políticas têm que ser informadas tecnicamente, portanto, o fundamental nesse processo é que se possa aliar experiência, capacidade de articulação e um sentido de direção. Porque o político é aquele que sabe, em determinadas circunstâncias, definir prioridades e aliar a essa experiência sensibilidade. E acho ainda que há uma questão também muito importante, que é a capacidade de caminhar com as próprias pernas, ter um sentido de independência que é tão importante e algo tão caro a Pernambuco”.

O sr. diz então que o outro candidato é um poste?

Armando Monteiro – “Não, eu não digo isso. Eu tenho respeito pelas pessoas e esse processo que culminou com a indicação é um processo que foi acompanhado por vocês, que, em última instância, indicou que não havia uma candidatura natural nesse campo. Tanto que se assistiu a um processo curioso em que havia exposição de nomes, frituras, vetos. Mas isso não importa! O que importa é que ao final essa escolha foi definida e, a partir de agora, definidas as pré-candidaturas e confirmadas nas convenções, esse crivo muda. Não é mais um grupo fechado, não é mais um processo que se dá dentro de um grupo. Aí, sim, nós temos que ter um crivo da opinião pública, porque é ela que vai efetivamente fazer um julgamento da habilitação do candidato. Portanto, aí, esse outro campo, é um campo essencialmente democrático. E aí só o debate, o contraditório, a discussão das questões de Pernambuco é que ao final vão orientar esse processo. Eu quero dizer é que você nomeia secretário, mas ninguém nomeia governador. Governador quem elege é o povo”.