quarta-feira, 9 de julho de 2014

Jornal questiona efeito eleitoral da derrota do Brasil


Em reportagem publicada nesta quarta (9), o jornal britânico Financial Times questiona os efeitos da derrota da Seleção Brasileira pela Alemanha na goleada histórica de 7 x 1, nas semifinais da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Historicamente, não há correlação entre o desempenho do Brasil em Copas do Mundo e o desempenho nas eleições no mesmo ano, analisou o jornal. 

"Muitos têm mantido Dilma responsável pelo desperdício, gastos excessivos, mas organização relativamente boa do torneio", afirmou o Financial Times. "A responsabilidade pelo 7 a 1 reside, em primeiro lugar, nos jogadores infelizes da Seleção e seu treinador sem imaginação Luiz Felipe Scolari, mas, de forma mais ampla, no futebol tradicional desatualizado do país", publicou o periódico. 

Fonte: Exame.com

O melhor preço é na...




Humor da semana!!!


Mulher é encontrada desmaiada dentro de banheiro no Moda Center

Fotos: Fernando Lagosta.

Nesta terça-feira, por volta de 12h, uma mulher foi encontrada desmaiada em um dos banheiros do Moda Center Santa Cruz.

De acordo com as informações, Rosana, que é comerciante na feira do Calçadão, teria ido dormir no box de uma amiga, que fica no setor vermelho do Moda Center no dia anterior e, ao ir ao banheiro pela manhã, não voltou mais.

Depois que foi localizada, Rosana recebeu os primeiros atendimentos pela equipe de profissionais de saúde do parque de feiras.

.

O Samu foi acionado e os socorristas realizaram novos atendimentos e a encaminhou ao Hospital Municipal, onde ficou em observação.

Blog Ney Lima 



Contatos 081 3746-1186 Jataúba PE - Congo PB - São João do Tigre PB

Em Santa Cruz do Capibaribe o federal, quem é?




A novela taboquinha pode ter terminado com a decisão de José Augusto Maia (PROS) em desistir de ser candidato nas eleições de 2014, mas as especulações sobre o nome que será defendido pelo grupo para deputado federal poderão render uma nova minissérie.

Os choques políticos podem acontecer durante as articulações finais para a escolha, mas um fator precisa ser observado: o gesto político feito por José Augusto naturalmente pode o credenciar para a indicação do nome que deverá lhe substituir em Brasília.

Passamos então a analisar as principais possibilidades:



Silvio Costa (PTB) – Muito pouco provável


O deputado Silvio Costa (PTB) dispõe de grande amizade com José Augusto Maia e participou diretamente da eleição municipal, em 2010, mas esbarra no discurso. Silvio Costa foi contra o projeto de emancipação de municípios, principal bandeira defendida por José Augusto em Brasília.


Luciano Bivar (PSL) – Possibilidade média


Luciano Bivar (PSL) foi candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal nas eleições de 2006. É empresário e lidera o grupo de partidos que acomoda as candidaturas de Toinho do Pará e Ernesto Maia. Poderia oferecer maiores condições eleitorais para os candidatos a deputados estaduais do grupo Taboquinha.


Ricardo Teobaldo (PTB) – Alta possibilidade


Ricardo Teobado (PTB) foi eleito prefeito da cidade de Limoeiro em 2012 e renunciou em abril deste ano para ser candidato a deputado federal. De discurso forte e ideologia regional, Teobado tenta pela primeira vez uma vaga na Câmara dos Deputados. Seu nome tem sido defendido por setores do PTB e existe uma forte corrente que tenta ampliar suas bases de apoio.


Jorge Corte Real – Possibilidade média


O candidato à reeleição Jorge Corte Real é sem dúvidas um nome que seria facilmente defendido em Santa Cruz do Capibaribe. Jorge Corte é presidente da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe). Tem aspecto sério semelhante ao estilo do senador Armando Monteiro Neto, que foi o parlamentar que mais teve votos na história de Santa Cruz do Capibaribe.

Do Blog Ney Lima


A sua segurança é aqui

Possivelmente sob efeito de álcool ou droga, jovem é preso em flagrante após depredar delegacia em Brejo

A Delegacia de Polícia Civil do Brejo da Madre de Deus foi depredada na noite da segunda feira (07). De acordo com informações da polícia, era por volta das 20h quando o jovem Carlos Antônio, conhecido por Carlinhos ou Chuk, de 18 anos, residente no centro da cidade, atacou a delegacia com paralelepípedos, quebrando a vidraça da porta e de várias janelas. Alguns automóveis que estavam estacionados próximos ao local também foram atingidos e tiveram vidros quebrados e sofreram outros danos como arranhões e amassões.


Vidros da porta de das janelas da delegacia foram quebrados 


A polícia teve muito trabalho para prender o jovem Carlos, que de acordo com a polícia, aparentava está sob efeito de álcool ou droga. “Ele estava incontrolável, ficava rindo, depois chorava, ficava parado e depois se agitava”, contou um amigo do jovem.

Carlinhos foi contido por pelo menos cinco policiais que utilizaram algemas e cordas para imobilizar o jovem que ficou detido na delegacia que ele mesmo depredou. Ele foi levado posteriormente para 17ª Delegacia Seccional em Santa Cruz do Capibaribe, e de lá foi encaminhado para o Presídio Juiz Plácido de Souza em Caruaru onde cumprirá pena.


Do Estação Notícias Fotos: Kiko Lima



A nossa Farmácia.

Utilidade Pública.


Felipão assume culpa na pior derrota da Seleção



Treinador não fugiu e assumiu a responsabilidade pelo fracasso brasileiro. (Divulgação/CBF)

(AE) – Luiz Felipe Scolari ganhou a admiração que eterna do torcedor brasileiro depois de comandar o Brasil na conquista do pentacampeonato, em 2002, e foi com esse currículo que ele foi chamado para tentar o hexa, em casa. Mas, nesta terça-feira, o treinador falhou na montagem do time que foi presa fácil para a Alemanha, perdendo por 7 a 1.

Ao fim da partida no Mineirão, Felipão assumiu a responsabilidade pelo desempenho decepcionante do time. “Quem é o responsável quando a equipe se apresenta? Quem é o responsável pelas escolhas? Sou eu. O resultado pode ser dividido por todo o grupo, porque os jogadores querem isso. Mas a escolha da parte tática, da forma de jogar foi minha. Então, o responsável sou eu”, garantiu o treinador, que admitiu, durante a entrevista coletiva, que esta é a pior derrota da história da seleção brasileira.



A namoradinha da cidade

Brasil vira motivo de chacota na imprensa mundial



O espanhol "AS" não poupou ironias ao vexame brasileiro.(Foto: Site AS/Reprodução)

(AE) – Se até mesmo o técnico Luiz Felipe Scolari admitiu que a goleada sofrida diante da Alemanha por 7 a 1, nesta terça-feira, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, na semifinal da Copa do Mundo, é o maior vexame da história da seleção brasileira, a derrota não passaria em branco pela imprensa internacional. Os sites dos grandes jornais do mundo destacam o resultado.

O sempre provocativo Olé, da Argentina, fez piada durante o jogo todo, mudando a manchete, que terminou sendo: “Decime qué se siete”, em uma referência à música-chiclete cantada pela torcida argentina na Copa, que começa com um “Decime qué se siente” e pergunta ao Brasil o sentimento por ter, no País, o algoz do Mundial de 1990.

Na Alemanha, o Bild, jornal mais popular e de maior tiragem do país, foi só exaltação ao time na página inicial de seu site. Com os dizeres “Obrigado, nós amamos vocês”, o periódico destacou uma foto enorme dos jogadores alemães comemorando um dos gols da partida. Durante o jogo, quando o placar já apontava uma goleada, o jornal até já destacava que esperava pela Holanda na final.

Na Espanha, o AS fala em “sete Maracanazzos”, enquanto que o Marca conta a “Desgraça eterna”. Em Barcelona, o Mundo Deportivo registra que “A Alemanha humilha o Brasil”, enquanto que o Sport vai mais longe: “A maior humilhação mundial”.

A Gazzetta dello Sport, da Itália, diz que o Brasil sofreu uma humilhação histórica, enquanto que o The New York Times, nos Estados Unidos, viu o Brasil atordoado pela Alemanha na semifinal.

Blog de Primeira 



Vista-se bem com a..

Seleção é humilhada por 7 a 1 para a Alemanha.



Nunca vi um vexame tão grande, tampouco li algo tão vergonhoso ao estudar a história da seleção brasileira.

Claro que a diferença técnica entre as duas seleções é grande isso é fato, mas 7 a 1? Um atropelamento! Uma humilhação!


Na minha humilde opinião de um mero Blogueiro, tudo começou com um erro estratégico do técnico Luis Felipe Scolari que não soube respeitar um adversário tão forte e impiedoso. Subestimar a capacidade de organização dos alemães foi um equívoco tático que revela falta de percepção do rival e do próprio time. Ora, é notório que a seleção perdeu o meio-campo para praticamente todos os adversários neste mundial. Só Felipão não viu? Por que então começar com uma formação tão aberta se a lógica acenava com uma formação mais conservadora com Paulinho ao lado de Fernandinho e Luis Gustavo? Não há a certeza de que começando desta forma, o Brasil sairia vencedor. Por outro lado, fica a sensação de que a apresentação seria mais digna. Menos humilhante.

Foto: Wagner Carmo/Gazeta Press

Há muito a soberba do futebol brasileiro merecia uma lição, mas, sinceramente, não precisava ser tão cruel. Um choque de realidade! Uma surra que deixa feridas de difícil cicatrização. Levantar, erguer a cabeça e recuperar a autoestima parece algo improvável e não há remédio que possa curar. Não agora, neste momento. Talvez o tempo, talvez!


Foram 64 anos de espera. Durante cinco jogos, a seleção brasileira fez seu papel – com futebol bonito ou não, alcançou as semifinais. Perdeu seu craque nas quartas de final, Neymar. E entrou com a camisa dele em campo, como se mostrasse que jogaria pelo atacante, que a usaria como motivação. Mas o Brasil conseguiu permanecer no gramado do Mineirão, nesta terça-feira (8), por exatos 9 minutos sem levar um gol. A partir daquele instante, se iniciou o maior vexame da história do futebol brasileiro. A pior derrota do selecionado nos seus 100 anos de história. Em casa, na Copa que tinha como objetivo claro o término da maldição de 1950, o Brasil foi humilhado pela Alemanha: 7 a 1. Gol brasileiro só de Oscar, bem no final do jogo. 


Sim ainda Falta !!!
Para os que arrotavam que a copa estava comprada, e que o Brasil ia ser campeão a qualquer custo, isso foi literalmente descartado, mostra que a Copa vai ser ganhada com a bola rolando não nos gabinetes como se pensavam, sem duvida nenhuma está sendo uma dás melhores copas já vista. 

Multidão no Mineirão aplaudiu os últimos gols alemães e faz coro de olé. O Brasil disputa o 3º lugar no sábado contra a Argentina ou a Holanda  que joga hoje na arena Paulista na outra semifinal.

Collar Blog Jataúba News
Fotos WEB


Venha você também para..

Entidades da educação apoiam a Armando, Dilma e João



Defensor de uma agenda educacional em prol do desenvolvimento de Pernambuco, o candidato a governador Armando Monteiro (PTB) conquistou dois reforços de entidades ligadas ao tema. A Associação dos Servidores do Instituto Federal de Pernambuco (Assife) e o Instituto de Pesquisas e Desenvolvimento Institucional (IPDI) declararam nesta terça-feira (8) apoio às candidaturas de Armando ao governo, de Paulo Rubem a vice, de João Paulo (PT) ao Senado e à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). O petebista tem reforçado em todas as oportunidades que a educação será a 'prioridade das prioridades' em seu governo.

Dirigentes das duas entidades identificaram em Armando Monteiro o compromisso para melhorar os índices educacionais de Pernambuco. Os representantes das instituições também ressaltaram que Armando, enquanto presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), contribuiu para expandir a oferta de vagas para a capacitação e qualificação profissional, através do Sistema S (Sesi, Senai e IEL).

'Viemos nos colocar à disposição de Armando em função de toda a sua trajetória política e sua história como presidente da CNI. Temos um corpo docente, de alunos e de servidores que vamos mobilizar para trazer para o palanque de Armando e elegê-lo governador', afirmou o vice-presidente da Assife, Hamilton Rodrigues.

Atualmente, a Assife reúne mais de 1,7 mil associados em todos os nove polos do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE): Recife, Ipojuca, Paulista, Barreiros, Vitória de Santo Antão, Afogados da Ingazeira, Pesqueira, Garanhuns e Petrolina. Somente na capital, o IFPE possui 12 mil alunos. Já o IPDI qualifica, anualmente, 20 mil pessoas que saem prontas para conquistar vagas no mercado de trabalho.

'Armando é um ícone na política pernambucana e preserva uma imagem positiva em prol de Pernambuco. Sua trajetória carrega a coerência de estar sempre num mesmo projeto político. Ele reúne experiência e trabalho', disse o presidente da IPDI, Geraldo Andrade.
Escrito por Magno Martins



Referencia