segunda-feira, 6 de maio de 2013

PT não teme candidatura de Eduardo Campos



De acordo com membros da executiva nacional do Partido dos Trabalhadores, o governador Eduardo Campos (PSB) estaria com dor na consciência por ter “traído” o ex-presidente Lula e se aliado ao senador Jarbas Vasconcelos (PMDB). Uma fonte do alto escalão petista informou, na manhã desta segunda-feira (6), que não entende as reações do socialista e negou, dentre outras, a existência de qualquer acordo da parte de Lula para apoiar a candidatura de Jarbas ao Senado no ano de 2006.

Em reserva, o petista fez questão de lembrar que Eduardo Campos foi eleito governador com o apoio de Lula e do PT e ressaltou que hoje o socialista vive um momento em que busca argumentação para “justificar a traição que está consolidando ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tanto fez por ele e pelo seu governo”. Sobre a eleição de Aldo Rebelo na Câmara Federal, a fonte disse que a decisão se deu a partir de um entendimento coletivo.

Por fim, observou que Eduardo devia ouvir os conselhos do prefeito de Caxias do Sul e ex-deputado Alexandre Cardoso, sem detalhar o conteúdo de tais recomendações. “Já disputamos contra Garotinho, Ciro, Heloisa Helena, Cristovam Buarque e Marina Silva”, ao indicar nomes do PSB e de partidos aliados que já concorreram com chapas do PT.

Leia mais na Revista Nordeste.

Dilma e Aécio concordam sobre 100% dos royalties na educação



Após o pronunciamento da última semana, em que a presidente Dilma Rousseff (PT) defendeu a totalidade dos royalties para a educação em cadeia de rádio e TV, seu provável concorrente às eleições presidenciais de 2014, Aécio Neves (PSDB), mostrou concordar com a medida. O Tucano afirmou, em artigo publicado nesta segunda-feira no jornal "Folha de S. Paulo", que a destinação dos recursos para a educação deve ser uma questão tratada independentemente de disputas entre os partidos políticos:

"[A questão] merece apoio suprapartidário e o aval da opinião pública para que o país resista à tentação de atender simultaneamente aos múltiplos déficits dos quais é portador, ou ao tradicional pragmatismo do Estado brasileiro".

No discurso de 1º de maio, Dilma destacou a importância da aprovação do projeto de lei pelo Congresso Nacional e afirmou que "um governo só pode cumprir bem o seu papel se tiver vontade política e se contar com verba suficiente".

Não há cemitério disposto a enterrar suspeito de atentado em Boston



O corpo de Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos, suspeito dos atentados na maratona de Boston, morto em perseguição policial, ainda não tem destino definido. Nenhum cemitério aceitou enterrá-lo até agora.

Nem mesmo a cidade de Cambridge, em Massachusetts, na qual Tamerlan passou a última década de sua vida, quer receber o corpo. O prefeito inclusive divulgou um comunicado no domingo rejeitando o sepultamento no local.

O corpo se encontra na Funerária Graham, Putnam e Mahoney, em Worcester, subúrbio da área metropolitana de Boston. "Temos que enterrar este jovem. Seja o que for, seja quem for, neste país enterramos as pessoas", disse o diretor da funerária, Peter Stefan. Manifestantes já protestaram em frente ao local, exigindo o envio do corpo para a Rússia.



Prefeitos cassados devem devolver R$ 2,7 mi aos cofres públicos



Prefeitos eleitos desde 2008, cassados por compra de voto ou abuso de poder político, terão que devolver mais de R$ 2,7 milhões aos cofres públicos. A quantia é cobrada pela Advocacia-Geral da União (AGU) para cobrir os gastos com novas eleições para suprir os cargos vagos.

A cobrança começou no ano passado e é resultado de um acordo entre a AGU e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para intercâmbio de informações sobre políticos que tiveram o mandato cassado devido à prática de crimes. A AGU informa que foram ajuizadas 51 ações com pedido de ressarcimento, e outras 37 são preparadas.

Minas Gerais é o Estado com o maior número de pedidos de ressarcimento: 21 casos tentam recuperar R$ 281,8 mil. No Pará está concentrado o maior volume financeiro, com ações que passam de R$ 500 mil. Outros seis acordos foram fechados – dois deles sem precisar de ação judicial –, somando R$ 104,8 mil.

A AGU considera que as ações para cobrar gastos com eleições suplementares são uma medida pedagógica contra a corrupção. "Eles [os políticos] precisam estar cientes que terão que devolver aos cofres públicos todos os gastos com as novas eleições realizadas por causa de ato fraudulento cometido que, consequentemente, gerou a cassação", observa o diretor do Departamento de Probidade Administrativa da AGU, Renato Dantas.
blog do magno martins 

Torcedor tricolor é baleado no bairro do Espinheiro após vitória do Santa Cruz



Jovem participava de arrastão na Avenida Agamenon Magalhães
O primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano prometia ser de paz fora de campo. Só prometia. Após a vitória do Santa Cruz por 1 a 0 sobre o Sport, o comandante de operações policiais para o Clássico, o major Reginaldo Pereira, comemorava o fato de nenhum incidente mais grave ter acontecido após a partida. Porém, após às 20h30, a tranquilidade acabou. Um grupo de cerca de 20 torcedores tricolores realizou um arrastão na Avenida Agamenon Magalhães próximo ao Hospital Unimed e o resultado foi uma pessoa baleada.

O jovem atingido era um dos membros do grupo que cometia os delitos e foi alvejado por um motociclista. De acordo com informações dos amigos do rapaz baleado que estavam na emergência do Hospital da Restauração, o autor do disparo trajava uma camisa do Sport.

A polícia ainda investiga o caso, mas não confirmou as informações e nem conseguiu identificar o atirador. De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital da Restauração, a bala atingiu o ombro do torcedor e ficou alojada no tórax. Os médicos realizaram uma drenagam e o baleado já está na enfermaria, onde passa bem, sem correr risco de morte. O jovem, que alega ser menor de idade, diz ter apenas 16 anos. Porém, até o fechamento desta edição, a informação não foi confirmada pois o rapaz não portava nenhum documento.

Além do rapaz baleado, outro adolescente foi detido pela GPCA por conta do arrastão. O fato lamentável ficou por conta da sinceridade de um dos membros do grupo. Segundo o comissário do 13º batalhão da Polícia Militar, que realizou a prisão dos infratores, o detido admitiu que o grupo estava realizando furtos na área e foi surpreendido pelo motociclista.
Diario de Pernambuco


Santa Cruz a um empate do tri





Dênis Marques e Raul comemoram o gol solitário da partida (Foto: Jedson Nobre)

Um dos chavões mais antigos do futebol serviu para resumir o primeiro tempo do clássico. O Sport teve as melhores chances de abrir o placar – numa delas, Marcos Aurélio perdeu um gol de cego, dentro da pequena área –, mas não fez. O castigo veio com uma pintura de gol de Dênis Marques, aos 38 minutos.

A semelhança dos esquemas táticos justificou um certo equilíbrio na primeira metade do primeiro tempo. Ambos jogavam com um atacante mais avançado e cinco jogadores fechando o meio de campo.

Mas depois dos 20, Renatinho e Raul passaram a não fazer a reposição com a velocidade devida e o Sport passou a quebrar a marcação coral no meio de campo, especialmente porque Rithely passou a sair mais para o jogo e encontrou muito espaço.

Ofensivamente, o maior pecado do Santa foi a saída de bola. Os erros de passe fizeram com que várias tentativas de contra-ataque fossem frustradas.

No Leão, as jogadas fluíram bem, tanto que Tiago Cardoso foi melhor jogador do time tricolor. O problema dos rubro-negros foi realmente a pontaria.

No segundo tempo, o grande erro foi do técnico Sérgio Guedes. O Santa Cruz voltou muito melhor defensivamente, com uma marcação mais consistente e sem dar espaços, como havia dado no primeiro.

Cabia ao treinador rubro-negro tentar uma mexida que pudesse desarticular o esquema tricolor. Ele demorou muito para fazer isso. O Tricolor foi cozinhando o jogo, prendendo a bola no ataque e deixando o tempo passar.

Guedes esperou mais de vinte minutos para fazer as alterações e quando fez errou a mão. Tirou Marcos Aurélio, um dos melhores da partida, e deixou Felipe Menezes, que pouco acrescentava.

As mexidas não surtiram efeito. Mas não foi apenas por causa do técnico do Leão. O Santa teve todos os méritos que faltaram no primeiro tempo. A defesa coral esteve impecável no segundo e Tiago Cardoso quase não apareceu. Seu trabalho se restringiu a sair para cortar cruzamentos na sua área.

Bem equilibrado, os tricolores souberam explorar os contra-ataques, especialmente pelo lado esquerdo. E foi de lá que surgiu a maior oportunidade de gol do segundo tempo. De um cruzamento de Tiago Costa, nasceu o pênalti de Reinaldo em Raul.

A defesa de Magrão na cobrança de Dênis Marques até que deu um ânimo novo ao Sport, mas o time não conseguiu penetrar na bem postada defesa coral e se limitou a fazer chuveirinho na área.




Sport conseguiu criar boas chances de gol, mas não as aproveitou (Foto: Jedson Nobre)

ATUAÇÕES

SANTA CRUZ

DEFESA – Tiago Cardoso fez grandes defesas no primeiro tempo e foi fundamental para o resultado do jogo.

Os laterais jogaram com muito. Marcaram com muita eficiência e ainda deram sua contribuição ofensiva. Destaque maior para Everton Sena, que depois foi para a zaga e manteve o nível.

A dupla de zaga, apesar de umas bobeiras de Renan, no primeiro tempo, abusou da eficiência. William esteve muito bem.

Nininho entrou o segundo tempo e novamente cumpriu bem o seu papel.

MEIO DE CAMPO

Anderson Pedra esteve no mesmo padrão de eficiência dos outros defensores. Luciano Sorriso oscilou menos que de costume e também ajudou o time. Já a dupla de meias não esteve bem. Renatinho ainda buscou o jogo no começo, mas caiu drasticamente, errando passe em excesso. Raul foi o inverso. Começou mal, um pouco ausente do jogo. Melhorou no segundo.

Sandro Manoel entrou bem e ajudou a fechar o meio. Caio esteve pouco tempo em casa.

ATAQUE

Caça-rato foi muito eficiente. Jogou para o time, com muita garra e aplicação tática. Dênis Marques fez o que se espera dele. Além de decisivo, o gol foi muito bonito.

SPORT

DEFESA

Magrão continua como um dos principais jogadores da equipe. Pego pênalti e não teve culpa no gol, além de outras boas defesas.

Na zaga, Gabriel segue muito fraco. No lance do gol, a dupla de defensores saiu para marcar Flávio Caça-rato e deixou Dênis Marques livre para a conclusão.

Já Cicinho mostrou a inteligência de sempre no apoio, enquanto Reinaldo abusou da infantilidade no lance do pênalti marcado a favor do Santa Cruz.

MEIO DE CAMPO

Tobi, truculento em excesso, poderia ser prejudicial à equipe caso tivesse sido expulso, já que abusou das entradas violentas.

O mesmo não se pode dizer de Rithely, um dos melhore do jogo e que quase marcou um golaço. Já Lucas Lima não foi efetivo como de costume e Érico Júnior não teve tanto tempo de jogo.

ATAQUE

Marcos Aurélio foi, ao mesmo tempo, o mais perigoso homem de frente e o menos eficiente. Foi quem obrigou Tiago Cardoso a fazer as melhores defesas, mas também perdeu uma chance clara de gol.

Felipe Menezes, jogando no ataque, tentou aparecer para o jogo, mas a sua lentidão impede um maior progresso neste setor. Enquanto Felipe Azevedo correu muito, mas foi irregular na produção de jogadas.



1 – Caça-rato cruzou da esquerda, Renatinho, de costa para o gol, matou no peito e deu uma puxada. Magrão estava atento e segurou o primeiro chute perigoso da partida, aos cinco minutos.

2 – Nove minutos depois, o Sport respondeu com um chute de Marcos Aurélio da entrada da área que Tiago Cardoso defendeu sem maiores problemas.

3 – A primeira grande jogada do clássico aconteceu aos 15 minutos. Rithely pegou uma sobra de bola quase na intermediária e saiu enfileirando os tricolores até dentro da área, de onde soltou uma bomba. Tiago espalmou.


Flávio Caça-rato foi determinante para a vitória ao participar da jogada do primeiro gol (Foto: Jedson Nobre)

4 – Aos 21, a boa chance foi coral. Caça-rato deu um belo corte em Rithely e Maurício, na entrada da área, e bateu de canhota. A bola passou perto da trave de Magrão.

5 – Tiago Cardoso voltou a trabalhar bonito aos 28 minutos. Marcos Aurélio cobrou uma falta perto da meia lua e o goleiro do Santa tocou com a ponta dos dedos para escanteio.

6 - Aos 35, Marcos Aurélio perdeu um gol feito. Felipe Menezes fez o papel de pivô e escorou um cruzamento para a entrada da pequena área. Livre de marcação, o atacante do Sport colocou para fora.

7 – E quem não faz, leva. Aos 38 minutos um golaço do Santa. Dênis Marques recebeu na intermediária, enfiou para Caça-rato, que devolveu de calcanhar para o camisa 9, que bateu com primor. A bola bateu na trave e foi morrer no fundo da rede de Magrão. 1×0.

8 – O primeiro lance de perigo do segundo tempo só aconteceu aos 14 minutos. Marcos Aurélio cobrou uma falta quase no bico da grande área e acertou o travessão de Tiago.


Rithely divide com Luciano Sorriso. Volante rubro-negro foi um dos melhores do Sport (Foto: Jedson Nobre)

9 –Aos 17, foi a vez de Cicinho ficar no quase. O camisa 12 do Sport deu uma cruzada e assustou o goleiro do Santa.

10 – O Santa Cruz teve a chance de matar a partida aos 34 minutos. Reinaldo fez pênalti em Raul. Dênis Marques cobrou, mas Magrão fez uma grande defesa e evitou o segundo gol tricolor.



SANTA CRUZ

Tiago Cardoso; Everton Sena, William Alves, Renan Fonseca (Nininho) e Tiago Costa; Anderson Pedra, Luciano Sorriso, Raul e Renatinho (Sandro Manoel); Caça-rato (Caio Tavera) e Dênis Marques. Técnico: Marcelo Martelotte

SPORT

Magrão; Cicinho (Moacir), Gabriel, Maurício e Reinaldo; Tobi, Rithely e Lucas Lima; Marcos Aurélio (Érico Jr), Felipe Azevedo e Felipe Menezes (Sandrinho). Técnico: Sérgio Guedes

LOCAL: Arruda

ÁRBITRO: Nielson Nogueira Dias

ASSISTENTES: Elan Vieira e Marlon Rafael

CARTÃO AMARELO: William (SC); Tobi, Reinaldo (S)

GOL: Dênis Marques (38/1º)

RENDA e PÚBLICO: Não divulgados

Imagens do acidente deste domingo a noite na PE 160.

As motos que se envolveram no acidente onde sendo que a biz foi quem vinha na contra mão e colidiu com as outras treis motos que tava sentido Santa Cruz.



Imagens do blog agreste noticias 

 Edivonaldo Sebastião dos Santos, de 45 anos de idade, mas conhecido por “Naldo de Paciência”, era funcionário da prefeitura de jataúba vinha em sua moto biz e acabou perdendo sua vida pois colidir em treis motos durante o acidente onde os curiosos se aglomerava um dos curiosos presente mostrou o capacete da vitima fatal que vinha dentro da meleta da propiá moto. ou seja ele elem de vim com problemas em sua onde foi relatado na meteria anterior que ele vinha sem farol vinha tambem sem seu objeto de proteção que era seu capacete hoje de manha nossa redação entrou em contato com as família dos outros envolvidos no acidente todos ja foram operados e passam bem.