segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Leitores deste blog


Elias Maquinho e firoca 

Charge do dia


Como eu me sinto quando meu chefe passa atrás da minha mesa


AHSUhasuhSAUHuahsUHASUHauhAUHUhAUHAHSAUSHuAUH

Diplomação em jataúba será nesta terça.

Amanha dia 18/12/12 será dia da diplomação dos eleito de jataúba serão eles 
os vereadores  firoca Zuza do jacú Chico de irineu Wanessa de Maviael Zito lopes 
Josilene Paulo floro Luana de luzimario  Jackson (galego ) Didi do riacho do meio e Antonio biloza
e do prefeito eleito Antonio de roque  

Se não rir adoce amigo


Ta bombando na net




Pedreiro coloca para fora o sentimento do povo brasileiro

Dezenas de crianças no Iêmen estão condenadas à pena de morte



Anti-government protests in Yemen

NO IÊMEN HÁ DEZENAS DE DELINQUENTES MENORES CONDENADOS À PENA DE MORTE, O QUE ESTÁ EM FLAGRANTE CONTRADIÇÃO COM A CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE OS DIREITOS DA CRIANÇA.


A última das vítimas foi uma menina de 15 anos, de nome Hind Al-Barti, executada no último dia 3 de dezembro.
A pena de morte é uma grave violação dos compromissos assumidos pelo Iêmen em 2005 e 2009, quando o governo deste país se obrigou a anular as penas de morte, as torturas e outras formas desumanas e degradantes de tratamento dos delinquentes menores de 18 anos. Segundo dados do Comitê das Nações Unidas para os Direitos da Criança, entre 2006 e 2010, no Iêmen, foram executadas 14 crianças

Isis Valverde vai ser Maria Madalena na ‘Paixão de Cristo’ em nova Jeruzalem




Da periguete Suélen em 'Avenida Brasil' para Maria Madalena na 'Paixão de Cristo 2013'. Isso mesmo! Atriz Isis Valverde fechou contrato com uma das maiores peças teatrais do país para viver a famosa prostituta, que é perdoada com Jesus, e com esse corpinho por todos nós.

A peça é apresentada todos os anos na Nova Jerusálem no distrito de Fazenda Nova município de Brejo da Madre de Deus, em Pernambuco. De acordo com o site 'Extra', o cachê que foi  como ela uma tentação irrecusável, por isso a atriz não pensou duas vezez em aceitar o papel. O ator Caco Ciocler ira interpretar o papel de Judas.

Tallys Maia comenta o novo secretariado de Santa Cruz em sua página de Face Book


Minha avaliação sobre o novo secretariado:

Pontos positivos: Equipe nova, que terá a missão de administrar um novo governo. Pessoas jovens (Gilson e Pricilla), que não tenho dúvidas, que irão desempenhar um ótimo trabalho. Na procuradoria, Marcelo Diogenes, com experiência em outros municípios, e bom relacionamento dentro do meio jurídico na cidade. Assim como Carlinhos na Administração, que também tem muita experiência no setor. Dois técnicos, Segurança e Saúde.

Pontos negativos: Muita gente sem experiência no Serviço Público. Pessoas que são acostumadas com o serviço privado, que é totalmente diferente, de gerir os recursos públicos. Foram criadas novas secretarias... O problema não é a criação em si, mas os setores onde foram criados: Esportes, Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, são secretarias que não recebem recursos federais, nem estaduais, e algumas irão surgir até mesmo sem orçamento.

Ponto positivo II: Nenhum dos "Amigos do Poder" foram aproveitados no secretariado, pessoas que ficam "pulando de barco em barco" procurando apenas benefícios próprios e financeiros.

No geral, considero positivo, vamos aguardar que esse pessoal trabalhe de acordo com os Princípios da Administração Pública (LIMPE - Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência), que não trate o serviço público como "sua empresa". Por fim, desejo um bom Governo, pois não fazemos a política do "quanto pior melhor".


Tallys Maia, DIRETOR DA CIRETRAN - SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Lurian: mexer com Lula, mexe com 80% da população''


:
A filha do ex-presidente Lula, Lurian Silva, saiu em defesa do pai no Facebook. Para ela, quem mexer com o pai, vai ter de enfrentar mais de 80% da população brasileira. Essaé a informação divulgada na coluna de Mônica Bergamo, na Folha:

Coluna da segunda-feira

        Rainha da Inglaterra
Quem já leu Maquiavel e conhece a fundo os seus conselhos em “O Príncipe” sabe, perfeitamente, que o rei só deve entregar a joia da coroa, no caso a chave do cofre, a alguém da sua extrema confiança.
Daí, a razão de muitos não terem compreendido a razão de o prefeito eleito Geraldo Júlio (PSB) ter escolhido Roberto Pandolfi para a Secretaria de Finanças, tendo este entrado na cota do PMDB – leia-se Raul Henry e não Jarbas Vasconcelos.
Só, ontem, depois de conversar com vários eduardistas, matei a charada. Pelo organograma e o modelo de gestão socialista, implantado e aplicado com mão de ferro pelo governador Eduardo Campos, o dono do cofre é o secretário de Planejamento e Gestão e não o secretário de Finanças.
O chefe de Finanças não tem autoridade, portanto, para liberar um tostão sem o crivo do Planejamento. Na prática, o secretário de Finanças só não é, verdadeiramente, uma rainha da Inglaterra (que não manda em nada) porque passa por ele algumas atribuições.
Entre elas, a de criar políticas rigorosas de fiscalização para reduzir a sonegação, que ainda é muito grande no Recife, e ampliar, consequentemente, as receitas. Pandolfi, portanto, não terá autonomia para definir o destino dos recursos ou ser generoso com algum colega de equipe que queira distinguir.
Todas as ações de liberação de recursos do orçamento já chegarão carimbadas pelo secretário de Planejamento, Alexandre Rebêlo, este, sim, o todo poderoso, o Geraldo de Geraldo Júlio. Este foi o papel, aliás, que exerceu o próprio prefeito eleito no primeiro mandato do governador Eduardo Campos.
PEGOU MAL – Os argumentos apresentados pelo secretário de Educação da equipe de Geraldo Júlio, Valmar Corrêa de Andrade, para explicar as denúncias de um contrato mal assombrado quando reitor da UFRPE, não convencem. Conforme o vereador eleito Raul Jungmann constatou, o ex-reitor responde a processo e está enquadrado como ficha suja. Recentemente, o prefeito João da Costa assinou decreto proibindo a contratação de fichas sujas.
Preguiçosos chiaram - Quem for arredio ao trabalho está frito na equipe do prefeito eleito Geraldo Júlio. Um dia após anunciar o secretariado, em pleno sábado, o socialista promoveu a primeira reunião do secretariado. Começou por volta das 14 horas e só acabou perto das 22 horas. Alguns saíram de lá chiando.

Rebelião na base - O que se ouve nos bastidores da base aliada do prefeito eleito Geraldo Júlio é muita insatisfação com a montagem do secretariado. Reclamam que os dirigentes partidários não foram ouvidos. No caso do PMDB, o único que soprou no ouvido do rei para indicar Pandolfi (Finanças) e Murilo Cavalcanti (Segurança) foi o deputado Raul Henry. A indicação do suplente de vereador Romildo Neto para Cisurb também não passou pelo crivo do presidente do PSD, André de Paula.
Destino incerto - Quanto ao PSD não ter sido contemplado na equipe de Geraldo Júlio nem tampouco na reforma estadual, o que as paredes do Palácio falam é que o presidente André de Paula iria para um cargo federal. Ou ocuparia a pasta de Agricultura no lugar de Ranilson Ramos, quando este, em abril, for indicado para a vaga de Romário Dias no Tribunal de Contas.
Mais mudanças - A reforma que o governador Eduardo Campos (PSB) promove no secretariado não acabou com as quatro mudanças anunciadas sexta-feira passada. Vêm mais acomodações por aí. Mas tudo já em sintonia com o vice-governador João Lyra Neto (PDT), que deve assumir em 2014, com a desimcompatilização de Eduardo, que deve ser candidato a presidente da República.




CURTAS
CALOTE JUNINO– Por incrível que pareça, mas tem uma penca ainda de artistas que cantaram no São João de Caruaru e não viram a cor do dinheiro dos seus cachês. E, quando cobram, a desculpa da assessoria do prefeito José Queiroz é de que não há dinheiro em caixa. Então, a moçada vai levar calote?
JOGOU A TOALHA– Com medo de enfrentar o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), a presidente Dilma disse, ontem, a aliados, que não tem mais o que fazer sobre os royalties. Ao saber que o Congresso derruba o veto, pediu ao ministro da Fazenda uma compensação para os Estados produtores.
PERGUNTAR NÃO OFENDE – O mundo acaba mesmo na próxima sexta-feira, conforme prega o calendário maia?
'Melhor é o pouco com justiça, do que a abundância de bens com injustiça'. (Provérbios 16:8)
magno martins 

Mais um domingo de transito intrafegável em santa cruz destino ao moda center


 
As imagens da movimentação de veículos em destino ao Moda Center, neste mês de dezembro, impressionam.
Desta vez, as cenas foram captadas por Sérgio Voador, durante um voo de parapente, na manhã deste domingo (16).
A intensa fila de carros trefegando pela PE-160 surpreende a cada semana.
Agora, resta saber quantas décadas serão necessárias para que o Governo do Estado ofereça a estrutura que Santa Cruz do Capibaribe precisa.

Humberto na Filadelfia FM: a elite brasileira teima em tentar queimar a imagem de Lula

O senador Humberto Costa (PT-PE) participou na manhã desta segunda-feira (17) do programa “Ponto de Vista”, na Rádio Filadelfia FM (www.radiofiladelfia.fm5.com.br).


O Mensalão - O senador falou do envolvimento do seu nome, em denúncias feitas por Marcos Valério, em torno do desvio de dinheiro no escândalo do Mensalão. “Que sejam feitas as investigações e que hajam punições contra os responsáveis por crimes cometidos contra o povo. São denúncias requentadas que partem da elite brasileira que teima em destruir a imagem do presidente Lula. Contra mim, são denúncias requentadas, já fui alvo de boatos e mentiras infundadas, que posteriormente foram provadas como sendo falsas”, disse ele.


PT e Geraldo Júlio - Quanto a participação do PT no governo Gerlado Júlio, o petista foi curto e direto ao ponto. “O partido tomou a decisão de participar do Governo Geraldo Júlio, eu fui voto vencido, sendo assim aceitarei a decisão da maioria da legenda’.


PT e PSB - Perguntado se a disputa entre PSB e PT na eleição de outubro em Recife, poderia afastar definitivamente os dois partidos no Estado, ele disse que acreditava nessa hipótese. “Creio que a eleição de Recife foi um fato isolado na política de Pernambuco, não acredito que a parceria dessas legendas seja abalada por isso”.


O Polo de Confecções - Humberto falou ainda de sua ligação com as cidades do Polo de Confecções. “Em breve visitarei o Polo de Confecções, afinal de contas, tenho muito apreço por cidades como Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, onde tenho amigos queridos”, falou o senador.


Eduardo presidente - Quanto a possibilidade de Eduardo Campos ser candidato a presidente, contra Dilma ou Lula, ele deixou uma interrogação no ar. “Movimentos apontam para o lançamento de uma candidatura a presidência da república, mas é preciso que aguardemos, pois muita água ainda vai passar embaixo dessa ponte”, finalizou o senador pernambucano Humberto Costa.


César Mello

Postado por Blog do Marcondes Moreno

Ceará: Dilma inaugura primeiro estádio da Copa













A presidente Dilma Rousseff (PT) inaugurou ontem (16) o primeiro estádio dos que serão utilizados na Copa das Confederações de 2013 e na Copa do Mundo de 2014: o Castelão, em Fortaleza (CE). Dilma, que chegou de viagem da Rússia na madrugada de ontem e, antes da arena esportiva, visitou o Hospital da Mulher na capital cearense, aproveitou para exaltar a conquista do campeonato mundial de clubes pelo Corinthians.
"Inauguramos o novo estádio do Castelão hoje [ontem], em um momento especial de sorte e vitória. Neste domingo, o Corinthians se sagrou campeão interclubes. Esse fato mostra que o Brasil é capaz das duas coisas: ganhar nos campos de futebol e construir estádios dessa categoria", ressaltou a presidente, durante discurso na solenidade.
Segundo o Correio Braziliense, Dilma discursou na semana seguinte em que a Federação Internacional de Futebol (Fifa) questionou a capacidade de organização do País após os incidentes ocorridos na final da Copa Sul-Americana, no Morumbi, envolvendo o São Paulo e o time argentino Tigre. Dilma prometeu ainda participar de todas as inaugurações de novos estádios até o próximo ano, incluindo o Mineirão, em Belo Horizonte, a ser entregue na sexta-feira (21).
A solenidade, na qual a presidente deu o pontapé inicial do novo estádio, contou com a presença do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), como um dos convidados. O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), e o prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio(PSB), eram os anfitriões da cerimônia. 'A festa foi muito bonita, o povo aqui está muito animado.

Aproveitei para convidar a presidente Dilma para a inauguração do nosso estádio em Brasília', disse Agnelo ao Correio, por telefone.


magno martins

Brasil perde posto de 6ª maior economia do mundo




Da Agência Estado

A desvalorização do real em relação ao dólar fez o Brasil perder o sexto lugar no ranking das maiores economias do mundo. Considerando o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) no 4º trimestre de 2011, e no 1º, 2º e 3º trimestres deste ano, o País voltou para a sétima posição, atrás do Reino Unido.

A atividade econômica brasileira em marcha lenta foi decisiva para que a distância entre os dois países subisse para a casa dos US$ 200 bilhões, o equivalente ao PIB da Romênia.

A Economist Intelligence Unit (EIU), responsável pelo levantamento, calcula que a economia do Brasil só voltará a ultrapassar a britânica em 2016. “Segundo nossas estimativas, o País vai continuar crescendo mais do que o Reino Unido ao longo desses anos, mas, levando em conta a evolução da taxa de câmbio projetada para o período, o Brasil só voltará a ser sexto em 2016”, explicou o economista da EIU responsável pela América Latina, Robert Wood.

A EIU, braço de análise da revista britânica Economist, considera no levantamento apenas o PIB nominal dos países (resultado da soma das riquezas produzidas) convertido em dólar. Por isso, na ‘disputa’ Brasil/Reino Unido, pesou a expressiva desvalorização do real ante a moeda americana em 2012. Até sexta-feira, o dólar ganhava quase 12% na comparação com o real. No mesmo período, a libra esterlina acumulava valorização de quase 4% em relação à moeda americana.

Como é inimaginável que o Brasil cresça os quase 16% que compensariam o desempenho das taxas de câmbio no ano, o País perderia a sexta posição do ranking de qualquer forma. No entanto, se o desempenho da economia brasileira fosse melhor, a diferença entre os dois países seria inferior aos quase US$ 196 bilhões de hoje.

Diferentes réguas - O Brasil cresceu 0,7% de janeiro a setembro deste ano, enquanto o Reino Unido registrou estagnação no período. Caso o Brasil tivesse crescido no mesmo ritmo de outros pares latino-americanos, como Chile e Peru, que vêm se expandindo na casa dos 5%, teria encurtado a distância.

O PIB nominal em dólar é apenas uma das métricas usadas para medir o tamanho e o dinamismo de uma economia. “Vários estudos apontam que, quanto maior é uma economia, mais atraente é para investimentos estrangeiros”, disse o professor de economia do Insper Eduardo Correia. “Nesse quesito, portanto, o Brasil está bem. Mas em várias outras medidas deixamos a desejar.”

Correia lembra que, no ranking do Banco Mundial que mede o PIB per capita, o Brasil ocupa apenas a 75ª posição. “No caso dos rankings que mensuram a qualidade da educação, a situação é ainda pior: o Brasil está no 88º posto.”

Independentemente da métrica escolhida, é consenso que o Brasil precisa crescer mais rápido para melhorar as condições de vida da população, o que se refletirá nos diferentes rankings comparativos. “Várias questões que contribuíram para a expansão mais forte do Brasil nos últimos anos não estão mais soprando a favor”, disse Wood, referindo-se ao “boom” dos preços das commodities, mercado de trabalho favorável e mudança estrutural no crédito. “Daqui para a frente, o País precisa ter ganhos de produtividade, o que passa por um menor ativismo do Estado, entre outros fatores.”

O economista-chefe da Sul América Investimentos, Newton Rosa, vai na mesma linha. Para ele, o governo brasileiro precisa de uma agenda que resulte em mais investimentos na economia. “Não vamos mudar nossa situação no curto prazo, mas é preciso um esforço grande para aumentar a produtividade e a competitividade do País.”

Rosa observa ainda que a média de crescimento do PIB nos dois primeiros anos do governo Dilma é inferior a 2% ao ano - 2,7% em 2011 e 1% estimados para 2012. Para o ano que vem, o economista da Sul América projeta alta de 3,3% do PIB, o que elevaria a média anual para 2,3%.

“A queda do Brasil no ranking mundial das maiores economias decorre, principalmente, da taxa de câmbio. Mas, independentemente disso, o desempenho da economia tem sido fraco.”

Para Correia, do Insper, se o Brasil mantivesse uma média de crescimento anual ao redor de 3%, conseguiria, pouco a pouco, reduzir a distância para as economias mais bem colocadas no ranking. “Não importam muito as variações de curto prazo da economia, mas seu desempenho em um período mais longo de tempo”, comentou. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Menor de 17 anos é morto por dívida de drogas


 

Imagem: ilustração.
Na noite de ontem (16/12), a polícia registrou mais um homicídio em Santa Cruz.

Segundo informações apuradas, Michael Wesley da Silva (17 anos), que residia no bairro Santo Augustinho, teria sido alvejado com pelo menos quatro tiros, na Avenida Biu de Deda.

A polícia teria recebido informações que no Hospital Municipal teria dado entrada um jovem, já sem vida, que teria sido alvejado com arma de fogo.

Pelo menos quatro disparos foram feitos: um tiro no olho esquerdo, um no braço esquerdo, um no tórax e outro no rosto.

A polícia relatou também que duas pessoas estavam em uma moto e assassinaram o jovem, fugindo do local após o homicídio.

Foi relatado também que a polícia recebeu informações de uma pessoa, ligada ao menor, de que ele teria dívidas com traficantes, sendo então morto.

O menor morto também era usuário de drogas.

Inflação recuará em 2013, prevê presidente do Banco Central


Da Agência Estado

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, disse, nesta segunda-feira, que a inflação em 2013 ficará abaixo do nível verificado em 2012. Tombini afirmou que há uma série de fatores que apontam na mesma direção da visão do BC, entre eles a moderação da evolução dos salários e o crescimento do crédito em um ritmo mais modesto.

Tombini afirmou também que a economia brasileira registrou no terceiro trimestre uma retomada mais lenta do que se supunha, mas que o crescimento é firme e está ganhando velocidade. "O Brasil tem todas as condições de retomar uma trajetória de crescimento mais forte do ponto de vista da estabilidade monetária e financeira. O Brasil vai bem, obrigado." O presidente do BC disse ainda que o sistema financeiro nacional está sólido, bem capitalizado, rentável e bem provisionado.

Segundo Tombini, as medidas tomadas pelo governo até agora também contribuirão para a redução da inflação em direção à trajetória de metas. O próprio cenário internacional, disse, apresentou melhoras em "várias dimensões", mas ainda vem mostrando crescimento abaixo da taxa de expansão dos últimos anos. "Não há um cenário inflacionário vindo do exterior", completou.

Em relação às condições da economia doméstica, Tombini citou o elevado nível das reservas internacionais, condições "confortáveis" de financiamento do balanço de pagamento, uma questão fiscal equacionada e uma relação dívida/PIB declinante. O presidente do BC afirmou ainda que o resultado nominal do setor público colocaria o Brasil bem posicionado em qualquer comparação internacional. "Essas são todas condições para o Brasil crescer mais no futuro", completou.

Animais soltos colocam em risco a segurança de motoristas na PE-160


 

Animais soltos colocam motoristas em situação de risco. Fotos: Thonny Hill.

Na manhã de hoje (17/12), nossa equipe flagrou que animais soltos estavam colocando em risco a segurança de motoristas na PE-160, que corta Santa Cruz.

Os animais foram flagrados nas proximidades do antigo Posto Elo e também ao Samu.


Com o intenso fluxo de veículos na via, a possibilidade de um acidente grave é aumentada, já que não havia qualquer pessoa que estivesse cuidando destes animais.

fonte ney lima 

Não fui eu que coloquei o meu nome lá. Nem posso tirar, diz Eduardo sobre pesquisa



Com informações da repórter Gabriela Bezerra, do Jornal do Commercio


Definitivamente a eleição de 2014 não está na pauta do governador Eduardo Campos (PSB). Pelo menos não publicamente. Durante a cerimônia de entrega da Medalha do Mérito da Secretaria da Casa Militar, na manhã desta segunda-feira (17), o socialista voltou a desconversar sobre sua possível candidatura à Presidência da República.

Eduardo Campos aparece com 4% no Datafolha

Eduardo Campos não garante que vai terminar o mandato de governador

Questionado sobre a pesquisa Datafolha de intenção de votos para presidente divulgada nesse domigo (16), na qual aparece com 4% das citações, Eduardo retomou o discurso de que é preciso ajudar a presidente Dilma Rousseff (PT) a vencer o ano de 2013 e lembrou: "não fui eu que coloquei o meu nome lá [na sondagem]. Nem posso tirar".

Em entrevista ao Blog de Jamildo e ao Jornal do Commercio na última quinta (13), o governador admitiu que pode não terminar seu mandato.

"Eu posso, em primeiro lugar, ficar, e não tem drama nenhum nisso, e posso sair. Saindo, deverei ter uma missão para justificar essa saída. E vocês acham que é possível decidir essa missão agora?", afirmou.

Pesquisa comprova que Barbosa caiu no gosto popular


A pesquisa divulgada no último domingo (16) pelo Instituto Datafolha possui um cenário com um nome e um percentual bem curiosos. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, aparece com 9% das intenções de votos aferidas na amostra, à frente de nomes como o do próprio governador Eduardo Campos (PSB), que registrou 4%. O ministro, claro, é beneficiado – se é que esse é um termo que pode ser empregado ao fenômeno – por sua atuação no julgamento da Ação Penal 470, o mensalão, da qual foi relator.
A forma como Joaquim Barbosa pediu a condenação dos evolvidos no escândalo, principalmente figurões petistas como José Dirceu, caiu no gosto popular. É cada vez mais comum ouvir de diferentes segmentos da sociedade referência e sentir também reverência à disposição do ministro de “lutar” contra a corrupção.
Tanto que, nas redes sociais, Barbosa já é comparado com o Batman. Se bem que a capa (toga) preta contribui bastante para isso. Sem falar que, em determinados momentos, o Congresso Nacional pode lembrar Gotham City, cidade fictícia onde as diversas formas de crime imperavam.
No entanto, há quem faça a ressalva de que a atuação de Joaquim Barbosa no plenário do Supremo chega a ser teatral e que a desenvoltura exibida pelo ministro poderia ser confundida com arrogância por alguns. O concreto é que muitos partidos já sinalizaram que gostariam de contar com o presidente do Supremo em seus quadros, principalmente de olho na sucessão da presidente Dilma Rousseff (PT). Uma candidatura de Barbosa a presidente é algo improvável de se materializar, mas, em política, nada soa como impossível.