domingo, 13 de dezembro de 2015

Assalto recuperação do veiculo e acidente na volta, tudo isso na mesma ocorrência.


Na manhã deste domingo (13) um veículo modelo Gol foi tomado de assalto aqui em Jataúba, onde dois meliante em uma moto abordaram uma popular de nome não revelado e anunciaram o assalto levando um Gol de Placas KMC 3391 de Jataúba-PE, depois do assalto os meliantes seguiram com destino a Santa Cruz do Capibaribe.


De imediato a GT de Jataúba foi acionada e seguiram os meliantes, já próximo a Poço Fundo os mesmos foram alcançados pelos PMs, onde foi dado voz de prisão para Carlos Eduardo Gomes da Silva de 20 anos de Idade, que mora na Rua Antônio Ferreira Ramos, Bairro São Miguel em Santa Cruz do Capibaribe, o segundo imputado foi, Luan Gonsalves do Nascimento Silva de 19 anos de idade, residente na Rua Jose Juscelino Aragão Filho, Bairro São Miguel em Santa Cruz do Capibaribe. 


Com os dois meliantes estavam duas menores, ainda segundo a polícia um que estava na motocicleta conseguiu se evadir, provavelmente o que estava com a arma usada no roubo do veículo. 


Quando a PM estava retornando a Jataúba para pegar a vítima do assalto, ocorreu um acidente inusitado, um veículo Fox que vinha logo atrás conduzido pelo irmão da vítima, colide com o gol, conduzido pelo SD Juvêncio, que consequentemente colide com a viatura de Jataúba que vinha a frente conduzida pelo SD Arquilino e comandada pelo CB Aílson. Devido à gravidade do acidente todos estão bem. 


Não temos as fotos do Fox pois o mesmo tinha sido usado para ir buscar um borracheiro para fazer a troca do Pneu da VT. 

Collar Blog Jataúba News



Contato (81) 8171 7842



Vote nesta enquete e der sua opinião!!!


Para você leitor do Blog Jataúba News, quem foi o vereador mais atuante no ano de 2015 em Jataúba? A enquete foi anexada no lado direito do blog.

Atualmente há 11 vereadores no município, a enquete servirá para ver como anda a popularidade de cada e produção legislativa realizadas em seus trabalhos diante o ponto de vista dos leitores.

Collar Blog Jataúba News 



Org Michelly Galvão Vieira

Governo recua e eleições 2016 deverão ser em urnas eletrônicas


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta quinta-feira (10), por meio de nota, que o governo federal revisou parte do bloqueio de R$ 428 milhões que faria no orçamento da Justiça Eleitoral, prometendo liberar R$ 267 milhões que, inicialmente, seriam contingenciados. Com isso, a Corte eleitoral afirmou que será viabilizada a realização das eleições de 2016 com voto eletrônico.

O bloqueio atingiria os orçamentos do Supremo Tribunal Federal (STF), do Superior Tribunal de Justiça (STJ), da Justiça Federal, da Justiça Militar da União, da Justiça Eleitoral, da Justiça do Trabalho, da Justiça do Distrito Federal e Territórios e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

No fim de outubro, uma portaria assinada pelo presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, advertiu que o contingenciamento determinado pelo Executivo nos tribunais superioresinviabilizaria o voto eletrônico.

Com o bloqueio previsto anteriormente pelo governo, a Justiça Eleitoral deixaria de receber mais de R$ 428 milhões, o que, segundo o TSE, impediria a compra e a manutenção de urnas eletrônicas necessárias para viabilizar o pleito municipal.

Na época, Toffoli ressaltou que era imprescindível contratar as urnas eletrônicas até o fim do mês de dezembro, com o comprometimento de uma despesa estimada em R$ 200 milhões.

O governo conseguiu rever o tamanho do bloqueio de recursos do Judiciário porque, em 2 de dezembro, o Congresso Nacional aprovou projeto que reduziu a meta fiscal deste ano.

Na ocasião, deputados e senadores autorizaram o governo federal a encerrar 2015 com um déficit recorde de R$ 119,9 bilhões. O Executivo dependia da revisão da meta para não descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

No comunicado divulgado nesta quinta, o tribunal eleitoral afirmou que a revisão da nova meta fiscal deste ano por parte do Congresso levou os ministérios da Fazenda e do Planejamento a recalcularem o contingenciamento no Judiciário.

Em vez de bloquear R$ 428 milhões, destacou a nota do TSE, o governo irá cortar R$ 161 milhões. De acordo com o tribunal, a redução do contingenciamento possibilitará a substituição de urnas eletrônicas para a eleição do ano que vem.

Leia a nota divulgada pelo TSE confirmando a votação eletrônica na eleição de 2016:

Votação eletrônica em 2016 está garantida com nova meta fiscal

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu nesta quinta-feira (10) do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão cópia do relatório enviado à Comissão Mista do Congresso Nacional, no qual constam reestimativas de receitas e despesas que garantem a realização das Eleições Municipais de 2016 por meio eletrônico. O documento também é assinado pelo Ministério da Fazenda.

De acordo com o Ofício Interministerial, findo o quinto bimestre deste ano, e dada a meta de superávit primário constante da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO-2015) vigente à época, indicou-se a necessidade de redução financeira em R$ 107,1 bilhões aos Poderes da República, incluindo a Defensoria Pública (DPU) e o Ministério Público da União (MPU). Ao fim do terceiro bimestre já havia a necessidade de redução de outros R$ 79,5 bilhões.

No entanto, com a aprovação do PLN nº 5/2015 no Congresso Nacional e sua conversão em lei, a LDO-2015 foi alterada e houve redução na meta de resultado primário para o conjunto dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social – OFSS, de R$ 55,3 bilhões positivos para R$51,8 bilhões negativos e, dessa forma, a meta de resultado primário OFSS foi reduzida em R$ 107,1 bilhões.

Do Blog Merece Destaque 


Org:Jailson Kaô.