sexta-feira, 28 de junho de 2013

TSE já corre contra o tempo para realizar plebiscito




O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve responder à consulta feita pelo Governo Federal sobre a realização do plebiscito ainda neste final de semana, mas, entre especialistas, já é quase certo que, caso se consiga fazer um esforço de gestão operacional, o pleito só poderá vir a ser realizado entre 18 e 28 de agosto. Essa data encurta ainda mais os prazos para que o Congresso Nacional vote a reforma política até o início de outubro, uma vez que as intenções do governo eram de a consulta vir a ser realizada nos primeiros 15 dias de agosto.

Informações repassadas por dois departamentos do tribunal à RBA na manhã desta sexta-feira (28) são de que, após passarem os dois últimos dias debruçados nas legislações sobre o tema em atendimento a determinação da presidente, ministra Cármen Lúcia, os técnicos e analistas consideraram que pode realmente vir a ser possível organizar o plebiscito, mas será necessária uma árdua gestão operacional. E mesmo assim, somente nesse período ainda a ser definido é que o TSE terá condições de garantir o procedimento dentro de todos os trâmites exigidos pela atual legislação.

Mesmo assim, a operação é arriscada: será necessário que, conforme informou um juiz auxiliar que atua no tribunal, nos próximos 50 dias, a Justiça Eleitoral passe a trabalhar diuturnamente, organizando escalas para que os servidores consigam atingir esse prazo.

É preciso programar todas as urnas eletrônicas, consertar as que estejam apresentando problemas e fazer a substituição das que foram deterioradas nas últimas eleições – tarefas que vinham sendo elaboradas dentro de um cronograma específico para ser concluído com vistas às eleições de 2014 e que, agora, terá de ser acelerado.
Escrito por Magno Mart


Hylda Cavalcanti
Do Jornal de Brasília

Juízes advertem que a democracia 'está em risco'



A Justiça está preocupada com o que chama de “risco à própria democracia”. Reunidos no início da semana na sede do Tribunal de Justiça de São Paulo, presidentes de tribunais e de associações nacionais e estaduais da magistratura produziram uma nota pública, divulgada nesta quinta feira, 27, na qual expressam as aflições do Judiciário, ante constante evasão de quadros e a insegurança da toga. 170 juízes estão sob ameaça de morte.

Os juízes revelam preocupação “com os rumos do Judiciário no contexto nacional, diante do processo de vulnerabilidade e fragilidade que vem se instalando em detrimento desse Poder, com risco à própria democracia'. (Informações de O Estado de S.Paulo - Fausto Macedo)

Clique aí e leia na íntegra: Em nota, juízes dizem que a democracia 'está em risco'

Aliados propõem fim da reeleição e constrangem Dilma


 

Presidentes de dez partidos da base aliada e de líderes na Câmara e no Senado disseram à presidente Dilma Rousseff que apoiarão a convocação de um plebiscito sobre a reforma política, mas provocaram mal-estar ao propor um debate sobre o fim da reeleição e mandato de cinco na consulta popular e ao enfatizar que mudanças no sistema só devem vigorar em 2018. Dilma e o PT vão insistir numa reforma que vigore em 2014.

Embora a sugestão dos aliados tenha sido para que o fim da reeleição comece a valer a partir de 2018, não afetando a campanha de Dilma pelo segundo mandato, a simples referência ao assunto constrangeu o governo. O Estado apurou que, mesmo com a garantia de que eventual mudança não vai valer para ela, Dilma é contra incluir questões sobre o fim da reeleição no plebiscito. (Informações de O Estado de S.Paulo -Vera Rosa, Tânia Monteiro e Ricardo Brito)

magno martins 

A charge do dia se não rir adoce

 

Mais uma vez praça lotada pra ver a tradicional quadrilha da escola paraíso do saber







Fotos dos 15 anos da escola paraíso do saber






Escola Paraíso do saber completa 15 anos com estilo.

  Em mais uma quadrilha junina a escola paraíso do saber mostrou que esta sempre um passo a frente com muito forro e muita alegria diante dos olhares atentos dos pais que ali estavam. A escola mostrou um pouco de tudo que se passou durante estes quinze anos. A cada apresentação era uma alegria só tantos pelos pais e também como os professores e alunos.









Jataúba contou nesta quinta e contará nesta sexta com a campanha entregue sua arma e de uma chance a vida.












Sd Kelton  o    Sgt Lima Junior   e o    Cb Martins s




Menos armas. mais vidas. desarme-se.
 Acidente com armas de fogo são responsáveis por cerca de 75% dos homicídios em Pernambuco. muitos acidentais ou poderia ser evitados se não houvesse uma arma por perto Colabore com a campanha de desarmamento e deixe sua arma na unidade móvel da Policia Militar. você recebe uma indenização entre 150,00 e 450,00 conforme o tipo da arma entregue. Levante a bandeira da paz.DIGA NÃO À VIOLÊNCIA      

Collar Jataúba News.