sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Dois veículos foram roubados na primeira noite de festa do Bode em Jataúba.


Meliantes atacam na primeira noite de festa do Bode aqui em Jataúba, segundo informações passadas a nossa redação é que dois veículos foram roubados na Avenida Jose Lopes de Siqueira, trata-se de um Gol de Placa KLO 4188 pertencente ao senhor Jose Rodrigo Barbosa de Lira, de Santa Cruz do Capibaribe.  


O outro veículo foi uma Moto XRE 300 de placa HIH 5830 de cor Branca, a mesma pertence ao senhor Armando Fidelis da Silva de Toritama.

Collar Blog Jataúba News



O melhor preço é na...

Nova viatura foi entregue ao 3º Pelotão na Cadeia de Jataúba.


Agora o efetivo poderá estender as rondas nos Sítios que fazem parte da Zona Rural da Cidade. 

Só está faltando agora o aumento do efetivo do Pelotão, uma promessa feita pelo Ten. Cel. Reinaldo na audiência pública realizada no último dia (27) de Agosto, que irá brigar na SMS de Pernambuco por essa necessidade que passa a nossa cidade.

A população também está ansiosa para que as câmeras de segurança sejam instaladas, onde irão ajudar e muito a polícia que vem fazendo um bom trabalho mesmo com uma redução brusca de homens.

Collar Blog Jataúba News

Contatos 081 3746-1186 Jataúba PE - Congo PB - São João do Tigre PB

Lula lamentou o rompimento político com Eduardo

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou ontem em Petrolina o rompimento político com o ex-governador Eduardo Campos lembrando a 'relação pessoal' com o pernambucano, morto no acidente do dia13 de agosto.

'Todo mundo sabe da minha relação pessoal com Eduardo Campos. Todo mundo sabe que eu respeito a diversidade política. Gostaria que nós nunca tivéssemos nos separado. Mas não foi possível. E na política é assim', afirmou Lula.


A declaração foi durante comício em Petrolina (PE), onde Lula cumpriu compromisso de campanha, em concorrida passeata e comício na cidade. 'O fato de Eduardo Campos ter morrido não muda um milímetro a minha relação de respeito com ele e com a família dele',disse Lula, lembrando que a amizade com Eduardo vinha desde 1989, quando foi candidato à Presidência com o apoio do ex-governador Miguel Arraes (1916-2005), avô do pernambucano.


'Mas eu não estou aqui para discutir uma relação que quero manter até o resto da minha vida, uma relação de respeito de admiração. Eu vim aqui porque o que está em jogo agora é o futuro do Estado de Pernambuco', concluiu Lula.

Magno Martins 



A sua segurança é aqui

Uma radiografia das pesquisas para governador

Desde de abril deste ano foram publicadas dez pesquisas registradas de intenção de votos para governador de Pernambuco, realizadas por quatro institutos: IPMN (3), Ibope (3), Opinião (2) e Datafolha (2).

O gráfico que acompanha o texto expõe os resultados dessas pesquisas em ordem sequencial de trabalho de campo: IPMN (primeira, quinta e oitava), Ibope (segunda, quarta e sétima), Opinião (terceira e nona) e Datafolha (sexta e décima).

As pesquisas realizadas após a morte do ex-governador Eduardo Campos, em número de quatro, estão separadas pela linha verde do gráfico.

Até a pesquisa do Datafolha, cujo campo terminou no dia 13/08, dia do falecimento de Eduardo Campos, a média de intenção de votos de Armando Monteiro era de 42% e a de Paulo Câmara registrava 13%. Da linha verde em diante, a média de intenção de votos de Paulo Câmara subiu para 32% e a de Armando Monteiro caiu para 35%, com as três últimas pesquisas mostradas no gráfico já revelando empate técnico entre eles.

É inegável, portanto, que o fator emocional teve um peso ponderável na configuração de votos que se seguiu ao trágico desaparecimento do líder pernambucano.

Entretanto, mesmo entre os adversários de Paulo, havia expectativa de que os índices alcançados pelo candidato pessebista antes do Guia Eleitoral iriam evoluir positivamente tão-logo começassem as veiculações radiofônicas e televisivas. A íntegra deste artigo, do professor e consultor Maurício Romão, você confere no menu Opinião. Vale a pena!


A nossa Farmácia.

Dilma é a mais preparada e merece mais quatro anos

foto collar jataúba news 
Em um discurso de quase 50 minutos, o ex-presidente Lula (PT), defendeu a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) e reafirmou, durante todo o tempo, o seu apoio ao candidato a governador Armando Monteiro (PTB) e o candidato ao Senado João Paulo (PT). Lula disse que pede voto pra Armando com orgulho e afirma que ele tem que assumir o Estado. “Armando tem que ser eleito com um bom número de deputados estaduais e federais para ajudar Dilma a fazer a reforma que ela precisa fazer, a começar pela reforma política que é a principal”.


“Durante todo tempo que fui presidente, toda vez que vim a Pernambuco, eu ficava desafiando nossos opositores sobre o que eles tinham feito e o que nós estávamos fazendo. O Estado de Pernambuco nunca recebeu tanto dinheiro como tem recebido do Governo Federal. Nunca antes na história do Brasil. Eu só vou dizer uma coisa, a gente não leva dinheiro para o Estado ou para a cidade porque a gente gosta do governador ou do prefeito, nós gostamos do povo”, afirmou Lula.

Lula dedicou seu tempo de discurso para promover as ações de Dilma, ratificando que, segundo ele, ela é a melhor opção para o País. “Nós governamos para todos. Dilma trata os mais ricos como trata os mais pobres. Em uma escada de dez degraus, nós fizemos os pobres subirem dois degraus, ainda falta muito e Dilma é a mais preparada”.

Por fim, Lula passou para militância a missão para os próximos dias. “Temos menos de 30 dias e eu farei o possível e o impossível para quem merece mais quatro anos continuar fazendo o Brasil crescer”, finalizou Lula.




A namoradinha da cidade