sexta-feira, 5 de julho de 2013

Saúde e busca de novos investimentos foram os focos no discurso de Roberto Asfora no comício de encerramento em Brejo



Milhares de pessoas acompanharam o comício de encerramento da sede em Brejo. Fotos: Eliel Antônio.
A noite desta quarta-feira (03) marcou o encerramento dos comícios de Roberto Asfora (PSDB) na sede em Brejo da Madre de Deus, sendo hoje (04) o último evento político a ser realizado no distrito de São Domingos.

Estiveram presentes várias lideranças políticas, entre elas os vereadores da bancada taboquinha de Santa Cruz do Capibaribe, o deputado federal José Augusto Maia (PTB) e também do deputado estadual Silvio Costa Filho (PTB).

O discurso dos políticos foi visto por milhares de pessoas que foram as ruas. Em seu discurso, Roberto Asfora falou sobre a proximidade da eleição suplementar. Confiante em sua vitória, o candidato citou que o “povo de Brejo da Madre de Deus vai dar seu grito de liberdade” no dia 07 de julho.

"O povo de Brejo da Madre de Deus vai dar seu grito de liberdade", afirma Roberto Asfora.



Asfora citou que seus adversários ficam espalhando mentiras, colocando como um desses exemplos do fim do pleito e a volta de Dr. Edson Sousa (PTB) ao poder, mas que deveriam ter usado dessa ênfase para realizar obras concretas ao longo dos quatro anos passados como construção de estradas, oferecer merenda de qualidade aos alunos da rede municipal de ensino e construir novas escolas.

No auge de seu discurso, Roberto enfatizou a falta de médicos, firmando um compromisso com a população caso seja eleito e completou com a realização de novos investimentos para a cidade.

“Eu disse e vou repetir: se em 10 dias depois de assumir (a prefeitura) se Deus quiser e não tiver médicos, eu renuncio o meu mandato”, pontuou completando que tem “conversado com alguns empresários para instalação de pequenas fábricas no município para que Brejo faça parte do Polo da Sulanca”.

Ao final, Roberto enfatizou que o concurso público realizado em Brejo durante a gestão de Dr.
Edson será honrado em sua gestão caso eleito e que não haverão perseguições políticas.

“O concurso que foi feito aqui vai ser honrado. Eu não estou aqui para derrubar casa de ninguém, de terreno que foi dado; eu não estou aqui para não honrar o concurso, estou aqui para honrar tudo porque não vim para destruir e sim para construir”.
José Augusto afirma que Roberto deixará a prefeitura apta para receber recursos e dispara fortes críticas a Diogo Moraes e Edson Vieira
Ao fazer uso do microfone, o deputado enfatizou trabalhos realizados em Santa Cruz do Capibaribe quando prefeito por dois mandatos e falou sobre dinheiro de emenda, na ordem de R$ 7 milhões para o Coniape.

As emendas, de acordo com o deputado, foram perdidas porque os prefeitos integrantes do Consorcio deixaram suas prefeituras com o Cadastro único de Convênios da União (Calc – conhecido como “SPC das prefeituras”) sujo, inclusive a de Brejo da Madre de Deus, governada até então por Dr. Edson.

“Durante os três anos de luta, sete milhões para esse mundo de máquinas vir, os prefeitos começaram a sujar seus Calc´s e quando chegou no último dia do ano, inclusive o daqui, estava com o Calc sujo e perdemos estes sete milhões de reais”, pontuou José Augusto, destacando que Roberto Asfora reverterá isso em Brejo, para que as emendas cheguem ao município.

Para finalizar o discurso, José Augusto atacou fortemente o deputado estadual Diogo Moraes, no qual o chamou de traidor da população brejense e também o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira (PSDB).

“A pior administração que já se viu em Santa Cruz está lá, inclusive com um dos maiores escândalos da história de minha terra e veja só: junto com esse prefeito de lá, tem um deputadozinho que juntos fizeram uma locadora de automóveis. Em três meses fizeram um rombo de R$ 1,2 milhão. Esse deputadozinho, que Roberto elegeu e fez vocês darem 6500 votos, traiu vocês”, destacou.
Silvio Costa Filho afirma que senador Armando Monteiro está com Roberto Asfora


O deputado petebista iniciou criticando a gestão adversária, afirmando que outras cidades como Caruaru, São Caetano e Agrestina se desenvolveram, ao contrário de Brejo.

“Nós estamos parados no tempo”, destacou, completando que o Governador Eduardo Campos (PSB) também estaria apoiando o palanque de Asfora, juntamente com o senador Armando Monteiro.

“O palanque que o governador está é este”, destacou, completando que falou com o senador Armando Monteiro (PTB), no qual foi dito um recado de apoio a Asfora.

“Silvio, diga a Roberto que, se no dia 07 de julho, se eu votasse no Brejo, eu votaria nele porque o conheço e sei que é uma pessoa decente”.

Silvio também afirmou que seu compromisso será a busca de uma agência do Senai no Recife para implantar o ensino profissionalizante para os jovens em todo o Brejo da Madre de Deus.

O evento teve início com uma mega passeata pelas ruas de Brejo da Madre de Deus.







Fonte: Blog do Ney Lima

Barbosa voa para ver jogo com dinheiro público



O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, usou recursos da Corte para se deslocar ao Rio de Janeiro no final de semana de 2 de junho, quando assistiu ao jogo Brasil e Inglaterra no estádio do Maracanã. O STF diz que a viagem foi paga com a cota que os ministros têm direito, mas não divulgou o valor pago nem qualquer regulamento sobre o uso da cota. O tribunal confirmou à reportagem que não havia na agenda do presidente nenhum compromisso oficial no Rio de Janeiro durante o final de semana do jogo no Maracanã.

Barbosa tem residência na cidade e acompanhou o jogo ao lado do filho Felipe no camarote do casal de apresentadores da TV Globo Luciano Huck e Angélica. (Informações de O Estado de S.Paulo - Eduardo Bresciani e Mariangela Gallucci)

Clique aí e leia na íntegra: Joaquim Barbosa voa para ver jogo com dinheiro público

Eleição de domingo: tensão em Brejo da Madre de Deus


 

Boatos e idas a delegacias têm caracterizado a reta final da disputa eleitoral em Brejo da Madre de Deus, Agreste do Estado. O município realiza neste domingo eleições suplementares por conta da cassação do ex-prefeito José Edson de Souza (PTB), por por uso da máquina pública e propaganda extemporânea nas eleições de 2012, ano em que disputou a reeleição. O segundo lugar na eleição anulada, Roberto Asfora (PSDB), enfrentará o atual presidente da Câmara de Vereadores, que ocupa interinamente o cargo de prefeito, Hilário Paulo (PSDC). Ele tem o apoio do prefeito cassado.

O clima na cidade é acirrado. No último domingo, Hilário Paulo registrou queixa na delegacia do município alegando ter sido ameaçado por simpatizantes da candidatura de Roberto Asfora. “Chegaram dois camaradas que não eram do bairro e me ameaçaram. Registrei queixa na delegacia. Acredito que foi uma reação desesperada do nosso adversário”, declarou.

Por sua vez, Roberto Asfora afirma que o episódio é falso e acusa Hilário de espalhar boatos sobre o cancelamento da eleição. “Ele está querendo criar um fato. O grupo de Hilário soltou fogos dizendo que a eleição não ia acontecer. Eu acho que estão apelando”, afirma Asfora.

Escrito por Magno Martins,

Sem perder a cabeça -


A assessoria de Hilário Paulo, candidato do grupo do ex-prefeito cassado de Brejo da Madre de Deus, está confiante na virada e na vitória no próximo domingo. Diz ter levantamentos internos que apontam um quadro favorável para o governista. A campanha em Brejo foi encerrada ontem na sede e no distrito de São Domingos.

magno martins