domingo, 4 de março de 2018

Barragem da Luíza volta a encher, mais esta alegria será por pouco tempo.


Com as chuvas dos últimos dias, a barragem da Luiza que fica no município de Jataúba Agreste do Estado Pernambucano voltou a encher, isso após uns 13 anos.


Seria motivos de alegria ver este acontecido, se não fosse o descaso com a mesma, algo que já foi cobrado antes, onde eu Collar na época em que fazia parte do programa Debate Livre, fiz este apelo para o gestor do nosso município, o Sr Antônio de Roque prefeito do nosso município.


Na época eu sugeri uma parceria com a COMPESA, para que a prefeitura fizesse a limpeza e os reparos necessários, não foi dados ouvidos aos apelos, hoje está ai uma riqueza sendo desperdiçadas. Como as imagens mostram a barragem cheia, mais com vários vazamentos.


Ai eu chego a me perguntar, qual o interesse com a população, que chega comprar um carro d’água no valor de 180 e 200 reais, onde se tivesse interesse por parte de quem pode, hoje estaríamos em festa, com a barragem transbordando deste precioso liquido chamado água. De fato está cheio, mais isso só será por alguns dias.


#VERGOHACOMALUIZA


Collar Blog Jataúba News.

TSE aprova registro impresso em 5% das urnas em 2018


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, em sessão realizada nesta quinta-feira (01), uma resolução que estabelece o registro impresso do voto nas eleições de 2018. Do total de 600 mil urnas eletrônicas, 30 mil – 5% do total – deverão ter impressora acoplada. Para evitar que o mecanismo seja usado como 'comprovante' de compra de voto, o eleitor não terá contato com o registro de papel.

De acordo com a minuta, a impressão tem como objetivo contabilizar os votos pela urna eletrônica e também confirmar ao eleitor a correspondência entre o voto exibido na tela e o registro impresso. Em caso de uma eventual perda do resultado da votação, o registro poderá auxiliar na recuperação das informações.

Em seu voto, favorável à resolução, o presidente do TSE, ministro Luiz Fux, alertou que a mudança proposta aumentará o tempo de votação, além de apresentar dificuldade ao eleitor analfabeto e deficiente visual no momento de conferir o registro impresso. Fux defendeu ainda que o TSE promova uma campanha massiva de esclarecimento em relação à novidade. Também recomendou que qualquer solução adotada seja testada e aperfeiçoada ao longo de sua implantação.