terça-feira, 19 de dezembro de 2017


Jataúba; Em entrevista vereador Maviael declara: "Se o candidato da oposição em 2020 for Mamão eu voto, mas, não que ele seja a melhor opção"

Fotos: Bruninho Paiva

Dando sequência a série de entrevistas com os vereadores da cidade de Jataúba, nesta terça-feira foi à vez do líder da bancada de oposição vereador Maviael de Abílio (PSD), o vereador falou de vários aspectos da administração municipal, do primeiro ano de mandato como vereador e do que pensa sobre o futuro. Mais uma vez Maviael falou sobre o seu polêmico rompimento com o prefeito Antônio de Roque as vésperas das convenções para as eleições do ano passado.

Para o vereador o município passa por um momento difícil onde faltam investimentos em várias áreas importantes, ele citou como exemplo o esporte que segundo ele não tem tido a atenção devida por parte da gestão municipal, Maviael também criticou o fato de segundo ele os tão badalados ar-condicionados das escolas não estarem funcionando o que estaria prejudicando várias crianças do município, dentre outras coisas como, por exemplo, as péssimas condições dos banheiros públicos.

Falando sobre a CPI o vereador disse que tem tudo pra ser constatadas irregularidades, porém, ressaltou que muita coisa depende da justiça e tem políticos que às vezes conseguem se safar pelo fato de terem as costas largas, e disse que um exemplo disso é o que vem acontecendo em Brasília. Segundo ele os trabalhos da CPI estão adiantados e em breve os membros da mesma estarão fazendo as primeiras oitivas para que possam assim preparar o relatório que vai a plenário.


Maviael falou mais uma vez sobre o polêmico rompimento com prefeito Antônio de Roque. “O motivo do rompimento foi que tínhamos um acordo e ele não cumpriu, quando fizemos o acordo para votar a favor das contas, não tinha nenhuma vantagem financeira como muita gente pensava, o acordo que ele me propôs era pra mim ser o vice dele e de última hora ele disse que não dava mais aí eu rompi”, disse ele, que completou: “O que aconteceu com Paulo só mostrou de fato quem é o prefeito, mas, Deus é tão bom que eu fui eleito vereador e vou fiscalizar de perto e mostrar todas as irregularidades que ele cometer”, finalizou dizendo que não faz perseguição ao prefeito, no entanto, irá até o fim do seu mandato cumprir o seu papel de fiscal do povo.

Perguntado se confiaria em Fábio Mamão que é líder da oposição Maviael foi enfático: “Depois do que eu passei, fica muito difícil confiar em qualquer político que seja”, disse ele, mas a frente perguntado se votaria em Mamão em uma possível candidatura do mesmo em 2020 disse: “Se ele for o candidato do grupo voto sim, mas, não que seja a melhor opção”,destacou Maviael.

Sobre as eleições do ano que vem Maviael disse que não vota em Paulo Câmara e afirmou que tem uma simpatia pelo nome de Marília Arraes, quanto a deputados disse que está tendo algumas conversas e se até o ano que vem não encontrar ninguém que tenha uma boa proposta para Jataúba não apoiará ninguém, no entanto, disse que está disposto a ouvir todos e não descartou um possível apoio ao deputado Diogo Moraes.

O vereador disse que está buscando alguns investimentos para áreas específicas do município, porém, disse que os mesmos virão através de uma associação, pelo fato da gestão municipal sempre encontrar meios de não aplicar os recursos que vem pela prefeitura de maneira correta.

Jota Silva / Agreste No Ar

Romero Jucá sinaliza que FBC deve ficar no comando do PMDB de PE



Com a presença do ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha, e do presidente do Senado, Eunício Oliveira (CE), lideranças do PMDB e filiados à legenda, ocorre nesta terça-feira (19) a Convenção Extraordinária do PMDB, em Brasília. Entre os presentes de Pernambuco, o senador Fernando Bezerra Coelho, que oficializou sua entrada no PMDB em setembro.

Na abertura do encontro, o presidente da sigla, o senador Romero Jucá (RR), sinalizou para o colega de Senado. “Com Fernando Bezerra no comando da legenda, iremos fortalecer o PMDB no Estado”, afirmou. Segundo ele, o processo de intervenção deverá ser concluído até o final de janeiro. Outro tema na pauta da convenção é mudança do nome do partido para MDB.

O presidente Michel Temer é aguardado na convenção. Entre os itens da pauta na reunião desta terça, a ratificação de competências da Comissão Executiva Nacional. O tema é de interesse dos pernambucanos que podem ser atingidos pela decisão. O senador Fernando Bezerra Coelho é um dos mais interessados na medida, pois, com mudanças no Estado, pode passar a assumir o comando da legenda em Pernambuco.

Diogo Moraes cumpre agenda no Sertão e Agreste do Estado


No último sábado (16), o deputado estadual Diogo Moraes (PSB) percorreu o interior do estado visitando lideranças e participando de eventos no interior de Pernambuco.

O parlamentar se encontrou com lideranças de Arcoverde para fechar parcerias no município. O coordenador da 6ª Ciretran, Wanderley Freitas, e os ex-vereadores João Justino e Djanira Britto pontuaram ações importantes para a cidade, que deverão ser buscadas pelo grupo junto ao Governo de Pernambuco por intermédio de Diogo Moraes.


“Arcoverde é um município muito importante não só para a região, ele representa um importante elo de ligação entre o Agreste e o Sertão de Pernambuco. Por isso estamos unidos com esse grupo que tanto contribui com a cidade para garantir que mais ações cheguem”, disse Diogo.

Ainda no sábado, o deputado visitou o município de Pedra. Na cidade, almoçou com o vice-prefeito Mercinho Gomes, os vereadores Alzirinha e Tinan e várias lideranças locais. No encontro, foi anunciada a destinação de uma emenda parlamentar de R$ 80 mil para aquisição de uma ambulância.


“Identificamos em Diogo um jeito simples e comprometido semelhante ao nosso ex-deputado Ângelo Ferreira e isso foi muito importante para fecharmos parceria. Diogo é um deputado que primeiro chega com as ações para só depois buscar os votos”, destacou Mercinho.

Em seguida, o deputado seguiu para Sertânia, onde participou, ao lado do prefeito Ângelo, de uma reunião com um grupo de estudantes que estão preparando a programação da Semana Estudantil, prevista para acontecer de 7 a 14 de janeiro de 2018. O grupo pleiteou o apoio do parlamentar para o evento.

Diogo também participou da formatura das turmas da 9º série do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio da Escola Municipal José Sérgio Veras, no povoado de Cruzeiro do Nordeste, município de Sertânia.

Assessoria.

Em Santa Cruz – Idosa morre dentro de consultório odontológico


Na tarde desta terça-feira (19) uma mulher de 67 anos faleceu dentro de um consultório odontológico, em Santa Cruz do Capibaribe, mais precisamente na Rua São Paulo (bairro Cruz Alta).

De acordo com as informações colhidas no local com testemunhas, Angelina Gercina Florêncio teria passado mal assim que ia ser atendida e, com isso, o Samu foi acionado e se dirigiu ao local.


Ainda segundo testemunhas, a mulher pode ter tido um infarto e, com a chegada do Samu, foram várias tentativas de ressuscitação na idosa, porém a mesma acabou não resistindo.

O corpo já foi retirado do local e deve ser levado para o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), na cidade de Recife, para que a causa da morte seja esclarecida.


Blog do Ney Lima

Em entrevista vereador Firoca declara, "Naquele momento o nome era o de Chico ou outra pessoa", para vice da oposição nas eleições de 2016


Nesta segunda-feira feira o entrevistado do programa Debate Livre da rádio Jataúba FM foi o vereador Fernando Firoca (PTB), em um bate-papo revelador o vereador falou sobre a atual conjuntura política no município, sobre as expectativas para 2018 e 2020 e sobre os bastidores das eleições de 2016, Firoca falou sobre os motivos que o levaram a não aceitar participar da CPI, segundo ele da forma como a mesma foi feita, mostra que talvez até aqueles que são membros da mesma hoje não saibam o que significa uma CPI e disse que pra ele tudo isso não vai dar em nada.

Firoca falou sobre os bastidores das eleições de 2016 onde foi reeleito vereador, segundo ele foi uma eleição muito difícil para o grupo de oposição que tinha dois candidatos Mamão e Chico de Irineu, o vereador revelou fatos dos bastidores e disse que no dia da convenção algumas pessoas pensaram em desistir das candidaturas quando foi anunciado que a vaga de vice seria ocupada por Nalva. “Foi uma surpresa pra todo mundo, na hora que foi anunciado o nome de Nalva se reuniu um grupo num cantinho lá e alguns pensaram em desistir, por que ninguém sabia de nada, tudo foi decidido pelo líder, ninguém foi consultado”, declarou. “Agora entre Nalva e Chico não tem nem comparação, naquele momento o nome seria ou Chico ou outra pessoa”, disse Firoca.


O vereador disse que uns 12 ou 13 candidatos a vereadores ficaram revoltados pelo fato de ninguém aceitar o nome de Nalva, Firoca disse que apaziguou a situação e sugeriu que todos fingissem que aceitavam naquele momento e depois tivessem uma conversa com Mamão. Posteriormente Firoca disse que em conversa com Mamão ele disse que já tinha batido o martelo e que o nome seria mesmo o de Nalva e não o de Chico de Irineu como muitos queriam.

Sobre a candidatura de Chico disse que foi fruto da reunião de um grupo que não aguentava mais perder, Firoca disse que após a desistência de Chico voltou ao grupo liderado por Mamão, com a volta de Chico para o páreo Firoca disse que não tinha como voltar atrás e disse que na sua opinião, não era o momento de Chico. “Se Chico não tivesse desistido no primeiro momento eu teria ido com ele até o fim”, declarou o vereador. Para Firoca, Chico de Irineu não teve culpa nenhuma como muitos falam na derrota de Fábio Mamão.


Firoca disse que perdeu muitas bases nas eleições de 2016, porém, com a ajuda de amigos conseguiu chegar à reeleição, o vereador disse que nas próximas eleições irá analisar bem a cabeça do líder (Mamão) para definir como será o seu procedimento político para 2020. “Tem umas coisas muito diferentes na política que agente só ver em Jataúba, por isso tenho que analisar muito o momento”,finalizou o vereador. Firoca disse que nem pode dizer que apoia, nem que não apoia uma possível candidatura de Mamão em 2020.

Sobre as eleições do ano que vem, Firoca disse que ainda não tem nenhum apoio definido, segundo ele vai avaliar muito cada situação, Firoca disse que não quer que se repita o que aconteceu com Diogo Moraes e João Fernando Coutinho. “Vou avaliar muito antes de tomar qualquer decisão, tudo que foi dito até agora é só especulação, mas, vou escutar todos antes de decidir”, falou o vereador.


Jota Silva / Agreste No Ar / Fotos: Bruninho Paiva / Diógenes Ramos