domingo, 13 de março de 2016

Tá no Blog Agreste no Ar: Pré-candidato a Vereador Dr. Siqueira reafirma compromisso de não receber salário


Durante visita na região do Brejinho quem falou com nossa reportagem foi o pré-candidato a Vereador Dr. Siqueira mais conhecido como (Zezé dentista), durante o bate-papo ele falou sobre diversos temas e reforçou o compromisso assumido em entrevista ao programa Debate Livre da Jataúba FM no final do mês de Janeiro deste ano.

A visita

É com muita alegria que venho aqui à região do Brejinho onde quando o meu pai foi Prefeito ajudou a construir essas estradas, muitas das vezes até de forma braçal e depois através do ex-prefeito Petrônio que trouxe pra essa localidade médicos, dentistas, enfermeiras, oferecendo mais qualidade de vida para as pessoas, então pra mim é uma satisfação voltar aqui com esse grupo político do qual eu sempre fiz parte.

O grupo de oposição

Alegro-me muito em está aqui com Fábio Mamão, com um grupo de pré-candidatos e lideranças da região, sem falar na importância de tá ao lado do Vereador Firoca, do vice-prefeito Luzimário, infelizmente Chico não será candidato, mas é uma grande liderança que tem seus serviços prestados a população de Jataúba, ele teve seus problemas particulares e atendendo a um pedido da família resolveu não ser candidato nesse momento.

Brigas nos bastidores

Essa conversa de que não há união do grupo é só pra tirar o foco isso é conversa do grupo do atual Prefeito porque por onde passamos essa conversa não existe é só na sede do município justamente onde a oposição sempre vence então hoje nós estamos aqui todos unidos e vamos trabalhar muito, infelizmente acontecem esses boatos, mas o povo de Jataúba é inteligente e não vai cair nessa conversa.

O eleitor Jataubense

Olha Jota o eleitor Jataubense é inteligente, cada vez mais esclarecido e sabe diferenciar e o que é bom e o que é ruim, então como pré-candidato eu espero ter esse reconhecimento, eu acho que o caminho tá correto estamos juntos, unidos e estamos começando um trabalho de conscientização em torno do nome Fábio e vamos em frente com essa pré-candidatura, tenho certeza que a população irá entender a nossa mensagem e vai dar tudo certo.

Reafirmando o compromisso

Já falei no programa Debate Livre e reafirmo o meu compromisso, eu José Siqueira Filho não sei nem quanto é o salário de um Vereador, mas sendo eleito não irei receber um centavo do salário de Vereador, tenho minha profissão que graças a Deus dá pra eu sobreviver e se o povo entender que eu posso ser útil e for eleito, meu salário será destinado ao Ministério Público, farei um documento onde todo salário será revertido em um sopão e a compra de remédios para a população carente da nossa cidade.

J. Silva / Agreste No Ar


Vereador que apoia este trabalho

“Exigiram tudo, mandando atirar e matar”, diz Natálio Arruda sobre momentos de terror, durante assalto


Foto: Fernando Lagosta.

Na manhã deste domingo (13), o ex-vereador e empresário Natálio Arruda registrou boletim de ocorrência por roubo, na delegacia de Santa Cruz do Capibaribe. Vítima de assalto, por volta das 5h30min de hoje, ele relatou momentos de terror que viveu na mira de armas de fogo ao lado de um neto, de nome e idade não revelada.

De acordo com as vítimas, os dois saíam de casa, para uma viagem, quando foram surpreendidos por quatro homens, trajando roupas preta e fortemente armados. Natalío imaginou que seriam policiais.

“Falei com eles educadamente, pensando que era a Rocam. De repente me derrubaram ao chão, tomaram meu relógio, meu celular… Derrubaram meu neto, tomaram também as coisas dele”, relatou.

Ainda de acordo com Natálio, os criminosos tentaram adentrar a residência, mas não conseguiram, ficando apenas dentro da garagem.

“Ficou o portão aberto. Quatro homens e duas motos, dentro da garagem, exigindo de tudo. Mandando atirar, mandando matar. Teve um que dizia a outro, ‘tu é o matador, mata esses dois’”, conta a pressão psicológica sofrida e acrescenta num desabafo. “Você só sabe o que é, quando passa por uma situação dessas”.

Entre os objetos levados, estavam carteiras, celulares e relógios, além da chave do automóvel.


Natálio Arruda também é um dos integrantes do programa Rádio Debate, da Rádio Polo FM.

Blog do Ney Lima

"Foi aqui que me criei!"



Há tempo que não tinha passado em meu antigo “lar doce lar”, a velha casa onde morei por vários anos, ao lado daqueles que me adotaram como filho. Hoje além da saudade daquele tempo, guardo em minha memoria a saudade dos que me criaram, seu Emanuel mais conhecido como (Mané) e dona Maria carinhosamente chamada por (Lica), que foram para mim mais que pais verdadeiros. Estes me deram educação e me fizeram como um filho verdadeiro, dando amor carinho, através disso me tornei pai de dois amores, Lucas Matheus e Luanny Wanessa. 


casa aonde me criei 

Sem falar de meus irmãos, Gervásio, Geneci, Jacilene e Jacira, estes foram quem tive o prazer ter sido criado ao lado deles. Deram-me muitos puxões de orelhas kkkkkk, mais foi com isso que aprendi a enxergar o mundo de uma maneira sadia e com respeito ao próximo, por isso eu tenho é mais que agradecer a família “malaco” como era conhecida, obrigado por tudo, sou hoje o que sou devido seus ensinamentos. 




Ao passar pelo sitio Riacho do Jacu na tarde deste sábado 12/03/16, me passou um filme pela cabeça, aquele que você lembra e tem vontade que o tempo volte. Outros irão se perguntar. O que tem haver esta louca história com o blog? Eu mesmo responderei! Simples, o mundo em que vivemos hoje é, totalmente diferente de anos atrás. 


Esta foi a casa que meu avô morou 

Há uma época não tão distante assim, digamos a 16 ou 17 anos atrás, não se via falar em drogas, os filhos obedeciam aos pais. Sair de casa e ir para uma festa antes dos dezoito anos, isso seria impossível, iam sim! só segurando no coes da calça do pai ou na barra da saia da mãe. 


Hoje a coisa mais difícil é um pai dominar seus filhos, os moleques já nascem traquino como dizia Papai. Antes comprar um brinquedo era uma raridade, e quando comprava era uma festa. Hoje brinquedo caiu foi de moda, agora os guris só querem, celulares de ultima geração, com face, zapzap, instagram, se não for isso eles pedem um tal de tablet, e para completar a festa antes brincávamos de carro de lata hoje é de controle remoto, o tempo muda, ficamos velhos e ultrapassado, mais o bom é que escrevemos a história. 

Collar Blog Jataúba News.


Vereador que apoia este trabalho

Brasil: Policial militar surta e mata companheiro com vários tiros dentro da viatura em João Lisboa


Um policial militar recém-incorporado matou um colega de farda dentro de uma viatura na madrugada deste sábado (12), na cidade de João Lisboa (MA), a 640 km de distância de São Luís (MA), no oeste do Maranhão. O caso aconteceu durante um patrulhamento de rotina na praça principal da cidade, por volta de 1h. Quatro policiais estavam dentro do carro da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) no momento do incidente.

Depois de disparar dentro da viatura e vitimar o soldado Erasmo – incorporado em 2014 –, o soldado Xandu – que passou para o patrulhamento nas ruas já neste ano de 2016 – se dirigiu a um bar, e efetuou outros disparos. Ninguém foi atingido porque os clientes correram, conforme conta o tenente-coronel da PM-MA Edilson Carvalho, do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Imperatriz (MA) – município localizado a 12 km de João Lisboa (MA).


“O que a gente percebeu foi um fato trágico, uma tragédia lamentável. O policial teve um surto psicótico não percebido anteriormente pelos seus companheiros e no deslocamento para uma ocorrência ele sacou a arma e começou a atirar no interior da viatura, atingiu um dos seus companheiros e em seguida saiu correndo, adentrou num bar, fez mais outros disparos. O policial dentro da viatura veio a óbito”, relata o tenente-coronel.

Após o surto, o soldado Xandu foi encaminhado a um hospital da região e medicado, e posteriormente recolhido o 3º BPM de Imperatriz (MA). De acordo com o tenente-coronel Carvalho, ele ainda apresenta quadro de grave perturbação mental, sem coordenação das ideias e sem condições de prestar esclarecimentos. Ele alega não saber o que aconteceu e ser ‘atacado por inimigos’ no momento dos disparos.

Durante o curso de formação, reitera o tenente-coronel, o soldado não apresentou qualquer sinal que pudesse levar a um quadro de surto e tinha uma postura considerada equilibrada pelos companheiros de turma.

Blog da Kelly



O melhor pra sua Moto é aqui!!!