sexta-feira, 23 de março de 2018

Mulher é morta a tiros na zona rural de Brejo da Madre de Deus

Foto: Divulgação

Na noite da última quarta-feira (21), uma mulher foi assassinada a tiros no Sítio Brejinho, zona rural de Brejo da Madre de Deus. Segundo informações, a vítima identificada como Maria de Fátima de Souza (41 anos), estava na sua residência no momento em que dois criminosos se aproximaram em uma moto Honda XRE-300cc e efetuaram vários disparos de arma de fogo que a atingiram na região da cabeça.

Devido a gravidade dos ferimentos, a mulher morreu no local. Após o fato, os criminosos se evadiram do local. Populares relataram que os acusados estavam sem capacete, o que pode facilitar o trabalho da polícia nas investigações. A Polícia Civil segue apurando mais detalhes sobre o caso.

Blog do Bruno Muniz

Polícia divulga retrato falado do suspeito de latrocínio na BR-104


Policiais da 19ª Delegacia de Homicídios da cidade de Caruaru fizeram a divulgação do retrato falado (acima) do suspeito de ser o assassino de um homem de 38 anos, que residia em Pão de Açúcar, de Taquaritinga do Norte.

O caso aconteceu em 03 de fevereiro desse ano quanto a vítima, Arnaldo Marcelino Pessoa, pegou um Toyota de lotação e se dirigia a cidade de Caruaru, pela BR-104, para comprar roupas (relembre o caso clicando na imagem abaixo).


Ao passar pela Vila Canaã, que pertence a Caruaru, o suspeito de cometer o crime também pediu carona e entrou no Toyota, porém quando passavam pelo distrito de Cachoeira Seca, ele anunciou o assalto.

Arnaldo teria reagido e acabou sendo baleado no rosto, sendo levado ainda com Vida ao Hospital Mestre Vitalino, mas ele não resistiu. Com a divulgação, a polícia espera que se torne menos difícil a captura do bandido.

Denúncias podem ajudar na localização do criminoso também ser feitas, de forma anônima, por telefone, através dos números (81) 3719-4545 (Disque Denúncia) ou (81) 9-9488-7042 (Polícia Civil) .

Blog do Ney Lima

“Tá faltando liderança no grupo”, declara Ronaldo Pacas


Em participação no programa institucional do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) nessa sexta-feira (23), o vereador Ronaldo Pacas (PR) voltou a subir o tom, em relação ao prefeito Edson Vieira (PSDB) e a líder do governo municipal, Jéssyca Cavalcanti (PTC). Ele disse que falta o prefeito Edson Vieira ‘bater na mesa’ e direcionar alguns caminhos.

Entre suas críticas, Ronaldo considerou que Jéssyca teria desrespeitado o vice-prefeito Dida de Nan (PSB), duvidando que ele apoiaria Edson Vieira, numa disputa eleitoral para Câmara Federal.

A polêmica surgiu após entrevista de Jéssyca ao ‘Programa Estúdio 1’, da Rádio Polo FM, em que ela declarou o seguinte.

“Na hora que o prefeito assinasse a renúncia, em 6 de abril, o deputado Diogo Moraes ia colocar Dida de Nan no carro dele, levar para o palácio e as portas estariam abertas. Sabe quantas vezes esse povo ia pedir voto ou fazer dobradinha com o prefeito? Nenhuma. Por que já existe compromissos internos com João Campos, prioridade absoluta do governo”.

Sobre a declaração, Ronaldo respondeu.

“Eu dizia e digo: É preciso respeitar as pessoas. Dida é verdadeiro, aguerrido e não merecia ser tratado dessa maneira. Dida ia aceitar trair tão facilmente? Eu garanto que não”.

A vereadora nega que tenha duvidado de Dida. Sua crítica seria direcionada, exclusivamente, para Diogo Moraes e o governo do estado.
Durante o mesmo programa, o vereador ainda disse que Jéssyca seria a ‘única com espaço em programa de rádio da prefeitura’, não tendo espaço para os demais parlamentares.

Por fim, Ronaldo ratificou, por várias vezes, que ‘é grupo’ ‘defende o governo municipal’ e lembrou que, atualmente, existe apenas três ‘seguidores de Padre Zuzinha’, fazendo referência aos tradicionais bocas-pretas: Além dele, Dida de Nan e Zé Minhoca (PSDB).

Blog do Ney Lima