sábado, 20 de abril de 2013

Mais um acidente na PE 160 neste sábado a noite.

De acordo com informações passada neste momento por telefone a nossa redação foi registrado mais um acidente na PE 160 mais precisamente entre santa cruz e poço fundo desta feita vitima conhecida por NEGO que era do sitio tanques de jataúba mais morava em santa Cruz do Capibaribe a vários anos NEGO trafegava sentido jataúba a santa cruz onde veio colidir sua moto de frente de um carro e vindo a falecer no local em breve passamos mais informações sobre o acidente aguarde.

collar 
Jataúba News

Câmara aprova aposentadoria para pessoa com deficiência



Com a presença de cadeirantes no plenário da Câmara, deputados aprovaram nesta semana o projeto de lei que garante aposentadoria especial a pessoas com deficiência. Como também foi aprovada pelo Senado, a proposta segue agora para sanção da presidenta Dilma Rousseff (PT).

Terá direito à aposentadoria especial, pelo Regime Geral da Previdência Social, o segurado que contribuir por 30 anos, se homem, e 25 anos no caso das mulheres, se a deficiência for considerada leve. Daqueles com deficiência moderada serão exigidos 27 anos de contribuição para os homens e 22 anos para as mulheres.

Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que possuam deficiência grave poderão aposentar após 25 anos de contribuição no caso dos homens e 20 anos no caso das mulheres. Terá direito também a aposentadoria especial a pessoa com deficiência que tenha 60 anos, no caso dos homens, e 55 anos, se for mulher, e tempo de contribuição para a Previdência Social pelo período mínimo de 15 anos.

Será considerada pessoa com deficiência o segurado do INSS que apresentar restrição física, auditiva, intelectual ou sensorial, mental, visual ou múltipla, de natureza permanente, que restrinja sua capacidade funcional para exercer diariamente a atividade laboral.




Escrito por Magno Martins

Passando pra desejar um belo final de semana para todos leitores deste blog.

Telefonia fixa não agrada maioria dos usuários




Mais de 50% dos clientes não aprovam o serviço (Foto: Reprodução/Internet)

Agência Brasil (Brasília) – Um estudo divulgado hoje (19) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostra que 46,4% dos consumidores de telefonia fixa e 52,3% dos usuários de banda larga fixa estão satisfeitos ou totalmente satisfeitos com o serviço prestado. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional de Satisfação dos Usuários dos Serviços de Telecomunicações, que ouviu cerca de 200 mil entrevistados em todo o país.

Na telefonia fixa, 40,7% responderam que não estão nem satisfeitos e nem insatisfeitos, 11% insatisfeitos e 1,8% totalmente insatisfeito. Na banda larga, 25,9% declararam nem satisfação e nem insatisfação, 14% insatisfeitos e 7,9% totalmente insatisfeitos.

Para a telefonia fixa, a qualidade das ligações teve o maior índice de aprovação dos consumidores (77,4%) e o menor índice foi atribuído aos serviços de manutenção (47,6%). A maioria dos usuários de banda larga está insatisfeita com os preços do serviço.

O superintendente de Serviços Públicos da Anatel, Roberto Pinto Martins, alerta que, mesmo que o percentual de usuários insatisfeitos (na telefonia fixa) seja menor, eles ainda representam um número alto no universo de assinantes, que chega a 40 milhões. “Temos que trabalhar para reduzir o número de usuários insatisfeitos com o serviço. E para isso, tanto a Anatel quanto as empresas precisam mergulhar nesse estudo para ver quais são os principais ofensores e trabalhar em cima disso”, disse.

Martins explicou que a pesquisa não avaliou a qualidade dos serviços, mas a percepção dos usuários sobre a prestação. Os entrevistados atribuíram notas a itens como eficiência dos canais de atendimento das prestadoras, clareza das informações, qualidade das ligações, serviços de manutenção, preços e tarifas.

Em relação ao uso de orelhões, a maioria dos usuários (48,7%) disse estar nem satisfeita nem insatisfeita com o serviço. Outros 45% disseram estar insatisfeitos e 5,2% totalmente insatisfeitos. As principais queixas registradas foram sobre manutenção e cabines.

A empresa que apresentou maior índice de satisfação dos clientes, na telefonia fixa, foi a GVT, com 67,1% de aprovação. A Telefônica teve o menor índice de satisfação: 55,4%

Com base nesses dados, a Anatel deverá adotar medidas que venham ao encontro das demandas dos usuários de telecomunicações. Os dados sobre a telefonia móvel e a televisão por assinatura serão apresentados na próxima semana, em eventos no Recife e em São Paulo.

Alison minimiza recentes maus resultados do Náutico e fala em favoritismo do Timbu


Alison quer fazer história no Náutico

Zagueiro alvirrubro pregou que oscilação do time é "normal"
Para muitos torcedores e analistas, o Náutico iniciou o Campeonato Pernambucano como time mais cotado para faturar o torneio. Afinal, era a única equipe da competição na Série A do Brasileiro e havia mantido uma base do time que se manteve na elite. Passeou no primeiro turno, é bem verdade. Mas derrotas para os três clubes que entraram no G4 e a eliminação da Copa do Brasil para o modesto Crac de Goiás deixaram os alvirrubros com uma pulga atrás da orelha. O Timbu teria deixado de ser favorito? Pelo menos para o zagueiro Alison, não.

Na coletiva de imprensa desta sexta-feira, ás vésperas do clássico contra o Santa Cruz no domingo, pela semi do estadual, Alison foi direto na resposta quando perguntado se o Náutico ainda poderia ser apontado como postulante ao título. "Era, não. O Náutico é um favorito. Temos consciência disso", falou, sem arrodeios.

"Sabemos que estamos devendo, principalmente em clássicos. Mas agora é um novo campeonato. Precisamos reforçar o nosso psicológico, que ficou um pouco comprometido. O grupo está tranquilo e sabe que precisa melhorar. Vamos dar algo mais e esperamos que as coisas aconteçam", completou.

Alison seguiu minimizando s recentes maus resultados nos jogos contra Sport, Santa Cruz, Ypiranga após a equipe fazer boas apresentações no início do Pernambucano. "Esses altos e baixos são normais. As equipes passam por isso, só que, infelizmente, enfrentamos isso em um momento crucial da competição. Agora precisamos crescer e não dar chance aos erros. Precisamos estar atentos e ligados nesta reta final para podermos ficar marcados positivamente na história do clube", declarou o atleta alvirrubro.

Diario de Pernambuco

Vivendo um melhor momento no campeonato, Santa Cruz evita o favoritismo



De um lado, um Náutico em má fase, questiondo e em um momento de transição. Do outro, um Santa Cruz maduro, que encontrou uma maneira de jogar e tem a confiança do bom futebol apresentado nos clássicos. Neste domingo, as duas equipes se enfrentam, pela semifinal do Pernambucano. A diferença no momento poderia significar o favoritismo para alguns dos lados? Os jogadores do Tricolor preferem pensar que não

Refutar o favoritismo é uma preocupação entre os tricolores. Foi lembrado nas entrevistas de vários deles durante a semana. "A gente procura não se sentir favorito. Temos que deixar isso fora do campo. Vamos manter os pés no chão e procur evoluir a cada jogo", afirmou o meia Natan. "Sabemos que vivemos um bom momento, mas independente da situação que o Náutico vive, às vezes esse tipo de pressão se torna uma motivação para eles".

Um pensamento que pode estar sendo passado para o grupo pelo técnico Marcelo Martelotte. Ele também ressaltou que o momento das equipes não é decisivo na hora da decisão. "Volto a dizer que por ser um clássico, está tudo em aberto. Não tem favorito mesmo, pois vários fatores entram em jogo nessa hora", contou o treinador, que não acredita numa grande mudança na postura do Náutico com a chegada de Silas. "Acho difícil que o Silas implemente grandes mudanças em tão pouco tempo", completou.

Diario de Pernambuco

Às vésperas das semifinais, Lucas Lima desconhece critérios de desempate


Meia do Sport diz não compreender bem o regulamento do Estadual

Às vésperas de iniciar a disputa das semifinais do Campeonato Pernambucano, os critérios de desempate para se classificar à decisão da competição ainda é encarada com estranheza pelos jogadores do Sport. Dessa vez, Lucas Lima mostrou desconhecimento quanto ao polêmico quesito de desempate levando em consideração os cartões.

“A gente não entende muito bem. Não passaram nada para nós. Tomara que a gente decida com gols e que a gente não precise desses cartões”, disse o meia Lucas Lima, mostrando ainda dúvidas. Vale lembrar que o sistema de disputa da semifinal é igual ao da Copa do Brasil. Porém, se houverem dois resultados iguais (vitória por 1 a 0 do Sport e vitória por 1 a 0 do Ypiranga), os cartões decidem o avanço das equipes.

Primeiro, vem os cartões vermelhos. Em seguida, os carões amarelos. Se esses dois critérios derem empate, o time vencedor sairá de um sorteio a ser realizado na sede da Federação Pernambucana de Futebol no dia seguinte à última partida da semifinal.

Questões de regulamento à parte, Lucas Lima prevê um duelo equilibrado com o Ypiranga pelo duelo que o Sport teve no segundo turno. A partida acabou em 2 a 2. “Acho que é uma boa equipe sim pelo que a gente viu. Tivemos muita dificuldade. É um time que defende muito bem. Todos marcam atrás da linha da bola. Não vai ser mole, não. Se a gente pensar quer vai ser fácil, podemos ter surpresa.”

Diario de Pernambuco

Coletivo apronto define equipe para a primeira semifinal


Máquina realiza mais um coletivo para afinar a equipe. Fotos: Elivaldo Araújo.
O técnico Edson Miolo realizou na tarde desta sexta-feira (19), o coletivo apronto que definiu os 11 titulares para a primeira partida das semifinais do Pernambucano.

O treinador não modificou a equipe em relação ao coletivo da última quarta-feira (17). Na primeira parte, Edson Miolo interrompeu diversas vezes o treinamento para corrigir erros de posicionamentos, inclusive movimentações dos atletas da defesa.

Já na segunda etapa, o time treinou cobranças ensaiadas de escanteios e bolas alçadas na área, além de cobranças de faltas cruzadas na área e cabeceios.

Nielson Nogueira
A equipe se deslocará para Caruaru na parte da manhã do próximo domingo (21) e a provável escalação para enfrentar o Sport será:

Jaílson; Diogo, Danilo, Egon e Hugo (na defesa); Jeferson Piauí, Dácio, Marcinho e Jonatas (no meio); Elivelton e Danúbio (no ataque).

Arbitragem definida

O árbitro que apitará a partida entre Ypiranga e Sport será um conhecido da torcida alviazulina, trata-se de Nielson Nogueira Dias.

O mesmo apitou a partida em que a Máquina venceu o Central por 2 a 1 no Limeirão em 17 de Março, e sua arbitragem foi bastante criticada pela diretoria Centralina.

Nielson Nogueira terá como assistentes Clóvis Amaral e Bruno Dias.

Ótima fase do Ypiranga faz torcedores dormirem em frente as bilheterias na busca pelo ingresso




Na busca pelo ingresso, torcedores passarão a noite em frente as bilheterias. Fotos: Elivaldo Araújo.
Os preços dos ingressos foram definidos entre a diretoria do Ypiranga e a Federação Pernambucana (FPF).
Ficou estipulado que as cadeiras que serão destinadas a torcida do Sport irão custar R$ 60,00 e a arquibancada destinada para os torcedores do Ypiranga será R$ 40,00.
Um fato que chamou a atenção foi um grupo de 20 torcedores que está, nesse momento, à frente das bilheterias do estádio Otávio Limeira Alves.
Com colchões, cobertores e garrafas de água, eles decidiram que serão os primeiros a adquirir um dos seis mil ingressos para o “Todos com a nota” e irão dormir no local até a abertura das bilheterias, às 10h.
O torcedor Fábio Lucena foi o primeiro a chegar e demonstrou amor ao clube.
“Estou aqui desde duas horas da tarde. Eu trouxe um colchão para dormir aqui e faço tudo isso por amor ao Ypiranga”, destacou.
Indagado em relação à chuva, o torcedor Alex Café (que foi o segundo a chegar), citou em tom de brincadeira.
“Qualquer coisa, se chover, eu corro pra debaixo de uma barraca” finalizou.
Já Igor Santoro falou que vai improvisar para poder jantar enquanto enfrenta a longa noite de espera.

“Eu compro qualquer lanche para “tapear” a barriga”, brincou.



Igor Santoro, Aléx Café e Fábio Lucena foram os primeiros a chegar nas bilheterias.


Blog ney lima