quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

“Se fosse pra ser vereador pra fiscalizar eu não teria entrado na política", declara vereador Zito Lopes na cidade de Jataúba



Fotos: Bruninho Paiva

Nesta quarta-feira o entrevistado no Programa Debate Livre da Jataúba FM foi o vereador situacionista Zito Lopes (PSDB), o vereador falou sobre vários temas como política local e nacional, administração, o seu trabalho como vereador, porém, no momento em que falou da CPI que foi instaurada no município na qual o mesmo é presidente, o vereador entrou em várias contradições e mostrou que está totalmente perdido quando se trata da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Zito Lopes falou sobre o seu dia-a-dia como vereador e disse que o segredo de ter sempre uma expressiva votação se dá pelo fato do mesmo sempre está disposto a ajudar todos que o procuram não importa o dia nem a hora, o vereador disse que não faz requerimentos porque pelo fato de ser da base aliada sempre que quer requisitar algo pede direto ao prefeito que segundo ele tem feito o que pode.

Questionado sobre o fato da comunidade do Mimoso a qual o mesmo representa não ter um posto de saúde o vereador disse que já pediu várias vezes, porém, a resposta que teve é que a comunidade ainda não tem condições de ter uma UBS. Questionado sobre o seu papel de fiscalizar ele respondeu: “Se fosse pra ser vereador pra fiscalizar eu mesmo não teria entrado na política, eu quero é buscar melhorias para o povo, e não tá fiscalizando, se fosse assim eu não queria”, disse ele.


Falando sobre a CPI na qual o mesmo é presidente ele disse que os trabalhos estão andando e que estão sintonizados, porém, disse que faz muito tempo que não ver o vereador Zuza que é um dos membros da CPI. O vereador foi questionado sobre as pessoas que serão ouvidas nas investigações e na resposta demonstrou total desconhecimento do processo, respondendo: “Eu não estou sabendo disso não, se alguém vai ser ouvido, vou perguntar ao relator”, em seguida disse que alguns documentos já foram solicitados e entregues pela prefeitura, porém, não soube explicar que documentos foram estes.

Falando da política nacional o vereador disse que não esquenta a cabeça com o que acontece em Brasília, pois, segundo ele se os deputados roubarem ele não pode fazer nada. O vereador disse que é contra a reforma da previdência pelo fato da mesma prejudicar a classe dos agricultores da qual ele faz parte, e disse que não tem nenhum nome que irá apoiar em 2018, no entanto disse: “Não tenho deputado, não tenho nada pra 2018, os meus candidatos serão os candidatos de seu Antônio de Roque, ele vai ter os candidatos dele e em quem ele pedir eu voto e vou apoiar”, disse o vereador. Que acrescentou: “Eu sou vereador do prefeito, e vou está sempre do lado dele”, finalizou.

O vereador parabenizou o presidente da câmara Paulo Floriano pela forma como vêm conduzindo os trabalhos e disse que cada vereador tem seu jeito de ser, para ele a câmara teve seus altos e baixos durante esse ano e disse que espera que no ano que vêm as trocas de farpas entre os vereadores não aconteçam mais.

Jota Silva / Agreste No

Homem é preso após abusar sexualmente de uma cadela em Brejo da Madre de Deus


Um homem de 68 anos foi preso, na noite da terça-feira (19), em Distrito São Domingos, distrito do Brejo da Madre de Deus, Agreste pernambucano, após abusar sexualmente de uma cadela. Gerônimo Jacinto Farias foi flagrado por um vizinho, dono da cachorra, que denunciou o caso.

O suspeito foi detido pela Guarda Civil Municipal e levado para a Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe. Na casa dele, foram encontrados vários filmes pornográficos envolvendo animais. O material e a cadela também foram levados para a Delegacia de Polícia.

Do Estação Notícias / Central de Jornalismo Liberdade