segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Prefeitura tentar colocar culpa do desgaste na imprensa


A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe se pronunciou, através da secretária de articulação institucional Jéssyca Cavalcanti, sobre os fatos noticiados na última sexta-feira (22), envolvendo denúncias apresentadas pelo Ministério Público Eleitoral contra a primeira dama do município e outros servidores.

Em pronunciamento na Rádio Comunidade FM, no sábado (23), a secretária tentou dedicar à culpa do desgaste sofrido pelo governo à imprensa, tentando ligar a Rádio Polo FM e o Blog do Ney Lima a políticos de oposição.

A secretária afirmou que a matéria publicada no Blog foi colocada de forma “deturpada”, mas não detalhou sobre quais pontos se referia e preferiu não tecer comentários a respeito do Ministério Público e da Polícia Federal, verdadeiros autores da denúncia.

Nota

Em resposta a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, representada pela secretária de articulação institucional Jéssyca Cavalcante, a Avant Comunicação e Mídia sustenta que a linha editorial dos veículos de comunicação que são controlados pela empresa é independente e amplamente conhecida pela população.

A secretária de articulação em vários momentos utilizou os espaços desses veículos e por diversas vezes promoveu em sua página pessoal no Facebook o compartilhamento de notícias publicadas pelo Blog do Ney Lima, o que demonstra que seus posicionamentos nada mais são do que mera conveniência.

Por fim, a Avant Comunicação e Mídia lamenta que o Governo Municipal de Santa Cruz do Capibaribe esteja sendo representado com tão baixo nível.

Blog Ney Lima 




A namoradinha da cidade

Limite de gastos de campanha para prefeito e vereador em 2016 é definido em Santa Cruz do Capibaribe


Está publicado no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) o valor que será estipulado para os gastos de campanhas para vereador e prefeito em Santa Cruz do Capibaribe em 2016. De acordo com os dados, o limite definido é atendendo a reforma eleitoral que foi aprovada em 2015 pelo Congresso.

Para campanha de Prefeito, em Santa Cruz do Capibaribe, o limite máximo de gastos será de 70% do maior gasto declarado para o cargo em 2012, ou seja, R$ 373.100,00 (Trezentos e setenta e três mil e cem reais).

Para Vereadores, o limite máximo de gastos será de 70% do maior gasto realizado por um candidato a Vereador nas eleições de 2012, ou seja, R$ 28.345,10 (Vinte e oito mil, trezentos e quarenta e cinco reais e dez centavos).

Os valores foram disponibilizados pelo TSE mais ainda necessitam de atualização monetária, mas já servem para termos uma ideia do arsenal que estará à disposição de cada candidato.

Quem ultrapassar esses limites pagará multa de 100% do valor ultrapassado e será apurado se houve abuso de poder econômico nas campanhas, essa regra vale para vereador e para prefeito.

A Lei nº 13.165/2015 foi a que estabeleceu critérios para a fixação dos limites de gastos dos candidatos e partidos políticos nas campanhas eleitorais.

Blog Direto ao Ponto 



Vista-se bem com a..

Tá no Sulanca News: Coisa da Política


PAI & FILHA devem brigar nas urnas por VAGA na CÂMARA

JATAÚBA- Um fato inusitado e histórico deve acontecer na política jataubense, mais precisamente na campanha eleitoral de 2016, quando pai e filha, devem brigar por vaga na Câmara Municipal da cidade.

O vice-prefeito Luzimário rompeu com o atual prefeito Antonio de Roque e vai disputar uma vaga para vereador nas eleições de outubro. Ocorre que sua filha, vereadora Luana brigou com o pai e continuou na bancada de situação e no grupo do prefeito.

As informações apontam para uma tentativa de reeleição por parte da vereadora, e isto acontecendo, ela e o pai disputariam praticamente o mesmo voto, já que Luana foi eleita com o apoio paterno.

Circula nos bastidores, o apoio irrestrito do prefeito a candidatura de Luana pelo grupo de situação. Caso se confirme os prognósticos, a disputa dará um tempero a mais na política do polo de confecções.

Blog Sulanca News 



Venha você também para..