terça-feira, 9 de abril de 2013

Psicologia na nossa vida


Do “FACE TO FACE” ao “FACE ON FACE”

Redes sociais da internet vieram para substituir muito do contato humano direto. Isto, indiscutivelmente, tem levado a muitas mudanças culturais, sociais, psicológicas, etc, etc. O sociólogo Zygmunt Bauman fala em relacionamentos líquidos, tempos líquidos, amor líquido, entre outros, quando se trata dos fenômenos sociais que perdem as características de permanência e se pautam da fluidez e descarte dos seres humanos.

O FACE TO FACE, ou cara a cara, ou olho no olho foi avaliado por uma pesquisa da Universidade Haifa, em Israel. Pessoas eram estimuladas a interagir através da internet. Alguns apenas por mensagens instantâneas, outros com uma webcam. Qual não foi a surpresa, o contato visual tornou os participantes menos ásperos e impessoais nas respostas. Os pesquisadores concluíram que o contato visual, essencial no processo de empatia, é tão determinante quanto o anonimato para o comportamento na rede.

Mais ainda, as pessoas são mais confiantes e resolvidas nas redes sociais que pessoalmente. Também se arriscam mais, como quando dizem #prontofalei em várias postagens. Os usuários das redes sociais muitas vezes perdem o bom senso e a tolerância, necessários para o convívio social. Mas, nossas relações líquidas permitem excessos e descompassos quando estamos com a “face no Face”.


Ulisses Nascimento,

É o mesmo Zé?



O político José Augusto Maia vem tropeçando a cada passo, os últimos acontecimentos demonstram que os passos do líder já não estão tão firmes como em outrora.

De forma rápida e resumida destacamos alguns dos acontecimentos que aparentemente contribuíram para estes tropeços, vejamos; Trouxe um candidato a deputado estadual para combater Diogo Moraes aqui no município e acabou sendo surpreendido com a vitória dos Moraes. Anunciou pesquisas para a escolha do candidato a prefeito do grupo que foram realizadas mas não divulgadas, fez imposição de candidatura própria, aliança com o grupo Mendonça denominado pelo mesmo como "Grupo do Atraso" que praticava o coronelismo na política local, por último, pedidos negados na justiça com um processo que poderá ser julgado a qualquer momento.

Apesar de tantos passos em falso, o líder do grupo denominado Taboquinha, dá fortes indícios de que mais uma vez descartará todos os nomes do grupo, que se apresentaram como pré candidatos a deputado estadual para que seja ele próprio o estadual do grupo.

Caso se confirme José Augusto Maia na disputa para estadual, teremos um grande duelo de gigantes haja visto que seu oponente será Diogo Moraes um político em ascensão após as ultimas eleições.

Finalizo com a seguinte pergunta;

Qual seria o destino político do líder José Augusto Maia, caso perca na disputa com Diogo?

POR JOSEILSON CHAGAS DO BLOG OPINIÃO

Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Limoeiro ganharam novos delegados



Foi realizada na manhã dessa segunda-feira (08), o anúncio do nome do novo Delegado Regional de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Na ocasião, foram divulgadas também a troca de delegados em outros municípios da região.


A solenidade da troca dos delegados aconteceu no auditório da Faculdade de Filosofia Ciências e Letras, a Fafica. O local ficou lotado de policiais civis. Três cidades ganharam novos Delegados Seccionais. Santa Cruz do Capibaribe, Limoeiro e Caruaru, todas no Agreste. Quem assume a delegacia Regional de Caruaru é Nehemias Falcão; já quem assume a delegacia de Limoeiro é José Sérgio de Oliveira Moura e em Santa Cruz do Capibaribe será Júlio César Porto.


Além das trocas dos delegados, Caruaru ganhou 162 policiais civis, entre agentes e escrivãos. De acordo com o diretor Integrado do Interior da Polícia Civil de Pernambuco, Salustiano Albuquerque, a região do Agreste conta agora com 1.267 policiais.


“ Estas mudanças vão trazer mais segurança para a população”, disse Erick Lessa, gestor de controle Operacional da Polícia Civil. Quem também esteve presente na solenidade foi o novo comandante do 4º Batalhão em Caruaru, Marcos Campos de Albuquerque. “ Vamos agora planejar novas ações na cidade. “ ressaltou Marcos.

Eleitores têm até dia 25 para regularizar título


No próximo dia 25 vence o prazo para que o eleitor que não votou em três eleições consecutivas nem justificou a ausência – cada turno corresponde a uma eleição – regularize o título, sob pena de perdê-lo. No caso de outras situações, como, por exemplo, o eleitor que não votou em um ou dois turnos, ou mesmo três turnos intercalados, não há prazo-limite para a regularização.

Na última semana, mais de 52 mil eleitores procuraram as 425 zonas eleitorais do Estado de São Paulo para regularizar o título. Só os cartórios da capital paulista atenderam cerca de 16 mil eleitores, mais de 66% do que recebem em dias normais.

São Mateus, uma das maiores zonas eleitorais da capital paulista, recebeu na última semana 470 eleitores. O chefe do cartório, Luiz Fernando Mesquita, disse que, desse total, são poucos os que realmente se encaixam no caso dos faltantes das últimas três eleições. “A maioria tem enfrentado fila de até três horas para transferência, alistamento e revisão de dados, procedimentos que poderiam ser feitos ao longo de todo o ano, sem fila.”

26 PMs vão a júri hoje por massacre no Carandiru




Vinte e seis policiais militares serão julgados, a partir desta segunda-feira (8), em São Paulo, pelo caso que ficou conhecido há mais de 20 anos como o massacre do Carandiru. Os réus respondem em liberdade pelos assassinatos de 15 dos 111 presos mortos do Pavilhão 9 da Casa de Detenção. O júri popular dos PMs deve ter início às 9h no Fórum da Barra Funda, Zona Oeste da capital. A previsão é que a sentença seja conhecida em até duas semanas devido à quantidade de réus e testemunhas para serem ouvidas.


No dia da matança dos detentos, em 2 de outubro de 1992, grupos de elite da Polícia Militar, armados com revólveres, pistolas, espingardas, submetralhadoras e lançadores de granadas de gás, invadiram o presídio para conter uma rebelião. Cavalos e cães também foram usados. Revólveres, barras de ferro, estiletes, marreta de ferro e porções de droga teriam sido apreendidos pelos PMs com os presidiários.


O resultado da ação policial, no entanto, foi trágico para os presos. Rastros de sangue pelo chão levavam aos corpos deles, crivados de balas, principalmente nas cabeças, troncos e braços. Amontados, como se quisessem se proteger, eles permaneceram sem vida dentro das celas e corredores daqueles quatro andares da unidade prisional.


Duas décadas depois, sete jurados vão começar a decidir nesta manhã se os policiais são culpados ou inocentes do crime de homicídio doloso qualificado (quando há intenção de matar, sem dar chance de a vítima se defender) contra cada um dos detentos. Para o Ministério Público, responsável pela acusação, os PMs executaram as vítimas e, por esse motivo, deveriam ser condenados à prisão pelas mortes que provocaram. O juiz José Augusto Nardy Marzagão preside o júri.


“Houve claramente um massacre, uma execução. Os presos foram mortos sem chance de se defenderem”, afirmou o promotor Fernando Pereira da Silva, que quer uma pena máxima de 30 anos para os policiais. “Lembrando que essa pena pode ser somada pelo número de mortos.”


Mesma opinião tem o também promotor Márcio Friggi. “Os presos foram mortos com tiros na cabeça e peito. Os PMs atiraram para executar e não para se defenderem. Eles também alteraram a cena do crime”, afirm.

TRE pode julgar nesta quinta-feira o processo da cassação de Dr. Edson.



Está tudo pronto, toda a parte burocrática já passou e agora o processo da cassação de Dr. Edson Sousa, está pronto para ser votado pelos desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE).
Na sexta-feira passada (05), o Desembargador Eleitoral e Relator, Frederico Carvalho, emitiu um relatório que não beneficia nem José Edson, apenas contem a narração da ação, do recurso, de suas contra-razões e do parecer do Ministério Público. E ao mesmo tempo determina a inclusão na pauta de julgamento, dos autos que foram devidamente revisados, como afirma o advogado Dr. Manoel Veloso.

“O relatório não é favorável a ninguém. Consta lá apenas a narração da ação, do recurso, de suas contra-razões e do parecer do Ministério Público. Todo relatório é assim mesmo, ele não é pró nem contra ninguém”, disse o advogado.

Após ter sido enviado para inclusão em pauta de julgamento, agora resta apenas os desembargadores votarem e decidirem os rumos da política em Brejo da Madre de Deus.

A próxima seção no TRE deve acontecer na quinta-feira (11), é grande a possibilidade de um desfecho final sobre a cassação de José Edson Sousa.

Se condenado também pelo TRE, Dr. Edson Sousa será afastado da Prefeitura do Brejo da Madre de Deus, neste caso, o TRE deverá decidir se o segundo colocado no pleito passado, Roberto Asfora, assume de imediato, ou haverá nova eleição, com Dr. Edson Sousa e Clarice Correia de fora já que estariam inelegíveis por 8 anos.

Mensalão: PF recebe pedido para investigar Lula




A Polícia Federal em Brasília recebeu nesta segunda-feira (8) o pedido de instauração de inquérito para apurar um suposto envolvimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com o mensalão. A investigação deve ser aberta nos próximos dias.
O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal na sexta-feira (5) e tem como base o depoimento prestado pelo empresário Marcos Valério de Souza, considerado o operador do esquema.

Delegados farão uma avaliação formal do pedido nos próximos dias, para determinar se a investigação é de competência da PF. Mas essa é uma análise burocrática e os policiais dão como certa a instalação do inquérito.

É a primeira vez que será aberto inquérito criminal para investigar se Lula atuou no mensalão. No processo principal do escândalo, julgado no ano passado pelo Supremo Tribunal Federal, Lula não foi investigado. Ele prestou depoimento, por ofício, apenas na condição de testemunha arrolada por diferentes réus do processo.

O depoimento de Valério foi dado à Procuradoria-Geral da República em setembro do ano passado, no meio do julgamento do mensalão. Entre outras acusações, o publicitário afirmou que Lula, o ex-ministro Antônio Palocci e Miguel Horta, então presidente da Portugal Telecom, negociaram repasse de US$ 7 milhões para o PT.

Valério afirmou que o ex-presidente e Palocci reuniram-se com Horta no Palácio do Planalto e combinaram que uma fornecedora da Portugal Telecom em Macau, na China, transferiria o valor combinado para o PT.

''Ser gay vai acabar sendo obrigatório''

DO BLOG DE RENATO RIELLA
 


Daniela Mercury é destaque em toda a mídia, inclusive na Veja, por sua nova opção sexual. Não é assunto simples. Ser gay não é igual a raspar a cabeça, nem mesmo fazer uma tatuagem. Ninguém pode dizer assim: “Vou ali ser gay um pouquinho e volto logo”. É mais definitivo do que o vício do crack, com implicações sociais ainda complicadas.

Assim, todos os que temos influência sobre seres humanos – pais, educadores, jornalistas, analistas, psicólogos, etc – devemos mergulhar nessa discussão, alertando nossos grupos de penetração social para a seriedade do assunto.

Gay, até sim, se for sem modismo. Se for um componente biológico ou mental claro. Não gostaria de ver um jovem (ou uma jovem) ligado a mim optar pelo bi-sexualismo como tentativa, ou porque lhe abre espaço social e até mercado de trabalho.

Desculpe a grosseria, mas nas ruas há uma sabedoria de grande profundidade, que os mais ignorantes demonstram, quando dizem: “Existe ex tudo, menos ex-viado”. Por isso, quem quiser virar gay perscrute (a palavra exata é esta) profundamente a sua alma e decida-se – sem volta.

É preciso neste momento começar a passar essa mensagem nas escolas, nos jornais, nas novelas, onde for preciso.

Não podemos deixar, por exemplo, que autores de novela claramente gays induzam a juventude a seguir este caminho. Que eles tenham a honestidade de mostrar as coisas como elas são, propondo reflexão íntima às pessoas influenciáveis pelos meios de comunicação.

Pode ser duro, mas Jabor fez um comentário que exprime parcialmente o momento vivido pelo Brasil – o país mais liberal do mundo.

Jabor disse que ser gay, antes, era até proibido; depois, foi sendo praticado sem que a sociedade dissesse que estava vendo; em seguida, foi aceito de forma discreta por todos; hoje, é plenamente incentivado.

E Jabor conclui: “Quando passar a ser obrigatório me avisem, para poder fugir a tempo”.

Esta é a realidade presente, num momento profundo de transição, que não sabemos onde vamos chegar.

O que temo, mesmo, é que gente jovem opte pelo gaysismo por pura moda e depois se arrependa, estando porém marcada intimamente e socialmente.

Quem quiser que me crucifique, mas isso não é homofobia. É liberdade de expressão, o bem maior que conquistamos no Brasil nessas últimas décadas. Não dê por dar.

Nossos direitos. Mas que direitos?



 

Uma cliente comprou em um supermercado uma cadeirinha para transportar criança pelo preço de R$199,00. Ao passar pela porta principal o alarme anti furto disparou e houve uma correria dos funcionários para revistá-la.

A cliente foi submetida a uma revista na frente de todos, suspeita de estar furtando a cadeirinha. A cliente mostrou a nota fiscal e se descobriu que o funcionário tinha esquecido de remover a etiqueta que faz o alarme disparar. Não houve pedido de desculpas pela humilhação a que a mulher foi submetida.

Ela não teve dúvidas, entrou na justiça e ganhou a ação em segunda instância. A empresa vai ter que indenizar a cliente no valor de cem vezes o que ela pagou pela cadeirinha, ou seja vai receber quase vinte mil reais. Infelizmente não consegui descobrir o nome do supermercado.

Na sua opinião este caso de sucesso é uma exceção ou vale a pena brigar na justiça pelos seus direitos?