terça-feira, 4 de agosto de 2015

Pai denuncia descuido dos profissionais da Escola Antônio Vieira com seu filho de quatro anos de idade.

Imagem ilustrativa 
Depois da terceira vez que seu filho de quatro anos sai sozinho da Escola Antonio Vieira de Melo e vai para casa percorrendo uma distancia de 2 km aproximadamente, o Sr. Luiz Carlos Alves da Silva resolve procurar nossa equipe para falar sobre o caso. 

Segundo Luiz Carlos pai de L.G.A.F de 4 anos de idade, encontrou seu filho na tarde desta terça-feira as margens da PE 160 por volta da 3:40.

“Estava em meu serviço quando escutei a voz do meu menino me chamando, ai quando fui verificar era L.G que estava na pista sozinho, foi quando eu corri e fui pega-lo, fiquei muito assustado no momento, pois esta pista é um risco muito grande, principalmente para criança. Essa é a terceira vez que meu filho sai da escola e não é notado, nem pelo os professores e menos pelo o porteiro, deveriam ter mais cuidados com estas crianças, pois se acontecer alguma coisa quem será o culpado”. Falou Luiz Carlos 

“Outra vez fui busca-lo na escola e ao chegar à informação que tive, foi que uma pessoa já tinha pegado ele, e ao chegar em casa as informações não procedia, pois uma senhora que mora perto de minha residência tinha encontrado ele no meio do caminho sozinho e trouxe até em casa, estou preocupado com isso, espero que este ocorrido não estejam acontecendo com outras crianças. Será que o porteiro da escola está tão atento as crianças que ali estudam? Bom, pelo que vejo acho muito difícil, sempre vejo ele bem sentado e com seu celular na mão. Agora Fazendo o que....?”Finalizou Luiz Carlos


Collar Blog Jataúba News 


Não perca tempo pague sua contas aqui!!

Do autobiográfico ao social, na obra poética de Bernadete Bruto

Do autobiográfico ao social, na obra poética de Bernadete Bruto

Escritora, poeta pernambucana, Bernadete Bruto, é destaque Nacional


Falar de Bernadete Bruto é um alumbramento. Esta pernambucana, natural de Recife é uma desbravadora e conquistadora de espaços culturais. Navega por lugares muito especiais, trazendo à tona seu talento em torno da arte. Mistura o universal e o particular em suas performances como declamadora e poeta, utilizando a música, a beleza e a profundidade reflexiva nos seus recitais, sem deixar, de lado, é claro, o aspecto do prazer, da diversão, elementos do caráter lúdico do literário. Como afirmava o clássico Horácio, a poesia tem de ensinar e deleitar, unindo o útil ao agradável e isto Bernadete faz belamente. Os recitais que a autora realiza de forma criativa e original são efetuados no lugar indicado pela pessoa e/ou empresa interessada.

De ancestralidade indiana, une o cosmopolita à sua brasilidade inerente ao falar de nossos variados matizes, refletindo uma característica de nosso modernismo que utilizava-se da antropofagia cultural, absorvendo o que vinha de fora à nossa resposta crítica nacional, enriquecendo assim a nossa cultura com vários elementos, sem ter uma visão unilateral. Esta poeta pernambucana, de origem indiana, soube absorver este componente, trazendo para suas performances o brilho do hibridismo entre culturas e forjando uma arte plena de significados como num leque colorido e multifacetado. Sua maneira de apresentar suas performances poéticas nos rememora os antigos menestreis e trovadores que passavam por vários locais para levar uma história muitas vezes adornada. A poeta se apresenta em vários recitais, versando sobre temas diversos para se adequar ao público.

É formada em Sociologia, atuando como analista de gestão do Metrô do Recife.

É membro da União Brasileira dos Escritores – UBE, da Associação dos amigos do Museu da Cidade do Recife – AMUC, parceira da Cultura Nordestina, Letras e Artes e participa de grupos como a Confraria das Artes. Sua formação universitária se reflete na sua poesia que aborda a relação entre uma reflexão do eu, com caráter autobiográfico e existencial, e o elemento cotidiano e social, reunindo uma poética do drama da vida interior ao viés psicossocial. Sua obra prima pela simplicidade sem deixar de ter profundidade e deslumbramento para os leitores, procurando, assim, atingir todas as classes sociais, fazendo de sua relação com o leitor algo mais democrático. Como a autora mesmo salienta o seu maior propósito é “falar aos corações” para deixar impressas, em cada ouvinte ou leitor, mensagens de “alegria, esperança e fé na vida”. A escritora Bernadete Bruto está também antenada com o tempo atual, pois seus textos podem ser encontrados em várias páginas da internet e também no seu blog. Além disso, algumas de suas poesias recitadas podem ser encontradas em vídeos no youtube.

Três livros compõem sua emocionante trajetória literária: Pura Impressão, Um coração que canta e Querido Diário Peregrino. Todos os três trabalham com o elemento autobiográfico, sendo que o terceiro amplia a dimensão do particular para atingir a questões problemáticas que atingem a sociedade contemporânea, revelando o drama do homem citadino. Em Pura Impressão, encontramos uma obra dividida em cinco partes nas quais as poesias são aproximadas por temas. Mostra o percurso de uma mulher, passando desde a juventude até o amadurecimento da fase adulta, revelando o caráter introspectivo e profundo ao mostrar na vida atual desta pessoa uma compreensão mais profunda e abrangente da vida, fazendo-nos lembrar aqui das reflexões memorialísticas das personagens adultas do grande romancista Machado de Assis em suas memórias ficcionais. Este livro da poeta por aqui analisada segue uma ordem cronológica, sorvendo ricamente no gênero lírico traços da narrativa.

No segundo livro escrito por esta autora extraordinária, Um coração que canta, temos uma obra singularíssima ao narrar os mais recentes anos da autora rumo ao seu ideal de ser poeta. A história poetizada é dividida em três partes que apresentam nomes de canções, também seguindo a linearidade cronológica. Tal esquema tem um objetivo específico: mostrar os estados de alma pelos quais a personagem passa no decorrer de sua vida. Mais uma vez, temos aqui a simbiose entre prosa e poesia, aliando duas formas que se encaixam perfeitamente pela maestria da autora Bernadete Bruto. Tal livro tem ilustrações em forma de desenho que se casam lindamente com cada poema apresentado. O projeto gráfico foi elaborado por Paulo Victor de Melo.

Em seu mais recente livro, Querido Diário Peregrino, encontramos uma obra poética que é escrita em forma de diário, sendo que aqui a autora se estende do interior para fora ao abordar questões que afetam a sociedade. Este livro foi feito em parceria com o talentoso fotógrafo Wagner Okasaki. Tal união de talentos tem um propósito: fazer a complementariedade entre texto e imagem, produzindo uma rede de significados e símbolos de forma magistral.

Em Querido Diário Peregrino, temos o reflexivo poema “Rio da Cidade” que bebe da fonte cotidiana e presente para criticar a poluição urbana: Rio/- Água lamacenta -/Que corta/Enfeia/Minha Cidade//Não sei se sinto mais pena de mim/Ou do rio... Numa simbiose perfeita entre eu/natureza/mundo, a poeta não sabe se tem pena dela mesma ou do rio. O caráter psicossocial anteriormente descrito aqui adquire ares de universalidade, podendo atingir o mundo. Finalizando, podemos dizer que estamos diante de uma autora criativa, sensível e aberta aos apelos do eu e do mundo


Fonte: Divulga Escritor Por Alexandra Vieira de Almeida Doutora em Literatura Comparada




Linda Bela Cosméticos

Depois da descoberta dos R$ 40 milhões, petistas deixaram de chamar Dirceu de “guerreiro do povo brasileiro”


Na coluna de Mônica Bergamo, na Folgha de São Paulo

NA ESTRADA

“Entre dirigentes do PT, a intenção de manter distância de Dirceu já era evidente. Desde que se descobriu que a empresa do ex-ministro faturou R$ 39 milhões em oito anos, “não se ouviram mais nos encontros do partido os gritos de ‘Dirceu, guerreiro do povo brasileiro'”, disse à Folha um dirigente do partido dias antes da prisão”.

PAIS E FILHOS
Filhos e amigos do petista planejavam se reunir em Brasília, no domingo, para festejar com Dirceu o Dia dos Pais. Ele tinha pedido autorização à Justiça para viajar a São Paulo, o que foi negado.

MALAS PRONTAS
E Dirceu planejava sair do Brasil antes de ser apanhado na Lava Jato. Depois de cumprir a pena do mensalão, e calculando que seria beneficiado, em 2016, pelo indulto presidencial concedido todos os anos a presos que cumprem determinados requisitos, ele programava trabalhar em outro país.

PÁTRIA AMIGA
O destino preferencial de Dirceu era Portugal.

PORTA FECHADA
O ex-ministro dizia que sairia do Brasil porque sua vida profissional tinha se tornado “inviável” no país.

Blog do Jamildo 



Carne da melhor qualidade

Prêmio do Banco Mundial levará nome de Campos


Ex-governador será homenageado pela instituição (Foto: Divulgação/PSB)

O ex-governador Eduardo Campos (PSB), vítima de acidente aéreo durante a campanha presidencial, em 2014, vai ganhar mais uma homenagem. É que o prêmio concedido pelo Banco Mundial a bons governantes terá o nome do socialista. As informações são da coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, o presidente da instituição, Luis Alberto Moreno, enviou carta à viúva do ex-governador, Renata Campos, comunicando a decisão.

Eduardo Campos morreu no dia 13 de agosto do ano passado em acidente aéreo no litoral de Santos, em São Paulo. Além do ex-governador, a queda do jatinho vitimou o piloto Marcos Martins, o co-piloto Geraldo Magela, o jornalista Carlos Percol, os fotógrafos Alexandre Severo e Marcelo Lyra e o assessor Pedro Valadares.

Blog da Folha 




Alugue Já!!!

Elemento é preso com arma de fogo na zona rural de Jataúba


Na noite desta segunda-feira (03) a Polícia Militar realizava rondas no Sítio Jundiá, zona rural de Jataúba, quando percebeu duas pessoas desconhecidas em atitudes suspeita em uma moto.


De imediato, o efetivo seguiu os suspeitos, que ao perceberem a presença dos policiais tentaram fugir, onde um deles pulou da moto e entrou em uma residência que tentou fugir pulando o muro do imóvel, porém foi surpreendido pela polícia.


Com um dos suspeitos, Leonildo de Souza Costa (34 anos), que reside em Pesqueira, foi encontrada uma espingarda calibre 12, fabricação artesanal, além de duas munições intactas do mesmo calibre.

Após levantamento no sistema da polícia, foi constatado que Leonildo já teria passagens pela polícia por assalto e ameaças e que ele teria cumprindo pena por homicídio. O policiamento informou que ele é suspeito em participar de alguns homicídios.


Blog Ney Lima 



Não perca tempo

Agende já a sua consulta!!!


 A Nutricionista Dra. Nívia Guimarães está fazendo: • Avaliação Nutricional; • Nutrição Clinica em todas as faixas etárias; • Tratamento Dietoterápico para obesidade, desnutrição, diabetes, hipertensão, Triglicerídeos, colesterol, gestantes, adultos e idosos. 

Atendendo de segunda á sexta na parte da manhã de 8 á 11 horas, localizado na rua Vereador José Basílio Neto, na COHAB em cima do mercadinho que era de Ronaldo Guimarães. E nos sábados de 8 a 11 horas da manhã no Congo- PB no laboratório de Dr. Paulo Spynelle. 



Fone: 9 8171-7842




Vereador que apoia este trabalho

Veículo tomba na estrada que da acesso a Vila do Jacu.


Acidente com carro que fazia propaganda do Cine Sesi na estrada que da acesso a vila do Jacu, este fato ocorreu na noite deste domingo (2) por volta das 11h, com um Gol de Pacas PUL 4049 MG Belo Horizonte, que vinha da Vila do Jacu sentido Jataúba. 


Segundo o motorista Gabriel, ele vinha em uma curva próximo à entrada que da acesso a Vila Riacho do Meio, quando de repente uma Toyota não identificada  vinha em alta velocidade e na contra mão com os faróis altos, foi aí que o mesmo para não bater de frente tentou desviar e perdeu o controle do veiculo vindo a capotar, no carro vinha Gabriel e um amigo que nada sofreram. 


Ainda segundo as informações é que nesta segunda-feira pela manhã, vândalos terminaram de virar o carro quebraram os vidros e roubaram alguns pertences, entre eles um Skate e roubaram também as rodas do veículo. 

Collar Blog Jataúba News


Vereador que apoia este trabalho

Assembleia Legislativa retoma atividades com análise de projeto orçamentário


Projetos importantes estão na pauta da Assembleia Legislativa para o segundo semestre de 2015. A partir desta segunda (3), com o término do recesso parlamentar, devem entrar, na agenda deste período, proposições relativas à Política Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais, à Política da Pesca Artesanal em Pernambuco e às três leis orçamentárias que estabelecem onde serão aplicados os recursos públicos do Estado nos próximos anos.

Uma das primeiras proposições a serem apreciadas pela Alepe ainda neste mês de agosto é o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que compreende prioridades da administração pública, orienta a elaboração do orçamento anual e dispõe sobre alterações na legislação tributária.

A Lei Orçamentária Anual (LOA), onde são estimadas as receitas e autorizadas as despesas, e o Plano Plurianual (PPA), que estabelece metas para os próximos quatro anos, chegam à Casa Joaquim Nabuco até o início de outubro, e os deputados terão até dezembro para opinar sobre as matérias.


O projeto da Política Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais, cujo objetivo é incentivar atividades econômicas que garantam o equilíbrio ecológico, tramita nas comissões temáticas da Assembleia e deve ser analisada pelo Plenário ainda neste semestre. Inserida no Projeto de Lei nº 230/2015, a proposição quer incrementar o mercado de serviços ambientais e promover práticas ecologicamente corretas.

Igualmente relevantes, também devem compor a pauta de votações as matérias que preveem a Política da Pesca Artesanal em Pernambuco e a cessão de uso de imóvel, em Afogados da Ingazeira, para instalação do Centro de Atendimento à Pessoa com Deficiência na cidade.

Para o presidente da Alepe, deputado Guilherme Uchoa (PDT), o período será de intenso trabalho na Casa, e ainda mais aberto à participação da sociedade. “A situação no Brasil é preocupante e a crise inevitavelmente terá consequências no nosso Estado. Mas Assembleia Legislativa está preparada para contribuir com o enfrentamento às dificuldades, tanto no desenvolvimento econômico e social quanto na consolidação da nossa jovem democracia”, previu.

Segundo o primeiro secretário, deputado Diogo Moraes (PSB), o trabalho na Casa mesmo no recesso não parou, funcionando as questões internas e burocráticas. “Nosso cargo de primeiro secretário não parou durante o recesso, apenas as sessões plenárias. Nossa pauta está com importantes projetos que iremos debater e votar, sempre visando o melhor para o povo pernambucano”, disse.


Informações da Assessoria.



Vereador que apoia este trabalho