quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Veja o momento em que quadrilha foge com reféns e atira contra a viatura da PM após explodir agência do Bradesco em Brejo


Veja o exato momento da fuga e os disparos contra a viatura

Novas imagens conseguidas com exclusividade pelo Blog Estação Notícias, mostram os momentos de pânico vividos pelos reféns do assalto a agência do Bradesco, na madrugada desta quinta-feira (03), em Brejo da Madre de Deus, Agreste de Pernambuco.

Os gritos de alerta das vítimas que estavam sobre a mira dos bandidos em frente a agência, são de cortar o coração. O vídeo mostra o exato momento da fuga da quadrilha que passa pela contramão atirando contra a viatura da PM que estava estacionada em frente no início da Rua da Saudade e começo da Avenida Cleto Campelo.

Pelo barulho dos tiros é possível analisar que pelo menos 7 disparos foram em direção a viatura, sendo que o primeiro disparo foi no exato momento em que o veículo dos criminosos passou no quebra-molas e o atirador se desequilibrou, atingindo o prédio onde vemos até a poeira após o imóvel ser atingido.

Do Estação Notícias

Linda Bela Cosméticos

Dois são presos por cometer tentativa de homicídio


Na tarde de quarta-feira (02) policiais civis da delegacia em Brejo da Madre de Deus prenderam dois homens, acusados por tentativa de homicídio.

De acordo com as informações, Romero José dos Santos (26 anos) e Fábio da silva (conhecido por ” Feio”, de 30 anos) foram apresentados na delegacia de plantão em Santa Cruz, após o cumprimento de mandados de prisão.

Ainda de acordo com as informações, a tentativa de homicídio em que ambos são acusados de cometer aconteceu no distrito de Lagoa dos Mandantes, vitimando Moisés de Oliveira Santos Guimarães com golpes de faca.

Diante dos fatos, os dois ficaram à disposição da Justiça e encaminhados ao presídio de Santa Cruz do Capibaribe.

Blog do Ney Lima 



O ensino é a formula mais perfeita!!!

Jovem que residia em Santa Cruz é morto por bandidos durante assalto iniciado na BR-232


Começam a chegar, na manhã desta quinta-feira (03), as primeiras informações sobre um latrocínio cometido contra um jovem de 20 anos, que residia em Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com as primeiras informações, Carlos Alberto de Moura era o motorista de uma caminhonete que vinha da cidade de Quipapá juntamente com mais outras duas pessoas quando, em um dado momento, por volta da 00h30, foram surpreendidos, na BR-232, por criminosos armados, que estavam em um carro de passeio.

Os criminosos chegaram atirando e obrigaram os mesmos a pararem e, em seguida, entraram no veículo e os renderam.

Logo após, de acordo com as informações repassadas pelo repórter policial Adielson Galvão, já em poder dos bandidos, as vítimas teriam sido espancadas e uma delas, o jovem, foi alvejado com um disparo de arma de fogo no ombro, sendo que a bala teria ricocheteado e atingido a cabeça dele.

Pouco tempo depois, os bandidos abandonaram as vítimas e o corpo do jovem no Sítio Limeira, que fica as margens da BR-104, na cidade de Panelas, levando também outros pertences das vítimas.

Já a caminhonete foi localizada nesta manhã, na cidade de Cupira. Um vídeo mostra o momento em que a caminhonete é vista, com diversos manequins e também manchas de sangue. Ainda de acordo com as informações, o empresário vinha de uma loja recém aberta em Quipapá quando o crime aconteceu. 

Confira o vídeo:


Blog do Ney Lima

Farmácia do Trabalhador

Bandidos explodem agência do Bradesco em Brejo da Madre de Deus. A cidade era uma das poucas do estado que ainda não tinha sofrido com essa modalidade de assalto

Várias cápsulas de fuzil ficaram espalhadas próximo a agência
Foram aproximadamente 40 minutos de muito terror!


O Brejo da Madre de Deus no Agreste de Pernambuco era uma das poucas cidades no estado que nunca tinha tido uma agência bancária explodida por criminosos. Mas na madrugada desta quinta-feira (03) aconteceu o que o brejense temia.


De acordo com informações repassadas ao Blog Estação Notícias, por volta de 1:20 vários bandidos chegaram em um veículo S10 de cor preta e fizeram refém o frentista do posto de combustíveis que fica no Trevo da entrada da cidade, e também mais três homens, sendo dois deles vigilantes noturnos. Os assaltantes colocaram as vítimas no carro, e um deles foi amarrado em cima do capô. Ao chegar já efetuando disparos na agência que fica na Avenida Cleto Campelo, a quadrilha parou um veículo da prefeitura do Brejo da Madre de Deus que estava com cidadãos que seriam levados para fazer tratamento no Recife e fizeram motorista e pacientes também de reféns.
Dois caixas eletrônicos foram explodidos na área do autoatendimento
Ficou para trás o rastro de destruição e medo


Foram aproximadamente 40 minutos de muitos tiros e gritos de “quem manda aqui é nóis!”, “é tudo da gente!”. Até então a Polícia não tinha conhecimento do que estava acontecendo e casualmente estava patrulhando pela Rua da Saudade, que fica próximo ao banco, quando de repente avistaram a movimentação em frente ao banco. Quando viu a polícia um dos assaltantes começou a gritar: “tem refém, não venham não!”. Em seguida abriram fogo contra a viatura. Vários tiros de fuzil atingiram o veículo que estava com dois policiais que conseguiram sair ilesos. O prédio da movelaria que fica ao lado foi atingido por muitos tiros nas portas e também na vitrine. Graças a Deus ninguém ficou ferido.
A população ficou em prantos e lamentou muito pelas redes sociais
Somente após uma perícia é que saberão a quantia que foi levada
A agência do Bradesco em Brejo tinha passado por reforma recentemente


Antes da explosão dos caixas eletrônicos, uma família que mora na casa ao lado da agência, contou a nossa reportagem que bateram em sua porta e a mesma não abriu, mas um dos seguranças que estava refém, arrombou a porta para tirar a família do imóvel. “Eu implorei que deixassem sair todos os membros da família, inclusive minha mãe de 80 anos e meu irmão que é especial”, contou a vizinha.


Depois de muito terror, muitos tiros e ameaças, com os reféns gritando o tempo todo: “tem refém! tem refém!” os criminosos instalam explosivos em dois caixas eletrônicos no autoatendimento e também no cofre da agência e explodiram tudo. Toda estrutura do prédio foi danificada. Não se sabe quanto em dinheiro a quadrilha conseguiu levar.
Os criminosos fugiram pela PE-145 no sentido Jataúba levando aproximadamente 10 reféns que foram libertados em seguida no sítio Açudinho.
Dos três caixas no autoatendimento, apenas um não foi danificado


De acordo com informações repassadas para a polícia, a quadrilha pegou uma estrada vicinal que dá acesso a Passagem do Tó, na zona rural de Jataúba, que tem ligação com várias cidades.


Na ponte do distrito Barra de Farias na PE-145 um veículo Honda City de cor prata e placa OEY-0729 de João Pessoa-PB foi queimado e vários grampos foram jogados na pista para atrapalhar uma possível perseguição policial.

Como a agência do Bradesco ficou toda destruída, os clientes agora terão que se deslocar para outras cidades para conseguir fazer as transações bancárias. O comercio brejense também deve ser afetado com tudo isso até que a agência esteja de volta prestando serviços à população, algo em torno de 2 a 3 meses, segundo funcionários.
Quando a polícia chegou na esquina foi alvejada a bala
Os disparos de fuzil atingiram o pneu, motor e para-brisa
Por pouco os PMs não foram atingidos
Este veículo da prefeitura do Brejo estava com os pacientes que seriam levados para o Recife
Motorista da secretaria de saúde e outros reféns foram obrigados a tirar as camisas
Calça jeans, luvas e camisas que foram utilizadas pelos criminosos
As portas da Casa de Móveis Belo Jardim ficaram cravadas de balas
Quando chegou a agência o PM se deparou com a destruição total

O gesso no teto e também grande parte da telhas brasilit foram destruídos


O reforço chegou minutos após o crime, mas nada poderia ser feito


Porta quebrada da casa ao lado aonde foi retirada uma família inteira antes das explosões

Criminosos atearam fogo no veículo na ponte da Barra de Farias

Muitos grampos foram espalhados na pista

Do Estação Notícias