sábado, 22 de dezembro de 2018

"Ele foi 'Burro' de mais" disse Paulo Floriano sobre Maviael de Abílio.

Foto J. Silva.

Nesta quinta-feira (20), o presidente da Câmara de Vereadores de Jataúba falou com a nossa equipe e falou sobre o ano de 2019, como também se mostrou muito feliz por conta do concursos público da Câmara, e se mostrou triste por outro lado por nenhum funcionário ter passado no concurso. 

Durante a entrevista o vereador fez questão de falar da postura do vereador Maviael de Abílio o chamando de burro, sobre a eleição da Câmara de Vereadores onde ele foi reeleito. E falou sobre Veinho e Naldo de Bileu, que foram os principais protagonistas da eleição para presidência da Câmara de Vereadores.

Escute toda entrevista do vereador Paulo Floriano abaixo.


Collar Blog Jataúba News


"Eu já tenho meu candidato para 2020" disse o prefeito Antônio de Roque


Nesta quinta-feira 20, o prefeito Antônio de Roque falou com a nossa equipe e na entrevista o prefeito deixou claro que já tem candidato para a disputar a prefeitura em 2020, e que a disputa não será fácil para o próximo pleito.

Acompanhe abaixo toda entrevista com o prefeito.


Collar Blog Jataúba News

Tribunal de Contas rejeita recurso de Edson Vieira e mantém multa por contratações irregulares


O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), teve um recurso negado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). A decisão ocorreu em 22 de novembro, mas só foi publicada na última quarta-feira (19) no Diário Oficial.

O embargo de declaração tentava mudar a condenação imposta pelo TCE em agosto deste ano, quando os conselheiros julgaram como irregulares várias nomeações feitas através de contratações temporárias em 2016.

O Tribunal determinou ao prefeito que altere a Lei Municipal que trata de contratações temporárias de modo a exigir seleção pública de pessoal, mesmo que de forma simplificada. Também foi aplicada uma multa no valor de R$ 10 mil.

No recurso, os advogados do prefeito argumentam que os principais pontos apresentados pela defesa não foram observados, com destaque para impossibilidade de realização de concurso público em curto prazo.

Após submeter o recurso para análise do Ministério Público de Contas, o conselheiro Marcos Nóbrega, em seu relatório, decidiu pelo desprovimento do embargo e teve o entendimento seguido pelos conselheiros Teresa Duere, Ranilson Ramos e Valdeci Pascoal.

Blog do Ney Lima