quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Lula defende criação de fórum de governança global




Em meio às denúncias de espionagem pelos Estados Unidos contra o governo brasileiro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou, nesta quarta-feira (11), o presidente Barack Obama, reclamou da atuação da ONU e sugeriu a construção de um fórum de governança global para cobrar respeito à democracia dos países.

"Precisamos levar mais a sério a discussão da democracia no mundo globalizado, discutir mais a sério a governança global. Pode por acaso o senhor Obama e seu esquema de inteligência ficar bisbilhotando a nossa presidenta? Em nome de que democracia?", disse Lula, ao participar de evento promovido na capital paulista.

O ex-presidente questionou se havia alguma decisão judicial que permitisse a espionagem da presidente Dilma Rousseff, de integrantes do governo e até mesmo da Petrobras, e criticou decisões arbitrárias do governo norte-americano, como a invasão ao Iraque, a pretexto de procurar armas de destruição em massa. "Onde está a arma química? Gastaram quase US$ 2 trilhões e não acharam armas químicas. Onde se discutiu a invasão à Líbia? Qual foi o fórum? Tem que ter governança global para ter fórum para discutir esses assuntos."

Lula disse ainda que esse fórum para discutir a governança global precisa colocar em condições de igualdade presidentes e chefes de Estado, como dos Estados Unidos, Alemanha e Brasil, caso contrário, "teremos problemas sérios no mundo".

O ex-presidente defendeu, por fim, uma revisão do papel que o dólar tem na economia mundial, além de fiscalização do sistema financeiro. "Antigamente, tinha o ouro como moeda padrão que nivelava a economia. Quem inventou que é o dólar? Foram os americanos. Tomaram decisão que ouro não vale mais nada. Mas só eles têm a maquininha de fazer dólar", concluiu.

Com informações do Valor.

Suplente Furibinha recebeu visita em prol a sociedade Jataubense.

 Recebi a visita em nosso Município do Engenheiro, Vladimir da Secretaria de Recursos Hídricos e Energético de PE SRHE em resposta a um pedido de socorro que fiz a Ilustríssima Presidenta Dilma Rousseff, relacionado as ações de combate a seca no sentido da viabilidade de construção de Barragens e recuperação e ampliação de algumas, visitamos as localidades, Jacarará, recuperação da Barragem do Enxotado e a Barragem Luíza para Dezassoriamento e contenção de vazamentos na mesma que foi construída a mais de 40 anos e nunca recebeu nenhuma Limpeza sequer uma vez que as máquinas só vieram até o Município de Santa Cruz do Capibaribe ano passado, e recebi resposta do Gabinete Pessoal da Presidenta, onde me encaminhou para SRHE, onde fui muito bem recebido pelo Secretário Almir Cirilo, o mesmo me passou informações importantíssimas como; a Adutora do agreste já em andamento e a Adutora Santa Cruz-Poço Fundo, ligando a Jataúba. Quero agradecer a todos pela confiança, ao Deputado Diogo Moraes, em Especial ao seu Assessor Eduardo de Matos. Um abraço do Companheiro de Sempre Furibinha. A LUTA CONTINUA!







Blog Jataúba News.

'Infiltrados' de Eduardo no governo na mira de Dilma e aliados


 

Aliados relataram recentemente a Dilma Rousseff o 'incômodo' da base aliada com a permanência de indicados de Eduardo Campos no primeiro escalão enquanto o governador de Pernambuco sobe o tom do discurso contra o governo. À presidente, foi detalhado o acordo de palanques duplos entre Campos e Aécio Neves (PSDB) nos Estados. Além disso, causou grande desconforto no Planalto a foto dos dois postulantes à cadeira de Dilma confraternizando em jantar há dez dias.

A informação sobre os 'inflitrados' de Eduardo no governo é de Vera Magalhães, na Folha de S.Paulo desta quarta-feira. Outro colunista,Lauro Jardim -- VEJA -- diz em sua coluna que o líder do DEM na Câmara dos Deputados, Ronaldo Caiado(GO) não quer nem ouvir falar em apoiar Aécio Neves em 2014. Caiado não suporta o tucano Marconi Perillo, sustentáculo do palanque de Aécio em Goiás, diz o colunista.

''A relação, que sempre andou às turras, piorou recentemente, quando Perillo capitaneou as negociações e conseguiu levar para o PSDB dois correligionários de Caiado no estado, o deputado estadual José Vitti e Wilson Oliveira, candidato derrotado à prefeitura de Anápolis. Embora ideologicamente faria todo sentido fechar com Aécio, Caiado vai apoiar Eduardo Campos na corrida pelo Palácio do Planalto.''