quinta-feira, 2 de junho de 2016

Tem gente ainda batendo na tecla que a Fosfoetanolamina cura câncer. Não cura!


A chamada “pílula do câncer” não combateu tumores em camundongos em estudo a pedido do Ministério da Ciência e Tecnologia

Novos estudos do grupo coordenado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, encarregado de estudar a eficácia e segurança da fosfoetanolamina sintética, sugerem que a substância não é capaz de combater o câncer em camundongos. A substância, chamada de “pílula do câncer”, foi distribuída irregularmente por anos na Universidade de São Paulo (USP) como cura para todos os tipos de câncer, sem nunca ter passado pelas etapas mais básicas de pesquisa. Os primeiros testes feitos a pedido do governo, realizados em dezembro do ano passado, já haviam apontado ausência de efeitos antitumorais em células cultivadas em laboratório.

Os animais foram divididos em grupos, de acordo com o tipo de substância que receberiam como tratamento. Um dos grupos recebeu a ciclofosfamida, uma substância com ação anticâncer comprovada, na concentração de 25 miligramas por quilo. Outro grupo recebeu uma solução de soro fisiológico, que não tem ação anticâncer. O terceiro grupo recebeu a fosfoetanolamina sintética na concentração de 1 grama por quilo, que era a substância a ser avaliada. Após dez dias de tratamento, os animais foram mortos e o tamanho dos tumores foi comparado entre os três grupos. 

Os tumores dos animais que receberam a ciclofosfamida não cresceram. Já os tumores dos animais que receberam o soro fisiológico e a fosfo cresceram na mesma proporção, indicando que a fosfoetanolamina não teve nenhum tipo de ação contra os dois tipos de câncer.

Essas baterias de estudos, conduzidos por um grupo de trabalho criado pelo ministério, não servirão para o registro do produto como medicamento, mas para avaliar a qualidade e a segurança da substância que era distribuída para pacientes com câncer. Os primeiros testes do grupo, publicados em dezembro, já tinham mostrado que a substância distribuída como a “cura” do câncer não tem efeito contra células tumorais cultivadas em laboratório. 

Além disso, os testes descobriram que dentro das cápsulas distribuídas pela USP de São Carlos não havia apenas fosfoetanolamina sintética, como descrito no rótulo das embalagens, mas um composto com várias substâncias. As cápsulas recebidas, identificadas como fosfoetanolamina sintética 500 miligramas, apresentaram pesagens abaixo do valor informado, entre 233 miligramas e 368 miligramas, e apenas 32,2% do conteúdo correspondia à substância pura. Isso significa que não havia uniformização nem padrão de qualidade na fabricação das cápsulas.

A fosfoetanolamina começou a ser investigada como mecanismo de defesa do organismo contra células cancerígenas, pois é uma substância presente em tumores malignos. O químico Gilberto Chierice, então professor do Instituto de Química da USP de São Carlos, passou a sintetizar e distribuir a substância por acreditar que sua administração pudesse combater o câncer. 

No entanto, a substância não passou das fases preliminares de testes em cultura de células e em camundongos, nunca tendo sido testada em humanos nem passado pelos procedimentos regulatórios exigidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária para ser aprovada como um medicamento. Em novembro, o Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu sua produção e distribuição, já que não há evidências de ação antitumoral em humanos.

Um projeto de lei que autorizava o uso da fosfoetanolamina sintética por pacientes diagnosticados com câncer chegou a ser sancionado em abril pela presidente afastada Dilma Rousseff, às vésperas da suspensão de seu mandato pelo Senado. 

Porém, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a lei em 19 de maio por entender que a ausência de estudos científicos com a substância pudesse trazer riscos aos pacientes. O pedido de medida cautelar acatado pelo STF foi apresentado ao órgão pela Associação Médica Brasileira.



Política regional: Carlinhos denuncia vereadora Narah por favorecimento no Calçadão Miguel Arraes



O vereador Calinhos da COHAB acaba de denunciar, usando a tribuna da Câmara, que um ex-cunhado da vereadora Narah Leandro denunciou em gravação que foi entregue a imprensa, que a vereadora e alguns vereadores receberam boxes e lojas, e que as mesmas foram colocadas em nomes de laranja.

No caso de Narah Leandro, os boxes e loja teriam sido colocados em nome de um motorista de sua campanha para vereadora.

Carlinhos da COHAB afirmou que irá entregar ao MP cópias da gravação, que quer uma CPI para ouvir o ex-cunhado da vereadora.

A denúncia pegou fogo na Câmara e daqui a pouco, Narah Leandro irá se pronunciar em instantes na tribuna.

Blog Sulanca News Foto Enzo A. Moreno


Policiais do GATI apreendem mais de 100 papelotes de maconha, crack e espingarda em ocorrência na Capital da Moda



Na madrugada desta quinta-feira (02), a equipe Bravo do GATI recebeu informações anônimas de que dois indivíduos estariam armados e traficando drogas no bairro da Palestina em Santa Cruz do Capibaribe.

Policiais seguiram ao local informado, onde ao perceberem a presença dos policiais, os suspeitos correram do local e efetuaram disparos de arma de fogo contra, conseguindo fugir do local. Em Seguida, o efetivo entrou na residência e encontrou uma adolescente de 15 anos de idade, que foi atingida pelos provocados na troca de tiros.

Ao ser questionada pelo policiamento sobre a situação, a mesma informou que quando os indivíduos perceberam a presença dos policiais, eles teriam ficados nervosos e começaram a atirar (na intenção de fugir), que chegou a atingir a mesma nas pernas, porém ela não soube informar de onde vieram os disparos que a atingiu.

Em seguida, os policiais fizeram uma busca minuciosa na residência, onde localizaram 101 papelotes de maconha, 8 pedras de crack, 1 espingarda de fabricação caseira, 120 gramas de maconha, além de espoletas e celulares.

Diante da situação, os policiais conduziram todo material apreendido para delegacia local, onde foram apresentados ao delegado de plantão para que fossem adotadas as medidas cabíveis. A adolescente foi socorrida para o hospital local, onde recebeu atendimento médico, sendo em seguida transferida para o Hospital Regional do Agreste.


Blog do Ney Lima


Celular roubado é localizado através de rastreamento em Santa Cruz do Capibaribe

Fotos: Gilson Fernandes.

Na tarde desta quinta-feira (02), a Polícia Militar foi solicitada por uma jovem que o seu celular teria sido roubado e, que a mesma saberia onde se encontrava através de um rastreamento. De imediato, o efetivo seguiu acompanhando o aparelho através do GPS.

O efetivo percebeu que os suspeitos estariam com o aparelho na conhecida ‘Feira do Paraguai’, localizado no Centro de Santa Cruz do Capibaribe. Minutos depois em outro ponto, foi indicado que o celular estava nas proximidade do Cabana Clube, os policiais iniciaram o acompanhamento e conseguiram deter Jefferson Henrique Gonçalves Alves (28 anos) e Raul Gonzalez Barreto (26 anos) em uma residência.


Com a chegada da polícia no imóvel, um do envolvidos tentou colocar o aparelho em um balde cheio de roupas e ao ser questionado sobre a procedência do aparelho, ele respondeu que tinha encontrado em um mato, enquanto fazia as suas necessidades fisiológicas. Na residência foram encontrados um pequeno pé de maconha, dois cigarros grandes, dois celulares e R$ 245,00 em espécie.

A dupla foi conduzida para a delegacia de polícia local, onde a vítima reconheceu o casaco em que um dos envolvidos teria praticado a ação criminosa contra a jovem.

Blog do Ney Lima


Mãe entrega filho adolescente à polícia após o reconhecer em assalto na Avenida Biu de Deda


O adolescente foi conduzido para a delegacia de polícia de Santa Cruz do Capibaribe. Foto: Gilson Fernandes.

Na noite desta quarta-feira (01), um adolescente em companhia de um comparsa teria praticado um assalto contra uma jovem na Avenida Biu de Deda, bairro São Jorge em Santa Cruz do Capibaribe.

A ação foi presenciada por câmeras de segurança e espalhadas em grupos de WhatsApp!.

No final da tarde desta quinta-feira (02) a mãe do adolescente de 17 anos que teria praticado o assalto, o reconheceu como sendo o seu filho e acionou a polícia.

O efetivo seguiu até a Rua Lindário Dias dos Santos, bairro Bela Vista e apreendeu o infrator, que o conduziu para a delegacia de polícia de Santa Cruz do Capibaribe.

Blog do Ney Lima

Prefeito de Catende é preso em Operação policial


A Polícia Civil realiza nesta quinta-feira (02), segundo o Diario de Pernambuco, uma operação policial no Recife e em municípios da Zona da Mata Sul e Agreste de Pernambuco. A operação, denominada Tsunami, prendeu o prefeito da cidade de Catende, Otacílio Alves Cordeiro, que foi encaminhado para a sede do Departamento de Crimes contra o Patrimônio da Polícia Civil (Depatri), na Capital do Estado. 

A operação tem como objetivo cumprir 11 mandados de prisão preventiva, 21 de busca domiciliar e oito de condução coercitiva contra integrantes de uma associação criminosa voltada para a prática dos crimes de emprego irregular de verbas públicas, falsificação de documentos e lavagem de dinheiro, praticados pela gestão da prefeitura do município de Catende. 

Blog Direto ao Ponto


Homem agride outro com um Jabuti em Santa Cruz do Capibaribe



Um fato inusitado aconteceu no último final de semana em Santa Cruz do Capibaribe. Um homem ficou ferido após ser agredido com uma "jabutizada" no rosto e levou 7 pontos próximo ao olho esquerdo.

Segundo informes da vítima, estaria bebendo com "amigos" em uma casa quando o fato aconteceu.

"A gente tava tomando uma, o menino arrumou um jabuti pra nós comer com cachaça e eu disse que mataria o bicho, mas o fogo tava ocupado cozinhando um angu. Enquanto eu esperava o fogo desocupar, tomei duas dosinhas de cachaça, aí me bateu um sono danado, eu deitei no chão e agarrei no sono. Quando eu me acordei foi quando ele me deu um chute e quando eu ia levantando atordoado só senti a pancada na cabeça, ele jogou o jabuti em mim", contou.

Além da pancada, o homem sofreu um grande corte no rosto e foi socorrido por populares para o hospital municipal de Santa Cruz do Capibaribe, onde foi atendido. Ele foi orientado a registrar a ocorrência na delegacia, mas não quis representar contra o colega de bebedeiras.

Do Blog Merece Destaque