sexta-feira, 10 de julho de 2015

Oposição rebate discurso do vereador Fábio Florentino e avisa que já tem novo processo contra o Executivo de Toritama


Fotos: Ney Lima.

O polêmico e histórico processo de cassação do prefeito de Toritama, Odon Ferreira (PSB), arquivado na última terça-feira (30), está longe de sair dos holofotes.

Após as explicações dadas pelos vereadores, Zé Neto (PSD) e Fábio Florentino (PT), responsáveis por dois dos três votos de abstenção na votação. A oposição se pronunciou rebatendo o discurso dos mesmos e anunciando um novo processo.

Na manhã dessa quinta-feira (09) os parlamentares, Edmilson Morica (PSL) (líder da oposição) e Fábio Araújo (PSDB) estiveram na Rádio Toritama FM para dar as suas versões sobre a votação.

Em suas falas, os vereadores rebateram o discurso dos governistas, argumentando que estava tudo decidido, até que Maviael (PSL), Zé Neto (PSD) e Fábio Florentino (PT), surpreenderam a todos com seus votos de abstenção. O principal alvo das criticas, foi o vereador petista, que até então fazia parte da linha de frente oposicionista na Câmara.

“A casa caiu, cabe ao povo analisar” dispara Morica sobre a abstenção de Fábio Florentino


O líder da oposição, vereador Morica (PSL), não poupou críticas ao falar do comportamento do petista Fábio Florentino.

“Já estávamos decididos, e é inadmissível uma coisa dessa, agora a casa caiu, cabe ao povo analisar e ver, ainda que o povo ficasse calado, as pedras falariam, por conta do descaso e da falta de responsabilidade que houve; eu faço política com ‘P’ maiúsculo, sou homem e cumpro com as minhas obrigações”, relatou.

O vereador comentou a hipótese de propina.

“Eu não posso acusar, simplesmente porque não tenho provas, mas foi muito estranho, o que foi feito foi um carnaval”, completou.

Morica contou o que aconteceu durante o tempo que foi pedido de intervalo por Fábio Florentino.

“Fábio pediu o tempo antes da votação e nos chamou para comunicar que não iria votar, naquele momento, Zé Neto disse que também não votaria, enquanto o vereador Mava ficou calado, nos ficamos sabendo ali”, comunicou.

O parlamentar ainda disse que a oposição estará entrando com um novo processo no próximo dia 15, porém não deu detalhes do mesmo.

“Ele incentivou a fazer, depois voltou atrás” dispara Fábio Araújo


O tucano, Fábio Araújo, foi ainda mais enérgico ao comentar as atitudes do petista, citando que antes da chegada até a Câmara, Fábio Florentino vinha dizendo que iriam cassar o prefeito naquele dia.

“Ele teve tempo para desistir, nos deu a palavra, até chegarmos em frente a “Ita” (local próximo a Câmara) ele vinha dizendo que iria cassar, ele incentivou a fazer, depois voltou atrás”, frisou.

Fábio Araújo disse ainda que Florentino estava animado para votação e tinha quatro páginas para ler em seu discurso.

“Ele me disse que nós iriamos mostrar quem somos, ele tinha quatro páginas para falar no discurso, agora eu quero que ele venha me desmentir, todos os outros são testemunhas”, pontuou.

Fábio Araújo também lembrou, que na chegada a Câmara o vereador Zé Neto entrou em outro veículo e trocou a gravata amarela, usada para simbolizar a intenção de quem estaria votando a favor da cassação, em seguida o parlamentar entrou na Casa utilizando uma gravata de outra cor.

Com informações de Evandro Balla, correspondente do blog Ney Lima em Toritama.



Trabalhando por sua saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário