segunda-feira, 28 de março de 2016

Artesão Brejense mostra seus trabalhos na Semana Santa, no Distrito de Fazenda Nova


São muitos os artistas que na Semana Santa procuram Fazenda Nova para mostrar seus trabalhos, haja vista a alta concentração de pessoas que para lá se dirigem. Afinal, o maior teatro ao ar livre do mundo encontra-se naquele distrito e atrai visitantes de todos os estados do Brasil e de várias partes do mundo.

Entre tantos artistas encontramos o Luiz Carlos. Ele faz esculturas com lixo reciclável e se destaca pelos belos trabalhos realizados.

"Graças a Deus as pessoas estão vendo meu trabalho como um trabalho de referência, de referência tanto na área de reciclagem como na área de escultura e de obra de arte, tudo ao mesmo tempo. Recentemente mandei a peça Luz para uma Universidade de Fortaleza. A peça Luz é um cavalo. Coloquei esse nome na peça porque ela veio em um momento de luz. A encomenda veio no Natal, uma época de muito simbologismo. Fiz também há pouco tempo a Máquina de Costura. Essa peça é uma homenagem ao povo que migrou da enxada para a costura. O nome da peça é "Migração, Seca sem Miséria". 

Essa peça também carrega grandes significados e o maior é o de pessoas envolvendo as máquinas e fixando-se em seus locais de origem. Se não fosse a máquina de costura nossa região seria uma miséria", disse o artesão.

Quem quiser conhecer o trabalho de Luiz Carlos vá até seu ateliê que fica em frente ao Estádio Municipal em Brejo da Madre de Deus. Lá está exposto o Transformer Toyotão, uma de suas peças mais conhecidas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário