segunda-feira, 3 de abril de 2017

Armando celebra a vitória de Célia Sales

Armando, Célia e aliados festejam a vitória na eleição suplementar deste domingoFoto: Divulgação

Numa prévia de 2018, senador pelo PTB afirma que "quem ganhou foi o povo de Ipojuca, não um partido ou um grupo político"

Apontado como o último embate das disputas municipais entre o Governo do Estado e oposição, a eleição de Ipojuca, neste domingo (2) ratificou o resultado da eleição de outubro, quando Romero Sales ganhou, mas não levou, por ter tido o registro de candidatura cassado. Considerado como um dos principais líderes da oposição no Estado, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) festejou a vitória de Célia Sales (PTB) sobre o ex-prefeito Carlos Santana (PSDB).

"Quem ganhou foi o povo de Ipojuca, não um partido ou um grupo político. O povo de Ipojuca entendeu que deveria tomar nas mãos o seu destino e construir um novo tempo. Um tempo em que a gestão municipal vai estar verdadeiramente sintonizada com as aspirações do povo de Ipojuca", celebrou Armando Monteiro.

Cotado como pré-candidato ao Governo em 2018, o petebista aproveitou para provocar a gestão do governador Paulo Câmara, virtual candidato à reeleição. "A vitória da nossa prefeita Célia Sales mostra que Ipojuca está sintonizada com os ventos da mudança em Pernambuco", afirmou.

Ao falar sobre Célia, Armando Neto acrescentou que Ipojuca pôde fazer justiça a “uma mulher guerreira”, que tem compromisso e amor pela terra. "Vencida essa etapa foi uma das mais belas páginas da história política de Ipojuca. Foram muitas dificuldades que tivemos ao longo do caminho, muitos percalços e desafios. Tudo isso valoriza ainda mais esse momento", disse o senador.

Diversas lideranças estaduais comemoram a vitória de Célia, como o presidente estadual do PTB, o deputado José Humberto Cavalcanti (PTB); o líder da oposição na Assembleia Legislativa, o deputado Silvio Costa Filho (PRB); os deputados estaduais Bispo Ossésio (PRB) e Joel da Harpa (PTN), o deputado federal Ricardo Teobaldo (PTN), dentre outros nomes.

Blog da Folha 

Nenhum comentário:

Postar um comentário