quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Mais um é preso por trafico de drogas.


Na tarde desta quinta-feira (08) por volta das 14:32 foi debelado um ponto de vendas de drogas, após um levantamento do serviço de inteligência do 24°BPM. 


Foi preso em uma casa na beira do rio na rua Tiradentes em um Bairro de São Domingos do Brejo da Madre de Deus,  o elemento identificado pelo nome de Cleyton Renato da Silva, se encontrava de posse de 29 big big da droga denominada Crack pronta para a venda ou Cossumo, como também uma certa quantia em dinheiro e 04 celulares, provavelmente trocados por drogas pelos viciados que ali frequentavam.  


Diante dos fatos a Polícia Militar através da guarnição da área apresentou o imputado na delegacia da cidade do Brejo da Madre de Deus. 


Cabo Junior de Jesus Blog Jataúba News



Tudo para sua Casa e Construção 081 3746-1412

Piso salarial dos professores sobe 13% e passa a ser de R$ 1.917,78


O Ministério da Educação (MEC) informou, que o piso salarial do magistério terá aumento de 13,01%. Com o reajuste, o salário inicial passará para R$ 1.917,78 a partir deste mês. O cálculo está previsto na Lei do Piso (Lei 11.738/2008), que vincula o aumento ao percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno, referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano.

O novo montante é relativo ao salário inicial dos professores de escola pública, com formação de nível médio e jornada de trabalho de 40 horas semanais.
Segundo o MEC, nos últimos dias, o ministro da Educação, Cid Gomes, reuniu-se com representantes do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

De acordo com a lei, a correção do piso reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno, definido nacionalmente pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O piso salarial subiu de R$ 950, em 2009, para R$ 1.024,67, em 2010, e R$ 1.187,14, em 2011, conforme números incluídos no site do MEC. Em 2012, o valor vigente era R$ 1.451. Em 2013, o piso passou para R$ 1.567 e em 2014 foi reajustado para R$ 1.697. O maior reajuste foi registrado em 2012, com 22,22%.

Para Roberto Leão, presidente da CNTE, o reajuste cumpre a lei, embora ainda não seja o "que consideramos melhor para os trabalhadores". Segundo ele, a Lei do Piso é "importantíssima para o cumprimento do PNE [Plano Nacional de Educação]". Uma das metas previstas no plano estabelece prazo de seis anos para equiparação do salário dos professores ao dos demais profissionais com escolaridade equivalente. Conforme Leão, o rendimento médio dos docentes representa aproximadamente 60% dos salários médios dos demais profissionais.

Para a Confederação Nacional de Municípios (CNM), o aumento, que tem sido praticado acima da inflação, representará custo maior com a folha e menos investimentos em reformas e infraestrutura das escolas, além de outros itens fundamentais à qualidade do ensino.

"Com certeza, teremos municípios e estados com dificuldade", disse Cleuza Repulho, presidenta da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). "Precisaremos da regulmentação dos royalties do petróleo e do PNE em funcionamento para garantir novos recusos. A arrecadação dos estados e municípios foi menor que a esperada", acrescentou.

Segundo Cleuza, a entidade voltará a se reunir com o ministro até o fim do mês para cobrar maior participação da União nos gastos dos entes federativos com educação. Também pedirá a retomada do grupo de trabalho para revisão do reajuste do piso.

A proposta da entidade é que o reajuste leve em consideração a variação do Fundeb e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), estabelecendo novos salários intermediários às duas variações. "Entendemos que não é o que o professor precisa ganhar, mas agora não tem como ser um valor superior à inflação", concluiu Cleuza.



Jataúba tem Casa Frios Araújo

Toinho do Pará tem contas de 2010 rejeitadas pelo TCE


O principal assunto dos programas de rádio nas manhãs desse início de semana em Santa Cruz do Capibaribe foi a reprovação das contas, referentes ao ano de 2010 da administração pública da Capital das Confecções, período em que o município era gerido por Toinho do Pará (PHS).

Segundo o relatório do TCE (Tribunal de Contas do Estado), assinado pelo relator, Conselheiro Valdecir Pascoal, dentre as irregularidades detectadas estão, falhas na elaboração do PPA, LDO e LOA daquele ano, elaboração inadequada do Plano Municipal de Educação e não cumprimento de limite de despesa com pessoal.

O texto diz ainda que Toinho, enquanto um dos ordenadores de despesas da cidade, sofreu duas penalidades, uma delas o débito à sua administração, no valor de R$ 551.827,00, além de um multa pessoal de R$ 5.000,00.

“PARECER PRÉVIO em que recomenda à Câmara Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, a REJEIÇÃO das contas do prefeito, Sr. Antônio Figueiroa de Siqueira, relativas ao exercício financeiro de 2010, de acordo com o disposto nos artigos 70 e 71, inciso I, c/c o artigo 75, da Constituição Federal”, diz o texto do parecer do TCE.

Consequências políticas – A decisão do TCE deverá afetar em cheio as pretensões políticas de Toinho do Pará, que não esconde de ninguém o desejo de voltar a disputar a Prefeitura de Santa Cruz e que diante as consequências terá que lidar com o rótulo de ‘ficha-suja’, além de passar alguns anos impedido de disputar qualquer mandato eletivo.

Na Câmara – A próxima etapa do processo será o seu julgamento na Câmara de Vereadores. Resta saber quem defenderá politicamente o ex-prefeito, uma vez que a bancada Taboquinha conta hoje com oito vereadores, em tese, aliados de Toinho.

Informações do blog Direto ao Ponto



O point da Juventude Jataubense

Fim do auxílio reclusão

Está lá no site da Câmara dos Deputados.

Vote! É rapidinho!

A Câmara dos Deputados está fazendo uma enquete sobre uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) para alterar o benefício de auxílio-reclusão.

Hoje, os dependentes dos criminosos de baixa renda ficam recebendo um valor mensal do INSS enquanto o réu cumpre a pena. Com a mudança da Constituição, o benefício será para as vítimas dos crimes, ou aos seus dependentes  em caso de morte, e não à família do criminoso! É uma questão de justiça! Acabei de votar. ..muito fácil e rápido. ...

Vote >>>

http://www2.camara.leg.br/agencia-app/votarEnquete/enquete/CF458143-50F3-4AD9-9685-61F8B1A5A8C2

Importante divulgar mesmo.

Vai viajar Ligue (81) 8152-9895 ou 8907-7056

Ypiranga é goleado em Caruaru e foge das primeiras colocações


Fotos: Eliton Araújo.

Na tarde desta quarta-feira (07) o Ypiranga acabou sendo goleado pelo Porto no estádio Antônio Inácio em Caruaru. A equipe da Máquina de Costura sofreu um “apagão” no segundo tempo e observou o Gavião virar o placar

Aos 25 minutos do primeiro tempo o meia Thauan do Ypiranga cobrou escanteio e ao rebater a bola, o zagueiro do Gavião, Fabrício colocou a mão e o árbitro Neilson Santos marcou pênalti para a equipe alviazulina. Na cobrança, o lateral esquerdo Danilo Itaporanga bateu no canto direito e abriu o placar.



Danilo Itaporanga abre o placar para o Ypiranga.

Aos 39 minutos do primeiro tempo, o meia Caio do Porto tinha acabado de entrar na partida e levou o segundo cartão amarelo e foi expulso, o Ypiranga segurou o placar e foi para o intervalo vencendo o jogo e com um homem a mais em campo.

No segundo tempo o Porto veio com mais habilidade e dominou a partida, logo aos 2 minutos, o atacante Kiros subiu e tirou do goleiro Adson, empatando a partida, o gol deixou o Ypiranga desnorteado e fez com que o treinador Reginaldo Souza mexesse na equipe. As mudanças não surtiram efeito e logo aos 23 o Gavião do Agreste teve pênalti a seu favor, cometido pelo estreante Thiago, o atacante Kiros marcou e virou a partida.


Kiros (9) empata de pênalti.

Aos 42 minutos o meia Jackson cobrou falta próximo a lateral e Adson tomou um verdadeiro “frango”, fazendo porto 3 a 1. Aos 47 minutos, o meia Clebson partiu pela ponta esquerda driblou o zagueiro Thiago, que bateu no canto direito de Adson, decretando a goleada do Gavião do Agreste por 4 a 1 e fechando a goleada.


Sequência:

O Ypiranga volta a campo no próximo domingo às 16 horas, no estádio Otávio Limeira Alves em Santa Cruz contra o Atlético.

Roubou a Cena


Quem roubou a cena da imprensa foi o meia Rosembrick que foi com a comissão técnica acompanhar a partida e acabou sendo ovacionado por todas as equipes de rádio e TV.