sábado, 5 de julho de 2014

Mais uma vez a Pizzaria Big Pizza foi alvo de bandidos.

Fone 81 8235-7724 e peça a sua Pizza Org:  Geazir e Rose
Pizzaria Big Pizza foi alvo de bandidos mais uma vez, de acordo com as primeiras informações é que dois meliantes chegaram no estabelecimento e anunciaram o assalto, levando dinheiro e pertences dos clientes que ali estavam. 


Nossa equipe está no local para colher mais informações.

Collar Blog Jataúba News.

Tentativa de homicídio em Jataúba na noite deste sábado.


De acordo com as primeiras informações é que um senhor foi alvejado com um tiro no Bairro Branco. 

Aguarde logo teremos mais informações. 

José Augusto Maia assume desistência de candidatura


Ao lado da família, deputado anunciou sua saída da disputa eleitoral, mas não da política. Fotos: Thonny Hill.

Em coletiva realizada na tarde deste sábado (05) o deputado federal José Augusto maia (PROS) tornou público o que havia sido antecipado pelo Blog do Ney Lima: de que o mesmo não sairia como candidato a estadual ou federal, pelo grupo taboquinha, nessas eleições.

Visivelmente abatido, porém com tom de voz mais tranquilo em relação a outras entrevistas, o deputado anunciou, segundo suas palavras, “a decisão mais difícil de sua vida” ao longo de seus quase 30 anos de vida pública.

Antes mesmo do início do pronunciamento do deputado, o seus filhos Tallys Maia (cotado para ser o “plano B” caso a candidatura de José Augusto não fosse levada adiante pelas questões judiciais), Augusto Maia e a sua esposa, Jailda Maia, já demonstravam, em seus semblantes, o tom de como terminaria o anúncio de desistência do deputado quanto às eleições.

Confira os principais momentos da coletiva:

Os motivos da desistência para a disputa eleitoral

Durante a coletiva o deputado afirmou que sua desistência foi atribuída a vários fatores. Um deles, segundo o mesmo, foi uma conspiração feita para inviabilizar seu projeto eleitoral de reeleição.

De acordo com ele, tudo começou após as articulações que foram feitas para destitui-lo da presidência do PROS aqui em Pernambuco, que culminaram no apoio da legenda a candidatura ao governo do estado de Paulo Câmara (PSB) e a formação de um chapão a nível federal.

O segundo motivo da desistência foi que, caso seguisse adiante com sua candidatura a federal, mesmo dentro do “chapão” de Paulo Câmara, teria que adotar uma postura contrária em relação à candidatura ao governo estadual de Armando Monteiro (PTB).

“Todos conhecem a minha história com Armando Monteiro, com nosso grupo político, com nossa região e jamais eu ia trair… Não é só Armando Monteiro. Eu ia trair mais do que Armando, eu ia trair o povo de Santa Cruz do Capibaribe e dessa região do Polo de Confecções. A história (política) que eu tive, desde quando fui prefeito, foi com Armando Monteiro”, frisou.

Ainda de acordo com o político, essa articulação foi capitaneada pelo deputado federal Eduardo da Fonte (PP), pelo prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira (PSDB), pelo deputado estadual Diogo Moraes (PSB), pelo ex-governador e candidato a presidência Eduardo Campos (PSB) e outras lideranças dentro do próprio partido.

“Eduardo da Fonte foi a maior decepção nessa reta final”, desabafa

Em um dos momentos mais tensos da coletiva, ao falar mais uma vez da suposta articulação que inviabilizou a possibilidade de disputa as eleições, José Augusto Maia endureceu o discurso contra o deputado federal Eduardo da Fonte (PP).

Em entrevista concedida ao blog na última quarta-feira (02), o deputado progressista afirmou que, em conversa com o presidente nacional do PROS, Eurípedes Júnior e o presidente da legenda em Pernambuco, Gilson Lima, ficou claro que o partido estava à disposição para que José Augusto dispute a eleição para o cargo que desejar, compromisso esse que não foi cumprido, segundo José Augusto.

“O que me deixou chateado foi que Eduardo da Fonte deu um pronunciamento em Brasília dizendo que eu tinha tudo para escolher se eu era (candidato) para estadual ou federal. No fim das contas, na “hora H”, ele sumiu, desapareceu, não se para onde ele foi, mas isso… Eu tinha esse direito (de disputar as eleições)”, concluiu.

A manutenção dos apoios a Ernesto Maia e Toinho do Pará e a retirada de Tallys Maia da disputa

Nesse ponto, o deputado afirmou que se reuniu, na última quinta-feira (03) com Ernesto e Toinho sobre a possibilidade de sair (ou não) a federal ou estadual e que tomaria a sua decisão política hoje (05).

O deputado relatou que sua posição de desistência de disputar as eleições saiu após essa reunião realizada com Ernesto e Toinho e aproveitou para afirmar sua posição quanto ao nome de Tallys Maia.

“Nem eu e nem ele sairemos candidatos a deputado estadual. Essa decisão eu tomei, e antes que fosse colocado o meu filho, é porque o partido questionava que eu poderia ser não ser candidato por uma questão judicial, mas eu já tinha o nome do meu filho e isso foi só no começo, mas eu retirei. Essa decisão que eu tomo agora, que não sairei a deputado estadual, quero reiterar que vou apoiar os dois candidatos da terra, que estão no nosso lado político”, frisou.

Zé completou que essa decisão, segundo ele, foi também para evitar um desgaste ainda maior no grupo.

“A novela taboquinha acabou, de brigas e incertezas. Vamos todos nos unir, abracem um ao outro e quem pensou que eu criaria desavenças no partido, jamais eu faria isso!”

A definição sobre o nome a federal a ser apoiado pelo grupo

Questionado sobre em que momento o deputado apresentaria um nome a federal para que o grupo taboquinha apoie no município, José Augusto Maia afirmou que irá conversar com o grupo para que a unidade fosse mantida nesse aspecto.

“Esse federal passaria por mim, claro, e pelo grupo. Essa reunião nós vamos ter posteriormente e os dois assumiram comigo, tanto Toinho como Ernesto de que, se isso acontecesse, esse posicionamento ou não ser estadual ou federal, eu indicaria o federal para o grupo político”.

Informações revelam que esse nome poderá sair até a próxima semana, em comum acordo com as bases eleitorais do vice-prefeito de Taquaritinga do Norte, Lero (PDT).

O papel de José Augusto na campanha de Armando Monteiro

Com a definição da desistência, José Augusto Maia citou que recebeu o convite de Armando Monteiro para que coordenasse a campanha do mesmo em Santa Cruz do Capibaribe e em toda a região do Polo.


“Eu vou estar ligado nessa campanha, totalmente. Vamos conversar com o grupo não só daqui, mas de Taquaritinga, de Toritama, de Vertentes, Jataúba, Brejo etc. Essa coordenação, não estou dizendo isso aqui, pois quem vai indicar é o senador Armando, mas eu passaria a coordenar esse trabalho junto com os grupos políticos da região”.

A possibilidade de disputar as eleições em 2016

Questionado sobre essa possibilidade, frente à existência de um acordo dentro do grupo de que quem disputasse as eleições deste ano não disputaria as eleições municipais de 2016, o deputado foi evasivo, preferindo não entrar nessa polêmica.

“Se eu for responder isso agora, vou criar problemas. Eu acho que não devemos fazer isso. Alguém vai começar a jogar isso por aí, mas estamos tratando de uma candidatura de presidente, senador, de deputado federal e de dois filhos da terra a estadual. Não cabe nesse momento, em hipótese alguma, sinalizar futuras eleições. Nós temos que trabalhar essa para unir o partido”.

As declarações de que Ernesto e Toinho não teriam apresentado viabilidade em suas candidaturas

Questionado sobre esse assunto, o deputado não quis mais polemizar o assunto, mas frisou que as candidaturas de Ernesto e Toinho voltam a ter viabilidade com a sua desistência da disputa.

“Eles não tinham (viabilidade), mas quer dizer que agora têm. Se eu não saio candidato, vamos abraçá-los e eles vão ter. Agora cada um vai ter que pensar lá fora, cada um procure seu campo lá fora e, aqui na região, nós vamos trabalhar o nome dos dois”, frisou.

Zé citou que vai pedir para que os dois não tenham atritos e que possam ir a busca dos votos respeitando cada uma das campanhas.

A insatisfação de Toinho e Ernesto quanto ao apoio duplo nessas eleições

Nesse ponto, novamente José Augusto Maia fugiu de polêmicas.

Informações de bastidores revelavam que Ernesto Maia estaria insatisfeito com esse “apoio duplo” por parte de José Augusto, mas o mesmo não posicionou oficialmente, ao contrário de Toinho do Pará.

Toinho chegou inclusive a afirmar, em uma entrevista, que obras importantes não vieram para Santa Cruz, em seu governo e no de Zé, em virtude da desavença entre o deputado e Eduardo Campos.

“Se eu for fazer isso, daqui a pouco vai voltar as confusões dentro do partido. Para mim passou e, o que hoje eu peço, que vamos nos unir em torno das duas candidaturas e a um só para federal

Fonte Blog Ney Lima 


O melhor preço é na...

Frente Popular registra candidatura e promete continuidade de governo Eduardo Campos


O pré-candidato Paulo Câmara (PSB) realizou, no início da tarde deste sábado (5) o registro de sua candidatura, junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). Acompanhado de seus companheiros de chapa, Raul Henry (PMDB), que disputa a vice, e Fernando Bezerra Coelho (PSB), para o Senado, ele fez uma visita de cortesia ao presidente do órgão, desembargador Fausto Campos, e, logo depois, protocolou a documentação para, a partir deste domingo (6), dar início à campanha da Frente Popular. “Vencemos a primeira etapa, que é a pré-campanha, onde constituímos a maior aliança partidária que o Estado já viu, conversamos com os setores da sociedade, fomos a municípios de todas as regiões, apresentando nosso nome e nos atualizando sobre a realidade e as demandas locais. Agora, começa a segunda parte desse trabalho, ganhando as ruas, levando nossa tropa de casa em casa, fazendo nosso nome e nossas propostas conhecidos, retornando aos locais onde já fomos e indo àqueles que ainda não tivemos oportunidade de estar”, projetou.

Ainda neste sábado, Câmara fecha a pré-campanha em dois encontros com lideranças sertanejas, em Salgueiro e Granito. E é também no Sertão que a chapa majoritária dá a largada para o período de campanha, realizando, no domingo, uma visita a Santa Filomena, que tem um simbolismo especial para a Frente Popular. Eduardo Campos (PSB), foi durante a eleição de 2006 à cidade, que nunca antes recebera a visita de um governador ou mesmo candidato ao Governo e sequer tinha um único acesso pavimentado. Hoje, depois de sete anos e meio de gestão do PSB, o município conta finalmente com vários benefícios em Educação, Saúde, Segurança e Infraestrutura.

Do Blog do Mario Flávio


Contatos 081 3746-1186 Jataúba PE - Congo PB - São João do Tigre PB

Armando registra candidatura e garante prioridade à Educação


O senador Armando Monteiro (PTB) oficializou pessoalmente, neste sábado (5), junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), a sua candidatura a governador pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe (PTB/PDT/PT/PRB/PSC/PTdoB), e as candidaturas de João Paulo (PT) a Senador e de Paulo Rubem Santiago (PDT) a vice-governador. A aliança também registrou sua chapa de deputado estadual e federal.

“Está tudo pronto para a campanha: agora, vamos para a rua mostrar nossas ideias e defender o nosso projeto”, resumiu o Armando.

Além das chapas majoritária e proporcional, a aliança apresentou a versão resumida do plano de governo de Armando Monteiro, assim como exige a lei eleitoral. A coligação baseou suas propostas em quatro eixos principais: Cidadania, Desenvolvimento Sustentável, Qualidade de Vida e Gestão e Governança.

Honrando o que já vem afirmando nos discursos na pré-campanha, Armando Monteiro definiu que a educação será a “prioridade das prioridades”. Outros setores que receberão atenção especial do senador são saúde, segurança e infraestrutura.

Na chapa de deputados, são 148 candidatos: 50 à Câmara Federal (dos quais, 15 mulheres, em atendimento à legislação eleitoral, que exige que um terço dos postulantes seja do sexo feminino) e 98 à Assembleia Legislativa (30 mulheres).

As listas proporcionais não foram divididas. Pelo contrário, os candidatos foram reunidos sob um mesmo “guarda-chuva”, o chamado chapão, tanto para os concorrentes a deputado federal quanto os que disputam uma vaga no Legislativo estadual.

Do Blog do Mario Flávio


A sua segurança é aqui

Fratura de Neymar é capa de jornais do mundo todo



A foto de Neymar no chão, chorando de dor, durante o jogo do Brasil contra a Colômbia pelas quartas-de-final da Copa do Mundo, foi capa dos principais sites de notícias pelo mundo na noite desta sexta-feira (4). O camisa 10 do Brasil fraturou a terceira vérbera lombar após receber uma joelhada nas costas do jogador colombiano Zuñiga.

Jornais especialistas em esportes, como o espanhol "Ás" e o argentino "Olé", deram destaque para a foto do brasileiro. Outros sites, como britânico "The Guardian" e o americano "USA Today" também colocaram a chamada entre as principais notícias da noite.

Na versão internacional do site da rede de televisão americana CNN, o alto da página mostra a foto de Neymar sendo carregado em uma maca para fora do campo. "Brasil vence, mas a Copa de Neymar acabou", diz a chamada. O site diz que a Seleção Brasileira avançou à semi-final, mas a "superestrela" Neymar se machucou e os médicos descartam a possibilidade de ele jogar o resto do torneio.

"Quebraram uma vértebra do Neymar: ele diz adeus à Copa", afirmava a manchete do "Ás"na noite desta sexta-feira. "É para chorar", disse o "Olé", referindo-se à polêmica sobre o estado emocional dos jogadores brasileiros que dominou o noticiário futebolístico durante a semana.

"Neymar, do Brasil, está fora da Copa", anuncia o "The Guardian" na principal chamada sobre o mundial de futebol. "Neymar, a estrela do Brasil, fora da Copa com uma vértebra fraturada", afirmou o "USA Today".

Capa do site "Ás", na edição América:


Página principal do jornal "Olé", da Argentina:


Home do jornal "The Guardian", do Reino Unido:


Site do USA Today traz a foto de Neymar entre as principais notícias: 


Do portal G1


A nossa Farmácia.

Tentativa de assalto a comitê de Armando nos Aflitos

Uma suposta tentativa de assalto ao comitê eleitoral do candidato ao senador e candidato a governador Armando Monteiro Neto (PTB) gerou tumulto na Avenida Rosa e Silva, nos Aflitos, na noite de ontem. Segundo o vigilante da casa, Valdemir Pereira, dois homens armados anunciaram o assalto e o fizeram de refém.

Eles entraram no comitê e, após um descuido dos assaltantes, Valdemir conseguiu escapar e acionar os policiais militares pelo 190. Os bandidos fugiram e os PMs encontraram o comitê revirado. No entanto, segundo os policiais, nada foi roubado.



Do Diario de Pernambuco.com



Eduardo não empolgou o Nordeste como desejava





Um dos dados mais surpreendentes das últimas pesquisas é o desempenho pífio do nordestino Eduardo Campos na região Nordeste. Hoje, segundo o Datafolha, ele amealha nesse pedaço do mapa 11% das intenções de voto —um índice apenas dois pontos acima dos 9% que obtém em todo o país. Para quem governou Pernambuco por dois mandatos é pouco, admitem até os seus correligionários.


A inanição vira constrangimento quando se verifica que Campos está tecnicamente empatado no Nordeste com o mineiro Aécio Neves, a quem o Datafolha atribui 10%. O sonho de destronar Dilma Rousseff na região virou pesadelo. Cavalgando os programas sociais do governo, sobretudo o Bolsa Família, a candidata de Lula arrasta, hoje, 55% dos votos dos nordestinos.

Nas suas andanças pelos Estados do Nordeste, Campos gosta de recordar que Dilma deve sua eleição aos nordestinos, que lhe presentearam, em 2010, com uma dianteira de 10,7 milhões de votos em relação a José Serra, então candidato do PSDB. “Agora, ela quer levar nossos votos de novo”, disse Campos em recente viagem à Bahia. “Não terá! Dessa vez os nordestinos já têm em quem votar.”

Por enquanto, esse tipo de discurso não colou. Ao contrário. No Datafolha de junho, Dilma obtivera 48% no Nordeste. Na nova sondagem, ela avançou sete casas, estacionando nos 55%. Campos não é o único a lamentar. Aécio também esperava que o candidato do PSB marchasse sobre o eleitorado nordestino do PT, atenuando a vantagem que compensa a fragilidade de Dilma noutras regiões.

Há três meses, quando deixou o governo de Pernambuco, a primeira preocupação de Campos foi a de se instalar em São Paulo. Queria ver e, sobretudo, ser visto no maior colégio eleitoral do país. Dava-se de barato, então, que o Nordeste lhe cairia no colo por gravidade, mercê da grande aprovação que sua gestão tivera em Pernambuco.

No momento, um pedaço do PSB avalia que Campos terá de dispensar mais atenção ao Nordeste, abrigo de 27% do eleitorado do país. Sob pena de perder terreno não para Dilma, mas para o próprio Aécio. Que costurou alianças estratégicas em Estados como Bahia e Ceará.

Josias de Souza (Blog)



Vista-se bem com a..

Passando para desejar a todos leitores deste Blog, um belo final de semana!!!