segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

E Jataúba vai ter carnaval ou não?

Prefeito cassado financiou festa para Pedro Corrêa

Carlos Cavalcanti
Da equipe do blog magno martins


Em contato com o blog, há pouco, o advogado Walber Agra explicou sobre a decisão da juíza Maria Adelaide, responsável pela comarca do Brejo da Madre de Deus, que cassou o mandato do atual prefeito do município, José Edson de Souza (PTB), o Dr. Edson.

Segundo ele, a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) foi movida com base nas denúncias de que o atual gestor teria utilizado recursos da máquina pública para financiar uma festa para o ex-deputado federal Pedro Correa (PP) em junho do ano passado.

Walber explica que o grupo de Dr. Edson ainda possui direito a recorrer da sentença por meio de liminar a ser impetrada a partir da data da publicação cassação em Diário Oficial. Caso percam o recurso, o segundo colocado nas eleições de sete de outubro, o tucano Roberto Asfora – a quem Walber Agra representa – irá assumir o cargo de prefeito de Brejo da Madre de Deus.

Algumas novas e velhas noticias!


Bem após um mês da "nova" gestão nossa cidade ainda continua com seus velhos problemas a velha luta da cidade contra os professores, estava lendo a pouco o Mural de recados do Jataúba News e entra algumas coisas que li e concordei é que os professores abram seus holerites a população ou pegue o montante da folha de pagamento de alguns meses de todos os professores e faça uma comparação com as verbas que o município recebeu do FUNDEB se dentro da porcentagem daria pra pagar os professores, algo assim que viesse a esclarecer a população sobre este impasse, ai todos poderemos entender melhor sobre este assunto. Só lembrando que quem educa os filhos são os pais, se acham que a edução esta uma merda que se juntem e vão até a escola protestar, exigir um melhor nível de ensino.

O calendário da educação teve de ser alterado, tendo o início das aulas para março, tanto no estado quanto na prefeitura, parece que esta faltando verba para o transporte, pensem numa pindaiba, mas parece que este mês sem aula não fará falta pelo menos não ouvi ou li reclamação de nenhum pai sobre este assunto, como muitos falam que a educação na cidade é uma merda agora imaginem como ela irá ficar sem aula nenhuma, mas isso não tem nada o importante é falar que professor ganha bem sem merecer.

Outra coisa legal foi o convite que a prefeitura fez para que os funcionários contratados sejam voluntários, quer dizer que trabalhem de graça, e o pior tem gente que aceitou, isso que é falta de amor próprio ou não sabem o significado de que é ser voluntário. Será que o Prefeito, Vice Prefeito, Secretários e Vereadores da situação estão sendo voluntários também? Acho que o dinheiro desse voluntariado já daria para pagar os carros dos estudantes.

O povo vive falando que Mamão vive querendo arrumar processo para o prefeito, mas do jeito que as coisas vão logo ele não precisará ter esse trabalho o prefeito fara isso por conta própria o dinheiro continua entrando e o povo sem receber, mas a banda para festa de aniversário da cidade já esta escolhida e contratada isso é o que importa.

Acho que é só isso abraço a todos.

Colunista 

Marcelo De Oliveira Neto


O medo de que Inocêncio chute o pau da barraca hoje

 O deputado Inocêncio Oliveira(PR-PE) ainda tem seu peso na Câmara dos Deputados, de cuja mesa diretora ele participou durante quase duas décadas. Embora já fora da nova mesa, e insatisfeito, o nome  do parlamentar sertanejo pernambucano ainda é alvo de atenção e sondagem para cargo compensatório à perda, para que ele se acalme, não chute o pau da barraca na eleição de hoje,  e siga o que determina o grupo que quer eleger Henrique Eduardo Alves(PMDB-RN)  para a presidência da casa.
Exemplo dessa paparicação em cima de Inocêncio é citado por Vera Magalhães, na coluna política da Folha de S.Paulo de hoje:
''Aliados de Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) dizem que o candidato à presidência da Câmara esteve ao menos quatro vezes com Inocêncio Oliveira (PR-PE) no fim de semana para tentar dissuadi-lo de disputar o comando da Casa.''