sexta-feira, 28 de março de 2014

Peteca foi preso por baderna em Escola.


Segundo as informações colhidas pelo o Blogueiro Ruy Siqueira, Peteca estava atormentando os alunos e professores da Escola Jose Higino de Sousa. Erivaldo Marques da Silva mais conhecido por Peteca tem 18 anos de idade, o mesmo é do Sitio Cabraíba zona Rural de Jataúba. Peteca é ex: aluno da escola, e vinha a vários dias badernando na mesma, e diretora a Sr.ª Maria Janeth Sousa Silva não aguentando mais ligou para a policia, onde os PMs SD Devaldo, SD Arquilino, SD Leandro, foram ao local, quando o meliante avistou a viatura tentou se evadir dos policiais, mais foi seguido e preso dentro do açougue publico,  em seguida levaram o Peteca a DP da cidade onde foi feito todos os procedimento mais em seguida Peteca foi liberado em termos de aviso, já que nem uma pessoa ligada a escola foi ser testemunha do caso.


SD Devaldo, SD Arquilino, SD Leandro foi quem realizaram mais esta tarefa. 

Collar Blog Jataúba News.
Fotos Ruy Siqueira 

Líder politico Mamão e seus vereadores cada vez mais próximo do pre-candidato ao governo Paulo Câmara


Nesta sexta-feira pela manhã a convite do deputado estadual Diogo Moraes, a comitiva presidida pelo o líder politico Mamão, estiveram prestigiando a visita do pré-candidato a governador Paulo Câmara em Santa Cruz Do Capibaribe. Nesse meio termo eu (COLLAR) fiz a seguinte pergunta ao líder politico Mamão, na hipótese do prefeito Antônio de Roque está apoiando o mesmo candidato do governador Eduardo Campos, o que o mesmo acharia, o líder politico foi simples e categórico. “Se for para somar que seja bem vindo agora se for pra ter oportunismo melhor que procure outro palanque porque todos aqui estamos lutando por uma Jataúba melhor, não vivendo de aparência” Falou Mamão.

Quem também fez parte desta Agenda foi os vereadores Firoca Chico de Irineu Zuza do Jacu e o vice-prefeito Luzimário.

 Collar Blog Jataúba News 

Violência contra a Mulher: Não mate o direito de ser feliz



Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Por Luciana Santos, deputada federal e vice-presidente do PCdoB

Neste mês de março, que já está chegando ao fim, realizamos uma verdadeira maratona pelo estado de Pernambuco conversando com as pessoas, nos mais diferentes lugares e Instituições, sobre os direitos das mulheres e a necessidade imperiosa de darmos um basta à violência contra a mulher. Quase chegando ao fim do nosso roteiro de 65 atividades pela desconstrução da cultura do machismo recebo o resultado da pesquisa divulgada nesta quinta-feira (27) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

De acordo com o estudo 58,5% dos entrevistados concordam totalmente (35,3%) ou parcialmente (23,2%) com a frase “Se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros”. O levantamento diz ainda que 65,1% concordam inteiramente (42,7%) ou parcialmente (22,4%) com a frase “Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”. É chocante! Em que mundo uma pessoa pode achar que outra MERECE ser estuprada por qualquer que seja a razão?!

Os números não são exatamente inesperados. Sabemos da grande carga cultural que envolve as questões que dizem respeito à mulher, mas olhar a estatística nos dói de uma maneira diferente. Essa inversão de papéis entre agredidas e agressores não pode mais ser tolerada. É preciso combater a cultura do machismo que responsabiliza a mulher pela brutalidade, pela ignorância e pela violência. Essa cultura que desrespeita a mulher em seu lar, em seu trabalho e na rua está na base de uma sociedade que não pode avançar para o caos, onde não há fraternidade, onde não solidariedade, onde não há justiça. Não é esse mundo que queremos!

É preciso que cada um de nós, homens e mulheres, dediquemos um minuto que seja do nosso dia para pensar nessa escalada da violência contra a mulher. Precisamos perguntar a nós mesmos se uma pessoa quer ou merece ser vítima de uma agressão. Pensar no horror de um estupro. Pensar na dor de uma bofetada. Pensar no que se perde em cada vida sacrificada em nome do sentimento de posse e do senso comum do “não é comigo”. Um minuto dedicado a pensar se nós, nossas mães, irmãs, esposas, companheiras, namoradas, amigas, filhas… se essas mulheres merecem a dor, a humilhação e o sofrimento pelo simples fato de reivindicarem o direito de estar viva e de conviver em sociedade.

Os números são o retrato de uma realidade muito triste e cruel. Eles confirmam que ainda há muito trabalho a ser feito, o que para mim aumenta a responsabilidade e a força para persistir na luta. A cada mente conquistada uma vida pode ser poupada. É com esse pensamento que reforço, a cada homem e cada mulher, a relevância de sua participação nessa luta. Mudar as coisas, construir um mundo de justiça e igualdade social depende de nós, de nossa força, de nossa capacidade de não desanimar diante dos desafios.

Nenhuma mulher pede para ser estuprada. Nenhuma! Nenhuma mulher pede para ser agredida. Nenhuma! Nenhuma mulher merece a violência. Nenhuma! Renovemos nossas forças, ergamos alto a nossa voz, sigamos juntos pelo fim da violência e defendendo até o último minuto o direito de cada mulher desse planeta a liberdade, ao respeito e a felicidade.

PT questiona pesquisa Ibope sobre avaliação de Dilma

O PT utilizou a sua conta no Facebook para criticar a última pesquisa Sensus/Ibope sobre a avaliação da presidente Dilma Rousseff (PT). Veja abaixo o que o partido escreveu na rede social:


Campos vê ‘infantilidade’ em tentativa de investigação em Suape

O governador de Pernambuco e presidenciável, Eduardo Campos (PSB), avaliou como atitude infantil o fato de tentar tirar o foco da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras para investigar o Porto de Suape, como deseja o líder do PT na Câmara dos Deputados, Vicentinho (SP). As declarações foram dadas em entrevista após lançamento de plano de políticas ambientais, no Palácio do Campo das Princesas, nesta sexta-feira (28).

O socialista ainda defendeu que as decisões objeto da CPI devem ser tomadas pelo Congresso Nacional, “com total independência”.

“Acho que todos os gestores municipais, estaduais devem estar abertos a favorecer o controle social, os esclarecimentos à sociedade, aos órgãos de controle. Agora, não podemos de forma nenhuma admitir uma atitude às vezes que chega até a infantilidade de tentar fazer um processo de defesa, parece quase uma confissão de culpa, quando você em vez de ir responder com objetividade e tranquilidade a um assunto, tenta puxar outros assuntos”, disse Campos.

O governador defendeu que “se cabem esclarecimentos sobre outros assuntos, que eles sejam dados”. “Agora, neste momento o que a sociedade deseja é saber o que é que há mesmo com a Petrobras. Como nós brasileiros vamos ajudar a Petrobras melhorar”, continuou.

Campos voltou a criticar as perdas sofridas pela estatal nos últimos anos. Além disso, ele defendeu a abertura da CPI para investigar as denúncias envolvendo a Petrobras.

“Não é um debate eleitoral, investiga aquilo, investiga aquilo outro. Que se investigue tudo, com a maior tranquilidade do mundo. Agora, não vamos para uma atitude infantil e tentar tirar o foco de um debate que a sociedade não vai deixar que tire o foco”, disse.

A vereadora Vanessa e Maviael, apresentaram Ernesto Maia pre-candidato a estadual a população de jataúba.


O pre-candidato a deputado estadual Ernesto Maia, foi apresentado 
nesta quinta-feira 
a população de Jataúba, pelo grupo da vareadora Vanessa e seu esposo Maviael,  onde o mesmo concedeu uma entrevista na Radio Jataúba FM para o radialista Geraldo Silva, confira alguns itens abaixo desta entrevista.  



O pré-candidato a deputado estadual Ernesto Maia do PSL, falou que sua candidatura dar-se ao bom momento e de varias alianças que vem aderindo por toda região, e onde mesmo com 20 mil votos será eleito deputado, diferente dos demais concorrentes que tem que ter uma margem bem maior. 


“Estou com um projeto de obter entre 20 a 25 mil votos em nossa região, sou candidato pra ser eleito, hoje a maioria das lideranças politicas do grupo taboquinha de Santa Cruz do Capibaribe estarão comigo em meu palanque, hoje a minha bagagem para aderir votos em Jataúba é simples, mostra confiança a população de Jataúba, confiança essa que fui eleito e reeleito para vereador em Santa Cruz com um trabalho sério e muita competência, se eu tivesse na posição de Diogo Moraes, Jataúba não estaria nesta situação ” falou Ernesto Maia. 



A Vereadora Vanessa falou que o apoio ao deputado Diogo Moraes não deu certo por vários motivos por isso o apoio a Ernesto Maia deu certo e chegou em boa hora.


 “Hoje sou vereadora porque foi para ajudar meu marido, mais na época eu não queria, estou aprendendo em ser político com o passar do tempo a prática está me ensinando, eu não queria ser mais candidata meu coração pede isso, mais se for pelo meu marido serei mais uma vez. Hoje muitas pessoas me aplaudem pela minha atitude na câmara, sempre digo que se entrei na politica foi pra ser correta se é pra cobrar eu cobro se é pra elogiar eu elogio, goste quem gostar, por isso eu achei sem futuro apoiar Antônio de Roque, seria mais uma mão atada na câmara sem poder falar e defender o povo dessa cidade. Ao Sr. Paulo Floriano, haverá denuncia contra o mesmo sim, fiquei envergonhada em ver o carro passar o tempo todo em frente uma propriedade particular, sempre irei cobrar tudo que tiver errado, basta eu passar e ver, por que com descaso quem sai perdendo é o povo. Uma das coisas que fiquei revoltada foi na hora que o vereador ficou debochando de meus companheiros, foi isso que fez eu me levantar e reivindicar da maneira que reivindiquei. Seria hipócrita falar que o prefeito não fez nada, e uma das coisas importantes que o prefeito fez, foi ceder o transporte para os alunos que estudam fora, que por sinal é um requerimento da minha autoria. Falou a vereadora. 


 Maviael falou da escolha de Ernesto e rasgou o verbo, eu seria um laranja do prefeito se tivesse aceitado sua proposta.


 “Hoje estou com Ernesto Maia porque suas propostas são muito boas para Jataúba, estou aqui visando uma parceria para que seja o melhor para nosso povo, no dia em que precisar de algo que seja em beneficio da população possa procurar Ernesto, por que essa e sua preocupação e minha com o povo de Jataúba. Sair do partido de Antônio de Roque por instabilidade mesmo por que algumas coisas que não foram feitas da maneira que era pra ser. Vim para oposição e depois surgiu que eu teria uma secretaria na prefeitura mais na realidade eu seria um laranja, isso seria a secretaria de Maviael essa secretaria seria uma armadilha um suicídio na minha carreira politica e de Vanessa. Trabalhar com Antônio de Roque não tem a mínima possibilidade, hoje estou com deputados diferentes mais sou oposição ao governo que ai está”, Falou Maviáel

 A vereadora Vanessa e Maviael mostram muito otimismo nesta nova empreitada politica.

Collar Blog Jataúba News




A nossa Farmácia.

Dilma tem recorde de emprego para mudar maré